O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque, que ocorre em um momento delicado das negociações de paz realizadas entre o Taleban e o governo afegão.

Autoridades afirmaram que 13 corpos foram encontrados e 30 feridos foram levados de ambulância para hospitais na cidade. O número de mortes pode aumentar à medida que as buscas prosseguem. (Foto: Reprodução)

 Ao menos 18 pessoas morreram e 57 ficaram feridas neste sábado (24) após uma bomba explodir perto de uma escola em Cabul, no Afeganistão, informou o Ministério do Interior do país.

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque, que ocorre em um momento delicado das negociações de paz realizadas entre o Taleban e o governo afegão. Os dois lados já encontravam dificuldades por causa do aumento da violência no país e a retirada das tropas dos Estados Unidos.

 

Mais cedo, o Taleban já havia negado qualquer envolvimento.

Um porta-voz do Ministério do Interior, Tariq Arian, afirmou que guardas de segurança identificaram uma pessoa vestindo explosivos antes de detoná-los na rua em frente ao centro educacional dinamarquês Kawsar-e.

Autoridades afirmaram que 13 corpos foram encontrados e 30 feridos foram levados de ambulância para hospitais na cidade. O número de mortes pode aumentar à medida que as buscas prosseguem.

Um vídeo feito no local do ataque e compartilhado em redes sociais mostra vários corpos cobertos por mantas em uma estrada de terra, enquanto feridos são transportados para fora do local.

O ataque suicida aconteceu em uma área do oeste de Cabul que abriga muitos membros da comunidade xiita, uma minoria no Afeganistão que já foi alvo do Estado Islâmico no passado.

 

Em 2018, dezenas de estudantes morreram em um ataque na mesma área da capital a outro centro educacional. Em maio deste ano, homens armados atacaram uma maternidade ali, matando 24 pessoas, incluindo mães e bebês.

Maurício de Sousa celebra 60 anos do personagem Cebolinha: ‘Orgulhoso pelo filho que eu criei’

O garotinho de cabelo espetado foi inspirado em uma pessoa real, um amigo que costumava jogar bola com o irmão dele em um campinho de terra na cidade de Mogi das Cruzes.

A chegada aos 60 anos terá comemoração especial para Cebolinha -que, na verdade, está há seis décadas comemorando sete anos de idade. (Foto: Reprodução)

 Hoje é dia de festa no bairro do Limoeiro, já que é aniversário de 60 anos do Cebolinha, personagem da Turma da Mônica criado em 1960 e que até hoje é um dos mais queridos do público. Seja falando “elado”, trocando o ‘R’ pelo ‘L’, ou imaginando algum plano infalível para arrancar o coelho de Mônica, ele já aprontou boas tramoias nas histórias criadas por Mauricio de Sousa, 84, que na década de 1950 trabalhou como repórter da Folha de S.Paulo até deixar esse trabalho para se dedicar integralmente ao cartunismo.

“Essa marca representa que um dos meus filhos chegou à melhor idade”, brinca Sousa, em entrevista ao F5. “Logicamente, eles são como se fossem meus filhos e a imagem que eu coloco em cada um me deixa tranquilo e satisfeito. Não é em qualquer lugar do mundo que um personagem mantém postura, simpatia e força. Estou orgulhoso do filho que eu criei”, diz o cartunista, que pretende dar festa a seus 400 funcionários em março de 2021 para celebrar a data.

A história da origem de Cebolinha é muito curiosa. De acordo com Sousa, o garotinho de cabelo espetado foi inspirado em uma pessoa real, um amigo que costumava jogar bola com o irmão dele em um campinho de terra na cidade de Mogi das Cruzes (Grande São Paulo). Cebola era o apelido dele, por causa do penteado diferente que usava na época.

E acredite se quiser: o jovem também falava “elado”. Era a figura perfeita que Mauricio de Sousa precisava para criar, anos depois, o Cebolinha com suas características marcantes e que nunca foram perdidas. “Ele está vivo e mora em Mogi. Deve estar com uns 70 anos, gozando de uma certa fama na cidade. Anos atrás, quando ele trabalhava como mestre de obras, as pessoas disputavam pelo seu serviço, afinal, todos queriam contratar o Cebolinha. Imagino que ele tenha uma gratidão por mim, mas eu também tenho por ele”, diz Sousa, que vez ou outra faz uma visita a Cebola.

Cebolinha foi um dos primeiros personagens criados por Sousa. Na década de 1960, ele era o único que usava sapato. Como Sousa não tinha muitos personagens no começo da carreira, ele podia se dedicar mais horas a detalhar seus traços. Mas, quando mais jornais começaram a pedir as tirinhas, o cartunista aumentou seu leque de figurinhas e não tinha mais tempo de desenhar sapatos.

“A primeira tira dele, já com a Mônica, eu lembro até hoje. Andava pela guia da calçada e encontrava a amiga sentada em seu caminho. Ele dizia: ‘Sai da frente, ‘golducha’, quero passar’. A Mônica levantava e enchia ele de coelhada. Em seguida, Cebolinha reclamava: ‘Puxa vida, as mulheres desequilibram os homens'”, relembra.
E por falar em Mônica, a chegada dela às histórias, em 1963, fez com que Cebolinha fosse mudando suas características comportamentais. No início da década de 1960 era ele quem roubava a cena. Mas, após a criação da personagem inspirada na filha de Sousa, Cebolinha correu atrás do prejuízo.

“Aquela menina valente, brava e voluntariosa começou a se destacar mais do que ele. Era mais notável. Tanto que de Turma do Cebolinha virou Turma da Mônica. E nas tiras eu represento isso. Ele mudou seu comportamento e passou a querer recuperar o seu espaço e a tomar o que é da Mônica. Mas transformo isso em um conflito bonito e que, no final, ambos fazem as pazes”, diz.

NOVO FILME

Em 2021, Cebolinha poderá ser visto mais uma vez nos cinemas, assim como toda a trupe. A segunda versão do filme da Turma da Mônica, “Lições”, que seria lançada em dezembro, deve estrear somente no ano que vem. Nele, os personagens estarão na escola. “Educação é muito importante e representativa. A Turma da Mônica alfabetizou muita gente e essa é uma medalha que eu carrego em meu peito”, afirma Mauricio de Sousa.

Na avaliação dele, Cebolinha é um dos personagens mais queridos do público devido à identificação que ele causa nas pessoas. E é por isso que até hoje ele recebe mensagens de gente que deseja ler histórias sobre o famoso plano infalível que o garotinho sempre tenta contra a amiga Mônica. “Cebolinha inspira carinho por causa do lado fraco dele. Ele sempre deseja algo e nunca consegue. As pessoas querem ver, até hoje, o famoso plano infalível dele dar certo.”

Carro de candidata a prefeita de Condado, na Paraíba, é alvejado após volta de visitas na zona rural 

Em sua rede social, a equipe da candidata confirmou o ocorrido e informou que ninguém se feriu.

carro_alvejado_candidata_a_prefeita_condado
Carro de candidata é alvo de disparos de arma de fogo, em Condado. (Foto: Reprodução

O carro da candidata a prefeita de Condado, Maria Elândia Gomes Oliveira, que é conhecida por Landinha (PDT), foi alvejado por tiros na noite dessa sexta-feira (23), quando estava no Sítio Limão. Ela estava acompanhada de candidatos a vereadores quando o caso ocorreu.

De acordo com informações obtidas pelo ClickPB, dois homens teriam efetuado os disparos quando a postulante à Prefeitura da cidade e um candidato a vereador, Renato Gomes, quando voltavam de visitas na zona rural.

Em sua rede social, a equipe da candidata confirmou o ocorrido e informou que ninguém se feriu. Na postagem, atribuem que “tentaram calar covardemente a voz da candidata”.

Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia do município de Patos, como confirmou o ClickPB. A Polícia Civil investiga o caso. Ninguém foi preso e identificado até o fechamento desta reportagem.

Landinda_rede social

ClickPB

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!