Monthly Archives: julho 2020

Lewis Hamilton mostrou porque é o piloto que mais vezes largou na frente na história da Fórmula 1. O inglês da equipe Mercedes não só fez hoje (18), em Budapeste, o melhor tempo do treino oficial do Grande Prêmio da Hungria, como estabeleceu o novo recorde da pista. O tempo de 1min13s447 garantiu ao hexacampeão a 90ª pole position da carreira.

A Mercedes comandará a primeira fila da largada na prova deste domingo (19), já que o finlandês Valtteri Bottas, 107 milésimos atrás do companheiro, fez o segundo melhor tempo do treino. Na sequência das Flechas de Prata, como são conhecidos os carros da escuderia alemã, estará a dupla da Racing Point: o canadense Lance Stroll sairá em terceiro, melhor posição de largada dele na carreira, e o mexicano Sérgio Peres, em quarto. A dupla da Ferrari virá na terceira fila, com o alemão Sebastian Vettel em quinto e o monegasco Charles Leclerc em sexto.

“Trabalho com um grupo incrível de pessoas e Valtteri não me dá moleza. [Para superá-lo] é preciso ter absoluta perfeição e o qualificatório é uma das coisas que mais gosto”, disse Hamilton, após o treino.

“Eu sabia que seria disputado e estamos realmente em um nível forte como time. Lewis fez realmente um bom trabalho. Tenho certeza que a primeira volta será interessante”, afirmou Bottas.

Na primeira fase do qualificatório (Q1), que reuniu os 20 carros que largarão amanhã, a Racing Point foi o destaque, com Peres e Stroll anotando os melhores tempos e Hamilton em quarto, entre as McLarens do espanhol Carlos Sainz e do inglês Lando Norris.

Na segunda parte do treino, com os 15 pilotos mais velozes do Q1, o hexacampeão fez a melhor marca, seguido por Bottas, pelo holandês Max Verstappen, da Red Bull, e por Leclerc, que, até os segundos finais, sequer estava entre os 10 melhores tempos.

Destaque negativo

O destaque negativo do treino foi Alexander Albon. Mesmo a bordo da Red Bull, um dos carros mais potentes da categoria, o tailandês sequer chegou à terceira fase do qualificatório (Q3), com os 10 carros mais velozes da primeira meia hora. Ele largará em 13º, registrando, no Q2, um tempo quase um segundo inferior ao de Verstappen, companheiro de equipe – o holandês sairá em 7º, na quarta fila, ao lado de Norris.

O GP da Hungria, terceiro da edição deste ano do Mundial de Fórmula 1, terá largada às 10h10 (de Brasília) deste domingo no circuito de Hungaroring. Após duas etapas, o campeonato tem Valtteri Bottas como líder, com 43 pontos, seguido por Hamilton (37) e Norris (26). Já entre os construtores, a Mercedes soma 80 pontos – 41 de vantagem para a McLaren, segunda colocada. A Red Bull é a terceira, com 27 pontos.

Recordes

A temporada 2020 tem sido marcada pela caça de Lewis Hamilton a recordes de Michael Schumacher. O principal deles, que só poderá ser atingido ao final do campeonato, é o de maior vencedor da Fórmula 1 – o inglês, com seis títulos, pode igualar a marca do alemão, heptacampeão.

Outros feitos, porém, pode vir ao longo do ano, um deles neste domingo. Se ganhar na Hungria, será a oitava vitória de Hamilton no circuito, o que o tornaria o maior vencedor de uma mesma prova ao lado de Schumacher, que cruzou a linha de chegada do Grande Prêmio da França oito vezes à frente dos rivais. Além disso, o triunfo em Hungaroring seria o 86ª da carreira do inglês, que ficaria a cinco dos 91 conquistados pelo alemão.

Supremo envia à PGR notícia-crime contra Damares Alves

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, pediu ‘a prisão de governadores e prefeitos’ em reunião ministerial.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves (Foto: Reprodução)

O Supremo Tribunal Federal enviou à Procuradoria-Geral da República (PGR) notícia-crime protocolada contra a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, pela declaração sobre pedir ‘a prisão de governadores e prefeitos’, dita durante a polêmica reunião ministerial do dia 22 de abril, que precedeu à renúncia do ex-ministro Sérgio Moro. A medida é praxe, e caberá à Procuradoria optar se prossegue ou arquiva o pedido.

Durante o encontro, a ministra afirmou que ‘o Brasil vive hoje a maior violação de direitos humanos da história do País nos últimos trinta anos (sic)’. “A pandemia vai passar, mas governadores e prefeitos responderão [a] processos e nós vamos pedir inclusive a prisão de governadores e prefeitos”, afirmou.

Após a divulgação da reunião, Damares informou pela assessoria do ministério que defendia a prisão para administradores públicos que tivessem violado direitos de pessoas que furaram as regras de isolamento social. Em abril, uma apoiadora do presidente Jair Bolsonaro que foi detida em Araraquara (SP) após se recusar a deixar uma praça e desobedecer recomendações da Guarda Municipal. A mulher também agrediu uma agente.

A notícia-crime enviada pelo Supremo é assinada pelo advogado Ricardo Schmidt. Segundo ele, Damares ‘proferiu grave ameaça aos Poderes dos Estados’.

“A ora noticiada Damares Regina Alves deve ser denunciada pela prática do crime capitulado no artigo 18 da Lei nº 7170, por flagrantemente ter tentado impedir, com emprego de grave ameaça, o livre exercício dos Poderes dos Estados, no caso a atuação de governadores e prefeitos, inclusive ameaçando de prisão os supramencionados agentes públicos”, afirmou.

‘Boiada’

Além de Damares, o Supremo enviou à PGR na semana passada notícia-crime contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, por declarações ditas na mesma reunião ministerial.

Na ocasião, Salles disse que o governo federal deveria aproveitar a ‘oportunidade’ da pandemia do novo coronavírus para ‘ir passando a boiada’ em regulações ambientais. Após a divulgação das imagens, o ministro disse que estava defendendo a flexibilização de normas, dentro da legalidade.

O pedido foi apresentado pelos senadores Randolfe Rodrigues e Fabiano Contarato, ambos da Rede, a deputada federal Joênia Wapichana, do mesmo partido, e o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ).

Os parlamentares destacaram que ‘as palavras e o contexto demonstram claramente, em alto e bom som, a intenção do Sr Ministro do Meio Ambiente de afrouxar, de maneira sorrateira, as normas estatais relacionadas ao meio ambiente, aproveitando-se de um momento tão crítico da história da saúde pública nacional’.

O advogado e contador carioca tinha 84 anos e estava internado havia quase 4 meses após contrair a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

“Descansa paizinho”, desejou ela, por fim, estendendo os elogios à mãe. “Se eu for 10% pros meus filhos do que vocês dois foram pra nós, minha missão nesse mundo estará cumprida.” (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Fernanda Lima, 43, anunciou neste sábado (18) a morte de seu pai, Cleomar Lima. O advogado e contador carioca tinha 84 anos e estava internado havia quase 4 meses após contrair a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

“Nesses quase 120 dias internado, tu provou mesmo ter fôlego de atleta”, descreveu a apresentadora em publicação nas redes sociais, que foi acompanhada de uma homenagem em vídeo com a música “Preciso Me Encontrar”, de Cartola, e imagens da vida do pai. “Lutou bravamente contra a Covid e depois contra todas as consequências da doença.”

“Foi cruel não poder estar ao teu lado durante o processo todo”, afirmou. “A única vez que consegui deixar minha bebê para pegar um avião e ir te visitar, tu já não estava mais na UTI. Fiquei abraçada em ti ouvindo essa musica do Cartola que tu tanto adorava. Eu chorava vendo teu olhar vago e observava tuas lágrimas escorrerem também. Espero que tenhas ouvido tudo que falei no teu ouvido.”

Ela também disse que a cerimônia de despedida será restrita. “Hoje será uma despedida íntima, mas prometo que assim que essa pandemia der uma trégua e as pessoas puderem voltar a se abraçar, eu farei um encontro muito lindo, com todos os teus amigos e familiares, pra gente rir bem alto de braços abertos, que nem tu”, escreveu. “Sim, por que a tua felicidade não cabia num sorriso.”

Na homenagem, Fernanda contou um pouco da vida de Clemar, que nasceu em 1936 no Rio de Janeiro, no bairro da Lapa, e teve uma infância humilde. Ele começou a jogar basquete, o que o levou a mudar de vida. “Te levou pro mundo e finalmente pra Porto Alegre onde tu conheceu a mãe e onde minha história de fato começa”, contou. “O basquete ficou pra trás e tua luta te levou à faculdade de Contabilidade e depois a de Direito.”

“Acabo de saber por uma tia querida que tu levava a máquina de datilografia para a beira da praia e trabalhava enquanto todos se divertiam. Tudo pra nos dar uma vida com mais conforto”, lembrou. “O seu corpo inteiro vibrava de alegria. Braços pra cima, abertos e balançando de euforia. Sempre. Com todos.”

“Obrigada pelo amor e pela presença intensa que tu dedicou a mim e aos meus irmãos e depois à família que eu construí”, disse. “Principalmente o carinho que dedicou ao Rodrigo, o Pezão. O amor de vocês era algo para além dessa existência. Foi certamente um encontro de pai e filho. Eu achava lindo ver vocês juntos, as semelhanças e o comportamento bagunceiro dos dois. Teus netos tem orgulho de ti e estão sentindo essa grande perda, mas sabem que tu precisava descansar.”

“Quanto a Maria, tua netinha tão aguardada, ela vai saber direitinho quem tu era”, prometeu. “Eu terei muitas histórias pra contar do vovô careca. Ela vai rir muito. Meu grande lamento é vocês terem se visto apenas uma vez desde que ela nasceu. Tô aqui procurando a foto da ligação de vídeo que fizemos pra te contar que eu tava grávida dela. A gente tava precisando desse refresco depois de tudo que sofri em 2018. Foi um ano doído pra mim e sei que tu sofreu junto, mesmo calado. Tu sempre foi o meu maior fã confesso.”

“Descansa paizinho”, desejou ela, por fim, estendendo os elogios à mãe. “Se eu for 10% pros meus filhos do que vocês dois foram pra nós, minha missão nesse mundo estará cumprida.”

A apresentadora também agradeceu as diversas mensagens de apoio nesse momento de luto. Entre elas, estavam recados carinhosos da modelo Gisele Büdchen, das atrizes Bárbara Paz e Drica Moraes e da cantora Gaby Amarantos.

 

 

Shopping Serra Talhada vai ser inaugurado no dia 30 de julho

Foto: divulgação

Embora Serra Talhada já tenha passado da marca de mil casos confirmados da Covid-19, o comércio da cidade não corre risco de ser fechado mais uma vez. Tanto é que inaugurações estão previstas para o deste mês. O Shopping Serra Talhada anunciou que abrirá as portas no dia 30 de julho.

Os lojistas estão correndo contra o tempo para oferecer um ambiente agradável, serviços e produtos de qualidade, com conforto para os clientes. A administração do centro de compras assegura que cumprirá todos os protocolos de biossegurança para que o estabelecimento comece a funcionar no próximo dia 30.

“O cuidado com a saúde das pessoas da região é nossa prioridade, por isso estamos trazendo, na campanha de abertura do Shopping Serra Talhada, o mote: ‘Encanto à primeira vista’, que se desdobra em vários momentos da vida do consumidor. Como estamos enfrentando a Covid-19, vamos começar com a peça ‘Seu Cuidado à Primeira Vista’, focando na segurança do nosso cliente”, explica Angélica Lopes, gerente de Marketing da IMalls, administradora do shopping.

Entre as medidas definidas pelo centro de compras estão: uso obrigatório de máscara; tapete de higienização para os calçados; aferição da temperatura dos consumidores e funcionários das lojas; controle de fluxo; distribuição de totens com álcool em gel; dispensers com álcool em gel em pontos estratégicos e limpeza mais frequente e rigorosa.

Beneficiários do Bolsa Família começam a receber a 4ª parcela do Auxílio Emergencial na segunda (20)

 

Os beneficiados do Bolsa Família serão os primeiros a receber a quarta parcela do auxílio emergencial a partir da próxima segunda-feira (20). Esse grupo segue o calendário regular de pagamento do programa, que é realizado nos dez últimos dias úteis de cada mês, de forma escalonada, de acordo com o NIS (Número de Identificação Social).

O governo federal e a Caixa ainda não divulgaram as datas da 4ª parcela para os demais cadastrados pelo aplicativo e site do bando ou pelo CadÚnico.

Nuvem de gafanhotos volta a preocupar agricultores brasileiros

Por enquanto, a nuvem de gafanhotos está estável, em Corrientes, na Argentina, a 130 quilômetros do município gaúcho de Barra do Quaraí. (Foto: Reprodução)

A nuvem de gafanhotos que está na Argentina volta a preocupar agricultores no sul do Brasil. Com as temperaturas mais altas, a expectativa é de que ela possa chegar ao Rio Grande do Sul até a próxima quarta-feira (22). 

A previsão foi feita na tarde deste sábado (19) à Agência Brasil pelo chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul, Ricardo Felicetti.

Por enquanto, a nuvem de gafanhotos está estável, em Corrientes, na Argentina, a 130 quilômetros do município gaúcho de Barra do Quaraí. As informações sobre os insetos estão sendo repassadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que acompanha a situação com o órgão fitossanitário argentino. 

“Com a elevação das temperaturas no Rio Grande do Sul neste final de semana, estamos apreensivos, mas preparados para o caso de uma eventual ocorrência da praga em território gaúcho. Temos um plano operacional de emergência elaborado como Ministério da Agricultura”, explicou Felicetti. 

Alerta

Ele acrescentou que, apesar do estado de alerta, hoje a tendência é que haja um deslocamento da nuvem para a província de Entre Rios, na fronteira da Argentina com o Uruguai.

Embora não representem um risco direto para os seres humanos, os gafanhotos podem, em grupo, causar grandes prejuízos econômicos, devorando plantações em questões de horas. 

Caso os insetos cheguem ao estado, Felicetti avalia que o potencial de prejuízo é muito grande, especialmente em culturas recém-plantadas como trigo e canola. Além delas, cevada , citricultura e pastagens de inverno para gado de leite e engorda de gado de corte também preocupam.

A orientação é que produtores rurais fiquem atentos à chegada dos insetos e comuniquem sua presença imediatamente à inspetoria de defesa agropecuária da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural ou ao escritório municipal da Emater mais próximo.

Recursos emergenciais

Na última sexta-feira (17), questões operacionais foram discutidas com representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do Ibama, da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do Rio Grande do Sul e da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luis Roessler.

“Falamos também sobre a questão dos recursos emergenciais para trabalhar a supressão dos surtos de gafanhotos”, disse.

Paraguai

Uma segunda nuvem de gafanhotos, que está se movimentando no Paraguai, também está sendo monitorada pelo Brasil, com menos preocupação.

De acordo com o Serviço de Qualidade e Sanidade Vegetal (Senave) do país vizinho, os insetos, que estavam em Madrejón e 4 de Mayio, seguiram para o sudeste, em direção a Teniente Pico, no departamento de Boquerón, também no Paraguai.

Pernambuco possui 11 parlamentares no levantamento dos nomes mais influentes do Congresso Nacional feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP). A lista elege os “cabeças” do Legislativo Federal que, segundo a definição do órgão, se caracterizam protagonistas do processo legislativo, por sua capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações de propostas. A eleição é anual e escolheu 100 legisladores, sendo que 70 são deputados e 30 são senadores.

Em Pernambuco, se destacaram 9 deputados federais e 2 senadores. Os deputados escolhidos foram André Ferreira (PSC-PE), Daniel Coelho (Cidadania-PE), Danilo Cabral (PSB-PE), Luciano Bivar (PSL-PE), Renildo Calheiros (PCdoB-PE), Silvio Costa Filho (Republicanos-PE), Tadeu Alencar (PSB-PE), Fernando Filho (DEM-PE) e Wolney Queiroz (PDT-PE). Dos senadores, foram escolhidos Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) e Humberto Costa (PT-PE).

A lista dos “Cabeças do Congresso” está em sua 27ª edição. Após quatro anos de mandato na Câmara Federal (1995-1999) e no seu décimo ano no Senado (2011-2020), Humberto Costa já apareceu 12 vezes na lista, dez das quais consecutivas como senador. O objetivo da relação, também chamada de “Os Cabeças do Congresso Nacional”, é fornecer uma radiografia dos principais interlocutores no Parlamento brasileiro, publicando um resumo das principais habilidades dos deputados e senadores que realmente exercem influência no processo decisório do Poder Legislativo.

As lideranças pernambucanas escolhidas comemoraram o desempenho no levantamento. Em seu primeiro mandato e pela segunda vez consecutiva na lista, o líder do PSC na Câmara Federal, deputado André Ferreira (PSC-PE), destacou o reconhecimento diante do cenário turbulento provocado pela Covid-19. “É uma grande honra poder figurar, no meio de 594 deputados e senadores, entre os mais influentes no Congresso Nacional. É o reconhecimento de um trabalho duro, cansativo pelas idas semanais a Brasília, mas que traz grande satisfação por poder ajudar o Brasil a superar a crise que enfrentamos há alguns anos e que, acredito, está perto do fim”, afirmou o deputado.

“Para mim é um privilégio ser escolhido novamente pelo DIAP. Isso só aumenta a nossa responsabilidade em trabalhar por Pernambuco e pelo Brasil. Vamos continuar trabalhando para avançar na agenda Brasil e nas reformas necessárias para que o país volte a crescer gerando emprego e renda para a população.  Aprendi na vida, que gratidão se retribui com trabalho. Vamos continuar, cada vez mais, trabalhando pelo nosso Estado”, declarou Silvio Costa Filho. 

O senador Humberto Costa (PT) foi apontado pela 12ª vez na lista e destacou sua atuação como opositor ao Governo Bolsonaro. “Este é o reconhecimento do nosso trabalho. Temos seguido firmes na luta em defesa da democracia e dos interesses do povo brasileiro, combatendo incansavelmente toda a agenda de retrocessos do governo Jair Bolsonaro”, afirmou o senador. 

Hospital Regional de Arcoverde — Foto: Google Street View/Reprodução

Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, vai voltar à segunda faixa do Plano de Readequação do Comércio nesta segunda-feira (20). A decisão foi tomada diante do aumento dos internamentos por Covid-19 no município.

De acordo com o Plano de Readequação do Comércio, a faixa dois obedece aos critérios de quando o Hospital de Campanha ou a UTI do Hospital Regional Ruy de Barros Correia estão com até 50% da capacidade de pacientes do município.

As faixas 1, 2, 3 e 4 determinam a flexibilização setorial e gradual. Até a última sexta-feira, o Hospital de Campanha estava com 10 dos 31 leitos ocupados e o Hospital Regional com três pacientes na UTI, que conta com oito vagas. Entre as obrigações gerais dos estabelecimentos, na atual fase, está o horário de funcionamento, que permanece de segunda à sexta-feira, das 9h às 15h. Nos comércios, só será permitida uma pessoa a cada 15 m².

Os escritórios em geral, por exemplo, devem funcionar com 50% da capacidade. Nesta segunda faixa, os bares, restaurantes e lanchonetes voltam a atender por delivery, sem ponto de entrega no local do estabelecimento. Mais informações sobre o Plano de Readequação do Comércio estão no site da Prefeitura.

As dezenas sorteadas foram: 14 – 27 – 35 – 40 – 50 – 55. Quina teve 43 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 52.989,08.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.281 da Mega-Sena, realizado na cidade de São Paulo, neste sábado (18). O prêmio acumulou em R$ 29 milhões.

Veja as dezenas sorteadas: 14 – 27 – 35 – 40 – 50 – 55.

A Quina saiu para 43 apostas e cada uma vai receber R$ 52.989,08. Outras 2.462 apostas acertaram a Quadra e levam R$ 1.322,11 cada.

O próximo concurso (2.282) será nesta quarta-feira (22).

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que saíram neste sábado, os resultados de 21 pacientes que estavam em investigação. Destes, 07 casos tiveram resultado positivo e 14 testaram negativo para covid-19 em nosso município. 

Os casos positivos são os de 
04 pacientes do sexo feminino (15, 24, 26 e 60 anos), sendo 02 estudantes; 01 Assistente Administrativo e 01 comerciante. E o de 03 pacientes do sexo masculino, (08, 13 e 100 anos), sendo 02 estudantes e 01 aposentado. 
Os casos positivos, além dos seus contatos, estão sendo monitorados pelas equipes de vigilância e atenção básica do nosso município. Um dos casos está internado no HREC, estável e segue em recuperação.
Afogados da Ingazeira

Pernambuco confirmou, neste sábado (18), 1.086 novos casos do novo coronavírus, totalizando 78.509 pacientes com a Covid-19, desde o dia 12 de março, quando foram confirmados os dois primeiros casos da doença no estado.

Além disso, também foram confirmadas mais 59 mortes de pessoas que morreram vítimas da doença, totalizando 5.928 óbitos na pandemia.

Do total de novos casos confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) neste sábado, 962 (88,6%) são casos leves, de pacientes que não precisaram ser internados em hospitais e que estavam na fase final da doença ou já curados. Os outros 124 (11,4%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Do total de 78.509 casos já confirmados, 21.904 foram graves e outros 56.605, leves.

Dos 59 novos óbitos por coronavírus confirmados, 36 (61%) ocorreram entre o dia 24 de abril e a terça-feira (14), mas só foram confirmados neste sábado. As outras 23 (39%) ocorreram entre a quarta-feira (15) e a sexta-feira (17), sendo sete na quarta, outras sete na quinta e nove na sexta-feira.

Outros detalhes epidemiológicos, como perfil das vítimas e local do óbito, serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Paraíba confirma 66.971 infectados  de Covid-19 

O índice de Isolamento Social foi de apenas 35,8%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Até o momento, 197.312 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. ​(Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 624 novos casos de Covid-19 e 31 óbitos confirmados desde a última atualização, sendo 8 deles ocorridos nas últimas 24 horas. De acordo com o Secretaria de Estado da Saúde em boletim epidemiológico divulgado neste sábado (18), são 66.971 pessoas que já contraíram a doença, 24.437 que já se recuperaram e 1.477 faleceram. Até o momento, 197.312 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

  • Casos Confirmados: 66.971
  • Casos Descartados: 76.179
  • Óbitos confirmados: 1.477
  • Casos recuperados: 24.437
  • Total de municípios: 221

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 51%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 57%.

Em Campina Grande, estão ocupados 48% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 52% dos leitos de UTI para adultos.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 35,8%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Os casos confirmados estão distribuídos em 221 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (40); Aguiar (20); Alagoa Grande (633); Alagoa Nova (220); Alagoinha (619); Alcantil (26); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (468); Amparo (13); Aparecida (49); Araçagi (396); Arara (140); Araruna (176); Areia (219); Areia de Baraúnas (7); Areial (37); Aroeiras (142); Assunção (31); Baia da Traição (357); Bananeiras (108); Baraúna (120); Barra de Santa Rosa (32); Barra de Santana (72); Barra de São Miguel (23); Bayeux (1152); Belém (548); Belém do Brejo do Cruz (16); Bernardino Batista (4); Boa Ventura (3); Boa Vista (61); Bom Jesus (8); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (11); Boqueirão (236); Borborema (7); Brejo do Cruz (177); Brejo dos Santos (15); Caaporã (847); Cabaceiras (36); Cabedelo (2128); Cachoeira dos Índios (54); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (102); Cacimbas (41); Caiçara (317); Cajazeiras (1004); Cajazeirinhas (4); Caldas Brandão (129); Camalaú (1); Campina Grande (9050); Capim (130); Caraúbas (30); Carrapateira (28); Casserengue (168); Catingueira (16), Catolé do Rocha (204); Caturité (64); Conceição (180); Condado (99); Conde (561); Congo (42); Coremas (74); Coxixola (16); Cruz do Espírito Santo (247); Cubati (62); Cuité (130); Cuité de Mamanguape (83); Cuitegí (242); Curral de Cima (19); Curral Velho (1), Damião (5); Desterro (43); Diamante (3); Dona Inês (52); Duas Estradas (47); Emas (12); Esperança (345); Fagundes (71); Frei Martinho (5); Gado Bravo (77); Guarabira (2880); Gurinhém (307); Gurjão (19); Ibiara (18); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (635); Itabaiana (885); Itaporanga (69); Itapororoca (402); Itatuba (228); Jacaraú (185); Jericó (5); João Pessoa (17.667); Joca Claudino (2); Juarez Távora (226); Juazeirinho (132); Junco do Seridó (32); Juripiranga (344); Juru (16); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (68); Lagoa Seca (512); Lastro (15); Livramento (57); Logradouro (110); Lucena (244); Mãe d’Água (16); Malta (32); Mamanguape (1742); Manaíra (9); Marcação (134); Mari (749); Marizópolis (11); Massaranduba (242); Mataraca (126); Matinhas (60); Mato Grosso (9); Matureia (25); Mogeiro (112); Montadas (35); Monte Horebe (1); Monteiro (171); Mulungu (249); Natuba (47); Nazarezinho (12); Nova Floresta (39), Nova Olinda (9); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (36); Olivedos (51);  Parari (5); Passagem (30); Patos (2139); Paulista (78); Pedra Branca (1); Pedra Lavrada (30); Pedras de Fogo (1122); Pedro Régis (35); Piancó (103); Picuí (143); Pilar (219); Pilões (58); Pilõezinhos (193); Pirpirituba (168); Pitimbu (551); Pocinhos (79);  Poço Dantas (4); Poço de José Moura (2); Pombal (237); Prata (3); Princesa Isabel (48); Puxinanã (219);  Queimadas (733); Quixaba (26); Remígio (192); Riachão (43); Riachão do Bacamarte (199);  Riachão do Poço (58); Riacho de Santo Antônio (20); Riacho dos Cavalos (6); Rio Tinto (751); Salgadinho (12); Salgado de São Felix (152); Santa Cecília (48); Santa Cruz (15); Santa Helena (12); Santa Inês (30);  Santa Luzia (187); Santa Rita (1747); Santa Terezinha (46); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (10); Santo André (12); São Bentinho (35); São Bento (873); São Domingos do Cariri (33);  São Francisco (23);  São João do Cariri (64); São João do Rio do Peixe (123); São João do Tigre (5); São José da Lagoa Tapada (34); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (12); São José de Piranhas (83); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (53); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (182); São José dos Cordeiros (10); São José dos Ramos (168); São Mamede (35); São Miguel de Taipu (90); São Sebastião de Lagoa de Roça (158); São Sebastião do Umbuzeiro (5); São Vicente do Seridó (42); Sapé (705); Serra Branca (107); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (166); Serraria (72); Sertãozinho (82); Sobrado (133); Solânea (232); Soledade (110); Sossego (8), Sousa (894); Sumé (129); Tacima (93); Taperoá (53); Tavares (45); Teixeira (106); Tenório (13); Triunfo (26); Uiraúna (32); Umbuzeiro (58); Várzea (9); Vieirópolis (4); Vista Serrana (3), Zabelê (10).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 18/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Dos 31 óbitos registrados, 29,03% ocorreram nas últimas 72h e 70,97% entre os dias 02 de maio e 10 de julho:

Mulher, 89 anos, residente em Boqueirão. Início dos sintomas em 19/06/2020. Hipertensa e diabética. Foi a óbito em hospital público no dia 15/07/2020.

Homem, 70 anos, residente em Boqueirão. Hipertenso, diabético, portador de cardiopatia e doença hepática. Início dos sintomas em 29/06/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 17/07/2020.

Mulher, 79 anos, residente em Cabedelo. Diabética. Início dos sintomas em 24/05/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 07/06/2020.

Mulher, 85 anos, residente em Cabedelo. Início dos sintomas em 02/06/2020. Sem informação de comorbidade. Foi a óbito em hospital privado no dia 23/06/2020.

Mulher, 73 anos, residente em Cabedelo. Início dos sintomas em 18/05/2020. Sem informação de comorbidade. Foi a óbito em hospital privado no dia 05/06/2020.

Homem, 72 anos, residente em Campina Grande. Início dos sintomas em 15/05/2020. Sem informação de comorbidade. Foi a óbito em hospital público no dia 31/05/2020.

Homem, 63 anos, residente em Campina Grande. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas em 25/06/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 017/07/2020.

Mulher, 37 anos, residente em Cuitegi. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 02/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 17/07/2020.

Homem, 81 anos, residente em Fagundes. Início dos sintomas em 13/06/2020. Sem comorbidade. Foi a óbito em hospital público no dia 24/06/2020.

Mulher, 47 anos, residente em Guarabira. Início dos sintomas em 16/05/2020. Sem informação de comorbidade. Foi a óbito em hospital privado no dia 22/06/2020.

Mulher, 90 anos, residente em João Pessoa. Início dos sintomas em 19/05/2020. Sem informação de comorbidade. Foi a óbito em hospital privado no dia 09/06/2020.

Mulher, 88 anos, residente em João Pessoa. Início dos sintomas em 25/05/2020. Sem informação de comorbidade. Foi a óbito em hospital privado no dia 17/06/2020.

Homem, 82 anos, residente em João Pessoa. Início dos sintomas em 23/05/2020. Sem informação de comorbidade. Foi a óbito em hospital privado no dia 11/06/2020.

Homem, 62 anos, residente em João Pessoa. Início dos sintomas em 26/04/2020. Portador de doença hepática. Foi a óbito em hospital público no dia 06/05/2020.

Homem, 60 anos, residente em João Pessoa. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas em 15/05/2020 e foi a óbito em hospital privado no dia 11/06/2020.

Homem, 53 anos, residente em João Pessoa. Início dos sintomas em 14/06/2020. Sem informação de comorbidade. Foi a óbito em hospital privado no dia 20/06/2020.

Homem, 55 anos, residente em Cabedelo. Diabético e hipertenso. Início dos sintomas em 15/06/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 23/06/2020.

Homem, 55 anos, residente em João Pessoa. Diabético e hipertenso. Início dos sintomas em 09/06/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 17/07/2020.

Mulher, 73 anos, residente em João Pessoa. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas em 22/05/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 17/06/2020.

Mulher, 89 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa e portadora de cardiopatia, doença respiratória e neoplasia. Início dos sintomas em 29/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/07/2020.

Homem, 66 anos, residente em João Pessoa. Diabético, portador de doença renal. Início dos sintomas em 20/06/2020 e foi a óbito em hospital público no dia 18/07/2020.

Mulher, 78 anos, residente em João Pessoa. Diabética e hipertensa. Início dos sintomas em 29/05/2020 e foi a óbito em hospital privado no dia 20/06/2020.

Mulher, 83 anos, residente em Mamanguape. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 06/06/2020 e foi a óbito em hospital público no dia 10/06/2020.

Homem, 70 anos, residente em Pedras de Fogo. Diabético, portador de doença renal. Início dos sintomas em 10/05/2020 e foi a óbito em hospital público no dia 17/05/2020.

Homem, 53 anos, residente em Pedras de Fogo. Diabético. Início dos sintomas em 04/07/2020 e foi a óbito em hospital público no dia 18/07/2020.

Homem, 83 anos, residente em Santa Rita. Sem informação de comorbidade. Início dos sintomas em 25/04/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/05/2020.

Homem, 73 anos, residente em Santa Rita. Cardiopata. Início dos sintomas em 21/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 29/05/2020.

Mulher, 69 anos, residente em Santa Rita. Diabética. Início dos sintomas em 09/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 13/05/2020.

Homem, 77 anos, residente em Santa Rita. Hipertenso, diabético, portador de cardiopatia e sequelado de AVC. Início dos sintomas em 19/05/2020. Foi a óbito no mesmo dia em hospital público.

Homem, 43 anos, residente em Sousa. Diabético. Início dos sintomas em 22/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 17/07/2020.

Homem, 62 anos, residente em Sousa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 06/07/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 17/07/

O levantamento é feito com a coleta de dados das secretarias de Saúde dos estados.

Na última semana, o Brasil registrou a sua maior média móvel de mortos com o novo coronavírus: 1.058. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Brasil registrou, nesta sexta-feira (17), 1.110 mortes de pessoas com a Covid-19. O país acumula 77.932 óbitos e mais de 2 milhões de infectados durante a pandemia desde de março.

Os dados com o total de infectados e vítimas foram compilados pelo consórcio entre Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo, G1 e UOL, em balanço divulgado às 20h desta sexta-feira (17). O levantamento é feito com a coleta de dados das secretarias de Saúde dos estados.

Na última semana, o Brasil registrou a sua maior média móvel de mortos com o novo coronavírus: 1.058. A média móvel é um recurso estatístico que busca dar visão mais acurada da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. Ela é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

A iniciativa do consórcio de veículos de compilar e divulgar os dados sobre Covid-19 é uma resposta a atitudes recentes do governo Jair Bolsonaro, que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins, retirou informações do ar, deixou de divulgar totais de casos e mortes e divulgou informações conflitantes.

Segundo país com mais vítimas na pandemia, o Brasil tem uma taxa de óbitos por habitantes mais baixa que a de outras nações. São 36 mortos por 100 mil habitantes.

Os Estados Unidos, que têm o maior número absoluto de óbitos, e o Reino Unido, terceiro no ranking, têm 42 e 67 mortos para cada 100 mil habitantes, respectivamente.

A comparação com os outros países é feita levando em consideração os dados consolidados pela Universidade Johns Hopkins, dos EUA. Até esta sexta, a instituição contabilizava mais de 11 milhões de casos do novo coronavírus em todo mundo e 536 mil mortes.

Flamengo confirma saída de Jorge Jesus para o Benfica

Técnico comunicou à diretoria a decisão de aceitar a proposta do clube português. Ele irá embora junto com seis integrantes de sua comissão técnica

Apesar de lamentar a perda de seu vitorioso técnico, o Flamengo respeita esta decisão pessoal – diz a nota oficial divulgada pelo Flamengo. (Foto: Reprodução)

Está oficialmente encerrada a era Jorge Jesus no Flamengo. O clube confirmou a saída do treinador, que comunicou à diretoria a decisão de aceitar a proposta do Benfica. O Mister almoçou com o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, no restaurante em seu condomínio, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

– O Clube de Regatas do Flamengo informa que, em reunião realizada na tarde desta sexta-feira (17), o técnico Jorge Jesus comunicou que, exercendo seu direito contratual, está se desligando do Clube para voltar para Portugal. Apesar de lamentar a perda de seu vitorioso técnico, o Flamengo respeita esta decisão pessoal – diz a nota oficial divulgada pelo Flamengo.

O próximo passo para Jesus, agora, é redigir e assinar o contrato com o Benfica. O vínculo será de três anos, com Jesus recebendo um salário de 3 milhões de euros líquidos por temporada. Com ele, irão os seis portugueses de sua comissão técnica – há ainda o convite a Marcio Tannure, chefe do departamento médico rubro-negro.

Após a nota divulgada pelo Flamengo, o Benfica também confirmou o acordo com Jorge Jesus.

O Flamengo não vai negociar nada com o Benfica para a saída de Jesus. O clube terá direito a receber 1 milhão de euros, valor da multa rescisória estipulada com o Mister, quando ele renovou o contrato até junho de 2021.

A notícia do acordo entre Benfica e Jorge Jesus foi dada pela imprensa portuguesa ainda na manhã desta sexta-feira. A esta altura, os dirigentes do Flamengo ainda não tinham sido informados da decisão pelo Mister.

Marcos Braz se encontrou com o treinador no restaurante de um clube no condomínio onde Jesus mora. Eles ficaram numa área reservada e conversaram por longo tempo. Depois disso, Braz se dirigiu a um restaurante próximo. Mais tarde, nas redes sociais, o dirigente postou uma mensagem.

Jorge Jesus aceitou a proposta do Benfica dois dias após conquistar o Campeonato Carioca pelo Flamengo, seu quinto título com o clube em pouco mais de um ano. Na ocasião, após a vitória sobre o Fluminense, o presidente Rodolfo Landim afirmou que não havia conversado com o Mister sobre uma possível saída. E disse que o técnico estaria presente na reapresentação do elenco, na próxima semana.

– Segunda-feira, ele está treinando o time. É isso que está marcado. Todo mundo está liberado hoje (quarta-feira) e todo mundo treina na segunda-feira. Nós estamos contando com ele lá na segunda-feira, foi o que eu falei agora com ele no vestiário. Todo mundo tem direito, né, ganharam um título. Vamos dar uns dias de folga – disse o presidente.

Nesta sexta, enquanto surgia a notícia do acerto com o Benfica, Landim esteve na Gávea para apresentar Bernardinho como novo técnico do time de vôlei do Flamengo. Em áudio que vazou durante a transmissão da Fla TV, o presidente disse que contava com o técnico.

– Acho que sim (fica). Acho que nem está viajando. Eu nem falo nada. Conto com ele.

Confira a íntegra da nota oficial do Flamengo:

“O Clube de Regatas do Flamengo informa que, em reunião realizada na tarde desta sexta-feira (17), o técnico Jorge Jesus comunicou que, exercendo seu direito contratual, está se desligando do Clube para voltar para Portugal. Apesar de lamentar a perda de seu vitorioso técnico, o Flamengo respeita esta decisão pessoal.

Nos 13 meses que Jorge Jesus dirigiu nosso time de futebol profissional, o Flamengo teve uma performance espetacular, conquistando a Copa Libertadores (2019), o Campeonato Brasileiro (2019), a Supercopa do Brasil (2020), a Recopa Sul-Americana (2020), a Taça Guanabara (2020) e, na última quarta-feira (15), o Campeonato Carioca (2020).

Em nome de toda a diretoria e dos 42 milhões de rubro-negros que formam a Maior Torcida do Mundo, o nosso maior agradecimento a ele e toda sua comissão técnica por tudo o que foi feito e o nosso desejo que continuem mantendo o enorme sucesso como tiveram conosco.

O Flamengo, seguindo o que seu hino preconiza – e que tão bem Jorge Jesus representou – continuará no seu objetivo de sempre: Vencer, vencer, vencer!”

Prefeitura de São Paulo não vai organizar Réveillon na avenida Paulista

Há outros dois grandes eventos previstos para o segundo semestre que não são organizados pela prefeitura, a Parada LGBT e a Marcha para Jesus, cuja realização tem sido debatida, disse Covas.

Paulo Menezes, coordenador do centro de contingência da doença, afirmou que há estudos que mostram que não há registros de aumento de transmissão da doença com a retomada das aulas. (Foto: Reprodução)

 A Prefeitura de São Paulo decidiu não organizar o tradicional Réveillon da avenida Paulista neste ano devido à pandemia da Covid-19, anunciou nesta sexta-feira (17) o prefeito Bruno Covas (PSDB).

“É muito temerário organizar um evento para 1 milhão de pessoas na avenida Paulista em dezembro deste ano”, afirmou o prefeito, que disse que o impacto para a área da saúde é maior do que o impacto econômico que a falta da festa pode causar na cidade. Segundo Covas, a Virada Cultural, outro tradicional evento paulistano, será apenas virtual.

Há outros dois grandes eventos previstos para o segundo semestre que não são organizados pela prefeitura, a Parada LGBT e a Marcha para Jesus, cuja realização tem sido debatida, disse Covas.

Ele afirmou também que tem dialogado com as escolas de samba e com outras cidades do Brasil para tomar uma decisão conjunta pelo adiamento do Carnaval.

A prefeitura assina nesta sexta os protocolos de retomada das aulas práticas em universidades e dos cursos não formais, retomada que foi anunciada no começo da semana.

Já para as aulas do ensino básico e fundamental, o governo estadual evitou falar em data de retorno. Conforme o jornal Folha de S.Paulo mostrou nesta quinta, a gestão João Doria (PSDB) tem receio de que a medida possa provocar algum pânico entre pais e professores, mas considera que há respaldo científico para a reabertura.

Isto porque viralizou nas redes sociais o estudo do matemático Eduardo Massad, da Fundação Getúlio Vargas, estimando que a reabertura das escolas no Brasil levaria 17 mil crianças a morrer.

O governador e o secretário de Educação, Rossieli Soares, rebateram o estudo e afirmaram que o retorno, cuja data não foi informada, deve obedecer critérios técnicos.

“Muitas pessoas estão falando da data, e muito mais importante que a data é ter as condições obrigatórias sendo cumpridas”, afirmou Rossieli, citando o número de casos em queda por 28 dias. “O estudo elaborado foi feito com base nos dados de hoje, e não nos dados de quando nós faremos a eventual abertur, em setembro.”

João Gabbardo, coordenador executivo do centro de contingência da doença, afirmou que o cálculo é uma fotografia do momento atual, e “não vale para uma situação futura, onde o estado vai estar em uma fase muito menor de transmissibilidade”, quando o risco de transmissão será menor, disse ele.

Rossieli afirmou ainda que pediu o estudo ao pesquisador, que corrigiu o número de vítimas: seriam 1.557 no país todo, não 17 mil, de acordo com o governo. “Tem muito estudo saindo neste momento mundo afora sobre educação, nós estamos em constante debate”, disse.

O secretário afirmou que as aulas da rede pública devem voltar na mesma data das aulas da rede particular. Em entrevista à Folha de S.Paulo no último mês, Rossieli afirmou que “abrir para a privada primeiro seria uma desigualdade ainda maior do que a que já existe.”

Para o retorno às aulas, no entanto, será preciso contratar professores para repor os que forem afastados por fazerem parte de grupo de risco, segundo ele.

Paulo Menezes, coordenador do centro de contingência da doença, afirmou que há estudos que mostram que não há registros de aumento de transmissão da doença com a retomada das aulas.

Nesta sexta-feira, segundo informações do governo, a taxa de ocupação dos leitos de UTI atingiram 67,2% — a última vez que o estado registrou uma ocupação acima dos 67% foi no dia 24 de junho.

A taxa tem crescido nas últimas semanas. No dia 6 de julho, por exemplo, a taxa chegou a 63,9%, e, desde então, têm crescido continuamente.

Algumas regiões que estão em estado crítico, como Campinas e Piracicaba, passaram a ter prioridade no atendimento do hospital de campanha do Ibirapuera.

Além disso, o estado registra 407,4 mil casos de coronavírus, sendo 5.367 nas últimas 24 horas. O total de mortes em decorrência da Covid-19 no território paulista é de 19.377, sendo 339 nas últimas 24 horas.

O governo anunciou ainda nesta sexta que colocou a região de Piracicaba, no interior, na fase vermelha do plano de reabertura, que impõe mais restrições e permite a abertura apenas de comércios e serviços essenciais. “As mudanças para fases menos restritivas de atividade econômica e mobilidade social acontecem a cada duas semanas. Já a regressão, ou seja, dar um passo atrás para fases mais rigorosas, pode ocorrer a qualquer momento. Não há necessidade de aguardar uma ou duas semanas. Nós temos que evitar a propagação da pandemia no estado de São Paulo”, afirmou Doria.

A gestão João Doria autorizou ainda a retomada do automobilismo e do motociclismo, sem público, com medição de temperatura e testagem obrigatória para competidores e outros trabalhadores da área.

Brasil vive platô da pandemia de covid-19, diz OMS

Para o diretor de emergências sanitárias da OMS, Michael Ryan, o cenário atual abre uma “janela de oportunidades” para que o país consiga controlar a epidemia

A tendência de queda também foi notada pela última análise do Imperial College de Londres, mostrando o Rt em 1,03, ou seja, um grupo de cem infectados é capaz de transmitir o vírus para outras 103 pessoas. (Foto: Reprodução)

A infecção do novo coronavírus passa pela etapa de estabilização, avaliou a Organização Mundial da Saúde (OMS) durante coletiva de imprensa desta sexta-feira (17). Para o diretor de emergências sanitárias da OMS, Michael Ryan, o cenário atual abre uma “janela de oportunidades” para que o país consiga controlar a epidemia. 

“Há um platô. O Brasil tem agora a oportunidade de frear a doença e conter a transmissão do vírus, de tomar o controle”, afirmou Ryan. Ele detalhou que, atualmente, o Brasil não tem apresentado um crescimento no número de novos registros e, sim, uma estabilização, o que permite fazer a análise. 

Fator que influencia diretamente neste panorama é a taxa de transmissão do vírus que, segundo a OMS, tem demonstrado quedas desde o fim de junho. O índice varia de 0,5 a 1,5 atualmente, sendo que, na fase de maior explosão de casos, estava entre 2 e 1,5. Taxas acima de 1 indicam que a transmissão do vírus ainda ocorre de forma descontrolada. 

A tendência de queda também foi notada pela última análise do Imperial College de Londres, mostrando o Rt em 1,03, ou seja, um grupo de cem infectados é capaz de transmitir o vírus para outras 103 pessoas. 

Apesar de avaliar que o momento como positivo para conseguir controlar a epidemia no país, Ryan alertou sobre a necessidade de atuação das autoridades competentes na adoção de medidas efetivas. “Em vários países e no Brasil, o vírus é quem controla, que dá as cartas. É necessário recuperar esse controle.”

Mesmo que em um processo de estabilização, os números preocupam, por terem estagnado em um alto patamar, com média de acréscimo diário de mais de 40 mil casos e mil mortes. Ontem, o país ultrapassou a margem de 2 milhões de infectados e continua sendo o segundo país mais atingido pelo novo coronavírus. 

Caixa Econômica Federal também informou que os beneficiários do programa poderão fazer o saque de duas parcelas do auxílio.

“Do ponto de vista operacional, respeitando a questão da pandemia, é mais simples (fazer o pagamento único de R$ 600)”, afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães. (Foto: Reprodução)

A Caixa Econômica Federal informou nesta sexta-feira (17) que o valor de pagamento das duas últimas parcelas do Auxílio Emergencial seguirá em R$ 600.

No fim de junho, quando o governo anunciou a prorrogação do Auxílio Emergencial, o ministro da Economia, Paulo Guedes, indicou que o valor do benefício poderia ser fracionado.

“Do ponto de vista operacional, respeitando a questão da pandemia, é mais simples (fazer o pagamento único de R$ 600)”, afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

O banco também anunciou que adiou o início dos saques e transferências da última parcela que já foi paga aos beneficiários do programa Auxílio Emergencial. Os saques e transferências seriam permitidos a partir deste sábado (18), mas agora só estarão liberados em 25 de julho, data em que a retirada do dinheiro passa a ser permitida no novo ciclo de pagamento.

Dessa forma, com a alteração, os beneficiários do programa poderão fazer o saque de duas parcelas do benefício. Por exemplo, se um beneficiário recebeu a terceira parcela, mas ainda não fez uso do dinheiro, ele poderá retirar o valor junto com a quarta parcela.

Novo calendário

Nesta sexta-feira, o Ministério da Cidadania divulgou o calendário de novos pagamentos do Auxílio Emergencial. Os novos pagamentos contemplam os beneficiários que se inscreveram no programa por meio do site e do aplicativo, além daqueles que fazem parte do Cadastro Único, mas não recebem o Bolsa Família.

Para o grupo dos trabalhadores do Bolsa Família, os pagamentos seguem o calendário original do programa – isto é, sempre nos últimos dez dias úteis de cada mês, de acordo com o dígito final do benefício. Nesse caso, vão receber mais duas parcelas de R$ 600, seguindo o calendário de pagamentos do próprio programa. Assim, a quarta parcela será paga entre 20 e 31 de julho e a quinta parcela será paga entre 18 e 31 de agosto.

O novo calendário divulgado pela Cidadania contempla os pagamentos até a quinta parcela de beneficiários inscritos no programa até 2 de julho, data final para inscrição, cujos cadastros foram considerados elegíveis até o momento. Na quarta-feira, a Dataprev informou que havia ainda 226.582 pedidos pendentes de análise.

Para fins de organização do fluxo de pessoas em agências bancárias e evitar aglomeração, os recursos serão disponibilizados para saques e transferências bancárias em momento posterior ao crédito em poupança social digital. O beneficiário poderá movimentar o dinheiro da poupança social digital apenas para o pagamento de contas, de boletos e para realização de compras por meio de cartão de débito virtual ou QR Code.

No caso dos saques da primeira parcela, o saldo existente nas poupanças sociais digitais será transferido automaticamente para a conta em que o beneficiário houver indicado por meio da plataforma digital. Já nos saques das demais parcelas, o saldo existente nas poupanças sociais digitais será transferido automaticamente para a conta em que o beneficiário houver recebido a primeira parcela.

Informamos que alguns pacientes, semana passada, informaram o endereço errado. Talvez por receio de discriminação. Essa semana, durante o monitoramento dos isolamentos e cruzamento de dados em sistemas de informação sob domínio da saúde, pudemos identificar os endereços corretos. Por isso, a partir da próxima semana, será necessária a apresentação de comprovante de residência para realização da testagem em nossa unidade de campanha. 
Segue a relação dos casos por bairro e logradouro: 
Borges – Rua possidônio Gomes (01).
Brotas – Rua mecânico Domingos Ferreira (01),
Rua José Virgínio Nunes (04), Rua Alzira Rosa (02), Rua Josefa Gomes da Silva (01) e Rua possidônio Gomes (01).
Centro – Rua Pedro Pires (04), Rua Elesbão Pires (01), Rua Aparício Veras (02), Rua Júlio Câmara (02), Rua Joaquim Nazário (02), Av Arthur Padilha (04), Rua Abílio Estevão Barbosa (02), Trav. José Queiroz (01), Rua Santo Antônio (02),  Rua Henrique Dias (03), Rua Marechal Castelo Branco (01), Rua Virgílio Amaral (01), Rua Augusto Cerquinha (01), Travessa João da Cruz (01), Rua Antônio Vidal (01), Rua Luiz Quidute Sousa Ferraz (01), Rua Décio Amaral Padilha (01), Rua Antônio Rafael de Freitas (01), Trav. Francisco Guimarães (01),  Praça Paulo Nelson de Oliveira (01). 
Costa – Rua Sônia Ricardo (02), Rua Inês Almeida (03), Av Severino Pedro Carvalho (01), Rua João Primário de Lima (01), Rua Izídio Leite (01).
Manoela Valadares – Rua Pe Luis de Góes (03), Rua Francisco Martins (06), Rua Sandro Roberto Pereira (01), Rua João Domingos Sobrinho (03), Rua Professor Marcos Antônio Souto (04).
Pe Pedro Pereira – Resid. Miguel Arraes (02), Rua José Cavalcante (01), Rua José Ribeiro do Vale (01), Rua Padre Cícero (01).
São Brás – Rua Floriano Peixoto (01), Rua Cícero Cruz (03), Rua da felicidade (02), Rua Olavo Bilac (01), Rua Odon José da Silva (05), Rua Diomedes Gomes (04), Rua poeta João Paraibano (05), Rua Maria Isabel (03), Rua Décio Mariano (01), Rua Dinamérico Lopes (01), Rua Everson Mariano (04), Resid. Laura Ramos (02), Rua Severino Rodrigues da Silva (02), Rua Miguel Carlos de Queiroz (03), Rua bom Jesus (01), Rua Sargento Paulo (03),
Rua Antônio Medeiros Filho (02).
São Cristóvão – Rua Rita Maria de Almeida (02), Rua São José (01).
São Francisco – Rua sete de setembro (05), Rua Maria Leopoldina (02), Rua José de Sá Maranhão (05), Trav. Juarez de Alcântara (01),
Rua Juarez Alencar (01).
São Sebastião – Rua Antônio Ramos de Sousa (01), Rua Antônio de Oliveira (02), Rua Pedro Batista Tavares (03).
Sobreira – Rua da Felicidade (02), Rua Berta Celli (01), Rua Luís de Queiroz Leite (01), Trav. O4 (01), Resid. Dom Francisco (01), Rua Odon José da Silva (03).
Zona rural – Gangorra (01), Poço de Pedra (01).

Serra Talhada registra 3 óbitos, 47 novos casos positivos e 101 curas de covid-19

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados mais 47 casos positivos de Covid-19 nesta sexta-feira (17), totalizando 1.342 casos no município.

Foram confirmados mais três óbitos de idosos pela doença. Dois óbitos aconteceram na quarta-feira (15), e o terceiro na tarde de hoje (17).
O primeiro paciente era um idoso de 93 anos, morador do Mutirão, deu entrada no Hospital Santa Marta com problemas cardíacos e faleceu na quarta-feira, dia 15. Foi feita a coleta de SWAB e o resultado positivo foi informado hoje pelo Lacen-PE.
O segundo paciente era um idoso de 70 anos, morador do Centro, estava internado no Hospam e faleceu na quarta-feira, dia 15. Foi feita a coleta de SWAB e o resultado positivo foi informado hoje pelo Lacen-PE.
O terceiro óbito é de uma mulher idosa, de 74 anos, moradora do São Cristóvão. Ela já era caso positivo acompanhado pela Secretaria de Saúde e estava internada no Hospam, onde  faleceu na tarde de hoje.
O número de casos suspeitos subiu para 94 e o de casos descartados subiu para 4.114. Quanto à evolução dos casos confirmados, o município tem 811 pacientes recuperados, 507 em tratamento domiciliar, 06 em leitos de internamento e 18 óbitos. Quanto aos profissionais de saúde contaminados, 54 estão recuperados e 22 em isolamento.
O boletim diário, portanto, fica com 1.342 casos confirmados, 94 casos suspeitos, 811 recuperados, 3.114 descartados e 18 óbitos.
CASOS CONFIRMADOS:
ZONA URBANA
Cohab/Tancredo Neves (112)
Bom Jesus (134)
CAGEP (39)
IPSEP (238)
Caxixola (25)
São Cristóvão (163)
Borborema (17)
Vila Bela (81)
Alto da Conceição (56)
AABB/Várzea (158)
Centro (150)
Malhada Cortada/Baixa Renda (19)
Universitário (11)
Mutirão (41)
Nossa Senhora de Fátima (03)
José Tomé de Souza (01)
ZONA RURAL
Fazenda Icós (01)
Barra do Exú (10)
Varzinha (16)
Sítio Conceição de Cima (03)
Lagoa da Pedra (01)
Caiçarinha da Penha (04)
IPA (01)
Fazenda Joazeiro (01)
DNOCS (05)
Sítio Poço Escuro (06)
Fazenda Saco – IPA (06)
Fazenda Cacimbinha (02)
Fazenda Cajuí (04)
Sítio Bonsucesso (03)
Vila Santa Rita (03)
Fazenda Ponta da Serra (01)
Sítio Poço Frio (01)
Serrote Branco (01)
Açude de Baixo (01)
Conceição de Baixo (03)
Fazenda Santa Terezinha (01)
Fazenda Cachoeira (01)
Fazenda Jatobá (02)
Sítio Lagartixa (02)
Sítio Barra (01)
Fazenda Nova (03)
Fazenda Alegre (01)
Malhada da Pedra (01)
Serra Grande (01)
Baixio da Carnaúba (02)
Malhada do Juá (02)
Sítio Tapera (04)
Fazenda Veneranda (01)
Sítio Juazeirinho (01)

Covid-19: São José do Egito divulga número de infectados por bairro 

Hoje a secretaria de saúde informa a cura de mais 9 pacientes da COVID 19. Chegamos a 134 pacientes curados. Informamos também a confirmação de mais 8 casos da doença.Todos os pacientes confirmados hoje estão bem, e seguem sendo monitorados pela equipe da secretaria de saúde. Hoje tivemos a 29º alta da UPA/COVID de São José do Egito. A paciente de 62 anos que apresentava diversas comorbidades associadas, como diabetes e hipertensão e desenvolveu um quadro respiratório grave, mas que devido ao empenho de toda a equipe (a qual queremos parabenizar e agradecer), conseguiu realizar a alta após 18 dias de internamento. Desde o dia 01 de Julho, inauguramos o Centro de Enfrentamento ao COVID, Nesses 17 dias de funcionamento já são 259 consultas realizadas e mais de 200 testes realizados.Então ao apresentar os primeiros sintomas, procure esse serviço, lá você será avaliado e já saíra com a medicação e o teste feito ou agendado. O tratamento precoce faz parte do nosso sucesso no manejo dos casos até aqui. Temos testado todos os pacientes sintomáticos e até hoje já foram realizados 738 exames.

Tabira registra 5 novos casos de covid-19 chega a 271  e 12 curas

O Campeonato retornando no domingo e quatro árbitros do Pernambucano testam positivo para a Covid-19

JC Imagem

O Campeonato Pernambucano retorna neste domingo (19) e os clubes já estão em sua reta final de preparação para a retomada. Além do jogadores, a comissão de arbitragem de Pernambuco já estão preparando os árbitros fisicamente para as partidas do Estadual.

O presidente da comissão de arbitragem, Sebastião Rufino Filho, que detalhou a preparação dos profissionais para o retorno da competição.

“Nesse período de pandemia tivemos que nos reinventar e aproveitar a oportunidade que todos os árbitros eram monitorados por Erich Bandeira que é o nosso instrutor físico, que passou várias atividades. Fizemos vários encontros para debater a regra do jogo, fizemos uma palestra com o instrutor da CBF, Alício Pena Júnior, sobre as alterações das regras para intensificar e massificar esse conhecimento. Nos últimos quatro sábados intensificamos nossas atividades presenciais, respeitando o protocolo feito pela Federação. O Pessoal vem se cuidando, mesmo diante das dificuldades. Estamos prontos para reiniciar a competição”, detalhou.

Testagem para Covid-19

Assim como os atletas, a comissão de arbitragem passou por testes da Covid-19 e de acordo com o presidente da comissão, alguns árbitros acabaram resultando positivo para os exames.

“Quando a gente foi iniciar os treinamentos presenciais tivemos cuidados para que os arbítrios fizessem questionários epidemiológicos e todos fizemos os testes sorológico. Alguns testaram positivo. Salve o engano foram quatro, todos tinham sentido os sintomas bem antes, foram afastados, mas graças a Deus todos estão bem, preparados, com saúde, se cuidando e pronto para o  Pernambucano. Estão todos animados, dispostos e feliz por desempenhar sua função”, finalizou.

João Paulo Costa reforça apoio a Zé Negão pré- candidato a prefeito em Afogados

O deputado estadual João Paulo Costa (Avante) informou em nota que em Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, o parlamentar tem trabalhado em conjunto com o vereador e pré-candidato a prefeito da cidade Zé Negão.

A parceria já rendeu ao município R$ 300 mil em emendas para obras de infraestrutura, diz o parlamentar. “Zé é um homem com espírito público, preocupado em ajudar quem mais precisa. Ele sempre ouviu a população e conhece a necessidade das pessoas de Afogados. Zé Negão tem feito um ótimo trabalho na Câmara municipal”, afirmou o deputado.

O pré-candidato à Prefeitura reforçou que a relação com o João Paulo Costa tem sido benéfica para Afogados da Ingazeira. “O deputado tem se mostrado interessado em contribuir com o desenvolvimento de nossa cidade. Ele sempre se mostra disponível para conversar sobre ações para ajudar nossa população, como foi com a destinação de equipamentos para ajudar na zona rural”, declarou o vereador.

Sertão do Pajeú tem 2293 casos confirmados de Covid-19, 1473 recuperados e 55 óbitos

A região do Pajeú soma 2293 casos de covid-19 (coronavírus). Serra Talhada lidera este ranking que ninguém quer liderar com 1295 casos confirmados, seguida de Tabira 266, São José do Egito 154 e Afogados da Ingazeira 147.

Todas as cidades da região já tem confirmação do vírus. Apenas três cidades não apresentam óbito por covid-19, são elas Solidão, Brejinho e Ingazeira.

A esperança está no número de curados que supera o de óbitos em mais de 26 vezes, sendo 1473 curados (o que representa quase 64%) para 55 óbitos. No quesito curados Serra Talhada também lidera com 710 curados, seguida de Tabira 199 e São José do Egito 125.

Clique abaixo e confira o boletim de todas as cidades do Pajeú, Arcoverde, Sertânia e Custódia:

Jornalista de 78 anos e apresentador do programa ‘O Pulo do Gato’, na Rádio Bandeirantes, lutava há dois anos contra um enfisema pulmonar

José Paulo de Andrade, um dos maiores ícones do radiojornalismo de São Paulo, morreu na manhã desta sexta-feira (17) aos 78 anos. Ele lutava contra um enfisema pulmonar há dois anos e estava internado desde o dia 7 no Hospital Albert Einstein, após ser diagnosticado com o novo coronavírus (covid-19). Ele trabalhava há 57 anos na Rádio Bandeirantes, onde apresentava desde 1973 o jornal matinal O Pulo do Gato.

Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo, José Paulo começou a carreira no início da década de 60, na Rádio América, e chegou à Rádio Bandeirantes em 1963, como locutor esportivo, repórter de campo e comentarista. Ainda participou de debates políticos na televisão e apresentou os jornais Titulares da Notícia, Jornal Gente, Jornal de São Paulo, Rede Cidade, Band Cidade e Entrevista Coletiva. Também interpretou o Zorro no programa As Aventuras do Zorro, em 1969.

O Grupo Bandeirantes divulgou uma nota de pesar nas primeiras horas da manhã. “Com uma voz firme, amplo conhecimento político-econômico, são-paulino fanático e um dos maiores formadores de opinião do Brasil, José Paulo tinha um coração gigante e um caráter ímpar. Com 57 anos de Rádio Bandeirantes, José Paulo de Andrade deixará um legado indiscutível, um vazio enorme e muitas saudades”, diz a nota.

Milton Neves, colega de rádio, também homenageou o radialista: “Zé Paulo fez TV e tudo no rádio: narrou, foi repórter volante, comentarista e grande analista político. Obrigado por tudo, Zé Paulo!”.

A Secretaria Estadual de Administração homologou o resultado final do concurso público da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro). As vagas são distribuídas em diversos municípios pernambucanos, como a capital Recife, Caruaru, no Agreste do Estado e Petrolina, no Sertão. A lista dos aprovados está disponível no site da Universidade de Pernambuco (UPE), responsável pela realização do certame e na edição do Diário Oficial dessa quinta-feira (16).

Serão nomeadas 90 pessoas para o cargo de assistente de Defesa Agropecuária, nível técnico, e 50 para o cargo de fiscal Estadual Agropecuário, nível superior, sendo 40 da área de Medicina Veterinária e 10 da área de Agronomia. 

Todos terão um expediente de 40 horas semanais. A remuneração de assistente de Defesa Agropecuária é de R$ 2.601,93 e de Fiscal Agropecuário de R$ 4.860,21. 

O concurso foi realizado em 3 de fevereiro de 2019 por mais de 10.425 inscritos, por meio de uma prova objetiva. O prazo para a homologação do certame era de dois anos. 

Veja as lotações dos cargos

Fiscal Estadual Agropecuário:

Medicina Veterinária: Caruaru (02 vagas), Garanhuns (05 vagas), Ouricuri (06 vagas), Palmares (04 vagas), Petrolina (02 vagas), Recife (01 vaga), Salgueiro (02 vagas), Sanharó (09 vagas), Serra Talhada (04 vagas), Sertânia (03 vagas) e Surubim (02 vagas).

Fiscal Estadual Agropecuário:

Agronomia: Caruaru (01 vaga), Recife (05 vagas), Palmares (01 vaga) e Petrolina (03 vagas).

Assistente de Defesa Agropecuária:

Caruaru (06 vagas), Garanhuns (11 vagas), Ouricuri (07 vagas), Palmares (06 vagas), Petrolina (04 vagas), Recife (08 vagas), Salgueiro (05 vagas), Sanharó (14 vagas), Serra Talhada (09 vagas), Sertânia (11 vagas) e Surubim (09 vagas).

 

Pernambuco confirmou, nesta quinta-feira (16), mais 1.131 casos da Covid-19 e 64 mortes, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Com isso, o estado passou a contabilizar 76.091 infectados pelo novo coronavírus e 5.836 óbitos, números que começaram a ser registrados no início da pandemia, em março.

De acordo com a SES, do número de confirmações no boletim desta quinta-feira (16), 962 são casos leves, de pacientes que não precisaram ser internados em hospitais, que estavam na fase final da doença ou curados. Os outros 169 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Do total de 76.091 registros da Covid-19, 21.653 são graves e 54.438 leves.

Dos 64 óbitos confirmados nesta quinta (16), 46 ocorreram entre o dia 24 de abril e o domingo (12). As outras 18 mortes aconteceram entre a segunda-feira (13) e a quarta-feira (15). Os detalhes epidemiológicos, como local dos óbitos e faixa etária e comorbidades das vítimas, devem ser divulgados à noite pelo governo estadual.

No boletim desta quinta, a SES informou que “a melhor forma de analisar a evolução e a curva de transmissão da doença é a partir das datas de ocorrência dos óbitos e pelas datas de notificação dos casos” e que “a análise pelos dados dos informes diários não é indicada, já que, por vezes, há o acúmulo, ou a falta de notificações, que são feitas pelas secretarias municipais, unidades de saúde e laboratórios”.

Sendo assim, segundo o governo, ao longo das últimas semanas, Pernambuco “vem observando uma tendência de queda dos casos e dos óbitos pela Covid-19” e “as análises apontam uma redução em todos os indicadores na comparação entre as semanas epidemiológicas 27 (28/06 a 04/07) e 28 (05 a 11/07)”.

G1 Petrolina/Foto: Reprodução

 

A Polícia Federal indiciou nesta quinta-feira (16), o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o ex-secretário de Planejamento do tucano, Sebastião Eduardo Alves de Castro, e o ex-tesoureiro de campanha Marco Monteiro por corrupção passiva, falsidade ideológica eleitoral e lavagem de dinheiro. As investigações foram conduzidas pela Lava Jato a partir de delações do grupo Odebrecht.

Além das colaborações, a PF obteve cópia do sistema de informática da empreiteira, análise de extratos telefônicos, obtenção de conversas por Skype e ligações telefônicas de Mesa de Operações e documentos que indicariam a prática de cartel no Metrô de São Paulo e no Rodoanel, além de oitivas de testemunhas.

A saga por crédito: empréstimos na crise são missão quase impossível para empresários

No Itaú, valores disponíveis para crédito pelo Pronampe acabaram em meia hora

Por Andrea Torrente, especial para a Gazeta do Povo / Foto: reprodução

Os pedidos de socorro dos empresários viraram uma corrida contra o tempo enquanto a pandemia avança no país. Micro, pequenos e grandes empresários de todos os setores continuam reclamando da dificuldade de conseguir o crédito emergencial garantido pelo governo.

De acordo com dados do Ministério da Economia, disponíveis no Portal do Empreendedor e atualizados até 10 de julho, apenas R$ 18 bilhões dos R$ 71 bilhões disponíveis em linhas de financiamento foram concedidos, o que equivale a 25% do total.

A estratégia do governo inclui quatro linhas de crédito para socorrer os empresários na pandemia: o Programa Emergencial de Suporte a Empregos (Pese); o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe); o Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe); e o Programa Especial de Acesso ao Crédito (Peac), operacionalizado pelo BNDES por meio do Fundo Garantidor de Risco de Crédito (FGI).

Um problema desde o início da crise, o receio dos bancos privados em emprestar segue se refletindo nos números. Ainda de acordo com o painel do Ministério da Economia, considerando os quatro programas, a maior parte do crédito (65%) foi liberada por bancos ligados ao governo: a Caixa Econômica responde por 34% dos financiamentos, e o Banco do Brasil, por 31%. Entre as instituições privadas, o Itaú foi a que mais emprestou, respondendo por 23% do crédito liberado. Na sequência aparece o Santander, com apenas 5% dos financiamentos.

Sufoco dos empresários e dificuldade de acesso geram “corrida” pelo Pronampe
A demora para que o dinheiro chegue na ponta está levando cada vez mais empresas à falência. Em junho, o número de pedidos de recuperação judicial cresceu 45%, enquanto o de falências decretadas aumentou 71%, na comparação com o mesmo período de 2019.

Dados divulgados pelo IBGE nesta quinta-feira (16) indicam que mais de 716 mil empresas no país estavam fechadas definitivamente na primeira quinzena de junho. A pesquisa Pulso – feita pelo IBGE para acompanhar os efeitos da pandemia nas empresas – aponta, ainda, que 32,3% das empresas que conseguiram uma linha de crédito emergencial para o pagamento da folha de salários o fizeram sem o apoio do governo.

“O acesso está melhorando, mas não chegamos no montante ideal, nem no atingimento da maior parte. O objetivo é continuar com linhas de crédito adequadas para o consumidor final”, avalia Márcio Montella, gerente do Sebrae.

Um sintoma do sufoco dos empresários é a rapidez com que o dinheiro vem se esgotando nas instituições mais dispostas a emprestar. No Itaú, os valores disponíveis para o Pronampe acabaram em meia hora na manhã da última segunda-feira (13). Ao todo, o banco desembolsou R$ 3,7 bilhões – R$ 700 milhões a mais do que os previstos inicialmente. Em três dias, 37 mil micro e pequenas empresas clientes do Itaú acessaram o crédito, que contrataram via aplicativo.

Na Caixa Econômica Federal, o estoque de crédito disponível para o Pronampe também já acabou. Na segunda-feira (13), o banco havia anunciado que o montante para os financiamentos havia sido ampliado em R$ 1,66 bilhão. Mas, apenas um dia depois, o valor máximo, de R$ 5,9 bilhões, já havia sido atingido.

Até sexta-feira (10), o Pronampe havia liberado R$ 11 bilhões para 110 mil empresas. O programa, que soma R$ 18 bilhões, é o mais cobiçado pelos micro e pequenos empresários. O montante, entretanto, parece insuficiente para suprir a demanda.

“São 120 dias que estamos falando da demora. A maioria dos nossos empresários ainda não conseguiu esse dinheiro. Eles estão inadimplentes, como vão pagar as contas? Precisamos da ajuda do setor público”, afirma Fabio Aguayo, da Associação de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) de Curitiba.

Empréstimos do Pronampe ganharam agilidade, mas outras linhas de crédito seguem com dinheiro “empoçado”
Apesar de os empréstimos pelo Pronampe terem ganhado agilidade nos últimos dias, as demais linhas de crédito seguem sendo liberadas a conta-gotas.

Com R$ 40 bilhões disponíveis, o Pese foi criado para financiar a folha de pagamento de pequenas e médias empresas por dois meses. O programa, que apresentou várias falhas, foi encerrado em 30 de junho com apenas R$ 5 bilhões concedidos (12% do total) a 116 mil empresas.

O Fampe (Fundo de Aval a Micro e Pequenas Empresas) também engatinha. Dos R$ 7,5 bilhões disponibilizados, apenas R$ 1,8 bilhão foi concedido a 23 mil clientes, entre MEIs (microempreendedores individuais), microempresas e empresas de pequeno porte.

Empresários torcem, agora, pelo sucesso da linha de crédito do Peac-FGI, do BNDES, com R$ 20 bilhões disponíveis. Criada pelo governo por meio da Medida Provisória 975, em 1º de junho, a linha é voltada para micro, pequenas e médias empresas, além de empreendedores individuais e caminhoneiros autônomos. O texto está sendo analisado no Congresso.

“O Pronampe está funcionando muito bem. Esperamos que o FGI também tenha o mesmo sucesso”, diz Renato da Fonseca, gerente-executivo de economia da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Diante das negativas, casos de empresários desesperados se multiplicam
Enquanto os problemas não são resolvidos, alguns casos retratam o desespero de empresários. Na segunda-feira (13), Arlindo “Magrão” Ventura, dono do tradicional bar O Torto, em Curitiba, se acorrentou em frente a uma agência da Caixa após ter seu pedido de empréstimo negado. “Estamos fechados em nome da saúde pública, mas esses bancos têm que disponibilizar um recurso para manter não só a nossa empresa, mas o emprego”, disse Magrão.

O empresário foi recebido pelo banco na manhã de quarta-feira (15), após passar 48 horas acorrentado, e informou que conseguiu o empréstimo. Questionada pela Gazeta do Povo, a Caixa não comentou o episódio, mas mencionou o acréscimo de valores disponíveis para o Pronampe.

“Ninguém pegou o crédito”, reclama o empresário Nilson Garbarz ao se referir a centenas de empreendimentos turísticos do sul da Bahia que, como ele, sofrem com a falta de clientes e de receita.

Garbarz e a filha Tatiana administram uma pequena pousada em Caraiva (BA) e precisam de dinheiro para não fechar as portas e evitar a demissão de quatro funcionários – um já teve o contrato rescindido. “Não pode ser loteria, não pode ser só para quem chega primeiro. Tem que ter para todo mundo”, reclama o empresário.

A família teve dois pedidos de empréstimo negados: o primeiro foi por meio do Fundo Geral de Turismo (Fungetur) operado pela agência de fomento Desenbahia; o segundo foi pelo Pronampe, via Itaú. O Fungetur é um fundo de R$ 5 bilhões voltado para empresas do setor turístico.

De acordo com relatório do Ministério do Turismo, o Fungetur liberou R$ 304 milhões para 1.121 empresas até o fim de junho.”

Município de Lagoa Grande, no Sertão, terá toque de recolher a partir desta quinta-feira

Município de Lagoa Grande vai ter toque de recolher — Foto: Emerson Rocha

Com 70 casos de Covid-19 confirmados, 35 curas e duas mortes, a prefeitura de Lagoa Grande, no Sertão de Pernambuco, publicou nesta quarta-feira (15) um novo decreto com medidas temporárias para o enfrentamento da emergência em saúde pública, causada pelo novo coronavírus. Entre as medidas do decreto está o toque de recolher, que entra em vigor a partir desta quinta-feira (16).

De acordo com a nota da prefeitura, entre as 19h e 4h fica “vedado a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, em todo território do município”. A medida abrange distritos, povoados e lugarejos de Lagoa Grande.

O decreto tem vigência de 15 dias e também é válida para “visitantes das regiões adjacentes, em conformidade com as condições estabelecidas nos Decretos expedidos pelo município”, explica a nota da prefeitura.

Em entrevista a uma emissora de rádio da cidade, o prefeito Vilmar Cappellaro disse que novas medidas são técnicas e de prevenção a saúde. Ele também pediu a compreensão dos moradores.

“Os maiores índices de contaminação se deram exatamente por que algumas pessoas não estão acreditando na gravidade da saúde pública. Fizemos um acordo, tanto com a Polícia Militar, o Ministério Público e a secretária de Saúde e Vigilância Sanitária, para estas medidas. Os comércios poderão funcionar, com toda a prevenção, até as 19h. Não queremos fechar comércio, não queremos decretar lockdown, respeitamos o direito de ir e vir das pessoas. Esperamos que a população atenda. Todas as ações que fazemos são no sentido de prevenção de vidas

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que hoje foram detectados 03 casos positivos de covid-19 em nosso município. 
São 03 pacientes do sexo feminino (14, 39 e 65 anos), sendo 01 estudante; 01 decoradora e 01 aposentada. 
A boa notícia é que hoje tivemos mais 09 pacientes recuperados de covid-19 após avaliação clínica e epidemiológica. 
Hoje registramos 15 casos suspeitos que entram em investigação. São 08 pacientes do sexo masculino (12, 21, 26, 29, 29, 34, 38, 60, anos) e 07 pacientes do sexo feminino (23, 32, 33, 34, 34, 52 e 60 anos). Entre as mulheres: 03 são do lar; 01 aposentada; 01 professora; 01 profissional da Saúde e 01 empresária. Já entre os homens, 02 são estudantes; 02 são profissionais da saúde; 01 contador; 01 empresário; 01 vendedor e 01 agricultor. 
Os casos positivos e em investigação, além dos seus contatos, estão sendo monitorados pelas equipes de vigilância e atenção básica do nosso município. 
Hoje 17 casos foram descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para COVID – 19 em seus respectivos testes. 
Hoje atingimos a marca de 1.205 pessoas testadas em Afogados da Ingazeira.

Tabira registra 7 novos casos de covid-19 chega a 266 e 199 recuperados

Serra Talhada registra mais 53 casos positivos de covid-19 chega a 1295

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados mais 53 casos positivos de Covid-19 nesta quinta-feira (16), totalizando 1.295 casos no município. Os novos casos foram confirmados através de 51 testes rápidos no Laboratório Municipal 02 no Hospam. 

O número de casos suspeitos subiu para 80 e o de casos descartados permanece 3.953. Quanto à evolução dos casos confirmados, o município tem 710 pacientes recuperados, 563 em tratamento domiciliar, 07 em leitos de internamento e 15 óbitos. Quanto aos profissionais de saúde contaminados, 54 estão recuperados e 19 em isolamento. 
O boletim diário, portanto, fica com 1.295 casos confirmados, 80 casos suspeitos, 710 recuperados, 3.953 descartados e 15 óbitos.
CASOS CONFIRMADOS:
ZONA URBANA 
Cohab/Tancredo Neves (108)
Bom Jesus (133)
CAGEP (38)
IPSEP (227)
Caxixola (23)
São Cristóvão (155)
Borborema (17)
Vila Bela (78)
Alto da Conceição (52)
AABB/Várzea (155)
Centro (148) 
Malhada Cortada/Baixa Renda (18) 
Universitário (11)
Mutirão (39) 
Nossa Senhora de Fátima (03)
José Tomé de Souza (01)
ZONA RURAL 
Fazenda Icós (01)
Barra do Exú (10)
Varzinha (16)
Sítio Conceição de Cima (03)
Lagoa da Pedra (01)
Caiçarinha da Penha (03)
IPA (01)
Fazenda Joazeiro (01)
DNOCS (04)
Sítio Poço Escuro (06)
Fazenda Saco – IPA (05)
Fazenda Cacimbinha (02)
Fazenda Cajuí (04)
Sítio Bonsucesso (02)
Vila Santa Rita (03)
Fazenda Ponta da Serra (01)
Sítio Poço Frio (01)
Serrote Branco (01)
Açude de Baixo (01)
Conceição de Baixo (03)
Fazenda Santa Terezinha (01)
Fazenda Cachoeira (01)
Fazenda Jatobá (02)
Sítio Lagartixa (02)
Sítio Barra (01)
Fazenda Nova (02)
Fazenda Alegre (01)
Malhada da Pedra (01)
Serra Grande (01)
Baixio da Carnaúba (02)
Malhada do Juá (02)
Sítio Tapera (04)

Os dados fazem parte da primeira edição da pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas empresas, lançada pelo instituto na semana passada.

A pesquisa detectou também que apenas um terço das empresas brasileiras demitiu e só 13% tiveram acesso ao auxílio federal para pagar empregados. (Foto: Reprodução)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) informou nesta quinta (16) que 1,3 milhão de empresas brasileiras estavam com atividades encerradas temporária ou definitivamente na primeira semana de junho. Dentre elas, 716 mil não abrirão mais as portas.

Os dados fazem parte da primeira edição da pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas empresas, lançada pelo instituto na semana passada. A pesquisa detectou também que apenas um terço das empresas brasileiras demitiu e só 13% tiveram acesso ao auxílio federal para pagar empregados.

Entre as empresas que encerraram as atividades, mesmo que temporariamente, 40% delas disseram ter tomado a decisão por causa da pandemia do novo coronavírus. O impacto foi disseminado em todos os setores da economia, chegando a 40,9% entre as empresas do comércio, 39,4% dos serviços, 37,0% da construção e 35,1% da indústria.

Entre as empresas que encerraram definitivamente suas atividades, 99,8% (ou 715,1 mil) eram de pequeno porte. Apenas 0,2% (1,2 mil) eram consideradas intermediárias e nenhuma era de grande porte, disse o instituto.

No grupo das 2,7 milhões de empresas que permaneceram em atividade, 70% relataram que a pandemia teve impacto geral negativo sobre os negócios. Para 13,6%, por outro lado, a pandemia trouxe oportunidades e que teve um efeito positivo sobre a empresa.

No setor de serviços, 74,4% das empresas disseram ter sentido efeitos negativos, o maior índice entre os segmentos pesquisados. Na indústria, foram 72,9%, na construção 72,6% e no comércio, 65,3%.

“Os dados sinalizam que a Covid-19 impactou mais fortemente segmentos que, para a realização de suas atividades, não podem prescindir do contato pessoal, têm baixa produtividade e são intensivos em trabalho”, disse Alessandro Pinheiro, Coordenador de Pesquisas Estruturais e Especiais em Empresas do IBGE.

Para 63,7% das empresas ainda em atividade ouvidas pelo IBGE, houve dificuldades em realizar pagamentos de rotina em relação ao período anterior a pandemia.

Cerca 60% delas mantiveram o número de funcionários na primeira quinzena de junho em relação ao início da pandemia. Dentre as que reduziram o número de pessoal ocupado, 37,6% reportaram uma redução inferior a 25% do pessoal e 32,4% uma redução entre 26% e 50% do número de pessoal ocupado.

Segundo o IBGE, 12,7% das empresas relataram ter conseguido uma linha de crédito emergencial para realizar o pagamento da folha salarial dos funcionários. Outras 44,5% empresas afirmaram ter adiado o pagamento de impostos.

 

Carga de cerveja avaliada em R$ 100 mil é apreendida sem documentação fiscal na Paraíba

A carga tinha 52.800 latas de cerveja de 350 ml sem documentação fiscal ou de origem da carga.

O caminhão juntamente com a carga foram retidos e encaminhados à Secretaria de Estado da Fazenda da Paraíba (SEFAZ/PB). (Foto: Reprodução)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba prendeu em Mamanguape, na noite da última quarta-feira (15), um homem transportando 52.800 latas de cerveja de 350ml sem documentação fiscal ou de origem da carga.

Os policiais abordaram o caminhão Scania/P 310 durante fiscalização na BR 101, km 38, em frente à unidade operacional de Mamanguape. A equipe policial solicitou que o motorista apresentasse os documentos do veículo e da carga transportada. Contudo, o condutor informou que a mercadoria não possuía documentação fiscal.

O condutor afirmou que levaria a carga avaliada em R$ 100 mil até a cidade do Rio de Janeiro. O homem foi detido, encaminhado à Polícia Civil e responderá por crime de descaminho. 

O caminhão juntamente com a carga foram retidos e encaminhados à Secretaria de Estado da Fazenda da Paraíba (SEFAZ/PB).

Afogados da Ingazeira amanhece com mais uma notícia triste. Segundo informações preliminares a jovem Nayara, 19 anos, foi encontrada sem vida  no Residencial Miguel Arraes bairro de Afogados, onde residia. as  primeiras informações que ela teria cometido suicídio por enforcamento.

Recife: Marília Arraes lidera e o segundo lugar está indefinido

A pré-candidata do PT, Marília Arraes, aparece na dianteira com 21% na primeira pesquisa de intenção de voto para prefeito do Recife feita pelo Instituto Potencial com exclusividade para este blog. Em segundo lugar, empatados, tecnicamente, despontam Patrícia Domingos, do Podemos, com 12%, Mendonça Filho, do DEM, também com 12%, Daniel Coelho, do Cidadania, com 10%, e João Campos, do PSB, com 9%. Abaixo, bem distantes, Marco Aurélio Meu Amigo, do PRTB, pontuou 3% e Alberto Feitosa, do PSC, 1%. Indecisos somam 15% e brancos e nulos 17%.

Na sondagem espontânea, quando o entrevistado tem que lembrar o nome do seu candidato preferencial nem o auxílio do disquete, Marília também lidera com 11%. Patrícia tem 5%, Daniel Coelho 5%, Mendonça Filho 3%, João Campos 3% e Marco Aurélio e Feitosa, cada um com 1%. Neste cenário, os indecisos sobem para 54% e brancos e nulos se situam em 14%. O levantamento foi feito por telefone entre os dias 10 a 15 últimos, com margem de erro de 3,5% para mais ou para menos, intervalo de confiança de 95%.
No item rejeição, Mendonça é o que detém a maior taxa. Dos 800 entrevistados, 54% disseram que não votariam nele de jeito nenhum. Pela ordem, aparece Daniel em seguida, com 53%, Marco Aurélio (50%) João Campos (48%), Alberto Feitosa (44%), Marília Arraes (42%) e, por fim, a delegada, com 38%. A maior taxa de eleitores já decididos também é da petista, com 17% dos entrevistados, seguida de Patrícia e Daniel, com 10%, João Campos (7%), Mendonça Filho (6%), Marco Aurélio (2%) e Alberto Feitosa, com apenas 1%.
Quanto ao grau de conhecimento dos candidatos, o mais desconhecido é Feitosa, com taxa de 47%, seguido de Marco Aurélio (38%), Patrícia (31%), João (11%), Marília (10%) e Mendonça (8%). A metodologia adotada foi a de pesquisa quantitativa, com entrevistas pessoais telefônicas junto aos eleitores com 16 anos ou mais, conduzidas mediante aplicação de questionário estruturado, elaborado especificamente para este estudo.
A amostra foi segmentada por cotas de sexo e faixa etária baseada nas informações do TSE – TRE/PE, de forma representativa do universo em estudo (eleitores de Recife), num total de 800 entrevistas, distribuídas proporcionalmente (IBGE) pelas Regiões Político-Administrativas definidas oficialmente pela Prefeitura. O registro na justiça eleitoral tem o número 08257/2020.
AVALIAÇÃO DAS GESTÕES
O Instituto Potencial sondou também o grau de satisfação do eleitorado recifense com os três níveis de poder – federal, estadual e municipal. O prefeito Geraldo Júlio é desaprovado por quase metade dos entrevistados – 46%. Destes, 35% qualificam como péssima e 11% ruim. Entre os que aprovam, 20% julgam boa e apenas 3% ótima, enquanto 29% avaliam como regular. Ainda 2% disseram que não sabiam responder.
O governador Paulo Câmara tem rejeição maior ainda – 55%. Entre os que desaprovam, 41% julgam péssima e 14% ruim, enquanto 26% acham regular. Entre os que aprovam, 15% acham boa e apenas 3%, com mais 2% que não quiseram responder ou afirmaram que não sabiam responder. O Governo Bolsonaro tem 54% de desaprovação, dos quais 44% acham seu Governo péssimo e 10% ruim. Os que julgam regular são 21% e 1% não souberam responder.
Entre os que aprovam, 13% apontaram a gestão federal como ótima e 11% boa, enquanto 21% julgam regular e 1% não soube responder. Já em relação ao sentimento da população na gestão da Covid-19, a maior taxa de aprovação é do Governo Paulo Câmara, com 41%, seguido de Geraldo Júlio com 39% e Jair Bolsonaro com 33%.
 Blog do Magno

De acordo com a Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon), o fenômeno ocorreu às 18h59 (horário de Brasília)

Meteoro brilhante foi visto no Sertão de Pernambuco na noite da quarta-feira (15) — Foto: (Foto: Atel Telecom/Clima Ao Vivo)

Um grande meteoro brilhante explodiu na atmosfera na noite desta quarta-feira (15), no céu do Sertão da Paraíba. 

De acordo com a Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon), o fenômeno ocorreu às 18h59 (horário de Brasília).

O meteoro surgiu nos céus entre Princesa Isabel, no Sertão da Paraíba, e Carnaíba, no sertão de Pernambuco.

Conforme análise, o bólido seguiu na direção sudeste e desapareceu no céu na região sul de Arcoverde, também no Sertão pernambucano. O fenômeno ainda foi visto no Ceará e na Bahia.

“O objeto, o clarão que foi visto, foi com certeza um meteoro. Quando ele é muito brilhante, nós também chamamos de bólido. Esse tipo de fenômeno se forma quando um fragmento de rocha espacial atinge a atmosfera da Terra em uma velocidade muito elevada. Devido à essa alta velocidade, o gás atmosférico na frente dessa rocha acaba aquecendo e esse aquecimento gera o brilho que a gente vê e também faz com que esse fragmento de rocha acabe se vaporizando”, detalhou o diretor técnico da Bramon, Marcelo Zurita.

“No caso de ontem, a gente ainda não calculou o tamanho e a massa, mas acreditamos que tenha sido um pedaço de rocha de meio metro. E, pelas imagens, a gente acredita que alguns fragmentos dessa rocha tenha resistido à passagem atmosférica, chegando ao solo. Esses fragmentos nós chamamos de meteorito”, detalhou o diretor técnico da Bramon.

Marcelo Zurita ainda informou que a Bramon ainda está trabalhando na análise do vídeo para obter mais detalhes e saber quanto desse fragmento de rocha espacial foi preservado na queda. “É um trabalho que requer tempo”, disse.

Fenômeno

O doutor em astrofísica e professor de astronomia na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Thiago Signorini Gonçalves, explicou o que é o fenômeno. “Um bólido é um objeto particularmente brilhante, algo comparável com a lua cheia no céu. Esses objetos são bastante comuns, acontecem alguns milhares por ano, mas a gente nem sempre consegue detectar eles”, afirmou.

“Nesse caso, acabou chamando muita atenção porque foi visto em algumas regiões, em várias cidades no Nordeste. Mas são coisas relativamente comuns, não representam qualquer risco. Qualquer meteoro que pudesse apresentar risco, seria detectado antes de chegar à Terra”, explicou Thiago.

Astrônomo afirma que meteoro que rasgou o céu do Nordeste estava a pelo menos 72 mil km/h

Um grande bólido, um meteoro brilhante que explode na atmosfera, foi observado no céu do Sertão de Pernambuco, na noite de quarta-feira (15). Segundo a Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon) – organização que cataloga e estuda meteoros vistos no País – o fenômeno ocorreu às 18h59 (horário de Brasília). 
Bólidos são considerados raros e costumam ser observados cerca de oito vezes por ano no Brasil, embora um do tamanho visto nessa quarta seja ainda mais incomum. Em entrevista por telefone à Folha de Pernambuco, o astrônomo e diretor técnico da Bramon, Marcelo Zurita, explicou que as estimativas serão concluídas pela rede, mas as informações iniciais apontam para um bólido de meio metro de diâmetro, que cortou a atmosfera a uma velocidade de 20 km/s – o equivalente a 72 mil km/h.
“Ainda precisamos detalhar essas análises para obter valores mais precisos”, explicou o pesquisador ao comparar o tamanho do bólido ao de um forno micro-ondas. “Vamos medir a luminosidade do bólido e calcular a velocidade em vários trechos onde foi registrado. Esse processo exige um pouco mais de tempo”, completou Marcelo.
Além de Pernambuco, o bólido também foi visto na Paraíba, no Ceará e na Bahia. De acordo com a Bramon, pelo menos sete câmeras do site Clima Ao Vivo flagraram o meteoro, além de vários relatos de testemunhas. Análises preliminares apontam que o meteoro, que entrou na atmosfera na região de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, percorreu uma trajetória entre a cidade de Princesa Isabel, na Paraíba, e Custódia, também em Pernambuco. Em seguida, o bólido seguiu na direção sudeste e desapareceu no céu ao sul de Arcoverde, também em Pernambuco.
O astrônomo ainda detalhou como a luminosidade vista no fenômeno, que chama bastante atenção, é formada. “Meteoros são fragmentos de rochas espaciais que vagam no Sistema Solar a uma velocidade muito alta. Quando [o meteoro] encontra a atmosfera da Terra, ele aquece os gases atmosféricos e produz o efeito luminoso que vemos. Esse aquecimento também consome o fragmento de rocha e, na maioria dos casos, acaba sendo desintegrado”, acrescentou. 
Um caso semelhante ocorreu há duas semanas em Tóquio, no Japão. Imagens de câmeras de monitoramento da região mostram o fenômeno, que produziu alguns meteoritos – fragmentos de rochas ainda menores e que atingiram o solo. Até o momento não há relatos de objetos similares encontrados em Pernambuco.
Testemunhas do fenômeno astronômico relataram ainda terem escutado um forte barulho de explosão ao ver o bólido. Segundo Marcelo Zurita, isso pode ser explicado pelo tamanho do meteoro observado em Pernambuco.
“Como este foi um fragmento maior, ele resiste mais à passagem atmosférica e acaba provocando a explosão e fragmentação que vimos nas imagens. A atmosfera promove uma resistência maior até que chega a um ponto que o bólido explode. Quando a explosão ocorre mais baixo, a uns 20 ou 30 km de altitude, o deslocamento de ar acaba chegando na gente em forma de ruído, semelhante a um barulho de explosão”, concluiu. (Folha de Pernambuco)

Quem se inscreveu para receber a ajuda de R$ 600 por meio do aplicativo ou do site do programa tem calendários de pagamentos divididos em lotes dentro de cada parcela.

No caso dos que já recebiam o Bolsa Família, os pagamentos do novo benefício seguem as mesmas datas previstas para o bolsa. (Foto: Reprodução)

Os trabalhadores elegíveis ao Auxílio Emergencial têm diferentes calendários para receber os benefícios.

Quem se inscreveu para receber a ajuda de R$ 600 por meio do aplicativo ou do site do programa tem calendários de pagamentos divididos em lotes dentro de cada parcela. Isso acontece porque o pagamento é liberado à medida que os inscritos vão sendo aprovados.

No caso dos que já recebiam o Bolsa Família, os pagamentos do novo benefício seguem as mesmas datas previstas para o bolsa. Já para os que estavam no Cadastro Único, mas não recebiam o Bolsa Família o calendário de pagamentos é o mesmo do primeiro lote dos inscritos via app e site.

Inscritos via app e site

No total, até o momento, são quatro lotes de pagamento, que contemplam os trabalhadores que foram aprovados até o final de junho para receber o Auxílio.

O calendário de pagamentos anunciado pela Caixa Econômica Federal até o momento contempla três parcelas do Auxílio Emergencial. No entanto, há lotes que só receberam a primeira parcela, como o 3 e 4, ou seja, que englobam os aprovados em junho – veja a situação de cada lote abaixo.

O governo já anunciou que estenderá o pagamento do Auxílio por mais dois meses. A proposta é que sejam pagas, para os cadastrados no site e aplicativo, mais quatro parcelas, que somarão R$ 600 por mês, totalizando R$ 1,2 mil. Ou seja, no total serão sete parcelas:

O pagamento deverá ser feito da seguinte maneira:

R$ 500 no início do mês;
R$ 100 no fim do mês;
R$ 300 no início do mês;
R$ 300 no fim do mês.

Lote 1

Quem são: trabalhadores aprovados em abril
Situação atual: beneficiários receberam a 3ª parcela em poupança social digital da Caixa entre 27 de junho e 4 de julho. Saques serão liberados entre 18 de julho e 19 de setembro.
Parcelas que faltam: 4ª, 5ª, 6ª e 7ª parcelas. Datas não foram divulgadas.

Lote 2

Quem são: trabalhadores aprovados em maio
Situação atual: beneficiários receberam a 2ª parcela em poupança social digital entre 27 de junho e 4 de julho. Saques serão liberados entre 18 de julho e 19 de setembro.
Parcelas que faltam: 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª parcelas. Datas não foram divulgadas.

Lote 3

Quem são: aprovados no início de junho
Situação atual: beneficiários receberam a 1ª parcela em poupança social digital em 16 ou 17 de junho. Saques foram liberados entre 6 e 14 de julho.
Parcelas que faltam: 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª parcelas. Datas não foram divulgadas.

Lote 4

Quem são: aprovados no fim de junho
Situação atual: beneficiários receberam a 1ª parcela em poupança social digital entre 27 de junho e 4 de julho. Saques serão liberados entre 18 de julho e 19 de setembro.
Parcelas que faltam: 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª parcelas. Datas não foram divulgadas.

Inscritos no Cadastro Único, mas fora do Bolsa Família

O calendário acompanha o Lote 1 dos inscritos via app e site. Também serão sete parcelas, sendo que as quatro últimas serão pagas ao longo de dois meses e vão somar, ao todo, R$ 1,2 mil.

Situação atual: beneficiários receberam a 3ª parcela em poupança social digital da Caixa entre 27 de junho e 4 de julho. Saques serão liberados entre 18 de julho e 19 de setembro.

Parcelas que faltam: 4ª, 5ª, 6ª e 7ª parcelas. Datas não foram divulgadas.

Trabalhadores dentro do Bolsa Família

Os pagamentos seguem o calendário do próprio benefício. Para estes, não haverá ‘divisão’ dos últimos dois meses do benefício. Assim, embora o valor seja o mesmo, serão apenas 5 parcelas, todas elas de R$ 600.

Situação atual: beneficiários receberam a 3ª parcela entre os dias 17 e 30 de junho.
Parcelas que faltam: 4ª e 5ª parcelas. Os pagamentos serão feitos seguindo o calendário do Bolsa Família, sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês. Assim, a 4ª parcela será paga entre 20 e 31 de julho; e a 5ª, entre os dias 18 e 31 de agosto.

 

Salgueiro: Em novo decreto, prefeitura proíbe festas e consumo de bebidas alcoólicas

Foto: divulgação

Com o aumento dos casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) em Salgueiro (PE), Sertão Central, a prefeitura municipal publicou nesta quarta-feira (15), O decreto de nº 054/2020, que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas em áreas internas e externas de estabelecimentos comerciais da cidade. O mesmo vale para ruas, calçadas, praças e parques. Quem descumprir tal medida, está sujeito a multa no valor de R$ 5 mil.

O decreto também prevê a proibição de qualquer tipo de festividade em clubes públicos ou privados com a presença de mais de dez pessoas, evitando assim, aglomerações. O descumprimento desta medida também acarreta multa no mesmo valor já citado.

 

Pernambuco confirma 1.384 novos casos da Covid-19 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta quarta-feira (14/07), 1.384 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Destes, 1.221 (88%) são casos leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados. Os outros 163 (12%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Agora, Pernambuco totaliza 74.960 casos já confirmados, sendo 21.484 graves e 53.476 leves.

Também foram confirmados 57 óbitos, ocorridos desde o dia 22 de abril. Do total de mortes no informe desta quarta, 35 (61%) ocorreram de 22/04 a 11/07. As outras 22 (39%) ocorreram nos últimos 3 dias. Com isso, o Estado totaliza 5.772 óbitos pela doença. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Manoel tinha 64 anos e estava internado na Clínica Santa Clara em Campina Grande​ desde o início do mês de julho.

Prefeito de Ingá morre vítima de coronavírus (Foto: Reprodução)

Morreu nesta quinta-feira (16), o prefeito de Ingá, Manoel da Lenha, vítima de Coronavírus. Manoel tinha 64 anos e estava internado na Clínica Santa Clara em Campina Grande desde o início do mês de julho.

No último dia 05 de julho a Prefeitura da cidade emitiu uma nota confirmando o teste positivo do prefeito. Manoel da Lenha apresentava comorbidades, por isso os médicos decidiram pela internação.

Devido a causa da morte o corpo do prefeito deve ser enterrado apenas na presença de familiares. 

O gol foi marcado por Vitinho, já nos acréscimos do confronto.

A equipe rubro-negra tinha a vantagem da igualdade no placar após ter vencido a primeira partida por 2 a 1, mas pressionou o rival e saiu vitorioso. (Foto: Reprodução)

 O Flamengo conquistou nesta quarta-feira (15) o seu 36º título do Estadual do Rio ao vencer o Fluminense, no Maracanã, por 1 a 0. O gol foi marcado por Vitinho, já nos acréscimos do confronto.

A equipe rubro-negra tinha a vantagem da igualdade no placar após ter vencido a primeira partida por 2 a 1, mas pressionou o rival e saiu vitorioso.

O confronto teve o Flamengo como dono da maioria das ações em campo. Já o rival, que precisava reverter o resultado do duelo de ida, pouco se arriscou. O time teve duas chances de tirar o zero do placar em rápidos contra-ataques, desperdiçados pelo atacante Marcos Paulo, mas jogou na defesa em boa parte da final.

O jogo desta quarta encerrou uma edição bastante contestada da competição e repleta de confusões envolvendo clubes, federação (Ferj), governos, órgãos de saúde e empresas de mídia.

Quando a competição foi reiniciada após a pausa provocada pela pandemia, no dia 18 de junho, Fluminense e Botafogo não queriam voltar, por entenderem que o contágio ainda estava próximo do pico e que não haveria segurança para os envolvidos.
Prevaleceu a vontade de Flamengo, Vasco, federação e demais equipes. Os rubro-negros foram os primeiros a entrar em campo, contra o Bangu. Venceram por 3 a 0 no Maracanã no mesmo dia em que o estado do Rio de Janeiro passou a marca de 8.400 mortes por Covid-19, registrando o terceiro maior número de óbitos (274) em 24 horas desde o início da pandemia.

Na sequência, os jogos chegaram a ser suspensos pela Prefeitura do Rio, atendendo parcialmente aos pedidos de Fluminense e Botafogo, mas retomados a partir do dia 28. Jogadores tricolores e alvinegros protestaram ao entrar em campo.

Alguns clubes registraram casos de coronavírus antes de partidas e afastaram atletas, como a própria dupla Fla-Flu na sequência dos três embate decisivos. Não houve, porém, grandes surtos em equipes da competição que inviabilizassem a realização dos jogos, como ocorreu na retomada do Catarinense.

Teve, por outro lado, muita confusão relacionada aos direitos de transmissão das partidas, a partir da Medida Provisória 984, publicada pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido) também no dia 18 de junho.

Ela passou a determinar que os direitos de exibir o jogo ou negociar sua transmissão pertencem ao clube mandante do confronto, e não aos dois envolvidos nele, como previa a Lei Pelé até então.

Como o Flamengo era o único time do torneio sem contrato firmado com a Globo, logo usou a MP e passou a exibir seus jogos como mandante em plataforma própria. Após o clube fazer isso pela primeira vez, na partida diante do Boavista, em 1º de julho, a emissora rescindiu unilateralmente o contrato com as demais equipes e a Ferj, válido até 2024, abrindo mão de passar o campeonato.

A Globo ainda foi obrigada por liminar obtida pela federação a mostrar a semifinal do segundo turno entre Botafogo e Fluminense. Como todos os jogos seguintes foram Fla-Flu, e a emissora já não tinha contrato com o Flamengo, coube aos times rivais definirem suas transmissões de acordo com o mando de campo.

A FluTV, então, passou a final da Taça Rio, na última quarta (8), já que o mando era tricolor, e bateu recorde de visualizações simultâneas no YouTube: 3,6 milhões.

O Flamengo ainda buscou o direito de também exibir esse jogo, mesmo sem previsão legal para isso, e acabou barrado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pouco antes do seu início.

A decisão geral do estadual foi menos conflituosa nesse aspecto. O Fluminense exibiu a primeira partida, no domingo (12), novamente em seu canal. O Flamengo, mandante nesta quarta, fez uma parceria comercial com o SBT e negociou os direitos com a emissora, que passou o confronto em TV aberta para todo o Brasil.

O canal vendeu ao menos seis cotas de patrocínio, fato comemorado por Fabio Wajngarten, chefe da Secom (Secretaria de Comunicação) do governo Bolsonaro.

FLAMENGO
Diego Alves; Rafinha (Gustavo Henrique), Rodrigo Caio, Léo Pereira, Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gérson (Diego), Everton Ribeiro, Arrascaeta (Michael); Pedro (Vitinho), Bruno Henrique. T.: Jorge Jesus

FLUMINENSE
Muriel; Gilberto (Michel Araújo), Nino, Matheus Ferraz, Egidio; Hudson, Dodi (Felippe Cardoso), Yago Felipe (Caio Paulista), Nenê; Marcos Paulo (Fernando Pacheco), Evanilson (Ganso). T.: Odair Hellmann

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro
Juiz: Grazianni Maciel Rocha
Cartões amarelos: Rafinha e Michael (Flamengo); Evanilson (Fluminense)
Gol: Vitinho, aos 49min do segundo tempo

Dólar é cotado a R$ 5,3845 nesta manhã de quinta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,14 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4503.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta quinta-feira (16), está cotado no valor de R$ 5,3845. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,6114.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 6,14 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,4503.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Mega-Sena pode pagar R$ 20 milhões nesta quinta-feira

O sorteio ocorre às 20h desta quinta-feira (16) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

O concurso 2.280 pode pagar um prêmio de R$ 20 milhões para quem acertar as seis dezenas. (Foto: Reprodução)

O concurso 2.280 pode pagar um prêmio de R$ 20 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h desta quinta-feira (16) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet – saiba como fazer.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Polícia Civil deflagra operação e apreende mais de 100 kg de drogas e veículo com placa clonada em Campina Grande

  

Cem quilos de drogas foram apreendidas na Paraíba (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil da Paraíba, em ação conjunta da Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Campina Grande – DRE/CG e Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande – DRF/CG, deflagrou na manhã desta quinta-feira (16), mais uma fase da Operação Polígono, que visa o combate ao tráfico de drogas e crimes patrimoniais no município. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em três imóveis nos bairros Novo Horizonte, Rocha Cavalcante e Conjunto Colinas do Sol, culminando com a prisão em flagrante de três homens suspeitos de tráfico de drogas e receptação. 

No total foram apreendidos mais de 100kg de maconha prensada e cinco quilos de cocaína em pó, droga avaliada em mais de 300 mil reais, que seria proveniente do “Polígono da Maconha” no estado de Pernambuco. 

Ainda fora apreendido um veículo GM Ônix roubado em Pernambuco, encontrado com placas “clonadas”.

A operação segue em andamento.

Imagem ilustrativa

Ainda não confirmação do que teria ocorrido. Imagens de um acidente aéreo são Fake News. Meteoro ou outro fenômeno não estão descartados

Moradores de várias cidades das regiões do Pajeú e Moxotó relatam um clarão no céu acompanhado de forte estrondo ouvido na noite desta quarta (15).

De acordo com relatos, cidades como Custódia, Betânia, Afogados, Carnaíba, Ingazeira, Iguaracy, São José do Egito, Flores e Sertânia estão entre as que relatam um forte estrondo. O maior clarão e estrondo teria ocorrido na região de Caroalina, município de Sertânia. A área tem várias serras e é de difícil acesso.

De pronto, começaram a compartilhar uma imagem indicando que um avião teria caído em Sertânia, mas a informação é fake news. 

Relatos indicam a possibilidade de que um meteoro ou meteorito tenha atingido a região, mas oficialmente isso não foi confirmado. O incidente foi registrado exatamente às 19h04. “Foi um estrondo sem tamanho, minha casa estremeceu”, disse Bruno Lopes ao blog. Em Iguaracy, a ideia foi de um terremoto.

“Eu escutei um estrondo aqui de casa como se fosse uma explosão mais cedo. E vi no céu como se fossem fogos caindo”, disse Bruna Verlene em Afogados. A informação preliminar é de que de fato um objeto rompeu os céus da região essa noite. Ainda não há confirmação oficial. Rumores de que pode ter sido um meteoro ganharam força.

Organizações como o Instituto Meteorológico Simepar relatam que casos como esse são chamados de bólido, ou seja, fenômeno de luz emitida por um grande meteoroide ou asteroide quando explode na atmosfera. O acontecimento costuma gerar meteoritos, fragmentos de pedra que sobrevivem à passagem pela Terra e conseguem atingir o solo.

Um acidente aéreo está preliminarmente descartado porque nesses casos, clarão e estrondo são vistos no local onde caiu e não em tantas cidades de uma vez. Não há relatos de um episódio aéreo com tamanho rastro de repercussão. São milhares de quilômetros quadrados entre as cidades.

Em Sertânia, na área onde há mais relatos, equipes da prefeitura estão em campo para descartar qualquer outra possibilidade. “Uma equipe da prefeitura foi verificar o q aconteceu. A área é enorme”, diz a jornalista Cecília Souza, da Sertânia FM. 

Paulo Guedes confirma nova CPMF digital: “É feio, mas não é tão cruel”

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que o governo vai propor a criação de um imposto que incida sobre as transações financeiras digitais, como a antiga CPMF. Ele admitiu que a proposta sofre resistência. Mas rebateu as críticas dizendo que esse imposto é “feio, mas não é tão cruel” quantos outros e afirmando que “se todo mundo pagar um pouquinho, não precisa pagar muito”.

“A ideia é colocar uma terceira base [de arrecadação], sobre pagamentos, comércio eletrônico”, confirmou o ministro da Economia, em entrevista à Rádio Jovem Pan na noite desta quarta-feira (15). “Acho que esse vai ser o debate para frente. Vai entrar e vai ser conversado”, acrescentou.

Como antecipou o assessor especial do Ministério da Economia, Guilherme Afif Domingos, em entrevista ao CB.Poder, a proposta é tributar as transações financeiras que ocorrem de forma digital com uma alíquota entre 0,2% e 0,4%. Afinal, as transações eletrônicas estão crescendo e poderiam gerar uma arrecadação expressiva para o governo.

“Tem que pegar uma base que está crescendo. Para ter ideia, as notas fiscais eletrônicas entre companhias no mês de junho foram 70% acima do que no mesmo mês do ano passado. Mais e mais estamos entrando em um mundo digital. Ora, um imposto”, reforçou Guedes. E ele acrescentou que, por isso, “com uma alíquota pequenininha de 0,2% sobre o comércio eletrônico tem uma capacidade de arrecadação importante”

Dias Toffoli pede que Aras se manifeste sobre o caso Queiroz

Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz

O presidente do STF, Dias Toffoli, enviou ontem ao Procurador-Geral da República, Augusto Aras, a reclamação feita pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, que quer que o caso Queiroz, envolvendo Flávio Bolsonaro, seja devolvido à primeira instância.

Aras terá que manifestar sua posição em relação ao pedido feito pelo MP-RJ em 30 de junho. Em resumo, dirá quem, para ele, tem a competência para julgar o caso.

O MP pretende que o caso das rachadinhas não suba ao Órgão Especial do TJ/RJ, conforme decidiu em 25 de junho passado a 3ª Câmara Criminal do TJ a pedido da defesa de Flavio Bolsonaro.

Depois de Aras manifestar sua posição, o caso será decidido por Gilmar Mendes, relator da ação. 

Moradores de Pajeú e Moxotó relatam clarão nos ares e forte estrondo

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, nesta quarta-feira, 15 de julho, até às 17 horas, foram confirmados dezoito (18) novos casos de Covid-19.

O boletim diário, portanto, fica com trinta e nove (39) suspeitos, setecentos e quatorze (714) descartados, quatrocentos e dezessete (417) confirmados, vinte e quatro (24) óbitos e cento e noventa e sete (197) recuperados.

Vale lembrar, que dentro dos 417 confirmados, estão contabilizados os 24 óbitos e 197 curados. No total, a cidade tem quatro (04) pacientes em UTI e treze (13) em enfermaria.

No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, há um (01) paciente de Arcoverde na UTI e seis (06) na enfermaria. No Hospital de Campanha há sete (07) internados. No Hospital Memorial Arcoverde há três (03) pacientes na UTI.

Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 1031 carros de fora. Em Pernambuco, foram confirmados 1.384 novos casos e 57 mortes, totalizando 74.960 positivos e 5.772 óbitos.

Sertania sobe para 189 casos confirmados

A Secretaria de Saúde de Sertânia informa, nesta quarta-feira (15), que dois casos foram confirmados para Covid-19 no município: um com realização de teste rápido e outro com exame SWAB (UFPE). Cinco casos foram descartados, com realização de testes rápidos.

O boletim traz, ainda, a entrada de mais 22 casos em investigação e a recuperação de mais nove pacientes.

Serra talhada 1.242 casos confirmados de Covid-19

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados mais 76 casos positivos de Covid-19 nesta quarta-feira (15), totalizando 1.242 casos no município. Foram 67 testes rápidos e 09 resultados de SWAB.

O número de casos suspeitos subiu para 57 e o de casos descartados permanece 3.672. Quanto à evolução dos casos confirmados, o município tem 710 pacientes recuperados, 511 em tratamento domiciliar, 06 em leitos de internamento e 15 óbitos.

Quanto aos profissionais de saúde contaminados, 53 estão recuperados e 18 em isolamento.

O boletim diário, portanto, fica com 1.242 casos confirmados, 57 casos suspeitos, 710 recuperados, 3.672 descartados e 15 óbitos.

Afogados nesta quarta sem registro de casos positivos e 4 pessoas recuperadas de covid-19 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que hoje, com a graça de Deus, não tivemos novos casos de covid em nosso município. 

Outra boa notícia é que hoje tivemos mais 04 pacientes recuperados após avaliação clínica e epidemiológica. 
Temos 16 novos casos em investigação. São 02 pacientes do sexo masculino (28 e 31 anos) e 14 pacientes do sexo feminino (2, 18, 20, 22, 26, 32, 36, 41, 56, 60, 65, 70, 74 e 84 anos). Entre as mulheres: 01 menor; 03 agricultoras; 02 estudantes; 04 aposentadas; 03 profissionais da saúde; 01 desempregada. Já entre os homens: 01 pintor e 01 corretor. 
Hoje 12 pacientes foram descartados após apresentarem resultados negativos para COVID – 19. 
Os casos em investigação, além dos seus contatos, estão sendo monitorados pelas equipes de vigilância e atenção básica do nosso município. 
Hoje atingimos a marca de 1.177 pessoas testadas em nosso município.

Tabira tem mais 2 novos casos de covid-19 e 6 recuperados

A PF pediu o acesso às informações do Facebook após a exclusão das contas inautênticas, conforme antecipou a Folha de S.Paulo.

O levantamento teve acesso a nomes e identidades das pessoas que registraram as contas falsas. (Foto: Reprodução)

 O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), autorizou a Polícia Federal a acessar informações de uma investigação do Facebook sobre perfis nas redes sociais ligados ao PSL e a gabinetes da família Bolsonaro. Essa apuração resultou na remoção de uma série de contas.

A decisão de Moraes é da semana passada e, a partir dela, os dados reunidos pela empresa poderão ser utilizados em dois inquéritos, o das fake news e da dos atos antidemocráticos. Ambos relatadas pelo ministro, as investigações correm sob sigilo no Supremo.

A PF pediu o acesso às informações do Facebook após a exclusão das contas inautênticas, conforme antecipou a Folha de S.Paulo.

Os investigadores querem ter acesso a todos os dados da apuração privada realizada pela empresa. A pesquisa da rede social ligou um assessor do Planalto, Tércio Arnaud Tomaz, a ataques contra opositores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).
A polícia argumentara no pedido, assinado pela delegada Denisse Dias Ribeiro, que a determinação à rede social deveria ocorrer de maneira urgente, para que as pessoas envolvidas com as contas removidas não tenham tempo de se desfazer dos dados.

Levantamento do Laboratório Forense Digital do Atlantic Council em parceria com o Facebook apontou a ligação direta de Tomaz, assessor especial de Bolsonaro, com um esquema de contas falsas nas redes sociais.

Tomaz é apontado como responsável por parte dos ataques a opositores do presidente da República, como ao ex-ministro Sergio Moro na sua saída do governo e a integrantes de outros Poderes, e por difundir desinformação em temas como a Covid-19. Mais recentemente, as contas atacaram o STF e o Congresso Nacional.

“Os dados mostram uma rede conectada a Bolsonaro e aliados dele, usando funcionários do governo e de deputados, dedicada a manipular informação e criar narrativas, com ataques a opositores”, diz Luiza Bandeira, pesquisadora do Digital Forensic Research Lab do Atlantic Council e uma das autoras do levantamento.

Além de Tomaz, cinco ex e atuais assessores de legisladores bolsonaristas, entre eles um funcionário do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), foram identificados como conectados à operação de desinformação no Facebook e no Instagram.

O levantamento teve acesso a nomes e identidades das pessoas que registraram as contas falsas. Muitos dos posts eram feitos no horário de expediente.

O contexto do novo coronavírus deu força à proposta entre senadores. O projeto estava parado na Casa desde o fim do ano passado.

O projeto amplia as possibilidades de que empresas privadas possam prestar o serviço. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou nesta quarta-feira (15) o novo marco regulatório do saneamento básico, medida que estimula a participação da iniciativa privada no setor. Onze dispositivos do texto foram vetados pelo mandatário.

O modelo sancionado abre caminho para o envolvimento de empresas na universalização do acesso a água e esgoto. Somente 6% das cidades são atendidas pela iniciativa privada atualmente. Em 94% dos municípios, o serviço é feito por estatais.
O projeto foi aprovado pelo Senado no final de junho, com 65 votos favoráveis e 13 contrários, com oposição de toda a bancada do PT.

A proposta, agora convertida em lei, estabelece metas de saneamento a serem cumpridas em até 12 anos. O potencial de investimentos estimado para a universalização dos serviços, segundo membros do governo e o relator da proposta, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), é de R$ 700 bilhões no período.
O prazo para o cumprimento das metas poderá ser acrescido de mais sete anos. Isso será adotado se a empresa prestadora do serviço comprovar inviabilidade técnica ou financeira.

O novo marco do saneamento básico criou expectativas para a economia, sobretudo para a retomada pós-pandemia do coronavírus. A medida era uma das prioridades do Ministério da Economia para atrair investimentos privados para o país.

O ministro Luiz Ramos (Secretaria de Governo) afirmou antes da aprovação que a nova lei poderá gerar até 1 milhão de empregos em cinco anos.

Em razão das carências do setor, a nova legislação é vista como um ponto de estímulo do crescimento da atividade.

Dados mais recentes do Instituto Trata Brasil estimam que quase 100 milhões de brasileiros não têm acesso à coleta e tratamento de esgoto. Isso estimula a proliferação de doenças, argumento que fortaleceu a votação do projeto na pandemia.

O contexto do novo coronavírus deu força à proposta entre senadores. O projeto estava parado na Casa desde o fim do ano passado.

O projeto amplia as possibilidades de que empresas privadas possam prestar o serviço. Vencedoras de licitação terão de se comprometer com as metas de eficiência e universalização.

Bolsonaro tinha até 15 de julho para a sanção.         

A ideia dos aliados do presidente é que as medidas possam vigorar já em 2021 para ajudar na retomada da economia, além de ampliar o acesso a água e esgoto no país.
No entanto, a implementação da medida ainda depende de regulamentações que podem ser alvo de disputa política entre o setor privado e as estatais.

Entre a regulamentação e a modelagem dos novos projetos, especialistas acreditam que as primeiras licitações devam começar a sair do papel apenas em 2023.
De qualquer maneira, agentes do segmento já se movimentam e demonstram interesse em entrar nas operações.

Pessoas do setor afirmam que fundos americanos (como o Macquarie), canadenses e do Oriente Médio já contrataram assessorias técnicas para avaliar as oportunidades do segmento.

Entre estrangeiros, há ainda grupos como o espanhol Acciona e os chineses CGGC (Grupo Gezhouba) e CREC 4 (Grupo CTCE), interessados em concessões no ramo.
Grupos nacionais de outras áreas da infraestrutura, como CCR, Pátria e Equatorial, também querem ingressar no setor, segundo pessoas familiarizadas com o tema.

“Isso é um escândalo. E esse escândalo não pode continuar desmarcado. Especialmente neste momento de crise e para construir uma recuperação duradoura, todos devem jogar limpo e pagar sua parte justa”, afirmou o comissário.

Os países que formam a União Europeia são soberanos para decidir suas regras tributárias, mas a Comissão pode intervir nos casos em que enxerga desrespeito à legislação europeia ou risco à concorrência justa ou ao mercado comum. (Foto: Reprodução)

BRUXELAS, BÉLGICA (FOLHAPRESS) – No mesmo dia em que perdeu uma batalha judicial contra a Apple por incentivos tributários irlandeses que considera ilegais, a União Europeia lançou nesta quarta (15) um pacote tributário que tem como um dos pilares combater a “guerra fiscal” entre os 27 países do bloco.

Segundo a Comissão Europeia (Poder Executivo da UE), há um crescimento acelerado de fraudes, evasão fiscal e o chamado “planejamento tributário agressivo” (uso de regras fiscais legais para reduzir o pagamento de tributos) e é preciso “impedir que alguns países corroam as bases tributárias de outros”.

As perdas anuais totais de receita na UE superam 150 bilhões de euros (R$ 920 bilhões), segundo o comissário europeu responsável pela economia, Paolo Gentiloni: EUR 46 bilhões (R$ 282 bilhões) com evasão fiscal internacional, EUR 35 bilhões (R$ 215 bilhões) com elisão fiscal e EUR 50 bilhões (R$ 307 bilhões) com fraude transfronteiriça de IVA.

“Isso é um escândalo. E esse escândalo não pode continuar desmarcado. Especialmente neste momento de crise e para construir uma recuperação duradoura, todos devem jogar limpo e pagar sua parte justa”, afirmou o comissário.

Os países que formam a União Europeia são soberanos para decidir suas regras tributárias, mas a Comissão pode intervir nos casos em que enxerga desrespeito à legislação europeia ou risco à concorrência justa ou ao mercado comum.

No caso do processo envolvendo a Apple e a Irlanda, a Comissão Europeia acusava o país de favorecer ilegalmente a companhia americana com incentivos que evitaram o pagamento de 13,1 bilhões de euros (cerca de R$ 80 bi), entre 1991 e 2015. A Justiça, porém, afirmou que o órgão não provou o favorecimento (cabe recurso).

O pacote lançado nesta quarta prioriza a tributação de empresas e serviços digitais, onde a Comissão enxerga uma lacuna: segundo a proposta, o fato de que as gigantes de tecnologia operam através das fronteiras reduz a transparência e dificulta a fiscalização: “A renda obtida através de plataformas digitais nem sempre é informada e, portanto, não é tributada como deveria”.

O Executivo europeu pretende introduzir entre as administrações fiscais dos Estados-membros uma troca automática de informações sobre rendimentos/receitas gerados pelos vendedores em plataformas digitais.

“Os dados ajudarão as administrações tributárias a verificar se aqueles que ganham dinheiro por meio de plataformas digitais pagam a parcela apropriada de impostos”, afirma a Comissão.

O pacote tributário não inclui, porém, novos tributos digitais e o estabelecimento de um patamar mínimo de tributação efetiva, cujo lançamento está previsto para setembro.
A Comissão aguarda a conclusão de uma proposta para tributação das atividades digitais que está sendo elaborada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

“Precisamos dificultar a vida dos fraudadores e trapaceiros e facilitar a vida de cidadãos e empresas honestos”, afirmou Gentiloni. No segundo ponto, a Comissão quer reduzir a complexidade de 27 diferentes sistemas tributários.

“Empresas jovens e inovadoras enfrentam complexidade administrativa e custos de conformidade tributária que podem chegar a 30% dos impostos pagos”, afirma a Comissão.
O plano de ação tributária tem 25 iniciativas que vão ser adotadas até 2024, entre elas a revisão a lista das chamadas “jurisdições não colaborativas em assuntos tributários”. 

“Desde que introduzimos a primeira lista negra de paraísos fiscais globais no nível da UE, há quatro anos, 95 jurisdições foram avaliadas e mais de 120 regimes tributários nocivos foram eliminados”, afirmou Gentiloni.

A revisão, porém, não deve atingir países de dentro do bloco também acusados de atuarem como paraísos fiscais, como a Irlanda, a Holanda e Luxemburgo.

Em paralelo, a União Europeia prepara alterações tributárias na direção de seu projeto de transição sustentável, o chamado Green Deal, que incluem mudanças na tributação de energia e de produtos como tabaco.

O bloco quer remover subsídios implícitos para combustíveis fósseis e impor um “ajuste de fronteiras de carbono” compatível com regras da OMC, para impedir que empresas transfiram a produção para países com regras ambientais menos rigorosas

Bobby Fabisak/JC Imagem

Seguindo com a atualização dos calendários para a temporada 2020 por causa da pandemia do novo coronavírus, a Confederação Brasileira divulgou também a nova tabela básica do Campeonato Brasileiro da Série D. Os pernambucanos Central, Afogados e Salgueiro disputam a Quarta Divisão nacional nesta temporada. A primeira rodada da competição está marcada para começar entre os dias 19 e 20 de setembro.

Com a nova tabela, a Série D está programada para ter sua final depois ainda das divisões superiores, algo diferente das temporadas anteriores. Em situações normais, a competição é a primeira a acabar. Desta vez, a Quarta Divisão vai até o dia 7 de fevereiro de 2021, uma semana depois do final das Séries B e C. Apenas a Série A vai seguir por mais tempo, com calendário até 24 de fevereiro.

As 14 rodadas da primeira fase vão até o final de novembro. A etapa seguinte acontece entre os dias 5 e 13 de dezembro. As oitavas de final são entre 19 e 27 de dezembro. Já após a virada de ano, as quartas de final estão programadas para 2 e 10 de janeiro, com semifinais nos dias 17 e 24 de janeiro e decisão em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

O Afogados FC e o Salgueiro estão no grupo A3, junto com América-RN, Atlético de Cajazeiras, Campinense, Floresta, Globo e Guarany de Sobral. No grupo seguinte, A4, o Central aparece acompanhado de ABC, Coruripe, Freipaulistano, Itabaiana, Jaciobá, Potiguar e Vitória da Conquista.

Confira o calendário dos pernambucanos na Série D:

1ª rodada – 19/9 ou 20/9 – Jaciobá x Central
Afogados x Floresta
Guarany de Sobral x Salgueiro

2ª rodada – 26/9 ou 27/9 – Central x Itabaiana
Campinense x Afogados
Salgueiro x Atlético de Cajazeiras

3ª rodada – 30/9 ou 1/10 – Potiguar x Central
Afogados x Globo
América-RN x Salgueiro

4ª rodada – 3/10 ou 4/10 – ABC x Central
América-RN x Afogados
Salgueiro x Globo

5ª rodada – 10/10 ou 11/10 – Central x Vitória da Conquista
Afogados x Salgueiro

6ª rodada – 14/10 ou 15/10 – Freipaulistano x Central
Afogados x Atlético de Cajazeiras
Campinense x Salgueiro

7ª rodada – 17/10 ou 18/10 – Central x Coruripe
Guarany de Sobral x Afogados
Salgueiro x Floresta

8ª rodada – 21/10 ou 22/10 – Coruripe x Central
Afogados x Guarany de Sobral
Floresta x Salgueiro

9ª rodada – 24/10 ou 25/10 – Central x Freipaulistano
Atlético de Cajazeiras x Afogados
Salgueiro x Campinense

10ª rodada – 31/10 ou 1/11 – Vitória da Conquista x Central
Salgueiro x Afogados

11ª rodada – 7/11 ou 8/11 – Central x ABC
Afogados x América-RN
Globo x Salgueiro

12ª rodada – 13/11 ou 14/11 – Central x Potiguar
Globo x Afogados
Salgueiro x América-RN

13ª rodada – 21/11 ou 22/11 – Itabaiana x Central
Afogados x Campinense
Atlético de Cajazeiras x Salgueiro

14ª rodada – 27/11 ou 28/11 – Central x Jaciobá
Floresta x Afogados
Salgueiro x Guarany de Sobral

O primeiro duelo da fase de grupos da competição acontecerá no dia 21 de novembro (uma segunda-feira), no Estádio Al Bayt, na cidade de Al Khor.

A grande final, por sua vez, será realizada no dia 18 de dezembro (um domingo), no Estádio Internacional de Lusail. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A Fifa anunciou, na manhã desta quarta, o cronograma de jogos da Copa do Mundo de 2022, que será realizada no Qatar.

O primeiro duelo da fase de grupos da competição acontecerá no dia 21 de novembro (uma segunda-feira), no Estádio Al Bayt, na cidade de Al Khor. A grande final, por sua vez, será realizada no dia 18 de dezembro (um domingo), no Estádio Internacional de Lusail.

A fase de grupos terá duração de 12 dias, com quatro partidas por dia nos seguintes horários de Brasília: 7h, 10h, 13h e 16h (a depender da existência do horário de Verão). Apesar de mais apertado que o habitual, o período é considerado suficiente para a Fifa, que citou a geografia do Catar como vantagem.

“A natureza compacta do torneio — sem necessidade de viagens aéreas para se deslocar entre os locais — permitirá que os organizadores, pela primeira vez, otimizem demandas específicas de partidas para o benefício e conforto dos fãs, equipes e mídia”, disse a entidade.

Logo depois, no dia 3 de dezembro, começará a fase do mata-mata, com jogos das oitavas de final. Haverá um período de dois dias sem jogos entre os confrontos eliminatórios.

Com o cronograma divulgado, a Fifa afirmou que o evento deve ser visto desde já como “um novo começo”. “A inauguração da programação para a próxima edição convida o mundo do futebol a sonhar com um novo começo -que, agora, tem um tempo e um lugar precisos para ter início”, afirmou a Fifa em comunicado.

Com as atividades escolares paralisadas desde o mês de março, início da pandemia do coronavírus em Pernambuco, o Governo do Estado, através da Secretaria de Educação e Esportes, anuncia, nesta quarta-feira (15), durante coletiva de imprensa online, o protocolo setorial para a área de Educação. 
De acordo com o governo, o documento vai ser aplicado para a Educação Básica, Ensino Superior e Cursos Livres (cursos de línguas, cursos técnicos, qualificação profissional e outros). No documento que será apresentado, são estabelecidas regras sobre distanciamento social, medidas de proteção/prevenção, bem como sobre monitoramento e comunicação.
 
A entrevista coletiva de imprensa acontece às 16h no canal oficial do Governo de Pernambuco no YouTube. (Via: Folha PE)

PF e CGU cumprem mandados contra desvio de R$ 17,9 milhões de recursos da educação em Juazeiro do Norte

Foto: divulgação

A Polícia Federal e Controladoria Geral da União (CGU) cumprem, nesta quarta-feira (15), 31 mandados de busca e apreensão no Ceará contra três grupos criminosos suspeitos de participarem em processos licitatórios realizados pela Secretaria de Educação de Juazeiro do Norte, entre os anos de 2018 e 2019, e que obtiveram elevados lucros de forma indevida. Grupo faz parte de um esquema que evolve cerca de R$ 17,9 milhões de recursos da educação do município.

As operações “Quadro Negro”, “Fruto de Espinho” e “Beremiz” acontecem em Fortaleza, além nos municípios de Irauçuba, Bela Cruz e Barbalha, além de Belém /PA e São Paulo/SP.

Servidores e empresários envolvidos

Segundo as investigações, os grupos estão interligados, sendo compostos por servidores públicos e empresários que, segundoa s investigações, burlaram processos licitatórios a partir do direcionamento de compras superfaturadas de kits de livros didáticos, paradidáticos e implantação de solução gameficada de matemática para a rede pública daquele município.

Operações

Operação Quadro Negro investiga fraude em licitação por meio da qual foram contratadas duas empresas de fachada para o fornecimento de kits de livros paradidáticos destinados aos alunos da rede pública municipal de ensino, com recursos provenientes do Fundeb, ao custo de R$ 9.403.347,49 milhões.

Fruto de Espinho apura esquema que beneficiou uma empresa que recebeu o repasse de R$ 6.297 milhões, por meio de dois processos de inexigibilidade de licitação. Indícios apontam o favorecimento de agentes políticos e, ainda, manobras com vistas à lavagem de dinheiro.

A Beremiz investiga a compra direta, também por inexigibilidade de licitação, de livros paradidáticos de matemática, denominados com aplicativo digital, ao valor individual de R$ 290, cujos indícios apontam para o direcionamento de contratação do produto superfaturado, no valor global de R$ 2,233 milhões, fornecido por uma startup, com sede no estado do Pará.

As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Federal do Ceará, em três inquéritos policiais distintos, e estão sendo cumpridas em caráter concomitante para a intercomunicação das investigações. Também foi determinado o bloqueio de valores e bens dos principais envolvidos para recomposição do dano ao erário.

Os investigados responderão, de acordo com o nível de participação, pelos crimes de lavagem de dinheiro, inexigibilidade de licitação fora das hipóteses legais e fraude à licitação pública. (Portal Pacujá News)

Araripina: Juiz manda ex-prefeito  apagar os vídeos de Propaganda Eleitoral Negativa contra Raimundo Pimentel

O juiz eleitoral de Araripina, Dr. Eugênio Jacinto Oliveira Filho, concedeu uma Tutela de Urgência nesta segunda-feira (13), determinando que o ex-prefeito Alexandre Arraes (PSB) apague das suas redes sociais publicações feitas com falsas acusações de irregularidade e superfaturamento na compra de insumos do combate à Covid-19 por parte do atual prefeito, Raimundo Pimentel.

Na decisão do magistrado, ele fundamenta que as publicações do ex-prefeito tem “…cunho eleitoral nítido, eis que, em um dos vídeos, o representado (Alexandre Arraes) fala em “irregularidade”, “superfaturamento”, “tirar proveito” e “desvio de recurso” por parte do prefeito (Raimundo Pimentel) ora representante ao mesmo tempo em que enaltece a conduta de deputada estadual (Roberta Arraes) – sua esposa – que doou máscaras à população com recurso advindo do próprio salário, fato que possui o condão de influenciar a vontade do eleitor e o resultado do pleito”.

Ainda consta no despacho “As referidas manifestações do representado, ex-prefeito de Araripina, em suas redes sociais excederam o exercício regular do direito à liberdade de expressão, pois vislumbro desiderato de ofender a honra e imagem de pré-candidato à prefeitura desta Comarca”, afirmou o juiz

O ex-prefeito Alexandre Arraes terá de excluir as postagens sob pena de pagar multa diária de R$ 10 mil reais em caso de desobediência.

Veja a determinação

Assessoria de Comunicação/Foto: Reprodução – Via AF News

 

Morreu nesta quarta-feira (15), aos 89 anos, Severino José Cavalcanti Ferreira, ex-presidente da Câmara dos Deputados. O falecimento ocorreu durante a madrugada, no apartamento dele no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife 

O enterro está previsto para ocorrer às 16h, na cidade de João Alfredo, no Agreste de Pernambuco, onde ele nasceu. Devido à pandemia da Covid-19, não vai haver velório. A prefeita de João Alfredo, Maria Sebastiana (PSD), decretou luto oficial de três dias no município.

Severino Cavalcanti durante mandato na Câmara dos Deputados — Foto: Reprodução / TV Câmara

Severino Cavalcanti durante mandato na Câmara dos Deputados — Foto: Reprodução / TV Câmara

Segundo pessoas próximas à família, Severino Cavalcanti era diabético e sofreu uma queda em 2019, quando fraturou o fêmur e a bacia. Uma cirurgia seria necessária, mas não foi feita devido à diabetes. “Ele estava dormindo na hora. Foi uma morte tranquila”, disse um dos filhos de Severino Cavalcanti, José Maurício Cavalcanti, ao G1.

Severino Cavalcanti foi deputado federal por três mandatos: entre 1995 e 1999, entre 1999 e 2003 e entre 2003 e 2007.

Severino Cavalcanti renuncia à presidência da Câmara dos Deputados
Severino Cavalcanti renuncia à presidência da Câmara dos Deputados

Ele renunciou ao último mandato em 21 de setembro de 2005 como desdobramento da denúncia de que cobrava propina de R$ 10 mil por mês do dono de um dos restaurantes da Câmara, no caso conhecido como “mensalinho” (veja vídeo acima). Nesse mesmo ano, havia sido presidente da Câmara entre os meses de fevereiro e setembro.

Além da atuação como deputado federal, Severino Cavalcanti também foi deputado estadual por sete mandatos, entre os anos de 1967 e 1995. Entre 1964 e 1966, foi prefeito de João Alfredo. O ex-parlamentar retornou à gestão do município entre os anos de 2009 e 2012.

Notas de pesar

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou que a morte de Severino Cavalcanti “deixa uma lacuna na política de Pernambuco”.

“Detentor de sete mandatos na Assembleia Legislativa, três na Câmara Federal, inclusive com passagem pela Presidência, e com duas gestões na prefeitura da sua cidade, João Alfredo, Severino teve uma trajetória de muito trabalho. Neste momento de profundo pesar, quero me solidarizar com sua esposa, dona Amélia, seus filhos Zé Maurício, Ana e Catharina, demais familiares e amigos”, disse Paulo Câmara, em nota.

Também por nota, o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Eriberto Medeiros (PP), lamentou a morte do ex-parlamentar.

Severino Cavalcanti, ex-presidente da Câmara dos Deputados, era natural de João Alfredo, em Pernambuco — Foto: Reprodução/TV Globo

Severino Cavalcanti, ex-presidente da Câmara dos Deputados, era natural de João Alfredo, em Pernambuco — Foto: Reprodução/TV Globo

“A partida do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Severino Cavalcanti, deixa uma lacuna, principalmente para nós que fazemos o Progressistas e temos sua trajetória como referência. Vai deixar saudades naqueles que o conheciam de perto. Que Deus conforte seus familiares e amigos”, afirmou.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 46%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

A Paraíba registrou 1.354 novos casos de Covid-19 e 40 óbitos confirmados desde a última atualização, sendo 9 deles ocorridos nas últimas 24 horas. As informações foram divulgadas em boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, divulgado nesta terça-feira (14). São 62.462 pessoas que já contraíram a doença, 23.027 que já se recuperaram e 1.342 faleceram. 

Até o momento, 185.202 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

Confira os números abaixo:

  • Casos Confirmados: 62.462
  • Casos Descartados: 73.028
  • Óbitos confirmados: 1.342
  • Casos recuperados: 23.027
  • Total de municípios: 219

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 55%. Fazendo um  recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 62%. Em Campina Grande, estão ocupados 49% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 65% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 46%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. 

Os casos confirmados estão distribuídos por 219 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (38); Aguiar (19); Alagoa Grande (574); Alagoa Nova (215); Alagoinha (596); Alcantil (23); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (442); Amparo (13); Aparecida (37); Araçagi (352); Arara (131); Araruna (164); Areia (209); Areia de Baraúnas (6); Areial (37); Aroeiras (110); Assunção (28); Baia da Traição (304); Bananeiras (101); Baraúna (120); Barra de Santa Rosa (31); Barra de Santana (71); Barra de São Miguel (17); Bayeux (1104); Belém (510); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (61); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (7); Boqueirão (192); Borborema (7); Brejo do Cruz (159); Brejo dos Santos (15); Caaporã (827); Cabaceiras (22); Cabedelo (2029); Cachoeira dos Índios (51); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (80); Cacimbas (39); Caiçara (312); Cajazeiras (864); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (121); Camalaú (1); Campina Grande (8356); Capim (130); Caraúbas (27); Carrapateira (28); Casserengue (161); Catingueira (16), Catolé do Rocha (191); Caturité (63); Conceição (137); Condado (95); Conde (526); Congo (41); Coremas (52); Coxixola (16); Cruz do Espírito Santo (242); Cubati (61); Cuité (128); Cuité de Mamanguape (75); Cuitegí (205); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (5); Desterro (43); Diamante (3); Dona Inês (46); Duas Estradas (45); Emas (5); Esperança (325); Fagundes (61); Frei Martinho (5); Gado Bravo (77); Guarabira (2737); Gurinhém (253); Gurjão (19); Ibiara (15); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (570); Itabaiana (824); Itaporanga (60); Itapororoca (358); Itatuba (204); Jacaraú (175); Jericó (5); João Pessoa (16.930); Joca Claudino (2); Juarez Távora (219); Juazeirinho (128); Junco do Seridó (31); Juripiranga (336); Juru (15); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (60); Lagoa Seca (501); Lastro (15); Livramento (52); Logradouro (99); Lucena (236); Mãe d’Água (16); Malta (28); Mamanguape (1680); Manaíra (7); Marcação (117); Mari (537); Marizópolis (8); Massaranduba (229); Mataraca (125); Matinhas (56); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (102); Montadas (35); Monte Horebe (2); Monteiro (154); Mulungu (230); Natuba (46); Nazarezinho (11); Nova Floresta (29), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (37); Olivedos (49);  Parari (4); Passagem (30); Patos (2024); Paulista (72); Pedra Lavrada (27); Pedras de Fogo (1093); Pedro Régis (31); Piancó (96); Picuí (134); Pilar (208); Pilões (42); Pilõezinhos (187); Pirpirituba (149); Pitimbu (540); Pocinhos (71);  Poço Dantas (4); Pombal (199); Prata (3); Princesa Isabel (47); Puxinanã (213);  Queimadas (683); Quixaba (26); Remígio (185); Riachão (37); Riachão do Bacamarte (193);  Riachão do Poço (47); Riacho de Santo Antônio (20); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (672); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (145); Santa Cecília (46); Santa Cruz (14); Santa Helena (11); Santa Inês (28);  Santa Luzia (181); Santa Rita (1549); Santa Terezinha (40); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (6); Santo André (6); São Bentinho (24); São Bento (760); São Domingos do Cariri (31);  São Francisco (19);  São João do Cariri (56); São João do Rio do Peixe (104); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (22); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (11); São José de Piranhas (78); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (53); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (171); São José dos Cordeiros (7); São José dos Ramos (148); São Mamede (35); São Miguel de Taipu (89); São Sebastião de Lagoa de Roça (149); São Sebastião do Umbuzeiro (5); São Vicente do Seridó (33); Sapé (663); Serra Branca (101); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (159); Serraria (62); Sertãozinho (63); Sobrado (107); Solânea (209); Soledade (104); Sossego (8), Sousa (710); Sumé (108); Tacima (91); Taperoá (52); Tavares (32); Teixeira (89); Tenório (13); Triunfo (21); Uiraúna (30); Umbuzeiro (55); Várzea (9); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (9).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 14/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

40 óbitos foram registrados entre os dias 04 de maio e 14 de julho, sendo 32,5% ocorridos nas últimas 48h; 37,5% de 03 a 11 de julho e os outros 30% nos meses de maio e junho:

Mulher, 94 anos, residente em Campina Grande. Início dos sintomas em 27/06/2020. Hipertensa e diabética. Foi a óbito em hospital público no dia 14/07/2020.

Homem, 93 anos, residente em Campina Grande. Portador de doença neurológica. Início dos sintomas em 30/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 14/07/2020. 

Mulher, 59 anos, residente em João Pessoa. Início dos sintomas em 28/06/2020. Diabética e portadora de cardiopatia. Foi a óbito em hospital público no dia 14/07/2020.

Mulher, 64 anos, residente em Campina Grande. Início dos sintomas em 07/07/2020. Paciente sequelada de AVC e usuária de drogas. Foi a óbito em hospital público no dia 13/07/2020.

Homem, 61 anos, residente em Campina Grande. Comorbidade não informada. Início dos sintomas em 15/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 13/07/2020. 

Homem, 78 anos, residente em Itabaiana. Hipertenso, diabético. Início dos sintomas em 05/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 13/07/2020. 

Mulher, 82 anos, residente em São João do Rio do Peixe. Início dos sintomas em 20/06/2020. Hipertensa. Foi a óbito em hospital público no dia 13/07/2020.

Mulher, 52 anos, residente em Sousa. Início dos sintomas em 11/06/2020. Diabética e portadora de cardiopatia. Foi a óbito em hospital público no dia 13/07/2020.

Homem, 71 anos, residente em Sousa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 30/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 13/07/2020. 

Homem, 75 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 19/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 12/07/2020. 

Homem, 64 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 28/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 12/07/2020. 

Homem, 95 anos, residente em Olivedos. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 19/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 12/07/2020. 

Mulher, 46 anos, residente em Pilõezinhos. Início dos sintomas em 01/07/2020. Diabética e portadora de cardiopatia. Foi a óbito em hospital público no dia 12/07/2020.

Homem, 57 anos, residente em Campina Grande. Portador de cardiopatia. Início dos sintomas em 19/06/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 11/07/2020. 

Homem, 59 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso. Início dos sintomas em 22/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/07/2020. 

Homem, 70 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 17/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/07/2020. 

Mulher, 84 anos, residente em Rio Tinto. Início dos sintomas em 09/07/2020. Diabética, portadora de cardiopatia e doença neurológica. Foi a óbito em hospital público no dia 11/07/2020.

Homem, 67 anos, residente em Santa Rita. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 29/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 11/07/2020. 

Homem, 79 anos, residente em Campina Grande. Diabético, portador de cardiopatia. Início dos sintomas em 30/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 10/07/2020. 

Mulher, 85 anos, residente em Rio Tinto. Início dos sintomas em 04/07/2020. Diabética, portadora de cardiopatia e doença neurológica. Foi a óbito em hospital público no dia 10/07/2020.

Homem, 82 anos, residente em Barra de Santa Rosa. Tabagista, portador de cardiopatia e Síndrome de Furmier. Início dos sintomas em 28/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 09/07/2020. 

Homem, 88 anos, residente em Campina Grande. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 28/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 09/07/2020. 

Mulher, 80 anos, residente em Mamanguape. Início dos sintomas em 21/06/2020. Hipertensa e diabética. Foi a óbito em hospital público no dia 09/07/2020.

Homem, 81 anos, residente em Campina Grande. Portador de cardiopatia. Início dos sintomas em 09/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/07/2020.

Homem, 77 anos, residente em Itabaiana. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 08/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/07/2020.

Mulher, 79 anos, residente em Sumé. Portadora de cardiopatia. Início dos sintomas em 30/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/07/2020.

Mulher, 69 anos, residente em Sousa. Portadora de hipertensão, diabetes e alzheimer. Início dos sintomas em 26/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/07/2020.

Mulher, 63 anos, residente em Gurinhém. Portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 02/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/07/2020.

Homem, 83 anos, residente em João Pessoa. Portador de neoplasia.Início dos sintomas em 26/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 29/06/2020.

Homem, 65 anos, residente em Princesa Isabel. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 31/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 27/06/2020.

Homem, 60 anos, residente em Tavares. Portador de doença renal e doença cromossômica. Início dos sintomas em 06/06/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 26/06/2020.

Mulher, 64 anos, residente em João Pessoa. Diabética. Início dos sintomas em 18/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 15/06/2020.

Mulher, 76 anos, residente em João Pessoa. Sem Informação de Comorbidades. Início dos sintomas em 26/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 07/06/2020.

Mulher, 85 anos, residente em João Pessoa. Portadora de cardiopatia, obesidade, doença renal e imunossupressão. Início dos sintomas em 23/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 06/06/2020.

Mulher, 80 anos, residente em Campina Grande. Diabética e cardiopata. Início dos sintomas em 24/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/06/2020.

Homem, 88 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 29/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 31/06/2020.

Homem, 51 anos, residente em João Pessoa. Diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 02/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 23/05/2020.

Homem, 72 anos, residente em João Pessoa. Diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 19/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 22/05/2020.

Mulher, 74 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 13/05/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 21/05/2020.

Mulher, 101 anos, residente em Campina Grande. Portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 18/04/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 04/05/2020.

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram realizados mais de 300 testes rápidos no Laboratório Municipal José Paulo Terto nesta terça-feira (14), sendo confirmados mais 112 casos positivos de Covid-19, totalizando 1.166 casos no município. 
O número de casos suspeitos subiu para 49 e o de casos descartados subiu para 3.672. Quanto à evolução dos casos confirmados, o município tem 710 pacientes recuperados, 436 em tratamento domiciliar, 05 em leitos de internamento e 15 óbitos. Quanto aos profissionais de saúde contaminados, 53 estão recuperados e 17 em isolamento. 
O boletim diário, portanto, fica com 1.166 casos confirmados, 49 casos suspeitos, 710 recuperados, 3.672 descartados e 15 óbitos.
CASOS CONFIRMADOS:
ZONA URBANA 
Cohab/Tancredo Neves (84)
Bom Jesus (117)
CAGEP (36)
IPSEP (217)
Caxixola (20)
São Cristóvão (142)
Borborema (16)
Vila Bela (70)
Alto da Conceição (48)
AABB/Várzea (141)
Centro (137) 
Malhada Cortada/Baixa Renda (18) 
Universitário (11)
Mutirão (30) 
Nossa Senhora de Fátima (03)
José Tomé de Souza (01)
ZONA RURAL 
Fazenda Icós (01)
Barra do Exú (10)
Varzinha (13)
Sítio Conceição de Cima (03)
Lagoa da Pedra (01)
Caiçarinha da Penha (03)
IPA (01)
Fazenda Joazeiro (01)
DNOCS (03)
Sítio Poço Escuro (06)
Fazenda Saco – IPA (05)
Fazenda Cacimbinha (02)
Fazenda Cajuí (04)
Sítio Bonsucesso (02)
Vila Santa Rita (03)
Fazenda Ponta da Serra (01)
Sítio Poço Frio (01)
Serrote Branco (01)
Açude de Baixo (01)
Conceição de Baixo (02)
Fazenda Santa Terezinha (01)
Fazenda Cachoeira (01)
Fazenda Jatobá (02)
Sítio Lagartixa (02)
Sítio Barra (01)
Fazenda Nova (01)
Fazenda Alegre (01)
Malhada da Pedra (01)
Serra Grande (01)

O auxílio emergencial, pago pelo governo federal , minimizou os impactos econômicos da pandemia na população vulnerável, mas não o suficiente para contribuir com o isolamento social. É o que aponta uma pesquisa feita com 1.654 pessoas de oito capitais brasileiras, conduzida por um grupo de mais de 70 pesquisadores de instituições públicas e privadas, entre as quais Oxford, Universidade de São Paulo (USP) e Fundação Getulio Vargas (FGV-SP).

A pesquisa foi realizada por telefone, entre os 6 e 27 de maio. Participaram moradores das cidades de São Paulo, Fortaleza, Goiânia, Manaus, Rio de Janeiro, Recife, Salvador e Porto Alegre. Os pesquisadores compararam as práticas de distanciamento social dos beneficiários do auxílio e dos que não receberam a ajuda, mesmo que elegíveis para isso.

Foi concluído que o valor pago pelo programa não reduz a mobilidade dessas pessoas em comparação com as que não receberam o auxílio. Mais do que isso, a pesquisa revelou que os beneficiários do programa federal apresentaram risco ainda maior de infecção pela Covid-19 do que os não beneficiários.

Segundo o grupo de pesquisadores, a medida econômica precisa ser complementada por programas de informação que estimulem o isolamento social.

“A gente conseguiu verificar que quem recebeu o auxílio se comporta de forma diferente de quem não recebeu e foi mais para as ruas. A política emergencial conseguiu o que era esperado na questão econômica, mas não conseguiu fazer as pessoas ficarem em casa para se protegerem da doença”, comentou Lorena Barberia, professora da Universidade de São Paulo (USP) e coordenadora científica da pesquisa.

No dia 30 de junho, o governo anunciou que o programa será prorrogado por mais dois meses. No entanto, as parcelas de R$ 600,00 poderão ser pagas em várias vezes e em valores menores.

Nova pirâmide financeira chega à Serra Talhada prometendo ‘dinheiro fácil’

O esquema é antigo, mas parece ter se popularizado novamente, fazendo inúmeras vítimas por todo Brasil e chegou à Serra Talhada. O convite normalmente acontece por meio das redes sociais, com a promessa de que ao participar do esquema, a pessoa contribui com uma pequena quantia e no final irá receber um valor exorbitante, ao concluir a pirâmide (pagar o valor baixo, convidar duas pessoas que devem convidar outras). O processo é tentador levando muitas vítimas a cair no golpe.

O problema em questão é que muitas pessoas não recebem o valor prometido, e nem mesmo o que foi investido inicialmente. Participar do esquema, e induzir outros a serem vítimas do golpe, configura estelionato, podendo o autor além de ser vítima (perder o dinheiro) ser responsabilizado criminalmente.

O modelo é simples e tem sido utilizado no país inteiro. Os participantes entram em contato com a vítima através de redes sociais, como o Facebook ou o Instagram, ou mesmo por aplicativos de mensagem, como o WhatsApp, e faz uma proposta tentadora: A vítima deposita R$ 25,00 (vinte e cinco reais) e indica mais pessoas para entrar na “pirâmide”, e em troca receberá R$200,00 (duzentos reais), quando a roleta rodar. Induzido pelo lucro fácil, a vítima procede dessa forma, passa o convite para mais dois conhecidos, e transfere o valor para o quem o chamou.

É importante que as pessoas entendam que não existe “lucro fácil”. É matematicamente desarrazoado acreditar que entregando R$25,00 (vinte e cinco reais) você irá receber, de graça, R$200,00 (duzentos reais). É uma valorização e um lucro altíssimo, e alguém terá que pagar no final.

Há, inclusive, o risco de que uma pessoa que tenha sido convidada, feito o pagamento e repassado o convite para outros amigos, seja responsabilizada criminalmente depois, porque essas pessoas por ele convidadas poderão ser vítimas desse golpe.

O Delegado Cley Celestino Batista, Regional de Cuiabá disse que os participantes podem ser condenados em até oito anos. “A pessoa que for convidada a participar de algum grupo atualmente conhecido como ajuda mútua, deve pesquisar antes. Seja na internet, com parentes ou até na delegacia. É sempre bom que esses ‘investimentos’ não sejam depositados na conta de um desconhecido”, afirma. 

Governo permite que funcionário demitido seja recontratado em menos de 90 dias

https://medias.cnnbrasil.com.br/v1/proxy?image=https%3a%2f%2fmediastorage.cnnbrasil.com.br%2fIMAGES%2f00%2f00%2f00%2f4772_4E95AA6316E05DE9.jpeg&resize=CROP&format=&width=655&height=368&rotate=0&flip=false&flop=false&blur=0&brightness=1&saturation=1&hue=0&addColor=&contrast=1&cropWidth=5472&cropHeight=3074&posX=0.5&posY=0.4288538

O governo federal editou nesta terça-feira (14) uma portaria que permite que empresas possam recontratar em um prazo inferior a 90 dias funcionários que elas tenham demitido, uma prática até então proibida por considerada uma fraude nos termos da lei.

A autorização terá validade enquanto durar o estado de calamidade no país por causa da pandemia do novo coronavírus.

A prática da recontratação em período inferior a 90 dias pela mesma companhia é proibida para evitar o que o próprio governo e especialistas consideram uma prática fraudulenta que pode levar à precarização das relações de trabalho, pois em geral acontece para pagar um salário mais baixo ao funcionário.

É, portanto, uma medida polêmica que deve receber críticas do Ministério Público do Trabalho.

“Durante o estado de calamidade pública de que trata o Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, não se presumirá fraudulenta a rescisão de contrato de trabalho sem justa causa seguida de recontratação dentro dos noventa dias subsequentes à data em que formalmente a rescisão se operou, desde que mantidos os mesmos termos do contrato rescindido”, diz a portaria publicada.

O Podemos Pernambuco, sob o comando do deputado federal Ricardo Teobaldo, segue firme na construção de candidaturas próprias em todas as regiões do estado. Em Afogados da Ingazeira, no Pajeú, o vereador José Edson Ferreira, mais conhecido como Zé Negão é o pré-candidato da legenda na disputa pela prefeitura.

Durante encontro no Recife, o deputado Ricardo Teobaldo destacou a importância da candidatura para o Podemos. “Zé Negão é um apaixonado por Afogados da Ingazeira. Diariamente ele nos liga e cobra ações e investimentos para o município. Hoje, mais uma vez, tratamos da liberação de recursos e equipamentos e assim ele faz sempre”, destacou.
Teobaldo também falou sobre a pré-candidatura de Zé Negão a prefeitura. “Em toda sua trajetória política Zé Negão trabalhou muito por Afogados. Essa pré-candidatura é resultado disso, as pessoas na rua cobram e pedem que Zé se coloque a disposição para comandar a cidade. E nós estaremos juntos desse processo. Sua pré-candidatura é fundamental para o Podemos”, reforçou.

Entre setembro de 2017 e abril deste ano foram feitos 13.595 pagamentos que ultrapassaram os R$ 100 mil mensais, de acordo com levantamento feito nas folhas de pagamento do Judiciário. O teto constitucional é de R$ 39 mil.

O Judiciário brasileiro pagou salário mensal acima de R$ 100 mil a 8.226 juízes ao menos uma vez entre setembro de 2017 e abril deste ano, enquanto o teto constitucional do setor público é de R$ 39,3 mil por mês. Foram feitos 13.595 pagamentos que ultrapassaram os R$ 100 mil. Remunerações acima de R$ 200 mil foram pagas 565 vezes a 507 juízes, apontou um levantamento feito nas folhas de pagamento do Judiciário.

De acordo com reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, foram recolhidos dados dos 27 Tribunais de Justiça estaduais, 5 Tribunais Regionais Federais, 24 cortes trabalhistas, 3 tribunais militares estaduais e dos tribunais superiores.

Os supersalários estão mais concentrados na Justiça Estadual, porque, muitas vezes, os três Poderes locais é que negociam a criação de auxílios.

As estatísticas mostraram que mais da metade dos salários pagos aos 26.177 juízes em serviço e aposentados nos últimos dois anos e oito meses superaram o teto constitucional.

Segundo os números, 95,79% dos magistrados já receberam pelo menos um salário acima do máximo permitido. “Os juízes devem ser remunerados de acordo com a legislação e com suas atribuições, considerando todas as especificidades e limitações que o cargo impõe”, disse a presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Renata Gil.

A Constituição prevê um salário máximo, porém a concessão de auxílios, verbas indenizatórias e vantagens eventuais, como 13º salário e acúmulo de funções, aumentam a remuneração de juízes.

O presidente da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), Eduardo André Brandão, afirmou que, após a extinção do auxílio-moradia, os cerca de 2.000 juízes federais em atividade não recebem mais verba indenizatória ou o chamado penduricalho, do qual não incide a cobrança de imposto.

O juiz negou que auxílios sejam pendurricalhos. “Quando o máximo é extrapolado, diz respeito ao recebimento de 13º, férias, mas isso está na lei e vale para qualquer brasileiro, não é um penduricalho”, disse.

Dependendo do tribunal os juízes recebem benefícios como diárias, auxílio-escolar, auxílio-moradia, auxílio-saúde, auxílio-livro e benefício para quem atua em local diverso da comarca original, entre outros.

O salário de um ministro de tribunais superiores (STJ, TST e STM) é proporcional a 95% do que ganham magistrados do Supremo Tribunal Federal e o desembargadores dos TJs é o equivalente a 90,25%.

O vencimento de um juiz federal representa 80% do teto, percentual que soube para 85% quando o magistrado é titular de uma vara. Desembargador federal recebe 90% do teto.

Com 733 novas mortes por covid-19 registradas nas últimas 24 horas, o Brasil chegou ao total de 72.833 óbitos em função do novo coronavírus. A atualização diária foi divulgada pelo Ministério da Saúde no início da noite desta segunda-feira (13). O número de casos confirmados desde o início da pandemia chegou a 1.884.967. O sistema do Ministério da Saúde contabilizou 20.286 novos casos desde o balanço de ontem (12).

De acordo com o boletim do ministério, 657.297 pessoas estão em acompanhamento e 1.154.837 se recuperaram da doença. Há ainda 4.011 mortes em investigação.

O aumento foi de 1%, tanto do número de mortes quanto do número de casos confirmados da doença se comparado com os dados de ontem (12). Mas na última semana, o número de mortes cresceu 11,2%  e o número de casos confirmados, 16,1%.

Aos sábados, domingos e segundas-feiras, o número registrado diário tende a ser menor pela dificuldade de alimentação dos bancos de dados pelas secretarias municipais e estaduais. Já às terças-feiras, o quantitativo em geral é maior pela atualização dos caso acumulados aos fins de semana.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,9%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 34,7. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 897.

Covid-19 pelo Brasil

Os estados com mais mortes são: São Paulo (17.907), Rio de Janeiro (11.474), Ceará (6.947), Pernambuco (5.652) e Pará (5.293). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são: Mato Grosso do Sul (167), Tocantins (259), Roraima (397), Acre (430) e Amapá (478).

Os estados com mais casos confirmados desde o início da pandemia são: São Paulo (374.607), Ceará (137.206), Rio de Janeiro (132.044), Pará (126.509) e Bahia (106.891). As Unidades da Federação com menos pessoas infectadas registradas são: Mato Grosso do Sul (13.461), Tocantins (15.307), Acre (16.260), Roraima (22.627) e Rondônia (27.050).

Covid-19-Brasil

Agência Brasil

Autoridades encontram corpo no lago em que Naya Rivera desapareceu

Através do Twitter, o Gabinete do Xerife do Condado de Ventura escreveu que ainda estão apurando informações para o reconhecimento do corpo e as 18h da tarde (no horário de Brasília) haverá uma coletiva de imprensa.

Já a Guarda Costeira afirma que, só no ano passado, foram registrados 4.168 acidentes com barcos nos Estados Unidos. (Foto: Reprodução)

 As autoridades policiais do condado de Ventura encontraram um corpo nas águas do lago Piru na manhã desta segunda-feira (13). A região é a mesma em que a atriz Naya Rivera, 33, desapareceu após um passeio de barco com o filho Josey, 4, na quarta-feira passada (8).

Através do Twitter, o Gabinete do Xerife do Condado de Ventura escreveu que ainda estão apurando informações para o reconhecimento do corpo e as 18h da tarde (no horário de Brasília) haverá uma coletiva de imprensa.

Conhecida pelo papel de Santana Lopez no seriado “Glee”, Rivera desapareceu após pular de um barco alugado por ela nas águas do lago Piru, que fica nessa região da Califórnia (EUA). O filho de Naya foi encontrado sozinho.

A polícia diz ainda que local onde ela possivelmente se afogou tem águas turvas, com baixa visibilidade, além de árvores e detritos no fundo. E que o corpo pode demorar entre 7 e 10 dias a emergir na superfície. Eles estão trabalhando com a hipótese de “morte presumida”, de modo que as buscas agora são para recuperar o corpo da atriz.

O lago Piru (que na verdade é um açude) fica dentro de uma reserva natural. Apesar de belo, ele tem uma história de diversos afogamentos ao longo dos anos, porque a região tem ventos fortes e águas profundas, de até 50 metros. Segundo o “Los Angeles Times”, entre 1994 e 2000, pelo menos 7 pessoas se afogaram nele.

Já a Guarda Costeira afirma que, só no ano passado, foram registrados 4.168 acidentes com barcos nos Estados Unidos. Os afogamentos foram os que causaram mais mortes, abrangendo 79% de todos os óbitos registrados em barcos. Desses, 86% estavam alegadamente sem colete salva-vidas.

Colegas de Rivera em “Glee” também se manifestaram sobre o ocorrido. Heather Morris, que interpretou Brittany, par romântico da atriz na série, pediu por orações aos fãs: “Nós precisamos de todas as orações que pudermos para trazer nossa Naya de volta para casa. Nós precisamos de seu amor e luz”, escreveu ela em seu Instagram.

Harry Shum Jr., que interpretou Mike Chan na série, também disse no Twitter que está “orando”. Já Igbal Theba, que interpretou o diretor Figgins, pediu “piedade” a Deus. Vanessa Lengies, a interprete de Sugar, ainda publicou uma foto de uma vela acesa, com a legenda: “Estou com você. Eu te amo”.

Damian McGinty, o Rory Flanagan de “Glee”, afirmou no Twitter que se sente “doente” com o acontecimento, e pediu por orações dos fãs. Até mesmo Demi Lovato, que trabalhou ao lado de Naya, em quatro episódios de “Glee”, publicou em seu Instagram Stories: “Por favor, rezem para que @nayarivera seja encontrada sã e salva”.

Ventania causa destruição e derruba torre em São Luís, no Maranhão

Comércios e igrejas foram destelhadas, muros caíram, o trânsito parou e até uma torre de telefonia foi derrubada.

Uma forte ventania causou destruição em algumas regiões de São Luís no início da tarde desta segunda-feira (13). O fenômeno foi registrado com mais intensidade na região da Forquilha, mas também há registros na região da Cidade Operária.

Motoristas e moradores gravaram momentos de tensão. Casas, comércios e igrejas foram destelhadas e até uma torre de telefonia foi derrubada.

Uma loja de materiais de construção teve a fachada destruída, com queda de portões. Muros caíram e um motorista de carro na região da Forquilha se acidentou, atrapalhando o trânsito.

Imóveis ficaram sem energia elétrica nos bairros: Forquilha, João de Deus, Cohab Anil, Cohatrac, Aurora, Planalto, Cruzeiro do Anil, Angelim, Novo Angelim e áreas adjacentes. Segundo a Cemar, por volta das 17h30, a energia já tinha retornado para quase todos os bairros.

O mesmo fenômeno também foi registrado na região dos bairros Vila Frades, Alto do São Francisco e Coroadinho, no dia 6 de julho.

Casas foram destelhadas, galhos de árvores chegaram ser arrancados e objetos também foram levados pelo vento. Nuvens densas de chuva também se formaram durante a ventania, que segundo os moradores da área, durou poucos minutos.

De acordo com o meteorologista da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Hallan Cerqueira, no Coroadinho e na Forquilha, o fenômeno foi causado pela formação das nuvens cúmulos-nimbus. Essas nuvens se formam com ventania de forma vertical e, posteriormente, causam fortes tempestades.

“Esse fenômeno é bastante comum de acontecer agora no período de transição, quando nossa atmosfera está mais quente pelo fim do período chuvoso. Então tem mais calor, associado com a umidade do oceano provoca a convecção, que é o combustível dessas nuvens. As cúmulus-ninbus são comuns em todas as regiões, mas normalmente se formam em áreas quentes. Quando acontece em área urbana, passando pela cidade, acaba causando alguns estragos. Mas esse fenômeno é muito comum”, explicou.

Hoje foi depositada a segunda parcela da ajuda financeira da União. O valor repassado ao Estado da Paraíba foi de R$ 110,9 milhões.

Já em relação à parcela para combate à Covid-19, foram depositados R$ 49,9 milhões. (Foto: Reprodução)

O Estado da Paraíba recebeu, nesta segunda-feira (13), R$ 160,8 milhões em verdas de ajuda financeira da União e para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Hoje foi depositada a segunda parcela da ajuda financeira da União. O valor repassado ao Estado da Paraíba foi de R$ 110,9 milhões.

Já em relação à parcela para combate à Covid-19, foram depositados R$ 49,9 milhões.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou que o prefeito de Quixaba, Sebastião Cabral Nunes, assegure, no prazo máximo de 20 dias, a disponibilização no Portal da Transparência do município de todos os dados atualizados das receitas e gastos com contratações excepcionais (inclusive de pessoal), revisões de contratos em curso, dispensas licitatórias, aquisições de insumos, entre outros que forem efetivados para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. 

Os procedimentos de dispensa e da execução dos referidos contratos também devem ser disponibilizados imediatamente no Portal ou em outro website, contendo, além das informações previstas no § 3º, do art. 8º, da Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011), o nome do contratado, o número de sua inscrição na Receita Federal do Brasil, o prazo contratual, o valor e o respectivo processo de contratação ou aquisição.

A promotora de Justiça de Carnaíba, Adriana Cecília Lordelo Wludarski, ressaltou ainda que o prefeito de Quixaba deverá corrigir duas falhas em seções específicas do site; uma na ferramenta de pesquisa e outra relativa a gravação de relatórios em formatos eletrônicos. 

A Recomendação de nº 006/2020 foi publicada na íntegra no Diário Oficial Eletrônico do MPPE desta segunda-feira (13)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta segunda-feira (13.07), 431 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 315 (73%) são casos leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados. Os outros 116 (27%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Agora, Pernambuco totaliza 72.901 casos já confirmados, sendo 21.203 graves e 51.698 leves.
⠀⠀⠀
Também foram confirmados 57 óbitos, ocorridos desde o dia 07 de abril. Do total de mortes no informe de hoje, 39 (68%) ocorreram de 07/04 a 09/07. As outras 18 (32%) ocorreram nos últimos 3 dias. Com isso, o Estado totaliza 5.652 óbitos pela doença. O

Paraíba registra 324 novos casos de Covid-total de mortos chega a 1.302 e mais de 61 mil infectados

O índice de Isolamento Social foi de apenas 46%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Até o momento, 181.680 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou 324 novos casos de Covid-19 e 18 óbitos confirmados desde a última atualização, 5 deles ocorridos nas últimas 24 horas. De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde, em boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (13), são 61.108 pessoas que já contraíram a doença, 22.468 que já se recuperaram e 1.302 faleceram. Até o momento, 181.680 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

  • Casos Confirmados: 61.108
  • Casos Descartados: 71.609
  • Óbitos confirmados: 1.302
  • Casos recuperados: 22.468
  • Total de municípios: 218

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 54%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 62%. 

Em Campina Grande, estão ocupados 45% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 63% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 46%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. 

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (37); Aguiar (19); Alagoa Grande (555); Alagoa Nova (206); Alagoinha (582); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (429); Amparo (12); Aparecida (37); Araçagi (345); Arara (131); Araruna (149); Areia (205); Areia de Baraúnas (2); Areial (36); Aroeiras (109); Assunção (27); Baia da Traição (302); Bananeiras (98); Baraúna (120); Barra de Santa Rosa (30); Barra de Santana (70); Barra de São Miguel (12); Bayeux (1079); Belém (496); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (61); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (7); Boqueirão (173); Borborema (7); Brejo do Cruz (158); Brejo dos Santos (14); Caaporã (810); Cabaceiras (19); Cabedelo (2017); Cachoeira dos Índios (48); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (79); Cacimbas (39); Caiçara (299); Cajazeiras (822); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (112); Camalaú (1); Campina Grande (8200); Capim (130); Caraúbas (29); Carrapateira (27); Casserengue (153); Catingueira (15), Catolé do Rocha (184); Caturité (63); Conceição (123); Condado (92); Conde (506); Congo (41); Coremas (48); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (239); Cubati (56); Cuité (126); Cuité de Mamanguape (72); Cuitegí (189); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (42); Diamante (3); Dona Inês (42); Duas Estradas (45); Emas (5); Esperança (316); Fagundes (59); Frei Martinho (5); Gado Bravo (77); Guarabira (2710); Gurinhém (251); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (526); Itabaiana (818); Itaporanga (59); Itapororoca (348); Itatuba (198); Jacaraú (172); Jericó (5); João Pessoa (16.702); Joca Claudino (2); Juarez Távora (212); Juazeirinho (127); Junco do Seridó (31); Juripiranga (335); Juru (14); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (60); Lagoa Seca (499); Lastro (15); Livramento (47); Logradouro (92); Lucena (221); Mãe d’Água (15); Malta (26); Mamanguape (1644); Manaíra (7); Marcação (112); Mari (600); Marizópolis (8); Massaranduba (226); Mataraca (125); Matinhas (51); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (98); Montadas (35); Monteiro (146); Mulungu (229); Natuba (45); Nazarezinho (10); Nova Floresta (26), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (35); Olivedos (44);  Parari (4); Passagem (30); Patos (1989); Paulista (70); Pedra Lavrada (26); Pedras de Fogo (1078); Pedro Régis (31); Piancó (96); Picuí (130); Pilar (206); Pilões (42); Pilõezinhos (177); Pirpirituba (140); Pitimbu (540); Pocinhos (69);  Poço Dantas (4); Pombal (184); Prata (2); Princesa Isabel (46); Puxinanã (208);  Queimadas (667); Quixaba (26); Remígio (183); Riachão (35); Riachão do Bacamarte (193);  Riachão do Poço (43); Riacho de Santo Antônio (19); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (670); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (141); Santa Cecília (45); Santa Cruz (14); Santa Helena (11); Santa Inês (25);  Santa Luzia (180); Santa Rita (1528); Santa Terezinha (40); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (7); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (711); São Domingos do Cariri (29);  São Francisco (12);  São João do Cariri (44); São João do Rio do Peixe (103); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (11); São José de Piranhas (78); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (52); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (169); São José dos Cordeiros (5); São José dos Ramos (148); São Mamede (34); São Miguel de Taipu (80); São Sebastião de Lagoa de Roça (140); São Sebastião do Umbuzeiro (5); São Vicente do Seridó (32); Sapé (653); Serra Branca (95); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (157); Serraria (48); Sertãozinho (62); Sobrado (103); Solânea (204); Soledade (101); Sossego (8), Sousa (692); Sumé (93); Tacima (91); Taperoá (52); Tavares (32); Teixeira (89); Tenório (13); Triunfo (15); Uiraúna (30); Umbuzeiro (55); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (9).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 13/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

18 óbitos foram registrados entre os dias 24 de maio e 13 de julho:

Mulher, 80 anos. Residente em Casserengue. Cardiopata. Início dos sintomas em 12/06, foi a óbito em sua residência no dia 13/07. 

Homem, 48 anos. Residente em Bayeux. Hipertenso. Início dos sintomas em 25/06, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Homem, 50 anos. Residente em Cabedelo. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 22/04, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Mulher, 38 anos. Residente em Pedras de Fogo. Obesa. Início dos sintomas em 30/06. Foi a óbito em hospital privado no dia 12/07.

Homem, 93 anos. Residente em Queimadas. Cardiopata. Início dos sintomas em 13/06, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Homem, 93 anos. Residente em João Pessoa. Diabético, Cardiopata. Início dos sintomas em 02/07,  foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Mulher, 72 anos. Residente em Lagoa Seca. Imunossuprimida. Início dos sintomas em 10/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Homem, 63 anos. Residente em Mamanguape. Hipertenso, diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 24/06, foi a óbito em hospital público no dia 09/07.

Homem, 54 anos. Residente em Cabedelo. Obeso, Etilista e portador de doença hepática. Início dos sintomas em 04/07, foi a óbito em hospital público no dia 08/07

Mulher, 84 anos. Residente em João Pessoa. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas em 19/06, foi a óbito em hospital público no dia 03/07.

Mulher, 96 anos. Residente em Campina Grande. Cardiopata. Início dos sintomas em 12/06, foi a óbito em hospital público no dia 26/06.

Homem, 97 anos. Residente em Campina Grande. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 09/06, foi a óbito em hospital público no dia 17/06.

Homem, 86 anos. Residente em Campina Grande. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 06/06, foi a óbito em hospital público no dia 15/06.

Homem, 50 anos. Residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 14/06.

Homem, 82 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata, hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 18/05, foi a óbito em hospital público no dia 07/06.

Mulher, 27anos. Residente em João Pessoa. Portadora de doença respiratória. Início dos sintomas em 21/05, foi a óbito em hospital púbico no dia 02/06.

Mulher, 77 anos. Residente em Pedras de Fogo. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 30/05.

Homem, 68 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata e obeso. Início dos sintomas em 17/05, foi a óbito em hospital público no dia 24/05.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que hoje foram registrados 02 casos positivos e 18 em investigação no nosso município.
Casos Positivos:
Foram detectados 02 pacientes do sexo masculino (61 e 67 anos). Os dois são aposentados. O paciente de 61 anos está hospitalizado no IMIP após realizar tratamento para outros agravos. Ele era um dos casos que estava sob investigação. O resultado do exame saiu hoje.
Novos em Investigação:
São 06 pacientes do sexo masculino (16, 22, 25, 30, 33 e 50 anos) e 12 pacientes do sexo feminino (16, 21, 21, 26, 28, 34, 34, 36, 38, 41, 41 e 42 anos). Entre as mulheres: 02 são estudantes; 02 são agricultoras; 01 está desempregada; 01 autônoma; 01 recepcionista; 02 do lar; 01 profissional da Saúde; 01 professora e 01 secretária. Já entre os homens: 02 são estudantes; 02 são agricultores; 01 profissional de segurança e 01 comerciante.
Descartados: 
26 pacientes que realizaram TR na nossa Unidade de Campanha Dia e 01 óbito que estava em investigação tiveram resultado negativo.
Os casos positivos e em investigação, além dos seus contatos, estão sendo monitorados pelas equipes de vigilância e atenção básica do nosso município.
Hoje atingimos a marca de 1.114 pessoas testadas em nosso Afogados da Ingazeira.

São José do Egito tem 13 novos casos de covid-19 e 4 curas chega a 131

Hoje a secretaria de saúde informa a cura de mais 4 pacientes da COVID 19. Alcançamos a marca de 108 pacientes curados. Informamos também a confirmação de mais 13 casos e mais uma vez ressaltamos a importância do isolamento social assim como do uso de máscara e higiene para que possamos diminuir os riscos de contaminação. No isolamento UPA/COVID do Hospital Maria Rafael de Siqueira, estão internados 2 pacientes nos Leitos de UTI. Os pacientes ainda necessitam de cuidados intensivos e suporte respiratório, apresentam evolução, mas ainda sem previsão de alta. Desde a última quarta-feira 01 de Julho, inauguramos o Centro de Enfrentamento ao COVID, ele fica por trás do fórum, e funciona de segunda a sexta das 14 às 22h. Então ao apresentar os primeiros sintomas, procure esse serviço, lá você será avaliado e já saíra com a medicação e o teste feito ou agendado. O tratamento precoce faz parte do nosso sucesso no manejo dos casos até aqui. Na nossa avaliação iremos passar por um processo de aceleração no número de contaminação. Somente com a colaboração de toda sociedade, poderemos frear esse avanço e continuar tratando os que adoecerem. Temos testado todos os pacientes sintomáticos e até hoje já foram realizados 557 exames.

Tabira tem 11 novos casos de covid-19, 54 curas e 245 casos confirmados

A secretaria informa que com os retornos dos pacientes para reavaliações nas 11 Unidades Básicas de Saúde e Emergência Respiratória, chegamos à marca expressiva de 183 casos recuperados, de cidadãos tabirenses que venceram a COVID 19, mas isso não deve ser considerado como um meio para relaxamento das medidas de isolamento, ou novas aglomerações. A secretaria de saúde e todos os profissionais da linha de frente estão trabalhando incansavelmente para vencermos juntos essa batalha. 

Petrolina confirma 37° óbito e registra 87 novos casos de Covid-19 chega a 1.588

A Prefeitura de Petrolina começou mais uma semana dando sequência ao trabalho de intensificação dos testes rápidos para detectar a covid-19. Só nesta segunda-feira (13), foram realizados 509 testes, com 60 positivos. O município também recebeu 27 confirmações por meio de exames laboratoriais. Dos testes, são 39 pessoas do sexo feminino com idades entre 1 ano e 2 meses a 84 anos, e 21 do sexo masculino, entre 10 meses de vida a 61 anos. Dos exames laboratoriais são 18 pacientes do sexo masculino, entre 05 a 67 anos, e 9 do sexo feminino entre 03 e 52 anos.

Com esses 87 novos casos, Petrolina contabiliza 1.588 registros até o momento – destes, 168 são detentos da Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes. Do total de positivados, 1.222 foram confirmados por testes rápidos da prefeitura e 366 diagnosticados através de exames laboratoriais. As curas clínicas aumentaram para 609. Petrolina recebeu um exame do Laboratório Central de Pernambuco (Lacen-PE) confirmando covid-19 em um paciente de 67 anos que faleceu no Hospital Universitário (HU), no dia 9 da julho. Agora, o total de óbitos subiu para 37.

PROGRAMA – PROUNI DISPONIBILIZARÁ 167.789 BOLSAS EM 1.061 INSTITUIÇÕES PRIVADAS

A Secretaria de Educação Superior (Sesu) informa que o Programa Universidade para Todos (Prouni) oferecerá 167.789 bolsas em 1.061 Instituições de Ensino Superior Privadas. Desse total, 60.551 serão integrais e 107.229 serão parciais, cobrindo 50% do valor das mensalidades.

As inscrições serão entre 14 e 17 de julho. De acordo com a pasta, já é possível fazer consultas sobre a oferta de bolsas no portal do Prouni.
O programa seleciona estudantes para bolsas em instituições privadas de ensino superior. Essas bolsas variam de acordo com a renda dos candidatos e podem ser parciais, de 50% da mensalidade, ou integrais, de 100%.
De acordo com o Ministério da Educação, o Prouni, que foi criado em 2004, tem por objetivo aumentar a quantidade de estudantes brasileiros de baixa renda na graduação.
Fonte – Agência Brasil

Morre presidente da Câmara Municipal de Garanhuns

Morreu no Hospital da Unimed de Caruaru, no Agreste, o vereador Daniel da Silva, presidente da Câmara Municipal de Garanhuns. Daniel da Saúde, como era conhecido,  foi eleito pelo PSC. Enfermeiro por formação, tinha 53 anos.

Ele estava internado desde o dia 26 de junho, quando sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico enquanto participava de uma sessão da Casa Raimundo de Moraes.

Em uma rede social, o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), lamentou a morte do colega. Ele decretou luto oficial de três dias.

“Infelizmente, acabei de receber mais uma triste notícia. O vereador Daniel, presidente da Câmara de Vereadores de Garanhuns, faleceu há pouco. Um homem bom, prestativo, cheio de compaixão com os outros”.

E seguiu: “Serviu a muitas pessoas em Garanhuns, mesmo antes de ser vereador. Mais uma grande perda para o nosso município. Vou decretar luto de três dias no município, por toda a contribuição dele à nossa Garanhuns. Que Deus nos conforte e à família, sua esposa, filhos e demais amigos”, frisou o gestor.

Hoje foi depositada a segunda parcela da ajuda financeira da União. O valor repassado ao Estado da Paraíba foi de R$ 110,9 milhões.

Já em relação à parcela para combate à Covid-19, foram depositados R$ 49,9 milhões. (Foto: Reprodução)

O Estado da Paraíba recebeu, nesta segunda-feira (13), R$ 160,8 milhões em verdas de ajuda financeira da União e para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Hoje foi depositada a segunda parcela da ajuda financeira da União. O valor repassado ao Estado da Paraíba foi de R$ 110,9 milhões.

Já em relação à parcela para combate à Covid-19, foram depositados R$ 49,9 milhões.

Resultados iniciais do primeiro teste de pequena escala da vacina desenvolvida pelo Instituto Gamaleya mostraram que ela é segura.

Um instituto da Rússia que está desenvolvendo uma das possíveis vacinas contra a covid-19 espera iniciar a fase final de testes em uma pequena parcela do público geral em meados de agosto, disse o diretor do instituto nesta segunda-feira, segundo a agência de notícias RIA.

Globalmente, das 19 vacinas experimentais contra covid-19 em testes com humanos, só duas estão em testes finais de fase 3 — uma da chinesa Sinopharm e outra da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, que tem parte do teste realizada no Brasil. A chinesa Sinovac Biotech deve se tornar a terceira no final deste mês, também com testes no Brasil.

Resultados iniciais do primeiro teste de pequena escala da vacina desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou, com humanos mostraram que ela é segura para o uso, de acordo com outra reportagem de domingo da RIA.

“Lá para 14-15 de agosto, espero, a quantidade pequena de vacina que devemos ser capazes de produzir entrará em circulação pública”, afirmou Alexander Ginsburg, o diretor do instituto, de acordo com uma citação.

Isso será equivalente a um teste de fase 3, já que as pessoas que receberem a vacina ficarão sob supervisão, noticiou a RIA, sempre citando Ginsburg.

Os testes de fase 1 e fase 2 normalmente verificam a segurança de um remédio antes de este avançar para a fase 3, que testa sua eficiência em um grupo maior de voluntários.

Os testes da vacina do Instituto Gamaleya com humanos começaram em 18 de junho. Nove voluntários receberam uma dose e nove outros testaram sua dose de reforço em potencial.

O grupo não teve nenhum efeito colateral significativo e deve ter alta do hospital na quarta-feira, noticiou a RIA no domingo, citando um diretor da Universidade Sechenov de Moscou, onde o teste ocorreu.

“Dados disponíveis atualmente… mostram que os voluntários desenvolveram uma reação imunológica à vacina contra coronavírus”, declarou o Ministério da Defesa, envolvido nos testes, nesta segunda-feira, segundo uma citação da RIA. Outros 20 voluntários receberam a vacina em um hospital militar no dia 23 de junho.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!