Restam ainda outras 12 pedras de diamantes repatriadas pelo Ministério Público Federal a serem vendidas. Ainda não há data prevista para este leilão.

As pedras preciosas foram compradas pelos doleiros como forma de ocultar ainda mais os valores de Cabral. (Foto: Reprodução)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) — As barras de ouro e pedras de diamante do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foram vendidas nesta quarta-feira (29) por R$ 4,6 milhões pela Justiça Federal.

As pedras preciosas fazem parte dos valores que Cabral mantinha no exterior em nome dos irmãos doleiros Renato e Marcelo Chebar, que chegava no total a cerca de US$ 100 milhões. Os dois firmaram delação premiada e entregaram o dinheiro às autoridades.

A pedra mais cara foi um diamante de 4,05 quilates, que tem o terceiro maior grau de pureza da escala (VVS1). Em formato de gota, ele foi comprado por R$ 335 mil. O valor arrecadado supera a avaliação inicial das peças, de R$ 3,8 milhões.

Restam ainda outras 12 pedras de diamantes repatriadas pelo Ministério Público Federal a serem vendidas. Ainda não há data prevista para este leilão.

As pedras preciosas foram compradas pelos doleiros como forma de ocultar ainda mais os valores de Cabral. O objetivo era fugir de auditorias de bancos da Suíça, que apertaram a fiscalização após o país ser criticado internacionalmente pelas regras frouxas de compliance que facilitavam a lavagem de dinheiro.

As cinco barras de ouro (quatro de um quilo, e uma de meio quilo, todas de 24 quilates) foram adquiridas em 2011. As pedras de diamante, compradas em julho e setembro de 2016 -dois meses antes da prisão do ex-governador. Tudo estava guardado em dois cofres em Genebra (Suíça).

Cabral inicialmente negava ser o dono das pedras preciosas, mas depois confessou ser o dono dos valores -embora não tenha sido o responsável pela ideia das compras. O reconhecimento também fez parte do acordo de delação premiada firmado com a Polícia Federal e homologado pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal).

O MPF iniciou um processo de cooperação jurídica com autoridades suíças em dezembro de 2016, quando a delação dos irmãos Chebar foi fechada. Elas chegaram ao país em março.

A Justiça Federal ainda tenta organizar o leilão das joias com que Cabral presenteou sua mulher, Adriana Ancelmo. Ambos foram condenados pelo uso das peças para lavagem de dinheiro.

Um leilão chegou a ser marcado para vender 40 joias encontradas na casa do casal em novembro de 2016. Ele foi cancelado após a Folha de S.Paulo revelar que a avaliação feita permitia um desconto de 78% em comparação ao valor de compra.

O juiz Marcelo Bretas determinou que os delatores das joalherias H. Stern e Antônio Bernardo avaliassem as peças de suas lojas. A perícia, porém, foi adiada em razão da pandemia do novo coronavírus.

A PF também apreendeu outras 97 joias em dezembro de 2016 na operação que prendeu a ex-primeira-dama. O leilão dessas peças ainda não foi marcado.

Cabral também devolveu outras 27 joias que manteve escondidas até fechar a delação com a PF. Entre elas, está a peça mais cara adquirida por Cabral. Trata-se do brinco espeto de turmalina paraíba com diamantes, que custou R$ 612 mil. Outras duas peças com a pedra rara também foram entregues às autoridades: um colar (R$ 229 mil) e um anel (RS 159 mil).

As três foram adquiridas na joalheria Antônio Bernardo para presentear a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo em seu aniversário de 42 anos.

Cabral é réu em 31 ações penais decorrentes da Lava Jato, além de outras duas ações criminais sem relação com a operação. Já foi condenado em 13 processos, cujas penas somam mais de 282 anos de prisão.

Polícia Federal cumpre mandados de buscas e apreensão na Assembleia Legislativa de PE

Foto: reprodução

A Polícia Federal em Pernambuco está dando cumprimento, na presente data, a 10 mandados de busca e apreensão expedidos pela 13ª Vara Federal do Recife, na denominada Operação Coffee Break, um desdobramento da Operação Casa de Papel, deflagrada no mês passado.

De acordo com os dados coletados na investigação, as empresas controladas pela organização criminosa apurada na Operação Casa de Papel vêm sendo beneficiadas há tempos com contratações milionárias efetuadas pela Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, de quase R$ 40 milhões de reais.

Essa nova fase da investigação apura a solicitação de vantagem indevida feita por um servidor comissionado da ALEPE, que atuava na comissão de pregoeiros e no setor responsável pelos pagamentos, em razão de estar favorecendo internamente essas empresas. O pedido de propina foi travestido de um convite para tomar um café, daí o nome da operação de hoje.

04 (quatro) mandados estão sendo cumpridos na ALEPE e os demais em residências de alguns envolvidos em Recife (Poço de Panela, Bongi, Graças), Gravatá e Ipojuca.

O servidor comissionado e o líder da organização criminosa estão sendo indiciados pela prática dos crimes de corrupção, advocacia administrativa e dispensa indevida de licitação.

Foi determinado pelo Juiz Federal, ainda, o afastamento temporário do referido servidor comissionado de suas funções de pregoeiro bem assim de qualquer atribuição que envolvesse licitações e a execução de contratos.

Nota oficial da PF

Covid-19: Brasil ultrapassa 90 mil mortes e 2,5 milhões de casos 

Covid-19-Boletim_Brasil

Conforme o Boletim Epidemiológico da covid-19, divulgado hoje (29) pelo Ministério da Saúde, o Brasil registrou 90.134 mortos pela doença desde o início da pandemia. A soma das pessoas infectadas desde o início da contagem atingiu 2.553.265. Nas últimas 24 horas, foram 70.074 novas notificações incorporadas no sistema do Ministério da Saúde. Ontem o total era de 2.483.191.

Há 675.712 pacientes em acompanhamento e 1.787.419 pessoas já se recuperaram da covid-19.

Foram 1.595 novos registros de mortes nas últimas 24h. O alto número se deveu à inclusão dos dados de São Paulo de ontem. No balanço divulgado pelo Ministério da Saúde ontem, o painel marcava 88.539 falecimentos.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes são São Paulo (21.676), Rio de Janeiro (13.033), Ceará (7.643), Pernambuco (6.484) e Pará (5.694). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são Mato Grosso do Sul (328), Tocantins (364), Roraima (493), Acre (510) e Amapá (449).

Agência Brasil

Dias Toffoli suspende investigações contra José Serra 

toffoli_serra

Presidente do STF concedeu liminar suspendendo todas as investigações contra o senador tucano nas justiças eleitoral e federal. Decisão veio poucas horas após Serra e a filha Verônica se tornarem réus por corrupção nas obras do Rodoanel.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, suspendeu no início da noite desta quarta-feira, 29, as investigações contra o senador José Serra (PSDB) nas justiças eleitoral e federal. Toffoli também impediu buscas da PF no gabinete do parlamentar.

A decisão liminar de Toffoli veio poucas horas depois que o senador tucano e sua filha Verônica Serra se tornaram réus por corrupção em obras do Rodoanel.

Segundo o site O Antagonista, o presidente do STF entendeu que a apuração não se limitou ao mandato anterior e extrapolou para o atual, o que só poderia ocorrer com autorização do Supremo.

Brasil 247

Banco Central anuncia lançamento da nota de R$ 200 
Nova cédula terá como personagem o lobo-guará

BC

A partir do fim de agosto, os brasileiros poderão circular com um novo tipo de cédula. O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje (29) a criação da nota de R$ 200.

A cédula terá como personagem o lobo-guará. O anúncio foi feito pelo Banco Central (BC), que convocou uma entrevista coletiva para apresentar a nova nota.

Em comunicado, o BC informou que deve imprimir 450 milhões de notas de R$ 200 até o fim de 2020. A data exata do lançamento da cédula ainda não foi anunciada. A autoridade monetária informou apenas que as notas deverão entrar em circulação no fim do próximo mês.

Agência Brasil

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!