Monthly Archives: junho 2020

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informou em nota que foi  registrado hoje mais um caso de covid-19. A cidade chegou a 15 casos.

Trata-se de um paciente do sexo masculino, de 39 anos, autônomo, contato do empresário que testou positivo ontem.

Ele apresentou sintomas sugestivos para covid-19 e ao realizar o teste na nossa Unidade de Campanha, após o tempo indicado pelo protocolo do MS, apresentou resultado positivo.

Ele está bem, sem sintomas, e cumpre isolamento domiciliar com outros componentes da família. A atenção básica e a Vigilância estão realizando o acompanhamento.

“Por último, informamos que hoje foram realizados mais 14 testes rápidos, todos negativos para covid-19”, diz a prefeitura em nota.

 

Pernambuco confirma mais 1.004 novos casos de Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta sexta-feira (5), 1.004 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 205 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 799 como leves. Agora, Pernambuco totaliza 38.511 casos já confirmados, sendo 15.497 graves e 23.014 leves.

Além disso, foram confirmadas 71 mortes, ocorridas desde o dia 13 de abril. Com isso, o Estado registra 3.205 óbitos pela Covid- 19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Sétimo estado do Brasil com mais casos do novo coronavírus (38.511), 91% dos municípios pernambucanos já foram afetados pela pandemia. Das 184 cidades, apenas 20 não têm registros da doença, localizadas sobretudo no Sertão. Diante deste quadro, a reportagem do Diário de Pernambuco foi em busca dos motivos por trás deste cenário onde não há ocorrências da Covid-19 e conversou com Neison Freire, pesquisador do Centro Integrado de Estudos Georreferenciados para a Pesquisa Social (Cieg) da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), responsável por coordenar um painel que mapeia o alastramento do vírus no estado.

Os municípios, sem casos do coronavírus, de acordo com boletim da Secretaria Estadual de Saúde são os seguintes: Beijinho, Ingazeira, Solidão, Calumbí, Flores, Manari, Belém de São Francisco, Manari, Cedro, Mirandiba, Verdejante, Dormentes, Santa Maria da Boa Vista, Exu, Granito, Santa Filomena, Moreilândia, Iati, Calçado e Salgadinho.

Antes de tudo, Neison alerta para dois fatores que contribuem para a falta de ocorrências. Primeiro, o fato de que 90% deles não estão às margens de rodovias federais. “Menos circulação de pessoas e mercadorias. Isso é um fator importante: o isolamento geográfico”, afirmou. Os únicos municípios com trânsito nas rodovias são Belém de São Francisco (BR-316) e Exu (BR-122). “Mesmo assim eles estão em rodovias de baixa movimentação em comparação com a BR-232 ou BR-101”, explicou.

“Menos gente e menos circulação de pessoas, menos trocas com grandes centros regionais”.

O segundo ponto abordado pelo coordenador é o fato de as populações serem de pequeno porte, todas abaixo de 20 mil habitantes. “Menos gente e menos circulação de pessoas, menos trocas com grandes centros regionais. Então são populações que vivem do seu entorno, do seu comércio com sítios”. Além disso, Neison trouxe outros três pontos, com base em uma pesquisa realizada pela Fundaj durante o mês de maio: a rapidez e rigidez das prefeituras em questão. E para isso, foi necessário um comparativo com 20 cidades que registraram ocorrências, levando em conta os maiores graus de variações dos casos. O primeiro fator abordado foram as barreiras sanitárias. Ou melhor, a velocidade com que foram instaladas. No grupo dos municípios sem contaminação, 80% inseriram antes da primeira cidade do grupo de contaminados. “Eles não só instalaram barreiras a mais tempo como tinha município que começou no início do isolamento”, disse, sendo os casos de Angelim (desde 30 de março) e Santa Filomena (desde 1º de abril). Enquanto isso, cidades com registros do vírus utilizaram as barreiras, em média 22 dias antes.

Em relação ao confinamento social, a pesquisa também avaliou, nos dois grupos, se o comércio não essencial estava fechado. No grupo “sem” Covid-19, 11 municípios responderam que “sim”, situação que já dura há aproximadamente 65 dias em média. Já no grupo dos “com” Covid-19, 15 dos 20 municípios estão há aproximadamente 55 dias com o comércio não essencial fechado.

Assim, barreiras sanitárias, decretos de isolamento, fechamento do comércio, menor densidade populacional e isolamento geográficos são os fatores que contribuem para não haver ocorrências nos respectivos municípios. Não há um fator que se sobrepõe, são todos complementarem. “Não é linear. No Sertão a localização é o mais importante, mas no Agreste, que têm mais circulação, as barreiras são mais importantes. É um conjunto de fatores”. A pesquisa também avaliou o período de fechamento das escolas, mas como este ocorreu de maneira uniforme no estado – no dia 18 de março-, não foi detectada diferença. O coordenador evitou traçar um prognóstico se as 20 cidades vão permanecer ilesas pela pandemia. “Não trabalho com previsão nem predição (previsão baseada em mapas). Porque é algo novo, não temos elementos, um padrão conhecido. A pesquisa é para aprender com os padrões. Nenhuma doença se espalhou tão rápido. O que posso dizer é que ainda não chegamos ao pico da pandemia, então ele ainda vai continuar crescendo”, concluiu.

Diário de Pernambuco

O Senado aprovou hoje (4) o Projeto de Lei 10.75/2020, que institui um apoio financeiro para o setor cultural devido à pandemia do novo coronavírus. As atividades do setor (cinema, shows musicais e teatrais, entre outros) foram um dos primeiros a parar quando a epidemia se tornou uma realidade no Brasil. O projeto segue para sanção presidencial.

O projeto prevê o pagamento de auxílio emergencial mensal para os trabalhadores da área cultural, além de um subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais. Para dar esse apoio ao setor, o projeto determina que a União repasse R$ 3 bilhões aos estados, municípios e Distrito Federal, responsáveis pela aplicação dos recursos necessários de sustentação do setor.

Além disso, o PL prevê a realização de editais, chamadas públicas e prêmios, dentre outros artifícios, com a finalidade de desenvolver atividades de economia criativa e economia solidária no setor, além de propiciar a realização de atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet.

“Em todo o mundo, uma das primeiras medidas tomadas para diminuir os riscos de contaminação foi o fechamento de museus, salas de cinema, teatros e centros culturais, assim como o cancelamento de shows e outros espetáculos artísticos”, disse o relator do projeto no Senado, Jaques Wagner (PT-BA). O relator acrescentou a necessidade do Estado de “adotar medidas que ofereçam o apoio necessário para que o segmento cultural possa superar as árduas condições trazidas pela pandemia”.

Vários senadores, como Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Weverton Rocha (PDT-MA) e Rose de Freitas (Podemos-ES), dentre outros, decidiram retirar as emendas que tinham apresentado ao projeto, para facilitar sua aprovação sem alterações de mérito. Assim, o projeto pôde seguir para sanção presidencial, sem ter que voltar à Câmara para uma reanálise.

Lei Aldir Blanc

O PL foi batizado de Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compositor carioca Aldir Blanc, morto há exatamente um mês, em decorrência de complicações causadas pelo covid-19.

O nome da lei foi proposto pela deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), relatora da matéria na Câmara.

Agência Brasil

De acordo com informações do Palácio do Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco, é falso o vídeo que está circulando nas redes sociais afirmando que o Governo do Estado estaria distribuindo frascos de aproximadamente 1 litro de álcool em gel em caixas com areia.

O álcool em gel entregue pelo Estado é produzido pelo Lafepe e distribuído em embalagens de 5 litros, e as doações recebidas pela gestão e direcionadas aos municípios seguem em embalagens de 100ml e 500ml.

Não compartilhe fake news. Antes de repassar alguma notícia, confirme em fontes oficiais

A Secretaria de Estado da Saúde ficará com pouco mais de R$ 210 mil, enquanto R$ 11,395 milhões serão distribuídos entre os municípios.

A Comissão Intergestores Bipartite, da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba, aprovou a distribuição entre os municípios paraibanos de recursos enviados pelo Ministério da Saúde para o combate à covid-19. A Secretaria de Estado da Saúde ficará com pouco mais de R$ 210 mil, enquanto R$ 11,395 milhões serão distribuídos entre os municípios.

São R$ 3,201 milhões para João Pessoa, o equivalente a R$ 4 por habitante, e R$ 1,222 milhão para Campina Grande, o equivalente a R$ 3 por habitante. As demais secretarias municipais receberão R$ 2,50 por habitante.

A resolução, que já havia sido publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 30 de maio, foi republicada nesta sexta-feira (5), devido a incorreções.

Os valores recebidos devem ser utilizados para a aquisição de insumos a fim de garantir atendimento nas Unidades de Saúde que estão atuando no enfrentamento da pandemia, sendo os casos leves no âmbito da Atenção Primaria em Saúde – APS, casos moderados nos serviços de Urgência e Emergência e casos graves nas referencias Hospitalares, conforme Plano de Contingência Estadual para Covid-19 vigente.

Governador da Paraíba anuncia que testes de covid-19 serão feitos em casas sorteadas

A novidade foi anunciada pelo governador em entrevista coletiva realizada virtualmente na manhã desta sexta-feira (5).

Testes serão realizados em residências aleatórias para saber quem teve ou tem a doença (Foto: Reprodução)

O governador da Paraíba, João Azevêdo, revelou que a Secretaria de Saúde deve começar a realizar testes de covid-19 em casas definidas por sorteio. A ideia é ter um número mais aproximado da realidade dos casos da doença no estado.

A novidade foi anunciada pelo governador em entrevista coletiva realizada virtualmente na manhã desta sexta-feira (5), após a visita técnica de João Azevêdo ao novo hospital das clínicas de Campina Grande.

Além da testagem, o governador afirmou que também será iniciada uma pesquisa pelo telefone. Segundo João Azevêdo, esses dados, associados às informações do aplicativo ”Monitora covid-19”, que já conta com mais de 10 mil usuários, trarão indicações dos melhores caminhos a tomar.

Nesta quinta-feira (4), o município proibiu o acesso de crianças de até 12 anos e idosos a partir de 60 anos a lojas, shopping e galerias. A decisão foi tomada para reduzir a circulação de pessoas no comércio da cidade.

De acordo com o decreto, as exceções são apenas para bancos, casas lotéricas, laboratórios, supermercados, farmácias e clínicas médicas. Os comerciantes deverão realizar controle de acesso às suas instalações.

Além da restrição de idades, é preciso ficar atento a outras determinações como o uso de máscara, controle do número de pessoas dentro dos estabelecimentos, disponibilização de álcool em gel e aferição de temperatura de cada cliente. Lembrando que o comércio de Petrolina iniciou a reabertura gradual na última segunda-feira (1°).

Blog Nossa Voz

Sobe para 70 o número de casos do novo coronavírus em Trindade

Foto: reprodução

O município de Trindade, no Sertão de Pernambuco, registrou mais quatro casos do novo coronavírus nesta quinta-feira (04).

O município soma agora 70 casos confirmados da doença, 55 curas clínicas, quatro óbitos e 19 casos em investigação.

Nascidos em junho já podem sacar 2ª parcela do auxílio de R$ 600

 

A segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 está liberada, a partir desta sexta-feira (5), para cerca de 2,6 milhões de brasileiros nascidos no mês de junho. As retiradas podem ser feitas em agências da Caixa Econômica ou nas casas lotéricas.

A liberação dos recursos vale neste momento para todos aqueles beneficiários que receberam o primeiro pagamento até o dia 30 de abril.
Além dos que fazem aniversário em junho, o saque da segunda parcela do benefício segue disponível aos nascidos entre os meses de janeiro e maio, que tiveram os recursos liberados nos últimos dias.
Caso não efetivem o saque, os aniversariantes dos cinco primeiros meses do ano ainda podem sacar os valores até o final do calendário, que se encerra no dia 13 de junho.
Blog do Magno

Yanê Montenegro, esposa de Alceu Valença, disse, ontem, ao blog, que vai denunciar, junto à produtora e editora do cantor, o pré-candidato a prefeito de Tabira pelo PT, Flávio Marques, pelo crime de desrespeito ao direito autoral. O petista postou nas redes sociais um vídeo se despedindo do cargo de secretário municipal com mensagem indireta ao projeto eleitoral usando como trilha sonora uma canção de Alceu sem autorização prévia dele.

E ainda teve a cara de pau de dizer que havia pago a taxa do Ecad para uso da música e que isso respaldaria sua decisão. “Mentira. Isso não tem nada a ver. Ele vai ter que deletar o vídeo. Já denunciamos o uso indevido e criminoso, principalmente em se tratando de política, que Alceu não autoriza”, disse Yanê.

Chega a 70 o número de casos registrados de Covid-19 em Araripina

Foto: Blog do Roberto

Mais oito casos de Covid-19 foram registrados nesta quinta-feira (4) em Araripina, no Sertão de Pernambuco. O boletim da prefeitura não informou o estado de saúde dos novos pacientes com a doença.

O município soma agora 70 casos do novo coronavírus, 36 curas clínicas, três óbitos e dois casos em investigação.

De acordo com a prefeitura, foram realizados 351 testes de Covid-19 na cidade, sendo 307 testes rápidos e 44 exames feitos no Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

O atacante do PSG está em sétimo lugar com ganhos de US$ 95,5 milhões (R$ 487 milhões).

Apesar de a própria Forbes ter divulgado no último dia 29 que Kylie Jenner, 22, mentia sobre o seu patrimônio, a influenciadora é a primeira colocada no ranking. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O jogador Neymar, 28, é o único brasileiro a aparecer na lista das 25 celebridades mais bem pagas do mundo, divulgada nesta quinta (4) pela Forbes. O atacante do PSG está em sétimo lugar com ganhos de US$ 95,5 milhões (R$ 487 milhões). Ele fica atrás dos jogadores Lionel Messi (5º lugar) e Cristiano Ronaldo (4º lugar), ambos que tiveram rendimentos de US$ 104 milhões (R$ 530 milhões).

Apesar de a própria Forbes ter divulgado no último dia 29 que Kylie Jenner, 22, mentia sobre o seu patrimônio, a influenciadora é a primeira colocada no ranking. 

Segundo a revista, ela teve faturamento de US$ 590 milhões (R$ 3 bilhões), sendo que a maior parte da fortuna veio da venda de 51% de sua empresa de cosméticos para a Coty.

“Embora ela tenha exagerado ao longo dos anos sobre a grandiosidade de seus negócios, o valor levantado na transação é real — o suficiente para ser classificado como um dos maiores ganhos de celebridades de todos os tempos”, explica a publicação.

O segundo lugar é ocupado pelo cunhado de Kylie, Kanye West, que faturou US$ 170 milhões (R$ 867 milhões), sendo a maior parte de seus ganhos pelo acordo de sua linha de tênis Yeezy com a Adidas.

A lista da Forbes ainda conta com artistas como Ryan Reynolds (18ª colocação) e Taylor Swift (25ª). Confira o ranking:

1 Kylie Jenner
2 Kanye West
3 Roger Federer
4 Cristiano Ronaldo
5 Lionel Messi
6 Tyler Perry
7 Neymar
8 Howard Stern
9 Lebron James
10 Dwayne Johnson
11 Rush Limbaugh
12 Ellen Degeneres
13 Bill Simmons
14 Elton John
15 James Patterson
16 Stephen Curry
17 Ariana Grande
18 Ryan Reynolds
19 Gordon Ramsay
20 Jonas Brothers
21 The Chainsmokers
22 Dr Phil McGraw
23 Ed Sheeran
24 Kevin Durant
25 Taylor Swift

A partir de 15 de junho, os trabalhadores poderão sacar até R$ 1.045 do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A retirada foi autorizada pela Medida Provisória 946, como forma de ajudar aqueles que tiveram perda de renda durante a pandemia do novo coronavírus. A expectativa é de de que cerca de 60,8 milhões de pessoas sejam beneficiadas e de que R$ 36,2 bilhões sejam sacados do fundo. Há a estimativa ainda de que 80% das contas de FGTS sejam zeradas com o saque.

O calendário ainda será divulgado pela Caixa, mas o prazo final para sacar o benefício será 31 de dezembro deste ano. Pode sacar o benefício qualquer pessoa que tenha conta ativa ou inativa. Mas, diferentemente do saque liberado no ano passado, o total liberado levará em consideração todas as contas do trabalhador. Ninguém poderá sacar mais de R$ 1.045, ainda que tenha duas ou três contas com valores maiores. Quem não retirou os recursos liberados no ano passado não poderá sacar os de agora.
Continua depois da publicidade

 

Além de prever o saque excepcional do FGTS, a MP acaba com o fundo PIS-Pasep, cujo patrimônio passará a ser administrado pelo FGTS. Contudo, a mudança não altera os pagamentos anuais do abono salarial PIS-Pasep. O fundo vale para quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada ou foi servidor público civil ou militar entre 1971 e 1988. O governo utilizou esse dinheiro para dar liquidez ao FGTS, mas preservando o patrimônio das contas individuais desses trabalhadores. 

As contas vinculadas individuais dos participantes do Fundo PIS-Pasep, mantidas pelo FGTS após a transferência, passam a ser remuneradas pelos mesmos critérios aplicáveis às contas vinculadas do FGTS e poderão ser livremente movimentadas, a qualquer tempo, de acordo com a lei. Os recursos remanescentes nas contas serão tidos por abandonados a partir de 1º de junho de 2025, e passarão a ser propriedade da União. Para saber se tem direito, o trabalhador ou seus herdeiros devem consultar a Caixa Econômica Federal, responsável pelo pagamento do PIS, e o Banco do Brasil, no caso do Pasep.
*Estagiário sob supervisão de Fernando Jordão 
  • Tags
  • #junho
  • #disponível
  • #fgts
  • #saque

Diversos governos locais têm adotado medida para tentar evitar disseminação do coronavírus, mas não há lei nacional. Proposta segue para a Câmara dos Deputados.

O texto já foi aprovado pela Câmara dos Deputados, mas, como foi alterado pelos senadores, deverá ser reanalisado pelos deputados. (Foto: Reprodução)

O Senado aprovou nesta quinta-feira (4) o projeto que obriga uso de máscara em todos os locais públicos e privados acessíveis ao público no país.

O texto já foi aprovado pela Câmara dos Deputados, mas, como foi alterado pelos senadores, deverá ser reanalisado pelos deputados.

Diversos governos locais têm adotado o uso obrigatório de máscara em locais públicos. Não há, contudo, uma lei nacional sobre o tema. O uso é recomendado pelas autoridades de saúde como uma das formas de se evitar a disseminação do novo coronavírus.

No Distrito Federal, por exemplo, está em vigor uma norma que prevê o uso obrigatório de máscaras em espaços públicos. O cidadão que descumpre o decreto está sujeito à multa de R$ 2 mil e pode responder pelo crime de infração de medida sanitária, cuja pena é de até um ano de reclusão.

Entenda o projeto

O projeto aprovado pelo Senado altera uma lei federal, deste ano, que detalha medidas de enfrentamento à pandemia.

De acordo com o texto, a população terá de usar o objeto nos seguintes espaços:

  • veículos de motoristas de aplicativos, táxis;
  • ônibus, aviões ou navios fretados, de uso coletivo;
  • estabelecimentos comerciais e industriais;
  • qualquer lugar fechado em que haja reunião de pessoas.
  • Quem descumprir a regra, terá de pagar multa. O valor dessa será definido pelos estados. A multa poderá ficar mais cara se o cidadão cometeu a infração pela segunda vez e em ambiente fechado.

Sérgio Moro, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública. 

O ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu as instituições democráticas, atacadas por Bolsonaro, e afirmou que não há espaço para ameaças ao “país invocando falso apoio das Forças Armadas para aventuras”.

“Manipular a opinião pública, estimulando ódio e divisão entre a população é péssimo. Temos mais coisas em comum do que divergências. Democracia é tolerância e entendimento”, assinalou o ex-ministro em artigo publicado no jornal O Globo, na quarta-feira (3). No texto, Moro faz críticas ao governo de Bolsonaro sem citar seu nome.

“Há espaço para todos. Não há problema na presença de militares no governo, considerando seus princípios e preparo técnico. Não há espaço, porém, para ameaçar o país invocando falso apoio das Forças Armadas para aventuras”.

Segundo Moro, “combater a corrupção continua sendo um objetivo primário para fortalecer a economia e a democracia, mas não se pode fazer isso enfraquecendo as instituições de controle com ameaças e interferências arbitrárias. Tampouco servem a esse objetivo a celebração de algumas questionáveis alianças políticas e a retomada de velhas práticas”.

“É melhor, como outros já disseram, ‘colocar a bola no chão’, agir com prudência, observar a lei, respeitar as instituições, buscar o consenso necessário para combater a pandemia, assim protegendo as pessoas, bem como para recuperar empregos e a economia”, disse.

Moro defendeu que “os órgãos policiais, encarregados de apurar crimes, por vezes, dos próprios governantes, não podem ficar sujeitos ao arbítrio do mandatário de ocasião”.

O ex-ministro da Justiça também criticou o comportamento de Bolsonaro diante da pandemia. O ex-juiz pediu uma “busca de consenso” para o combate ao coronavírus e afirmou que insistir na maneira tosca de tratar o problema, até agora, “nada ajudou contra a pandemia ou para recuperar a economia”. “Não parece ser o melhor caminho”.

Moro pediu demissão do Ministério da Justiça por conta das tentativas de Jair Bolsonaro de interferir politicamente na Polícia Federal e proteger sua família e aliados de investigações.

No artigo, Sérgio Moro faz análise de que Jair Bolsonaro não separa o Estado de sua pessoa e vê os Poderes Judiciário e Legislativo como “inconvenientes”.

“É essencial separar o Estado da pessoa do governante. As instituições de Estado, ainda que sujeitas a algumas orientações políticas, estão vinculadas à aplicação neutra e apartidária da lei”.

“Os órgãos do Estado, afinal, têm sua atuação regrada pela lei e por finalidade atender o bem-estar comum e não cumprir os caprichos e arbítrios do governante do momento”.

“Não é o caso de falar em totalitarismo ou mesmo em ditadura, no presente momento, mas o populismo, com lampejos autoritários, está escancarado”.

Foram realizados mais de 32 mil exames (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou até a tarde desta quinta-feira (4) um total de 17.579 infectados com a covid-19. Os números divulgados também incluem o total de 17.516 casos descartados, 438 mortes confirmadas e 3.633 casos de pessoas recuperadas. São 1.561 novos casos de Covid-19 e 24 mortes confirmadas desde a última atualização.

  • Casos Confirmados: 17.579
  • Casos Descartados: 17.516
  • Óbitos confirmados: 438
  • Casos recuperados: 3.633
  • Total de municípios: 203

Nesta quinta, 04 de junho, a Paraíba registra 1.561  novos casos de Covid-19 e 24 óbitos confirmados desde a ultima atualização, 7 deles ocorridos nas últimas 24h. São 17.579 paraibanos que já contraíram a doença, 3.633 pessoas que já se recuperaram e 438, infelizmente, faleceram. 56.796 testes para diagnosticar covid-19 já foram realizados, entre testes rápidos e PCR.

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 66%. Se fizermos um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, 81% estão ocupados. Em Campina Grande, estão ocupados 67% de leitos de UTI adulto e no sertão, 54%. No sertão, a taxa de ocupação das UTIs para adultos é de 59% I índice de Isolamento Social foi de 42%, mesmo com as medidas de isolamento rígido na região metropolitana de João Pessoa.

Os casos confirmados estão em 203 dos 223 municípios paraibanos:

*Dados Oficiais preliminares (fonte e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 04/06 sujeitos a revisão.

24 óbitos foram confirmados, 07 deles ocorreram nas ultimas 24h

Homem, 47 anos, residente em Alagoa Nova. Hipertenso, obeso e sequelado de AVC. Início dos sintomas, em 19/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 30/05.

Mulher, 42 anos, residente em Areial. Portadora de diabetes e doença respiratória. Início dos sintomas 04/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 13/05.

Homem, 56 anos, residente em Cabedelo.  Portador de doença hepática. Início dos sintomas, em 01/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 03/06.

Mulher, 96 anos, residente em Campina Grande. Cardiopata. Início dos sintomas, em 19/05. interna em hospital público, veio a óbito no dia 26/05.

Mulher, 77 anos, residente em Campina Grande. Cardiopata. Início dos sintomas, em 02/05. interna em hospital público, veio a óbito no dia 05/05.

Homem, 74 anos, residente em Campina Grande. Cardiopata. Início dos sintomas, em 04/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 09/05.

Homem, 63 anos, residente em Campina Grande. Nenhuma comorbidade informada. Início dos sintomas, em 02/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 12/05.

Homem, 68 anos, residente em Campina Grande. Nenhuma comorbidade informada. Início dos sintomas, em 01/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 12/05.

Homem, 69 anos, residente em Campina Grande. Diabético. Início dos sintomas, em 04/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 30/05.

Homem, 22 anos, residente em Campina Grande. Portador de doença respiratória. Início dos sintomas, em 07/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 26/05.

Homem, 76 anos, residente em Campina Grande. Cardiopata e hipertenso. Início dos sintomas, em 15/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 19/05.

Homem, 67 anos, residente em Campina Grande. Hipertenso. Início dos sintomas, em 19/04. interno em hospital público, veio a óbito no dia 24/05.

Mulher, 83 anos, residente em Campina Grande. Hipertensa. Início dos sintomas, em 30/04. interna em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Homem, 43 anos, residente em Campina Grande. Sem comorbidade. Início dos sintomas, em 13/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Homem, 65 anos, residente em Campina Grande. Diabético, cardiopata. Início dos sintomas, em 03/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 13/05.

Homem, 45 anos, residente em Cuité. Nenhuma comorbidade informada. Início dos sintomas, em 12/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 03/06.

Homem, 84 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas, em 15/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 03/06.

Mulher, 65 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas, em 30/05. interna em hospital público, veio a óbito no dia 03/06.

Homem, 73 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas, em 15/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 02/06.

Homem, 69 anos, residente em João Pessoa. Sem Comorbidade. Início dos sintomas, em 12/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 03/06.

Homem, 73 anos, residente em Mataraca. Diabético e cardiopata. Início dos sintomas, em 24/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 03/06.

Mulher, 86 anos, residente em Santa Luzia. Diabética e Hipertensa. Início dos sintomas, em 14/05. interna em hospital público, veio a óbito no dia 04/06.

Homem, 69 anos, residente em Santa Rita. Diabético e hipertenso. Início dos sintomas, em 26/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 28/05.

Homem, 83 anos, residente em Santa Rita. Diabético. Início dos sintomas, em 06/05. interno em hospital público, veio a óbito no dia 15/05

Ministério da Saúde volta a atrasar a divulgação do balanço diário sobre a doença. O Brasil tem agora 614.941 casos confirmados. Em 24 horas, foram mais 30.925 contágios

Pelo terceiro dia consecutivo, o Brasil bateu o recorde de confirmações de mortes pelo novo coronavírus em 24 horas e ultrapassou a Itália em números absolutos, se tornando o terceiro país com mais casos fatais pela covid-19 no mundo. Nesta quinta-feira (4/6), o país confirmou mais 1.473 mortes pela doença e soma 34.021. De acordo com dados da Universidade John Hopkins, o Brasil só fica atrás dos Estados Unidos, que tem 108.208 mortes, e do Reino Unido, 39.987. 

Continua depois da publicidade

Nesta quinta, o Brasil ultrapassou o número de fatalidades da Itália, que, até a última atualização, tinha 33.689 registros, ou seja, 332 mortes a menos que o total brasileiro. A pasta também confirmou mais 30.925 casos do novo coronavírus e, com a adição dos casos, o Brasil totaliza 614.941 infectados.

 

Em meio à crise de saúde no país, a atualização de casos e mortes feita diariamente pelo Ministério da Saúde por volta de 19h, atrasou assim como ontem. Nesta quarta-feira (3/4), o ministério divulgou os dados atualizados mais tarde, às 22h, “devido a problemas técnicos”. Nesta quinta, sem informar anteriormente que atrasaria, a pasta atualizou os dados às 21h58. Dessa vez, o Ministério da Saúde não explicou o motivo do atraso. 

 

Além disso, em meio a pandemia, a pasta está há 20 dias sem ministro da Saúde. O ministério tem como chefe interino o general Eduardo Pazuello, que na gestão do ex-ministro Nelson Teich foi nomeado como secretário-executivo da pasta. Como ministro interino, Pazuello nunca participou das coletivas sobre o combate ao novo coronavírus realizadas quase diariamente no Palácio do Planalto. 

 

Os representantes da equipe da Saúde presentes na coletiva realizada mais cedo nesta quinta foram questionados sobre a presença do ministro. No entanto, nenhum dos presentes quis responder e pediu que a demanda fosse enviada para a assessoria de comunicação. 

 

Estavam presentes o secretário substituto de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário; a secretária substituta de Atenção Primária, Daniela Ribeiro; a diretora substituta do Departamento de Saúde da Família, Larissa Gabrielle Ramos; e a diretora substituta do departamento de articulação estratégica de vigilância em saúde, Greice Madeleine.

 

Interiorização

Ainda em curva de ascendência de casos, o país já tem 4.222 mil municípios com registro de casos de covid-19, ou seja, há a confirmação de um ou mais infectados em 75,8% do território brasileiro. Em relação aos óbitos, 1.821 cidades já têm mortes pelo novo coronavírus, ou seja, 32,7% de todos os municípios brasileiros. 

 

Apesar do secretário substituto de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, enfatizar que a maioria dos municípios ainda tem um pequeno número de casos, a interiorização da doença pode ser vista com o aumento de cidades atingidas em dois meses. Em 2 de abril, 471 cidades reportaram casos. Dois meses depois, em 2 de junho, o número cresceu para 4178 municípios. Ou seja, em dois meses 3.707 novas cidades confirmaram pelo menos um caso da doença. “Lembrando que a grande maioria reportou um pequeno número de casos mostrando a importância do monitoramento dos contatos”, alertou Macário em coletiva de imprensa feita antes da divulgação dos números desta quinta-feira; 

 

O secretário substituto de Vigilância em Saúde não soube precisar quando será o pico da doença no Brasil. “ Não é possível prever quando vai ser o pico, se eu soubesse seria fácil agir, mas essas estimativas são modelos teóricos que estão disponíveis para todos. A gente trabalha com números reais, então o que a gente observa é essas tendências semana após semana”, pontuou. 

 

No entanto, Macário afirmou que espera uma tendência de estabilização nas próximas semanas. “O que a gente tem observado é uma tendência à estabilização nas próximas semanas por conta de um período sazonal que historicamente diminui a transmissão de doenças respiratórias na região norte e nordeste”, afirmou.

 

Estados

São Paulo, epicentro da doença, tem registro de infecção em 543 dos 645 municípios, sendo que 8.560 pessoas já morreram pela doença. Além disso, o estado tem 129.200 casos da doença. O Rio de Janeiro é o segundo estado com mais mortes e casos pela covid-19 com 6.327 mortes e 60.932 casos. 

 

Superando a barreira de mil mortes junto com o RJ e SP, o Brasil tem mais cinco estados. São eles: Ceará (3.813), Pará (3.416), Pernambuco (3.134), Amazonas (2.183) e Maranhão (1.062). Juntos com os dois líderes do ranking, esses estados somam 28.495 óbitos, ou seja, 83,7% de todas as mortes já confirmadas. Apenas três estados têm menos de cem mortes cada: Tocantins (87), Mato Grosso (82) e Mato Grosso do Sul (20). 

 

Recuperados 

O Ministério da Saúde divulgou ainda o número de pacientes recuperados da covid-19. Foram liberados 254.963 do total de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. Isso representa 41,5% das pessoas que tiveram a doença. Já os brasileiros que não resistiram representa 5,5% desse montante. Outras 325.957 pessoas, 53% do total, continuam em acompanhamento.

O dinheiro será utilizado para comunicação institucional, ou seja, para fazer publicidade das ações da gestão de Jair Bolsonaro

O governo federal retirou R$ 83,9 milhões que seriam usados no programa Bolsa Família para destinar à Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência (Secom). A medida atinge os recursos previstos para a região Nordeste do País e causou críticas no Congresso por ocorrer durante a pandemia do coronavírus, quando muitas famílias estão sem fonte de renda. O dinheiro será utilizado para comunicação institucional, ou seja, para fazer publicidade das ações da gestão de Jair Bolsonaro.

A portaria que prevê a transferência dos recursos do Orçamento foi publicada na edição desta terça-feira, 2, no Diário Oficial da União (DOU). O ato foi assinado pelo secretário executivo do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues. Segundo técnicos do Congresso, como não há recurso extra, apenas realocação dentro do Orçamento, não é preciso de aval dos parlamentares. O valor total destinado ao Bolsa Família no ano inteiro é de R$ 32,5 bilhões.
Procurado, o Ministério da Cidadania informou que o pagamento do benefício está garantido, mas não esclareceu o motivo da realocação dos recursos.
Para comparação, os R$ 83,9 milhões transferidos para Secom bancar publicidade institucional dariam para comprar 1.263 respiradores hospitalares – ao custo de R$ 66,4 mil cada, um dos preços que o governo federal pagou em compras da Saúde. Ou ainda 856.164 mil testes tipo RT-PCR para detectar a infecção pelo novo coronavírus em pacientes – o preço unitário foi de R$ 98.
A Secom já havia aumentado para R$ 17,8 milhões suas despesas com propaganda durante a pandemia do novo coronavírus. Os recursos estão sendo utilizados para divulgar peças publicitárias com o mote de que é preciso “proteger vidas e empregos”. Depois do fracasso com a campanha “O Brasil não pode parar”, vetada judicialmente, a secretaria e o presidente também adotaram a frase “ninguém fica para trás”.
A campanha institucional da Secom é diferente da produzida pelo Ministério da Saúde para fins de utilidade pública, que tem objetivo de passar orientações sobre a doença covid-19 e o novo coronavírus, bem como recomendações de higiene, etiqueta e distanciamento social e até convocar estudantes de Medicina e Enfermagem, Fisioterapia e Farmácia. O ministério já gastou R$ 61 milhões e deve ampliar a despesa com produção de mais conteúdo.
O dinheiro para bancar a publicidade institucional do governo Bolsonaro tem saído do orçamento de “Enfrentamento da Emergência de Saúde Nacional”, de dois dos ministérios mais envolvidos em ações diretas para atendimento à população, Saúde e Cidadania. A Secom centralizou a produção das peças publicitárias.
A campanha é feita pela agência Calia Y2, sem que tenha havido uma seleção interna das propostas das outras agências contratadas pela Secom, a NBS e a Artplan, como é regra. Isso porque, segundo documentos internos da secretaria, a Calia propôs a realização da campanha, e o governo aprovou e adotou a sugestão. Nesse caso, o processo de seleção é dispensado, conforme previsto nas normas da secretaria.
Na terça-feira, 2, relatório produzido pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Congresso apontou que governou veiculou 2 milhões de anúncios em canais com conteúdos considerados “inadequados”. A lista inclui páginas que disseminam fake news, propagam jogos de azar ilegais e até sites pornográficos.
A Secom disse que a escolha de onde os anúncios seriam veiculados coube ao Google, mas a empresa rebateu e informou ser possível bloquear que propaganda institucional seja publicada neste tipo de site.
Parlamentares criticam realocar recursos em publicidade
Parlamentares criticaram a realocação dos recursos nesta quinta-feira, principalmente por envolver dinheiro que seria destinado à população de baixa renda. “É importante lembrar que isso acontece no momento de aumento da fila do Bolsa Família, ao mesmo tempo que pairam sobre a Secom denúncias de mal uso de suas verbas para a propagação de fake news e mensagens e ódio”, disse a deputada Tabata Amaral (PDT-SP) ao Estadão/Broadcast.
O líder do Novo, deputado Paulo Gamine (RJ), classificou a medida como “imoral”. “No meio a uma crise onde os brasileiros estão perdendo emprego, renda e a extrema miséria vem crescendo no País, é preocupante ver o governo preocupado com publicidade institucional”, disse. Ele afirmou ainda que o recurso da Secom foi reduzido de R$ 273 milhões para R$ 73 milhões na votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2020. “Nós reduzimos esse gasto e agora o governo que recompor esse valor. A que custo? Para que?”, afirmou.
A deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) criticou a ação no plenário da Câmara. “Tirar R$ 83 milhões da boca de famílias pobres para fake news é crime”, disse ela.

Continua depois da publicidade

“Enquanto tivermos pessoas sofrendo na fila do Bolsa Família ou do Auxílio Emergencial, qualquer redução no orçamento do ministério da Cidadania é questionável. Mais ainda quando o recurso acaba direcionado para comunicação”, afirmou o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).
O Estadão revelou em março que a região Nordeste, que teve recursos do Bolsa Família transferidos nesta quinta-feira, só recebeu 3% dos novos benefícios concedidos no mês de janeiro de 2020. Por outro lado, Sudeste e Sul foram priorizadas nas novas concessões e reuniram 75% dos benefícios liberados no primeiro mês deste ano. O Tribunal de Contas da União avalia se houve irregularidade.
Pasta não esclarece motivo da realocação do recurso
O Ministério da Cidadania, responsável pelo Bolsa Família, enviou nota sobre a transferência de recursos do programa assistencial para a Secretaria de Comunicação do Governo, mas não esclareceu o motivo para a realocação do recurso.
“A folha de pagamento do Programa Bolsa Família (PBF), no mês de abril, foi custeada em 95% por recursos do auxílio emergencial. Naquele mês, 13.566.568 famílias beneficiadas com o PBF receberam o benefício. Em abril foram destinados às famílias mais de R$ 15 bilhões”, diz a pasta comandada por Onyx Lorenzoni
“É importante destacar que o auxílio emergencial destinou às famílias do PBF, na Região Nordeste, mais de R$ 7,7 bilhões, em abril, o que beneficiou a 6.851.543 famílias”, conclui o ministério.
O Estadão/Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) procurou o Ministério da Economia, responsável pela operação, além da Secom, para questionar o motivo da transferência, mas não teve resposta até a publicação desta reportagem.

Sari Gaspar Corte Real, esposa do prefeito de Tamandaré (PE), Sérgio Hacker (PSB), que até então teve a sua identidade mantida sob sigilo pela Polícia Civil, é a empregadora da mãe do menino Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos, que morreu ao cair do 9º andar de um edifício de luxo no Recife.

A mãe do garoto, Mirtes Teixeira, confirmou à imprensa a identidade dos patrões, porém, o prefeito, Sérgio Hacker não quis se pronunciar.

 Para a polícia, Sari agiu com negligência quando deveria estar cuidando da criança e por isso responderá por homicídio culposo. Sem ter com quem deixar Miguel, a mãe dele, Mirtes Teixeira, o levou para a casa da patroa na terça. Mas enquanto ela passeava com o cachorro, a criança ficou agitada e tentou encontrá-la. Imagens mostram quando Sari aperta o botão do elevador, que estava no quinto andar, e deixa a criança só no aparelho. Pouco depois ele caiu do nono andar. O garoto chegou a ser socorrido ao Hospital da Restauração, mas já chegou sem vida.

Imperatriz Furiosa@josianenandrade

A indignação da tia do Miguel e o tom do @LinsPedro ao fazer a pergunta para a qual sabemos a resposta: o nome de uma empregada seria assim tão protegido? Essa lei serve pra pobre tbm? Miguel foi morto por essa negligente, não foi sem querer.

Vídeo incorporado

4.489 pessoas estão falando sobre isso

Talíria Petrone

@taliriapetrone

Miguel, 5 anos, estava no trabalho com a mãe, em plena pandemia. A patroa mandou a mãe passear com os cachorros enquanto fazia as unhas em casa. Irritada com o choro do garoto, o colocou no elevador. Ele caiu do 9 andar. Esse é o retrato da elite escravocrata.

9.345 pessoas estão falando sobre isso

bella ❁@styliodinson

Sarí Gaspar Côrte Real é o nome da primeira dama de tamandaré responsável pela morte de miguel de 5 anos filho da empregada doméstica da mesma

a mídia não tá mostrando o rosto dela mas vamos deixar a madame famosa

Ver imagem no Twitter
4.187 pessoas estão falando sobre isso

 

Nesta quinta-feira, 04 de junho, a Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, até às 17h, foi confirmado um (01) novo caso de Covid-19, mais dezesseis (16) descartados e oito (08) recuperados.
O boletim diário, portanto, fica com dezessete (17) suspeitos, duzentos e nove (209) descartados, 129 (cento e vinte e nove) confirmados, treze (13) óbitos e quarenta e três (43) curados.
Vale lembrar que dentro dos 129 confirmados, estão contabilizados os 13 óbitos e 43 curados. No total, Arcoverde tem quatro (04) pacientes em UTI e oito (08) em enfermaria.
No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, há dois (02) em UTI e dois (02) em enfermaria. No Hospital de Campanha tem seis (06) internados e, na rede particular, um (01) na UTI do Memorial Arcoverde e outro na do Santa Joana (Recife).
Nas barreiras das entradas da cidade foram abordados 893 carros de fora. Em Pernambuco, foram confirmados 1044 novos casos e 122 mortes, totalizando 37.507 positivos e 3.134 óbitos.
O isolamento social é a recomendação da Organização Mundial da Saúde – OMS para evitar o contágio. Cada um precisa fazer sua parte. Quem puder ficar em casa, fique. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas, denúncias ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

Serra Talhada tem mais 13 casos confirmados de covid-19 e tem 170 no total

A Prefeitura de Serra Talhada, através da Secretaria de Saúde, informa nesta quinta-feira (04/06) que foram confirmados mais 13 casos positivos para Covid-19 no município, totalizando 170 casos, sendo 98 pacientes do sexo feminino e 62 do sexo masculino.
Os novos casos se tratam de um adolescente de 16 anos, cinco homens de 21, 28, 35, 37 e 52 anos, dois idosos de 69 e 83 anos; uma menina de 11 anos, duas mulheres de 25 e 42 anos e uma idosa de 83 anos.
A Secretaria de Saúde monitora 83 pacientes em isolamento domiciliar, 03 estão em leitos de internamento, 79 estão recuperados, 979 casos foram descartados e 14 casos aguardam resultados. 
Dos diagnósticos de Covid-19, 48 testes foram realizados no Lacen-PE, 115no Laboratório Municipal José Paulo Terto e 07 particulares.
Portanto, Serra Talhada contabiliza 170 casos confirmados, 14 em investigação, 979 descartados, 79 recuperados e 05 óbitos.
Distribuição de casos por bairros: Cohab/Tancredo Neves (10), Bom Jesus (14), Cagep (04), IPSEP (28), Caxixola (02), São Cristóvão (19), Borborema (01), Vila Bela (07), Alto da Conceição (11), AABB/Várzea (36), Centro (20), Malhada Cortada/Baixa Renda (02), Universitário (01) e zona rural (15).
 


Terceira parcela da recomposição do FPM será creditada nesta sexta

Veja quanto sua cidade irá receber

De acordo com informações da Secretaria do Tesouro Nacional, a terceira parcela de recomposição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) será creditada nesta sexta-feira (05).

A data foi informada nas redes sociais da Confederação Nacional de Municípios (CNM). O repasse foi estabelecido pela Medida Provisória (MP) 938/2020 para manter o Fundo pelo menos no mesmo patamar de 2019, diante da queda de arrecadação neste ano acentuada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) .

A parcela de junho da recomposição deve chegar a R$ 2,37 bilhões, segundo estimativa da CNM com base nos valores do FPM de maio de 2020 e do ano passado. De acordo com a MP, os Entes municipais vão receber a complementação do governo federal no FPM, referente aos meses de março a junho, quando houver queda na arrecadação.

Essa já é a terceira de quatro parcelas prevista na MP. Em abril, os gestores receberam o montante no dia 14; em maio, o depósito ocorreu no dia 7; e, para junho, espera-se que isso ocorra neste sexta-feira. A CNM reforça que, por se tratar de auxílio, não há desconto para o Fundeb, e os valores não compõem a base de cálculo para repasse ao Legislativo local a título de duodécimo. A medida tem como objetivo mitigar os impactos econômicos negativos da pandemia do novo coronavírus nos cofres públicos.

Veja quanto o seu município deve receber de complementação do FPM nesta sexta-feira.

Prefeitura de Afogados instala lavatórios de mãos em pontos centrais da cidade

Publicado em Notícias por  em 4 de junho de 2020

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira instalou dez lavatórios de mãos em pontos estratégicos da cidade, para facilitar a higienização de quem tem acesso a locais movimentados.

A estratégia integra as ações do município na prevenção ao novo coronavírus, como a aquisição e distribuição gratuita de 40 mil máscaras, a sanitização de ruas e unidades de saúde, aquisição de termômetros infravermelho para as barreiras sanitárias, a instalação da unidade de campanha e a ampliação da testagem para covid-19 para toda a população com sintomatologia compatível com a doença.

Segundo o Secretário Municipal de Saúde, Artur Amorim, os locais escolhidos para a instalação dos lavatórios são pontos de grande fluxo de pessoas. A água é trocada duas vezes ao dia por uma equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura.

Confira os locais onde foram instalados os lavatórios: Prefeitura, Caixa Econômica Federal, Bradesco – Av. Manoel Borba, Casa Lotérica – AV. Manoel Borba, Próximo aos açougues – Rua Barão de Lucena, Correios – Av. Rio Branco, Banco do Brasil – Praça Arruda Câmara, Banco de Elza – Praça Arruda Câmara, Agente pagador da caixa – Rua Antônio Rafael de Freitas e Farmácia Básica – Rua Artur Padilha.

Afogados tem 5 novos casos de covid-19 em um só dia, totalizando 14

 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que hoje tivemos registro de cinco novos casos confirmados de Covid-19 em nosso município. Confira o histórico de cada um deles:
 
1. Paciente do sexo masculino, 39 anos, empresário que estava em investigação e teve resultado para COVID – 19, positivo.
2. Paciente do sexo masculino, 04 anos, filho do casal que testou positivo ontem, realizou teste rápido em nossa Unidade de Campanha e apresentou resultado positivo;
3. Paciente do sexo masculino, 49 anos, pedreiro, trabalha em Sertânia, apresentou sintomas sugestivos, foi testado em nossa Unidade de Campanha e apresentou resultado positivo.
4. Paciente do sexo feminino, 48 anos, dona de casa, contato do caso positivo de 49 anos, apresentou sintomas sugestivos e foi testada em nossa Unidade de Campanha com resultado positivo.
5. Paciente do sexo masculino, 70 anos, aposentado, foi testado na nossa Unidade de Campanha e deu positivo.
 
Todos os pacientes acima apresentam quadro leve e estão em isolamento domiciliar monitorado, assim como as pessoas próximas a eles. As equipes da Atenção Básica e Vigilância em Saúde seguem monitorando os mesmos.
 
Foi descartado para covid-19 o óbito que estava em investigação.
A boa notícia do dia é a recuperação clínica do menor de um ano que apresentou resultado positivo para Coronavírus. Ele recebeu alta hoje e está recuperado da COVID – 19.
 

Prefeitura de Salgueiro publica novo decreto prorrogando a suspensão do comércio e serviços não essenciais

 Foto: reprodução

Como falou na live dessa terça-feira, 2, o prefeito de Salgueiro assinou um novo decreto ontem seguindo à risca o que foi determinado pelo governador Paulo Câmara a respeito das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. Assim como o Governo do Estado, Salgueiro sistematizou as regras relativas às medidas temporárias para enfrentamento da emergência de saúde pública.

O decreto não especifica uma data para a reabertura gradual do comércio. Informa apenas que continuam suspensos os comércios e serviços não essenciais. Contudo, define que o funcionamento do shopping, salões de beleza, barbearias, cabeleireiros e similares ficam suspensos “até o dia 14 de junho”.

No documento, que pode ser acessado neste link, o prefeito também mantém o uso de máscara obrigatório, a proibição de aglomerações com mais de 10 pessoas e a suspensão das aulas presenciais nas escolas municipais e universidades até 30 de junho.

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Petrolina, Odacy Amorim (PT), pediu exoneração do cargo de Diretor Presidente do IPA – Instituto Agronômico de Pernambuco, em seu lugar o Governador Paulo Câmara nomeou Ruy Carlos do Rego Barros Ramos Júnior, para assumir o cargo.

A exoneração foi publicada no Diário Oficial de Pernambuco desta quinta (04), com efeito retroativo a 1º de junho. Odacy cumpre prazo previsto na legislação eleitoral, uma vez que o petista é pré-candidato a prefeito da principal cidade do sertão de Pernambuco.

Odacy Amorim, 48 anos de idade, já foi vereador e presidente da câmara municipal de Petrolina. Foi eleito vice-prefeito na chapa encabeçada por Fernando Bezerra Coelho em 2004, chegando a assumir a administração no inicio de 2007 por conta da renúncia de FBC que foi fazer parte da equipe do governador Eduardo Campos.

Odacy foi eleito deputado estadual pelo PSB em 2010, em 2012 se filiou ao PT e disputou a eleição de prefeito no mesmo ano. Em 2014 foi reeleito deputado estadual, em 2016 voltou a disputar a prefeitura de Petrolina, já em 2018 foi candidato a deputado federal e lançou sua esposa para deputada estadual. Dulcicleide foi eleita deputada estadual, já Odacy ficou na primeira suplência do PT.

Sobe para 66 o número de casos do novo coronavírus em Trindade

Foto: Arquivo Blog do Roberto

O município de Trindade, no Sertão de Pernambuco, registrou um caso do novo coronavírus nesta quarta-feira (3). O boletim divulgado pela prefeitura informou que todos os pacientes com a doença estão bem, medicados e em isolamento social. Uma criança de oito meses segue internada no Hospital Regional de Ouricuri.

Foram realizados 167 testes nos profissionais da saúde, destes 159 deram negativo e oito testaram positivo. Mas, todos os casos confirmados estão curados da doença.

O município soma agora 66 casos confirmados da doença, 48 curas clínicas, quatro óbitos e 14 casos em investigação.

O balanço da quarta-feira registrou também 408 mortes que aconteceram nos últimos 3 dias. Além disso, segundo o Ministério da Saúde, há mais 4.115 suspeitas que estão sob investigação.

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (3) seu mais recente balanço com as atualizações de casos e mortes por complicações do coronavírus Sars-Cov-2 no Brasil. Os principais dados são:

  • 32.548 mortes, eram 31.199 na terça (2)
  • Foram 1.349 registros de morte incluídos em 24 horas
  • 584.016 casos confirmados, eram 555.383 na terça
  • Foram incluídos 28.633 casos em 24 horas
  • 312.851 pacientes estão em acompanhamento (53,6%)
  • 238.617 pacientes estão recuperados (40,9%)

O balanço da quarta-feira registrou também 408 mortes que aconteceram nos últimos 3 dias. Além disso, segundo o Ministério da Saúde, há mais 4.115 suspeitas que estão sob investigação.

Balanço por estados

O Ministério da Saúde divulgou também a distribuição dos casos e mortes por complicações do novo coronavírus (Sars-Cov-2) por estado brasileiro.

São Paulo se manteve como o estado com mais casos e mortes pela doença, são 123,4 mil confirmações e ao menos 8,2 mil mortes. O Rio de Janeiro é o segundo do país com mais casos e mortes: respectivamente 59,2 mil e 6 mil.

Veja abaixo a distribuição dos casos e mortes por estado:

Caso ocorreu em um dos edifícios do conjunto conhecido como “Torres Gêmeas”, nesta terça (2).

Grade de alumínio ficou com aleta quebrada, segundo a perícia técnica que investiga morte de menino — Foto: (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um menino de 5 anos morreu, nesta terça-feira (2), após cair do 9º andar de um prédio no bairro de São José, no Centro do Recife. Segundo a Polícia Militar, o caso ocorreu às 13h, no Condomínio Píer Maurício de Nassau, um dos imóveis do conjunto conhecido como “Torres Gêmeas”. A mãe dele trabalhava no quinto andar do prédio.

Miguel Otávio Santana da Silva era filho de uma empregada doméstica. O perito criminal André Amaral, que esteve no local para as primeiras investigações, informou que é possível informar a altura da queda. “Ele caiu de uma altura aproximada de 35 metros”, afirmou o profissional.

Para Amaral, os vestígios apontam para um acidente. “Fizemos o levantamento do local, constatamos alguns elementos materiais e verificamos que se trata de uma natureza da acidental”, declarou.

A perícia identificou, por meio das imagens de câmeras de segurança, que ele apertou diversos botões do elevador. “Disseram que ele estava procurando a mãe”, disse o perito.

A PM informou, por meio de nota, que a vítima foi socorrida pela mãe e por um médico, que mora no edifício. A polícia não informou se a mulher trabalha na casa do profissional de saúde.

No momento em que foi socorrida, a criança ainda estava viva, mas morreu logo em seguida. Ela foi levada para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, também na região central da capital pernambucana.

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), uma ocorrência foi gerada às 13h23. Uma Unidade de Suporte Avançado e equipes de motolância chegaram ao local as 13h28, mas a criança já tinha sido socorrida.

A Polícia Militar, a Polícia Civil e o Instituto de Criminalística foram acionados para a ocorrência. O delegado Ramón Teixeira, titular da Delegacia Seccional de Santo Amaro, deu início às investigações.

Perícia

O perito André Amaral informou que foram encontrados vestígios da criança no hall de serviços, precisamente na casa de máquinas, na parte da condensadora do ar-condicionado. “Havia marcas de sandália de uma pessoa de 1,2 metro de altura, compatível com a altura da criança”, afirmou.

Amaral contou que o menino subiu no para-peito que dá acesso a uma casa de máquina, escalando uma altura de 1,2 metro. “Ele chegou ao guarda-peito, que é de alumínio. A quarta aleta dessa grade, que tem marca, quebrou”, disse.

Ainda segundo o perito, a criança se projetou, ao fazer uma escalada desse hall. “Não sabemos como ele chegou ao nono andar”, observou.

O profissional disse, ainda, que ele saiu do quinto e chegou ao nono andar. “Temos imagem dele até o nono andar. Ele estava sozinho no elevador. Ele desceu até o hall”, informou.

O perito não soube precisar se acriança estava só no apartamento do quinto andar, onde a mãe trabalha. “Só as investigações vão dizer isso. Só com o delegado”, afirmou.

O perito também afirmou que a porta do nono andar e a janela estavam abertas. “A área de acesso não tinha proteção. Qualquer pessoa pode ter acesso. Mas não é comum um acriança ter acesso a uma área daquela. É uma área comum”, disse.

José de Abreu anuncia saída da Globo após 40 anos na emissora

Abreu disse que pode continuar atuando em novelas e séries da Globo, mas contratado por obra certa.

Ator disse que negeciou saída da emissora (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Após cerca de 40 anos na Globo, o ator José de Abreu, 74, anunciou que vai deixar de fazer parte do elenco fixo da emissora a partir do próximo dia 30 de junho. Ele fez a revelação em live realizada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas redes sociais, na noite desta quarta-feira (3).

Segundo Abreu, há dois meses ele vinha negociando a sua saída. “Eu acabei de fechar um distrato com a Globo de uma maneira extremamente boa para os dois lados. Tive uma boa conversa com [o diretor artístico Carlos Henrique] Schroder na semana passada. Vou me desligar no dia 30”, afirmou.

O último trabalho do ator na emissora foi em 2019, quando interpretou o empresário milionário Otávio, da novela “A Dona do Pedaço”. Abreu disse que pode continuar atuando em novelas e séries da Globo, mas contratado por obra certa. “Essa é uma nova maneira da Globo se relacionar com os seus artistas”, afirmou.

Ele revelou também o seu desejo de tentar a carreira internacional. Atualmente, Abreu está vivendo com a noiva, Carol Junger, 22, na Nova Zelândia. ” “Agora vou tentar carreira internacional. Vou me renovar. Estou aqui [na Nova Zelândia] melhorando o meu inglês.”

Na conversa com o Lula, ele ainda reclamou da cotação do dólar. “Também estava muito difícil sobreviver com o salário em real fora do Brasil. Quando eu saí do Brasil, pela primeira vez, em 2014, o dólar estava em R$ 2,22. Quer dizer, eu precisava de R$ 2,22 para comprar US$ 1. Hoje, eu preciso de R$ 6. Ou seja, a conta não ia fechar nunca.”

Sai Ernesto Cruz e entre Pedro Ermírio de Almeida Freitas Filho

Foto: divulgação

Mudança na superintendência do Banco do Nordeste em Pernambuco. Depois de dois anos à frente do BNB no estado, o superintendente Ernesto Cruz passa a atuar em Fortaleza , onde assumirá a área de Auditoria do banco, sua especialidade.  Em seu lugar entra Pedro Ermírio de Almeida Freitas Filho.

Pedro Ermírio, pernambucano, bacharel em Direito, com MBA Executivo em Gestão Bancária, é funcionário de carreira do BNB há 16 anos. Ele está há dois anos à frente da superintendência  do BNB em Alagoas e por enquanto, vai acumular as duas unidades, até que o nome de Ernesto seja oficializado.

Pedro Ermírio é o convidado da live do Movimento Econômico, na próxima quinta-feira (04), às 18h, pelo Instagram da CBN Recife. Ele vai falar sobre o seu novo desafio, que passa por uma maior aproximação com o setor produtivo, muito ressentido pelas dificuldades na obtenção de créditos junto aos bancos – todos eles, é bom reforçar -, nesta pandemia da covid-19.

Pedro Ermírio antecipa que, entre as ações para ajudar à retomada da economia, uma envolve o Crediamigo. “Há novidades importantes, como a utilização dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), através do Crediamigo,  para garantir pluralidade e ampliação na concessão de crédito aos empreendimentos da região”, explica. O Crediamigo é o maior programa de microcrédito produtivo e orientado da América do Sul, segundo o BNB.

Com o tema “O Papel do BNB na retomada da economia”, a live pode ser acompanhada por qualquer interessado, com possibilidade de fazer perguntas ao novo superintendente. Para acompanhar, basta seguir o perfil da CBN Recife e do Movimento Econômico no Instagram e Facebook.

Nesta quarta-feira, o Diário Oficial trouxe a nomeação do general Eduardo Pazuello como ministro interino da Saúde, 19 dias após Nelson Teich deixar o cargo.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Depois de uma batalha judicial que terminou com a apresentação de resultados negativos de exames, o presidente Jair Bolsonaro disse agora que “talvez” já tenha pegado “20 vezes” o novo coronavírus, mas que “talvez” tenha sido assintomático.

Em entrevista na porta do Palácio da Alvorada na noite de terça-feira (2), Bolsonaro disse que, ao se referir à Covid-19 como uma gripezinha, no início da pandemia, fazia menção a seu caso específico.

“A garotada, quando pega, nem sente. Desceram o cacete em mim porque eu falei que o meu caso, o meu, meu, particular, é gripezinha. Desceram o cacete em mim”, disse o presidente, segundo vídeo publicado por apoiador.

“Agora, eu, apesar de estar no grupo de risco, eu sou o comandante da nação, tenho que estar no meio do povo. E ando no meio do povo. Eu já peguei 20 vezes este vírus, talvez, ou o vírus não quer papo comigo. É uma realidade. Vai pegar, vai contaminar muita gente. Parece que o time do Vasco tem um montão de cara com vírus lá. Vai pegar, e a grande maioria nem vai saber que pegou. Talvez o meu caso. Assintomático.”

Nessa terça, o Brasil chegou a 555.383 casos confirmados e 31.199 mortes pelo novo coronavírus.

“A gente lamenta os mortos. O pessoal sempre acha que eu estou ignorando. Lamento os mortos. Qualquer morto. Quem não perdeu familiar aí na vida? Mas, se tivesse dado atenção à questão do emprego, estaria diferente hoje em dia”, disse Bolsonaro.
Para embasar sua argumentação, disse não ter conhecimento de alguém que tenha morrido por falta de UTI ou de respirador.

“Então, o vírus é uma coisa que vai pegar em todo mundo. Não precisava ter, grande parte da imprensa, criado este estado de pânico junto à população”, afirmou.
O presidente, que apareceu sem máscara na noite de terça, na manhã desta quarta disse que voltará a visitar municípios próximos a Brasília no fim de semana para ver como está a vida de pessoas. O deslocamento será de helicóptero, como ocorreu no sábado passado (30), quando foi a Abadiânia (GO).

Na sexta-feira (5), ele vai a Águas Lindas (GO) para inaugurar um hospital de campanha para vítimas da Covid-19, que deveria ter ficado pronto até o início de maio. Em 11 de abril, quando Bolsonaro visitou o local, onde havia apenas a carcaça da unidade, a previsão era que o governo federal investisse R$ 10 milhões.
O hospital terá 200 leitos adaptáveis para unidades de tratamento semi-intensivas, com tubulação e suporte para respiradores. A operação ficará a cargo do governo de Goiás, que contratará uma OS (organização social) para gerir a unidade.

A escolha do local foi feita, de acordo com o governo federal, após pedido de apoio do governo de Goiás à União devido à necessidade de atenção especial à doença.
Águas Lindas de Goiás tem um hospital regional que começou a ser construído em 2004, mas foi apenas parcialmente inaugurado. As obras começaram naquela época, tocadas pela prefeitura. Em 2013, o governo estadual assumiu o serviço.

Nesta quarta-feira, o Diário Oficial trouxe a nomeação do general Eduardo Pazuello como ministro interino da Saúde, 19 dias após Nelson Teich deixar o cargo. Pazuello chegou ao ministério como secretário-executivo com a missão de tutelar Teich durante a pandemia. Com a saída do ministro, o general passou a atuar como titular da pasta, o que só foi oficializado agora.

Morreu agora a pouco o ex-prefeito de Custódia, Nemias Gonçalves (PSB). Ele foi atacado por abelhas em sua propriedade rural. Alérgico a picadas, foi levado às pressas para o Hospital de Custódia.

O veneno causou uma reação alérgica fatal chamada anafilaxia. Isso ocorre porque o sistema imunológico considera o veneno inoculado como um invasor prejudicial e reage liberando uma substância química chamada histamina. A liberação de histamina e outras substâncias químicas é o que causa sua reação.

A informação é de que foram muitos picadas. O prefeito já teria dado entrada em parada cardiorrespiratória na unidade de saúde de Custódia, a unidade Mista Elizabete Barbosa. Médicos tentaram reanimá-lo, sem sucesso. Nemias vivia na comunidade rural por ser de grupo de risco, prevenindo contrair a Covid-19.

Nemias era Secretário de Agricultura do município. A filha de  Nemias, Luciara Frazão é atual vice-prefeita. O prefeito Emmanuel Fernandes, o Manuca soube da morte quando dava uma entrevista à Rádio Panorama FM e não conteve as lágrimas. A cidade decretou luto oficial.

Nemias foi prefeito de Custódia por dois mandatos. Tinha 67 anos. Era ligado ao grupo do ex-deputado estadual José Aglailson, pai do prefeito de Vitória de Santo Antão, Aglailson Júnior (PSB). Na última eleição, Gonçalves apoiou o deputado federal André de Paula (PSD).  A cidade está em choque.

Presidente Jair Bolsonaro fala com apoiadores sem máscara e volta para colocar a sua que ficou no carro. Durante a conversa com os jornalista Bolsonaro colocou as mãos na máscara por mais de 6 vezes para arruma-la. Sergio Lima/Poder360 11.05.220

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, deixa o Palácio da Alvorada, em meio ao surto da doença por coronavírus (COVID-19), em Brasília, Brasil, em 20 de abril de 2020. REUTERS / Ueslei Marcelino

Contas no Twitter supostamente pertencentes ao grupo hacker Anonymous Brasil publicaram ontem dados pessoais do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), familiares, ministros e aliados do governo federal.

Os filhos do chefe do Executivo Carlos, Eduardo e Flávio, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, tiveram seus dados divulgados pelo grupo. Além deles, o deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP) foi atingido.

Às 12h08, o ministro usou o Twitter para confirmar a informação e disse que determinou à Polícia Federal “abertura de inquérito para investigar vazamento de informações pessoais do presidente JairBolsonaro, seus familiares e demais autoridades”.

O Anonymous foi criado em 2003. O grupo atua em outros países e ressurgiu no último domingo, após desdobramentos do caso de George Floyd, homem negro assassinado durante uma abordagem policial nos Estados Unidos. Em vídeo, a organização ameaça expor “muitos crimes” cometidos pela polícia em todo o mundo.

Quem teve dados expostos:

  • Jair Bolsonaro (sem partido), presidente da República
  • Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), vereador
  • Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), deputado federal Flávio Bolsonaro (Republicanos), senador
  • Abraham Weintraub, ministro da educação
  • Damares Alves, ministra da mulher,
  • Família e direitos humanos Douglas Garcia (PSL-SP), deputado estadual.

Quais dados foram expostos:

Informações como e-mails, telefones, endereços, perfil de crédito, renda, nomes de familiares e bens declarados.

Um dos perfis publicou imagens que alega retratarem a lista de bens declarados por Bolsonaro, com valor idêntico à declaração apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de R$ 2.286.779,48, e até uma suposta fatura de posto de gasolina em nome do presidente no valor de R$ 56.160,00, com data de fevereiro deste ano e endereço de cobrança no seu endereço residencial na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. O número do CPF do presidente também foi exposto.

O que dizem os atingidos:

O vereador e filho do presidente, Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) confirmou o vazamento. Ele atribuiu a culpa pela divulgação dos dados à “turma pró-democracia”.

“A turma “pró-democracia” vazou meus dados pessoais e de outros na internet. Após vermos violações do direito à livre expressão, agora ferem a privacidade. Sob a desculpa de “combater o mal”, justificam seus crimes e fazem justamente aquilo que nos acusam, mas nunca provam!”, postou no Twitter.

Carlos Bolsonaro

@CarlosBolsonaro

A turma “pró-democracia” vazou meus dados pessoais e de outros na internet. Após vermos violações do direito à livre expressão, agora ferem a privacidade. Sob a desculpa de “combater o mal”, justificam seus crimes e fazem justamente aquilo que nos acusam, mas nunca provam!

10,2 mil pessoas estão falando sobre isso

Douglas Garcia também se pronunciou e afirmou que vai fazer um Boletim de Ocorrência na polícia. “Anonymous Brasil, de forma criminosa, acaba de divulgar todos os meus dados nas redes sociais. Para que colocar os meus familiares em risco? Para que divulgar o endereço de minha casa? Os lugares em que trabalhei? Estou indo agora mesmo na delegacia fazer um boletim de ocorrência”, postou.

Douglas Garcia

@DouglasGarcia

Anonymous Brasil, de forma criminosa, acaba de divulgar todos os meus dados nas redes sociais. Para que colocar os meus familiares em risco? Para que divulgar o endereço de minha casa? Os lugares em que trabalhei? Estou indo agora mesmo na delegacia fazer um boletim de ocorrência

12 mil pessoas estão falando sobre isso

Com informações da Agência Estado e Uol

A Prefeitura de Serra Talhada, através da Secretaria de Saúde, informa nesta terça-feira (02/06) que foram confirmados mais 15 casos positivos para Covid-19 no município, totalizando 139 casos, sendo 81 pacientes do sexo feminino e 58 do sexo masculino.

Os quinze novos casos se tratam de onze pacientes do sexo feminino de 12, 16, 18, 23, 29, 34, 39, 42, 53 e 59 anos e quatro pacientes do sexo masculino de 13, 20, 33 e 34 anos.
Setenta e nove pessoas estão recuperadas, 53 pessoas estão em isolamento domiciliar, 03 permanecem em leitos de internamento hospitalar, 14 casos suspeitos aguardam resultados e 835 casos foram descartados.
O município registrou mais um óbito na tarde desta terça-feira, se tratando de uma mulher de 44 anos, que estava internado no Hospam. A mulher deu entrada ontem na unidade de saúde com suspeita de AVC, os médicos desconfiaram de uma tosse que a paciente apresentava e realizaram o teste rápido para Covid-19, e o teste foi positivo para o novo coronavírus. 
Dos diagnósticos de Covid-19, 47 testes foram realizados no Lacen-PE, 85 no Laboratório Municipal José Paulo Terto e 07 particulares.
Portanto, Serra Talhada contabiliza 139 casos confirmados, 14 em investigação, 835 descartados, 79 recuperados e 05 óbitos.

Arcoverde registra 10 novos casos de Covid-19 chega a 116 confirmados

Nesta terça-feira, 02 de junho, a Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, até às 17h, foram registrados dez (10) novos casos de Covid-19, mais três (03) descartados e confirmados sete (07) curados. O boletim diário, portanto, fica com dezesseis (16) suspeitos, cento e oitenta e um (181) descartados, cento e dez (110) confirmados, treze (13) óbitos e trinta e cinco (35) curados.

 
Vale lembrar que dentro dos 116 confirmados, estão contabilizados os 13 óbitos e 35 curados. Ao todo, Arcoverde tem quatro (04) pacientes em UTI, seis (06) em enfermaria e 58 em recuperação no isolamento domiciliar.
 
No Hospital de Campanha há quatro (04) pacientes internados. No Hospital Regional Ruy de Barros Correia há quatro (04) pessoas de Arcoverde, sendo dois (02) em UTI e dois (02) em enfermaria. Outros dois pacientes também estão na UTI da rede particular, um no Hospital Memorial (Arcoverde) e outro no Hospital Santa Joana (Recife).
 
Em Pernambuco, foram confirmados 608 novos casos e 58 mortes, totalizando 35.508 positivos 2.933 mortes.
 
O isolamento social é a recomendação da Organização Mundial da Saúde – OMS para evitar o contágio. Cada um precisa fazer sua parte. Quem puder ficar em casa, fique. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas, denúncias ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

Covid-19: Com mais cinco casos positivos, São José do Egito vai a 42

A Secretaria Municipal de Saúde de São José do Egito,  informou, nesta terça-feira (02.06), em seu boletim epidemiológico, que foram confirmadas a cura de mais 4 pacientes no nosso município. Totalizando 23 pessoas curadas da Covid-19.

Ainda segundo o boletim, foram confirmados mais 5 casos positivos da Covid-19, no município. Todos foram detectados através dos testes rápidos que o município vem realizando. Até esta terça (02), foram realizados 138 testes rápidos sendo, 34 positivos e 104 negativos.

A Secretaria também informou que os todos os pacientes confirmados hoje se encontram bem, seguem em isolamento domiciliar e estão sendo monitorados pela equipe da Secretaria de Saúde.

Agora São José do Egito conta com 42 casos confirmados, 21 descartados, 6 em investigação e 23 curados.

 

Sobe para 60 o número de casos confirmados do novo coronavírus em Araripina

Mais um caso de Covid-19 foi registrado nesta terça-feira (02) em Araripina, no Sertão Pernambucano. Nenhuma informação sobre o paciente foi divulgada no boletim da prefeitura.

Agora o município contabiliza 60 casos confirmados da doença, 26 curas clínicas, três óbitos e dois em investigação.

De acordo com a prefeitura, 294 exames já foram realizados em Araripina, sendo 251 testes rápidos e 43 analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

No Sertão do Araripe já foram registradas 11 mortes, sendo 04 em Trindade, 03 em Ipubi, 03 em  Araripina e 01 Ouricuri.     

Confira  todas as fases do plano de retomada da economia em Pernambuco

Foto: reprodução

Nesta segunda-feira (1º), o Governo de Pernambuco anunciou o “Plano de Monitoramento e Convivência com a Covid-19”, que determina a retomada gradual e planejada das atividades econômicas em todo o Estado.

O cronograma prevê como 32 setores terão as medidas restritivas flexibilizadas e como será a carga operacional deste retorno, que seguirá protocolos gerais e específicos para evitar a transmissão da doença.

O ciclo de reabertura gradativa chegará à flexibilização total ao fim de um período de 11 semanas. O calendário, por sua vez, pode ser antecipado ou prorrogado, dependendo do comportamento da curva de contaminação.

Os detalhes do plano foram apresentados pelos secretários de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, e de Planejamento, Alexandre Rebêlo, em entrevista à imprensa realizada remotamente no Palácio do Campo das Princesas.

A flexibilização escalonada ocorrerá gradativamente até o Estado chegar ao que se entende por “normalidade controlada”.

De acordo com o Governo, serão considerados, prioritariamente, a relevância socioeconômica dos setores e os riscos que o retorno de cada atividade representa para a saúde. A gestão estadual alega que os próximos 15 dias, inclusive, serão determinantes para testar a segurança da flexibilização e os impactos na saúde da população.

Todos os setores estarão sujeitos a novos protocolos de segurança, que são baseados em distanciamento social, regras de higiene e monitoramento e comunicação. (confira o cronograma completo ao fim da matéria).

Metodologia

A matriz de alerta e riscos de Pernambuco, definida pela Secretaria de Saúde, está atualmente definida em cinco níveis decrescentes, sendo 5 o mais grave (crescimento do ritmo de contágio) e 1 o mais ameno (designado de “novo normal”).

Nesta escala, o Nível 4 representa a estabilização do ritmo de contágio, que era o resultado esperado pelo Governo estadual para depois do período de intensificação da quarentena. Em seguida, no Nível 3, está a redução, de fato, do número de casos de contaminação. Por fim, o Nível 2 representa o fim da transmissão comunitária.

Cronograma de retorno para as atividades econômicas

Atingindo o Grau 4 – Estabilização da contaminação

Fase 4.1 – A partir de 1º de junho – Lojas de material de construção poderão voltar com novos protocolos de atendimento. Operações de varejo de centro, de bairro, shopping centers e comércio atacadista poderão operar exclusivamente por meio de delivery.

Fase 4.2 – A partir de 8 de junho – A construção civil terá retorno parcial tanto na Região Metropolitana do Recife quanto no interior: Na RMR, as obras estão liberadas com 50% dos funcionários e no horário das 9h às 18h. Já no interior, a liberação também é de 50%, sem determinação de horário. O comércio atacadista poderá atuar com novos protocolos, mas na RMR só será permitido no horário das 9h às 18h.

Fase 4.3 – A partir de 15 de junho – Salões de beleza e serviços de estéticas estarão liberados, mas precisarão atender um cliente por vez, por agendamento, sem fila de espera e com higienização entre um cliente e outro. Varejo de bairro poderá funcionar em lojas de até 200 metros quadrados. Shopping centers, centros comerciais e praça de alimentação poderão funcionar no regime de delivery e também de coleta. Na RMR, porém, o horário permitido será apenas entre 12h e 18h. Os treinos de futebol profissional estão liberados.

Fase 4.4 – A ser definido o retorno, conforme avaliação dos indicadores:

– Serviços médicos, odontológicos e veterinários estarão liberados, mas precisarão atender um cliente por vez, por agendamento, sem fila de espera e com higienização entre um cliente e outro. Varejo de bairro e Construção Civil também poderão retornar, mas com restrição de horário das 9h às 18h na RMR. Concessionárias e locadoras poderão retornar seguindo novos protocolos.

Atingindo o Grau 3 – redução da contaminação

Fase 3.1: A Feira, o Polo de Confecções do Agreste e os shopping centers de todo o Estado poderão voltar às atividades seguindo novos protocolos. O varejo de centro da RMR poderá voltar em lojas de até 200 metros quadrados. No interior, está liberado, respeitando protocolos específicos. Jogos de futebol estão liberados sem torcida.

Fase 3.2: Serviço público e de escritório (advogados, contadores, entre outros) poderão voltar com um terço da mão de obra. Piscinas e áreas esportivas de atividades sem contato (quadras de tênis, por exemplo) poderão funcionar.

Fase 3.3: Bares, restaurantes e lanchonetes poderão operar com 50% da capacidade. Serviço público e de escritório (advogados, contadores, entre outros) poderão ampliar atuação para 50% da mão de obra. O varejo de Centro está liberado, independentemente do tamanho da loja, respeitando novos protocolos de atendimento em todo o Estado.

Atingindo o Grau 2 – Sem contaminação comunitária

Fase 2.1 – Academias de ginástica e similares serão liberados, respeitando protocolos específicos. Serviços de escritório (advogados, contadores, entre outros) poderão ampliar atuação para 100% da mão de obra.

Fase 2.2 – Serviço público poderá voltar com 100% da mão de obra. Museus, cinemas e teatros poderão funcionar com um terço da capacidade.

Atingindo o Grau 1 – Contaminação apenas de casos importados

Fase 1.1 – Poderão funcionar em todo o Estado respeitando os novos protocolos: salões de beleza e serviços de estética; academias e similares; serviços médicos, odontológicos e veterinários; museus, cinemas e teatros; bares, restaurantes e lanchonetes; além do varejo de Centro, dos shopping centers, da Feira e do Polo de Confecções. Eventos esportivos voltarão a ser realizados com público, mas com limitação da capacidade.

Fase 1.2: Eventos gerais estarão liberados, respeitando os novos protocolos de prevenção.

Foi localizado em Garanhuns um veículo ONIX placas PED 0244, que foi furtado do Pátio da Prefeitura de Afogados da Ingazeira no dia 14 de maio. Segundo informações da Polícia Civil, resta análise do chassi.

Ele foi recuperado quinta-feira da semana passada. O caso está na 1ª DP de Garanhuns. O motorista estava com documento falso. O condutor foi preso preventivamente.

A Empresa BPM Serviços,  proprietária do veículo, já havia informado que outro veículo havia sido disponibilizado em substituição ao desaparecido. O veículo era locado à prefeitura. Por conta do seguro, o carro agora é da titularidade da seguradora Bradesco.

Foi o terceiro carro em poucos dias alvo de ação criminosa. Dia 5 de maio uma Doblô da Saúde foi usada na ação contra a Água Mineral Santa Rita, após roubado por criminosos na PE 292, entre os municípios de Sertânia e Iguaracy, próximo ao entroncamento com a PE 275.

A Doblô estava a serviço  da Vigilância Sanitária do município. O veiculo foi adquirido em 2016 e dava suporte às ações de combate à Covid-19 no município. Motorista e usuários SUS foram rendidos. Nessa ação não houve registro e agressões.  A Secretaria de Saúde buscou outro veículo para socorrer as vítimas. O carro foi recuperado.

Dia 22 de maio o terceiro caso: foi localizado pela polícia um Onix a serviço da Prefeitura de Afogados da Ingazeira com ocupantes fazendo uso do veículo para tráfico de drogas (foto ao lado). O encontrado servia à Secretaria de Assistência Social,  no programa Criança Feliz. A Polícia Civil fez fazendo ouvidas e colheu mais detalhes.

Segundo o boletim da PM, o efetivo do 23º BPM recebeu uma denúncia de que um acusado havia ido à cidade de Tabira com outros três indivíduos para adquirir drogas ilícitas. Para isso utilizando o veículo Chevrolet/Onix 10MT Joye, cor branca, ano 2019, a serviço da Prefeitura de Afogados. O veículo foi abordado após informação de que teria ido à cidade de Tabira.

Durante revista no veículo e nos ocupantes, os PMs encontraram nove invólucros de cocaína. Os três foram encaminhados à Delegacia de Polícia, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência – TCO. Por  Nill

Tema de ao menos dois projetos de lei em discussão no Congresso — um deles deve começar a ser votado hoje no Senado —, a criação de uma legislação contra a disseminação de fake news nas redes sociais é defendida por nove em cada dez brasileiros. De acordo com pesquisa Ibope, encomendada pela rede de mobilização Avaaz, a maioria da população (90%) concorda que é preciso obrigar as empresas responsáveis pelas plataformas digitais a protegerem a sociedade contra a desinformação.

O apoio à regulamentação é maior entre os mais pobres, com renda de até dois salários mínimos (96%), moradores da Região Nordeste (94%) e por quem tem o ensino fundamental completo (94%). A lei contra fake news também tem maior adesão entre mulheres (93%), jovens (na faixa de 25 a 34 anos chega a 93%), pretos e pardos (92%) e evangélicos (92%).

A pesquisa foi feita pelo Ibope por telefone entre os dias 28 e 29 de maio de 2020, com cerca de mil pessoas acima de 16 anos, em todos os estados e no Distrito Federal. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.

O Senado começa hoje a analisar um projeto de lei do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) que trata sobre o assunto. O texto estabelece normas e mecanismos de transparência para redes sociais e serviços de mensagens da internet para combater abusos. Outro texto semelhante foi apresentado na Câmara.

Checagem de fatos

Entre as medidas em discussão no Congresso questionadas pela pesquisa, a que tem maior índice de aprovação diz respeito às correções de verificadores de fatos independentes. Para 81% dos brasileiros, o Parlamento deve obrigar por lei as empresas de redes sociais a mostrarem artigos com checagem de fatos independentes para todas as pessoas expostas a conteúdo falso ou enganoso, enquanto 15% discordam da medida

No primeiro dia de isolamento rígido na Região Metropolitana da capital, 45% dos paraibanos seguiram a recomendação de isolamento social, sendo o segundo estado no ranking nacional.

A Paraíba registrou até a tarde desta terça-feira (2) um total de 14.859 infectados com a covid-19. Os números divulgados também incluem o total de 13.270 casos descartados, 379 mortes confirmadas e 2.920 casos de pessoas recuperadas. São 1.164 novos casos de Covid-19 e 9 mortes confirmadas desde a ultima atualização.

  • TOTAL CONFIRMADOS: 14.859
  • CASOS DESCARTADOS: 13.270
  • CASOS RECUPERADOS: 2.920
  • TOTAL DE ÓBITOS: 379

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 72%. Se fizermos um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, 88% estão ocupados. Em Campina Grande, estão ocupados 71% de leitos de UTI adulto e no sertão, 68% de ocupação da UTI adulto. No primeiro dia de isolamento rígido na Região Metropolitana da capital, 45% dos paraibanos seguiram a recomendação de isolamento social, sendo o segundo estado no ranking nacional.

Os casos confirmados estão em 197 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (3); Aguiar (1); Alagoa Grande (87); Alagoa Nova (38); Alagoinha (113); Alcantil (4) Alhandra (144); Amparo (12); Aparecida (8); Araçagi (29); Arara (17); Araruna (3); Areia (57); Areia de Baraúnas (1); Areial (12); Aroeiras (25); Assunção (14); Baia da Traição (45); Bananeiras (26); Baraúna (27) Barra de Santa Rosa (5); Barra de Santana (18); Barra de São Miguel (3); Bayeux (346); Belém (40); Belém do Brejo do Cruz (2); Boa Ventura (1);  Boa Vista (31); Bom Jesus (1); Bonito de Santa Fé (1); Boqueirão (28); Borborema (1);  Brejo do Cruz (4); Caaporã (392); Cabaceiras (1); Cabedelo (860); Cachoeira dos Índios (7); Cacimba de Areia (1); Cacimba de Dentro (27); Cacimbas (2); Caiçara (28); Cajazeiras (108); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (17); Campina Grande (1679); Capim (39);  Carrapateira (1); Casserengue (8); Catingueira (5), Catolé do Rocha (52); Caturité (15); Conceição (5);  Condado (39);  Conde (102); Congo (11); Coremas (17); Coxixola (7); Cruz do Espírito Santo (112); Cubati (2); Cuité (10);  Cuité de Mamanguape (6); Cuitegí (48); Curral de Cima (10); Curral Velho (1); Damião (1); Desterro (10); Dona Inês (3); Duas Estradas (23); Emas (1); Esperança (58); Fagundes (7); Gado Bravo (23);  Guarabira (631); Gurinhém (40); Gurjão (15); Ibiara (4); Igaracy (2); Imaculada (8); Ingá (77); Itabaiana (212); Itaporanga (3); Itapororoca (38); Itatuba (47); Jacaraú (7); Jericó (2);  João Pessoa (4467); Joca Claudino (1); Juarez Távora (30); Juazeirinho (54);  Junco do Seridó (11); Juripiranga (93); Juru (4); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (8); Lagoa Seca (98); Lastro (1); Logradouro (11); Lucena (59); Mãe d’Água (3); Malta (14); Mamanguape (178); Manaíra (2); Marcação (8);  Mari (120); Marizópolis (3); Massaranduba (30); Mataraca (24); Matinhas (18); Mato Grosso (7); Matureia (11); Mogeiro (5);  Montadas (10); Monteiro (30); Mulungu (17); Natuba (7); Nazarezinho (1); Nova Floresta (1), Nova Olinda (2); Nova Palmeira (3); Olho D´Água (13); Olivedos (2);  Ouro Velho (1); Passagem (8); Patos (610); Paulista (17); Pedras de Fogo (279); Pedro Régis (1); Piancó (18); Picuí (18); Pilar (44); Pilões (11); Pilõezinhos (56); Pirpirituba (21); Pitimbu (119); Pocinhos (10);  Pombal (66); Princesa Isabel (12); Puxinanã (38);  Queimadas (97); Quixaba (6); Remígio (45); Riachão do Bacamarte (106);  Riachão do Poço (5); Riacho de Santo Antônio (5); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (57); Salgadinho (5); Salgado de São Felix (29); Santa Cecília (4); Santa Helena (1); Santa Inês (1);  Santa Luzia (56); Santana dos Garrotes (1);  Santa Rita (632); Santa Terezinha (16); Santana dos Garrotes (1); São Bentinho (10); São Bento (145); São Francisco (3);  São João do Cariri (9); São João do Rio do Peixe (12); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (14); São José de Caiana (14); São José de Espinharas (3); São José de Piranhas (5); São José do Bonfim (14); São José do Sabugi (65); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (12); São Mamede (13); São Miguel de Taipu (28); São Sebastião de Lagoa de Roça (25); São Sebastião do Umbuzeiro (1); São Vicente do Seridó (14); Sapé (220); Serra Branca (2); Serra da Raíz (11); Serra Grande (1); Serra Redonda (48); Serraria (13); Sertãozinho (15); Sobrado (24); Solânea (71); Soledade (12); Sousa (210); Sumé (22); Tacima (16); Taperoá (35); Tavares (6); Teixeira (17); Tenório (1); Uiraúna (4); Umbuzeiro (16); Várzea (1); Vieirópolis (3); Vista Serrana (1).

*Dados Oficiais preliminares (fonte e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 02/06 sujeitos a revisão.

Mais 09 óbitos foram confirmados:

Homem, 86 anos, hipertenso. Residente em Caaporã. Início dos sintomas 23/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Mulher, 81 anos, portadora de doença cardiovascular, diabética, com sequela de AVC. Residente em  São Bento. Início dos sintomas 19/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 30/05.

Homem, 75 anos, diabético, hipertenso. Residente em Água Branca. Registro do início dos sintomas 14/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 15/05.

Homem, 95 anos, hipertenso, diabético. Residente em São Mamede. Início dos sintomas 07/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 17/05.

Homem, 76 anos, hipertenso, acamado, etilista, tabagista. Residente em Santa Rita. Início dos sintomas 10/05, veio a óbito na sua residência no dia 17/05.

Homem, 85 anos, portador de DPOC, tabagista. Residente em Caaporã. Início dos sintomas 21/05, veio a óbito na sua residência no dia 29/05.

Homem, 74 anos, sem informação de comorbidade, residente em Jacaraú. Inicio dos sintomas 17/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 31/05.

Homem, 77 anos, diabético, hipertenso, residente em  Santa Rita. Inicio dos sintomas 01/05, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia 30/05.

Mulher, 87 anos, sequelada por AVC, residente em Santa Rita. Inicio dos sintomas 26/05, interna em  hospital público, veio a óbito no dia 30/05.

Prazo agora vai até o dia 30 deste mês

Diante de um baixo índice de vacinação de grupos prioritários, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe teve seu prazo ampliado e agora vai até o dia 30 deste mês. Segundo o Ministério da Saúde, dos 77,7 milhões de pessoas consideradas público prioritário, 63,53% receberam a vacina. Com a prorrogação, a expectativa é vacinar mais 28,3 milhões de pessoas.

A campanha teve três fases. Dividida em duas etapas, a terceira e última fase, iniciada em 11 de maio, tinha previsão de vacinar 90% do grupo considerado prioritário até o dia 5 de junho. Como o resultado ainda está aquém do esperado, o governo adotou a estratégia de prorrogar a data final para o dia 30.

Segundo o Ministério da Saúde, até o último fim de semana 25,7% de 36,1 milhões de pessoas estimadas nesta terceira fase foram vacinadas. “Desde o início da ação nacional, em 23 de março, 50 milhões de pessoas foram vacinadas, faltando ainda 28,3 milhões que ainda não receberam a vacina”, informou a pasta.

Nesta segunda etapa, a campanha tem como foco principal os professores de escolas públicas e privadas e adultos de 55 a 59 anos. Já a primeira etapa (da terceira fase da campanha) teve como público-alvo pessoas com deficiência; crianças de 6 meses a menores de 6 anos; gestantes e mães no pós-parto até 45 dias.

Em nota, o secretário substituto de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Eduardo Macário, disse que, além de ser importante para reduzir complicações e óbitos em decorrência da gripe influenza, a prorrogação da campanha é “mais uma oportunidade para que os públicos de todas as fases, que ainda não se vacinaram, possam procurar de forma organizada as unidades de saúde”.

Agência Brasil

 

A cidade de Patos, até esta segunda-feira, dia 01 de Junho de 2020, contabilizou 650 casos do novo Coronavírus (COVID-19). Desses números, 403 estão em isolamento domiciliar, 16 em internamento hospitalar, 207 estão recuperados e 24 óbitos.

 
Na sequência, você pode conferir o Mapa Setorial que traz a soma dos casos detectados nos bairros que compreendem as cinco regiões no perímetro urbano do município.
De acordo com os números de hoje, a região com o maior índice de casos confirmados para o Covid-19 em Patos é a Zona Norte, com 167 casos. Na separação por bairros, o Jatobá lidera com o registro de 77 casos. Confira a relação completa dos bairros na 3ª imagem.
 
Para fechar os 650 casos registrados nesta segunda-feira, 01, o Presídio Romero Nóbrega tem o registro de 19 casos, a Zona Rural tem 05 casos, e o Distrito de Santa Gertrudes 03 casos.
 
Os casos registrados do sexo masculino e sexo feminino estão empatados. E a faixa etária predominante é entre 20 e 40 anos.
 
Todos os dados veiculados tanto no Boletim quanto no Relatório, são fornecidos pela Vigilância Epidemiológica do Município.

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 73%.

São 533​ novos casos de Covid-19 e 10 mortes confirmadas desde a ultima atualização. ​(Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou até a tarde desta segunda-feira (1) um total de 13.695 infectados com a covid-19. Os números divulgados também incluem o total de 10.524 casos descartados, 370 mortes confirmadas e 2.637 casos de pessoas recuperadas. São 533 novos casos de Covid-19 e 10 mortes confirmadas desde a ultima atualização. 

  • Casos Confirmados:  13.695
  • Casos Descartados: 12.068
  • Óbitos confirmados: 370
  • Casos recuperados: 2.637
  • Total de municípios: 194

A diminuição do número de notificações no fim de semana não caracteriza a diminuição do número de casos. Todos os sistemas de vigilância dependem da operacionalização dos profissionais da Atenção Primária, das Secretarias Municipais de Saúde, das Unidades de Pronto Atendimento e dos Hospitais, e alguns não trabalham no fim de semana.

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 73%. Se fizermos um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, 87% estão ocupados. Em Campina Grande, estão ocupados 83% de leitos de UTI adulto. No sertão, 59% dos leitos de UTI estão ocupados. Apenas, 50,3% da população seguiu a recomendação de Isolamento Social. 

Os casos confirmados estão em 194 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (2); Aguiar (1); Alagoa Grande (76); Alagoa Nova (36); Alagoinha (103); Alcantil (4) Alhandra (138); Amparo (12); Aparecida (8); Araçagi (27); Arara (13); Araruna (2); Areia (56); Areia de Baraúnas (1); Areial (9); Aroeiras (23); Assunção (6); Baia da Traição (44); Bananeiras (26); Baraúna (11) Barra de Santa Rosa (5); Barra de Santana (16); Barra de São Miguel (3); Bayeux (319); Belém (36); Belém do Brejo do Cruz (2); Boa Ventura (1);  Boa Vista (29); Bom Jesus (1); Bonito de Santa Fé (1); Boqueirão (20); Borborema (1);  Brejo do Cruz (4); Caaporã (371); Cabaceiras (1); Cabedelo (796); Cachoeira dos Índios (6); Cacimba de Areia (1); Cacimba de Dentro (26); Cacimbas (2); Caiçara (23); Cajazeiras (96); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (15); Campina Grande (1578); Capim (39);  Carrapateira (1); Casserengue (8); Catingueira (5), Catolé do Rocha (45); Caturité (14); Conceição (5);  Condado (39);  Conde (97); Congo (11); Coremas (17); Coxixola (4); Cruz do Espírito Santo (110); Cubati (1); Cuité (10);  Cuité de Mamanguape (5); Cuitegí (46); Curral de Cima (10); Damião (1); Desterro (9); Dona Inês (3); Duas Estradas (20); Emas (1); Esperança (56); Fagundes (7); Gado Bravo (23);  Guarabira (573); Gurinhém (36); Gurjão (15); Ibiara (4); Igaracy (2); Imaculada (8); Ingá (70); Itabaiana (197); Itaporanga (3); Itapororoca (38); Itatuba (47); Jacaraú (7); Jericó (2);  João Pessoa (4151); Joca Claudino (1); Juarez Távora (22); Juazeirinho (51);  Junco do Seridó (9); Juripiranga (90); Juru (4); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (7); Lagoa Seca (76); Lastro (1); Logradouro (11); Lucena (54); Mãe d’Água (3); Malta (11); Mamanguape (162); Manaíra (2); Marcação (7);  Mari (113); Marizópolis (3); Massaranduba (22); Mataraca (24); Matinhas (14); Mato Grosso (4); Matureia (10); Mogeiro (4);  Montadas (6); Monteiro (27); Mulungu (17); Natuba (7); Nova Floresta (1), Nova Olinda (2); Nova Palmeira (3); Olho D´Água (13); Olivedos (2);  Ouro Velho (1); Passagem (7); Patos (587); Paulista (17); Pedras de Fogo (247); Pedro Régis (1); Piancó (18); Picuí (15); Pilar (40); Pilões (9); Pilõezinhos (52); Pirpirituba (20); Pitimbu (100); Pocinhos (7);  Pombal (61); Princesa Isabel (8); Puxinanã (30);  Queimadas (94); Quixaba (4); Remígio (42); Riachão do Bacamarte (80);  Riachão do Poço (3); Riacho de Santo Antônio (3); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (57); Salgadinho (5); Salgado de São Felix (26); Santa Cecília (3); Santa Helena (1); Santa Inês (1);  Santa Luzia (47); Santa Rita (597); Santa Terezinha (13); Santana dos Garrotes (1); São Bentinho (9); São Bento (124); São Francisco (3);  São João do Cariri (1); São João do Rio do Peixe (12); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (13); São José de Caiana (11); São José de Espinharas (3); São José de Piranhas (5); São José do Bonfim (12); São José do Sabugi (62); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (10); São Mamede (13); São Miguel de Taipu (23); São Sebastião de Lagoa de Roça (22); São Sebastião do Umbuzeiro (1); São Vicente do Seridó (13); Sapé (201); Serra Branca (2); Serra da Raíz (11); Serra Grande (1); Serra Redonda (36); Serraria (11); Sertãozinho (14); Sobrado (21); Solânea (68); Soledade (9); Sousa (186); Sumé (20); Tacima (16); Taperoá (33); Tavares (6); Teixeira (17); Tenório (1); Uiraúna (4); Umbuzeiro (16); Várzea (1); Vieirópolis (2); Vista Serrana (1).

*Dados Oficiais preliminares (fonte e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 01/06 sujeitos a revisão.

Mais 10 óbitos foram confirmados 

Homem, 32  anos sem comorbidade, residente em Sapé. Inicio dos sintomas 18/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 27/05.

Mulher, 69 anos, hipertensa, Dpoc,cardíaca, residente em Campina Grande. Inicio dos sintomas 13/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 18/05.

Mulher, 76 anos sem informação de comorbidade, residente em Campina Grande. Inicio dos sintomas 20/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 21/05.

Homem, 72 anos, hipertenso, residente em Campina Grande. Inicio dos sintomas 10/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 19/05.

Mulher, 82 anos, diabetica, residente em Patos. Inicio dos sintomas 14/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 28/05.

Homem, 72 anos, Cardiopata,pneumopata, residente em João Pessoa. Inicio dos sintomas 24/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Mulher, 42 anos, sem informações de  comorbidade , residente em Campina Grande. Inicio dos sintomas 11/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Homem, 72  anos,diabético, hipertenso, residente em Bayeux. Inicio dos sintomas 19/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 30/05.

Mulher, 91, hipertensa, residente em Guarabira. Inicio dos sintomas 19/05, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia 01/06.

Mulher,  41 anos, sem informação de comorbidade, residente em Bayeux. Inicio dos sintomas 01/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 19/05.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O Brasil registrou 623 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. O total de óbitos desde o início da pandemia no país, há pouco mais de três meses, é de 29.937.

O país também registrou 12.247 novos casos confirmados. O total é de 526.447.

Técnicos do Ministério da Saúde, porém, alertam que o número real de casos no Brasil tende a ser maior. Entre os motivos, estão subnotificação devido à baixa oferta de testes e ocorrência de casos suspeitos ainda em análise.

Análises feitas pelo Ministério da Saúde têm apontado que o país segue em tendência de aumento de casos e mortes, sem que haja sinais de desaceleração. O pior da pandemia ainda não chegou para o Brasil, segundo afirmou nesta segunda o diretor-executivo da OMS (Organização Mundial da Saúde), Michael Ryan.

O país também já vive um processo de interiorização da epidemia, com crescimento no número de municípios com casos da doença, segundo a pasta.

Dados compilados pela Universidade John Hopkins (EUA) apontam que o país é hoje o segundo em número de registros da Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, que soma quase 1,8 milhão de casos.

Em número de mortes, o Brasil ocupa a quarta posição no ranking, atrás de EUA, Reino Unido e Itália.

Primeiro a confirmar a chegada da Covid-19, o estado de São Paulo tem hoje o maior número de registros da Covid-19, com 111.296 casos confirmados e 7.667 mortes.

Além de São Paulo, outros estados com maior número de casos confirmados são Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas.

Nesta segunda, 01 de junho, a Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, até às 17h, foram confirmados três (03) novos casos de Covid-19. O boletim diário, portanto, fica com dezenove (19) suspeitos, cento e setenta e oito (178) descartados, cento e seis (106) confirmados, treze (13) óbitos e vinte e oito (28) recuperados.

 
Vale lembrar que dentro dos 106 confirmados, estão contabilizados os 13 óbitos e 28 curados. Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 943 carros de fora. Em Pernambuco, foram confirmados 450 novos casos e 68 mortes, totalizando 34.900 positivos 2.875 mortes.
 
O isolamento social é a recomendação da Organização Mundial da Saúde – OMS para evitar o contágio. Cada um precisa fazer sua parte. Quem puder ficar em casa, fique. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas, denúncias ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

 Serra Talhada chega a 124 casos de Covid-19

A Prefeitura de Serra Talhada, através da Secretaria de Saúde, informa nesta segunda-feira (01/06) que foram confirmados mais nove casos positivos para Covid-19 no município, totalizando 124 casos, sendo 70 pacientes do sexo feminino e 54 do sexo masculino.

Os nove novos casos se tratam de cinco pacientes do sexo feminino de 06, 24, 34, 39 e 75 anos e quatro pacientes do sexo masculino de 16, 28, 64 e 73 anos.

Setenta e duas pessoas estão recuperadas, 45 pessoas estão em isolamento domiciliar, três permanecem em leitos de internamento, 14 casos suspeitos aguardam resultados e 695 casos foram descartados.

O município registrou mais um óbito na madrugada desta segunda-feira, se tratando de um idoso de 88 anos que estava internado no Hospam e já tinha o diagnóstico de Covid-19. O sepultamento aconteceu durante esta manhã, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde.

Dos diagnósticos de Covid-19, 43 testes foram realizados no Lacen-PE, 74 no Laboratório Municipal José Paulo Terto e 07 particulares.

Portanto, Serra Talhada contabiliza 124 casos confirmados, 14 em investigação, 695 descartados, 72 recuperados e 04 óbitos.

Distribuição por bairros: sete casos na Cohab/Tancredo Neves, nove no Bom Jesus, dois na Cagep, 14 no IPSEP, um na Caxixola, 11 no São Cristóvão, um no Borborema, sete no Vila Bela, nove no Alto da Conceição, 30 na AABB/Várzea, 18 no Centro, um no Universitário e 14 na Zona Rural.

Tabira confirma 6 novos casos de coronavírus,  totalizando 30

A Secretaria Municipal de Saúde, após mapeamento e Bloqueio Epidemiológico, informa a confirmação de mais seis casos de COVID-19.
 
– Paciente do sexo feminino, 42 anos, Profissional da Saúde, residente no Bairro Dercílio de Brito Galvão. Encontra-se estável, em isolamento domiciliar.
 
– Paciente do sexo masculino, 24 anos, Profissional da Saúde, residente no Bairro Florentino Leite, estável, em isolamento domiciliar.
– Paciente do sexo feminino, 24 anos, Profissional da Saúde, residente no Povoado de Brejinho, estável, em isolamento domiciliar.
– Paciente do sexo masculino, 24 anos, residente no Sítio Baixa da Ovelha, estável, em isolamento domiciliar.
– Paciente do sexo masculino, 7 anos, residente no Povoado de Brejinho, estável, em isolamento domiciliar.
Paciente do sexo masculino, 4 anos, residente no Povoado de Brejinho, estável, em isolamento domiciliar.
 
Os contatos de ambos já estão sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde e Unidade Básica de Saúde.

 

Calumbi-PE registra os dois primeiros casos de coronavírus

Hoje o município de calumbi obteve o resultado positivo para o COVID-19 de dois pacientes que estavam em investigação. Esses contatos por sua vez passam para o campo de isolamento domiciliar, os pacientes por sua vez encontram-se em bom estado geral e sem queixas apenas terminando de cumprir os critérios de isolamento domiciliar. Permanecemos com dois casos em investigação e um caso descartado.
 
Pedimos a população que mantenha a calma e continue seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde. Reforçamos ainda o nosso compromisso com a população do nosso município.

Em live, Bolsonaro exibe o remédio para o tratamento de pacientes com Covid-19

A cloroquina já virou um mico internacional, desacreditada pela OMS e por diferentes países europeus, mas na agonia diária do governo de Jair Bolsonaro, ela segue consumindo dinheiro público.

Nos últimos dias, o medicamento receitado por Bolsonaro na pandemia de coronavírus figurou duas licitações de unidades de saúde comandadas pelo Exército.

O Hospital Geral de Belém, vinculado ao Exército, publicou há duas semanas uma licitação para aquisição de insumos de saúde com a cloroquina na lista.

Já o 4º Batalhão de Infantaria de Selva do Comando de Fronteira do Exército no Acre abriu licitação para também torrar os limitados recursos públicos com cloroquina. 

 

Igrejas católicas no ABC vão retomar missas presenciais no próximo dia 13, dia de Santo Antônio

Coronavírus: Igreja determina suspensão de missas em Campinas por ...

A partir do próximo dia 13 de junho, as igrejas católicas localizadas na região do ABC poderão retomar suas missas presenciais. O anúncio foi feito pelo bispo dom Pedro Cipollini, responsável pela Diocese de Santo André (que também reúne os municípios de São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra).

Por meio de uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, o bispo afirmou que a Diocese irá publicar um documento com 60 normas para que a abertura seja viabilizada. Entre elas está o distanciamento entre os fiéis, a desinfecção das igrejas antes e depois das missas, o oferecimento de álcool em gel e a medição da temperatura dos visitantes.

A data escolhida para retomada das missas presenciais, 13 de junho, é o Dia de Santo Antônio, quado ocorrem muitas celebrações na Igreja Católica. Até lá, dom Pedro afirma que não haverá mudanças. Ou seja, as missas continuarão a ser feitas sem a presença do público e com transmissão pela internet, rádio ou televisão por causa do novo coronavírus.

O bispo de Santo André afirma ainda que, apesar da autorização para celebração das missas com público presente, não há uma obrigatoriedade para que os padres cumpram a decisão. “Algumas paróquias podem dizer que não têm condição de reabrir. Não é uma imposição que vem de cima de forma autoritária”, adverte.

O bispo também recomenda aos fiéis tenham cuidado ao ir à missa. “O fato de estamos começando um processo para reabrir as celebrações presenciais não diminui em nada a recomendação para que fique em casa. Você não vai ser obrigado a vir à igreja”, destaca.

 

Levantamento nacional do Instituto Paraná Pesquisas mostra que 65,3% dos brasileiros são favoráveis ao adiamento das eleições municipais de outubro para novembro ou até dezembro.

Os que são contra a mudança da data somam 28,7% e 6% não opinaram.

Norte e Centro-Oeste, com 68%, são as regiões onde o clamor pelo adiamento do pleito é mais forte.

O levantamento foi concluído nesta semana. O instituto ouviu 2.280 habitantes nas 27 unidades da federação.

 

 

Rio: Prefeito libera calçadão, igrejas e atividades esportivas individuais no mar a partir de terça-feira

O plano dividido em seis fases só deve ser concluído em agosto, caso não haja um aumento de casos que a capacidade de leitos da cidade não absorva. Para isso, o monitoramento sera diário.

RIO — O prefeito Marcelo Crivella anunciou nesta segunda-feira que o plano de reabertura da economia e a redução das medidas de isolamento social vão começar a partir já de terça-feira, dia 2. Entre elas, caminhadas no calçadão e atividades esportivas individuais no mar, como natação ou surfe, abertura de templos religiosos e funcionamento de lojas de móveis e automóveis. 

Porém, ainda será proibido aluguel de barracas de praia, por exemplo. Sobre as atividades na água, a prefeitura ressalta que a liberação não refere-se ao banho de mar como forma de recreação, mas como prática esportiva.

O plano dividido em seis fases só deve ser concluído em agosto, caso não haja um aumento de casos que a capacidade de leitos da cidade não absorva. Para isso, o monitoramento sera diário.

Dentro do cronograma, as aulas só serão retomadas em julho. No primeiro momento, serão liberadas as turmas do quinto ao nono ano, com restrições de turmas. E haverá rodízio de alunos mesmo depois da última fase.

Serviços e atividades permitidas a partir do dia 2:

  • Caminhadas no calçadão e atividades na água, como surfe. As atividades na areia, como escolinhas, continuarão proibidas;
  • Atividades em templos religiosos desde que respeitadas normas para evitar aglomerações;
  • Lojas de movéis e automóveis, mas feirões continuam proibidos.
  • Fila para vagas em UTI é um critério

Crivella acrescentou que um dos fatores para decidir pela reabertura é o fato de não haver nesse momento filas em UTIs da rede pública municipal. Os pacientes que ainda precisam ser internados estão aguardando a vaga por motivos secundários como a espera de ambulância para a transferência. Na capital, a espera por uma vaga de terapia intensiva já chegou a mais de mil leitos.

Segundo o prefeito, as medidas foram discutidas em comum acordo com o governo estadual. O secretário estadual de Saúde, Fernando Ferry, participou da reunião com a comunidade científica que decidiu pela reabertura.

A reabertura das igrejas e templos religiosos está proibida por decisão judicial. No entanto, o prefeito disse que pretende discutir com a Justiça os detalhes da nova regulamentação.

– Prolongar o isolamento pode trazer benefícios para evitar a Covid-19. Mas nós registramos aumento de casos de mortes de outras comorbidades como cardiopatias, câncer, porque os pacientes suspenderam o tratamento e não têm ido às unidades de saúde – argumentou Crivella.

O superintendente de Educação e Projetos da Vigilância Sanitária, Flavio Graça, explicou parte do plano. O processo de retomada será monitorado levando-se em conta a taxa de ocupação de leitos por 100 mil habitantes e a evolução semanal de óbitos. Se não houver mudanças drásticas nas curvas, as fases serão implementadas a cada 15 dias.

Na primeira fase, apenas o comércio essencial continuará liberado. Na segunda, os shoppings poderão reabrir, mas com redução de um terço da capacidade dos estacionamentos. E uma pessoa por quatro metros quadrados.

Também na fase 1, os parques públicos estão liberados para atividades físicas. O aluguel de barracas de praia na areia só vai ocorrer na fase 5.

Na terceira fase, abrem as lojas de rua com impacto maior no transporte público. O decreto que restringe a circulação em 13 centros de bairro, que vence nesta segunda-feira, será prorrogado enquanto o comércio de rua nao for liberado.

Alerta:Especialista diz que volta às aulas após o fim do isolamento ‘vai ser um grande problema’

Os salões de beleza só abrem na fase 3, com horário marcado. Os servicos de depilação, maquiagem, tatuagem e sauna permanecem fechados nessa fase.

Os pontos turísticos só reabrirão na quarta fase, com capacidade limitada a um terco. Na fase 5, aumenta para dois terços; e na fase 6, abre com lotação normal.

Com relação às atividades culturais, será permitido drive inn nas fases iniciais, com duas pessoas e da mesma famlia. As vendas de ingresso só poderão ser on-line ou por autoatendimento. Atividades culturais como cinema e teatro em espaços fechados só voltam na fase 4, limitadas a um terço da capacidade.

Nas fases seguintes, a cidade voltará à quase total normalidade, mas ainda com o uso de máscaras.

O prefeito, por sua vez, explicou que vários fatores influenciaram na decisão sobre o cronograma de abertura. Entre os quais a capacidade dos setores gerarem receitas e empregos. E se produzem mais ou menos aglomerações.

O plano começa com as duas primeiras fases consideradas atividades econômicas de baixo risco, a primeira de três classificações. As outras são médio risco (fases 3 e 4) e alto risco (fases 5 e 6).

Algumas atividades têm as chamadas regras de ouro que todos os setores da economia terão de cumprir. Quem cumprir as regras poderá preencher uma autodeclaração no site da prefeitura.

 

 

Tabira: Nelly afirma não acreditar em nomes impostos

Para a presidente da Câmara de Tabira, é preciso buscar primeiro construir um projeto de cidade.

Nill

Entrevistada pelo blogueiro Leo Brasil, que tem feito uma série de Lives com os atores da sucessão municipal em Tabira, a presidente da Câmara foi perguntada diversas vezes sobre o seu caminho político, a avaliação da gestão Sebastião Dias, a possibilidade de composição com o ex-prefeito Dinca Brandino e as conversas de bastidores em torno do seu nome e da conjuntura partidária.

Nelly avaliou como boa a primeira gestão do prefeito Sebastião Dias, reconhecendo as dificuldades estruturais do governo, porém bem intencionada na prestação do serviço público. Criticou a condução política da gestão, por receber interferência direta de atores que não foram eleitos pelo voto popular, como o filho do prefeito Allan Dias.

Sobre o nome de Flávio Marques e a conjuntura de PT/PSB, Nelly criticou a forma de como se deu o projeto. “Uma aliança pragmática, gerida de cima para baixo, sem escutar a população e imposta por quem não vive a realidade política de Tabira.”

Ressaltou as qualidades pessoais de Flávio Marques, o respeito a militância coerente de Zé de Bira sempre no PSB, mas disse não compreender quem sempre combateu uma gestão, de repente baixar a cabeça por uma imposição maior que discute mais nomes do que projeto de cidade.

Sobre a possibilidade de aproximação com o ex-prefeito Dinca Brandino, Nelly disse não existir nenhum tipo de acordo em mesa. Se critica a forma como as coisas se estão se dando no campo governista, não vai repetir na ala de Dinca. Mas se coloca aberta para discussão com todos os grupos, podendo vir a construir com aquele que tiver um alinhamento maior com o plano de governo que pretende apresentar a Tabira no momento oportuno.

Ressaltando as ações da Câmara Municipal, Nelly comentou a devolução do duodécimo, a doação de 500 máscaras para a Secretária de Saúde e a antecipação da parcela de décimo terceiro dos servidores.

Ainda sobre a sucessão política, disse respeitar a legitimidade do governo Sebastiao Dias em indicar esse ou aquele. Mas ressalvou, a questão da própria conjuntura que elegeu Sebastião Dias as duas vezes, ter sido ampla, debatida, construída dentro de um conjunto maior de forças e não imposta, como acontece agora. Nunca clara sinalização que o prefeito não estaria usando para o seu “ungido” a mesma receita que foi beneficiado nas suas eleições.

Nelly acredita na possibilidade de concorrer em via própria e segue as articulações com seu grupo de vereadores e lideranças.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que temos mais um caso positivo no município. O paciente é do sexo masculino, 54 anos, realizou coleta de swab em hospital na cidade de Caruaru, onde se encontra internado em tratamento de outras enfermidades. A família já foi contactada e está sendo monitorada pela equipe de Saúde do município.
No primeiro dia de funcionamento, com o objetivo de ampliar a testagem da população, a unidade de campanha instalada em Afogados da Ingazeira realizou dez testes rápidos. Todos deram negativo para covid-19.
 

“Claramente a situação em alguns países sul-americanos está longe da estabilidade. Houve um crescimento rápido dos casos e os sistemas de saúde estão sob pressão”, disse Ryan.

13 de maio: clientes usam máscaras contra a Covid-19 em um supermercado em Moscou, na Rússia. — Foto: (Foto: Alexander Nemenov/AFP)

BRUXELAS, BÉLGICA (FOLHAPRESS) — O pior da pandemia ainda não chegou para o Brasil, afirmou nesta segunda (1ª) o diretor-executivo da OMS (Organização Mundial da Saúde), Michael Ryan.

Segundo ele, o Brasil — entre outros países da América Central e do Sul — está entre os que têm registrado os maiores aumentos diários de casos da doença, com transmissão ainda fora de controle.

“Claramente a situação em alguns países sul-americanos está longe da estabilidade. Houve um crescimento rápido dos casos e os sistemas de saúde estão sob pressão”, disse Ryan.

Segundo ele, o pico do contágio ainda não chegou, “e no momento não é possível prever quando chegará”.

Até domingo (31), o Brasil tinha 514.849 casos confirmados de coronavírus e 29.314 mortes, com 480 novos mortos nas 24 horas anteriores. É o segundo país com maior número de casos no mundo, depois dos EUA, e o quarto em número de mortes, atrás de EUA, Reino Unido e Itália.

Em relação à população, o Brasil era no domingo o 13º no mundo, com 13,8 mortes por 100 mil habitantes. Nos cálculos semanais feitos pelo Imperial College de Londres, a taxa de contágio brasileira está há pelo menos cinco semanas acima de 1 -o que significa que a transmissão está se acelerando.

O diretor-executivo da OMS afirmou que a densidade urbana e o grande número de pessoas mais pobres na cidade são fatores que dificultam o risco da doença, mas que políticas públicas implantadas no sul da Ásia e na África conseguiram estabilizar a gravidade da doença, enquanto no Brasil e em outros países latino-americanos ela ainda cresce com velocidade progressiva e ameaça os sistemas de saúde.

Segundo ele, nas Américas, “houve respostas diferentes entre os países, e há bons exemplos de governos que adotaram abordagens científicas, enquanto em outros países vemos uma ausência ou uma fraqueza nisso”.

“O que precisamos agora é mostrar nossa solidariedade e trabalhar com esses países para que eles consigam controlar a epidemia”, disse Ryan.

Os especialistas da OMS voltaram a dizer que decisões de desconfinamento devem ser acompanhadas de um sistema para testar casos suspeitos, rastrear contatos, tratar doentes e isolar os que possam ter o coronavírus para impedir que contagiem outras pessoas.

Sobe para 59 o número de casos confirmados do novo coronavírus em Araripina

Dois novos casos de Covid-19 foram registrados nesta segunda-feira (01) em Araripina, no Sertão Pernambucano. Nenhuma informação sobre os pacientes foi divulgada no boletim da prefeitura.

Agora o município contabiliza 59 casos confirmados da doença, 25 curas clínicas, três óbitos e dois em investigação.

De acordo com a prefeitura, 272 exames já foram realizados em Araripina, sendo 230 testes rápidos e 42 analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

No Sertão do Araripe já foram registradas 11 mortes, sendo 04 em Trindade, 03 em Ipubi, 03 em Araripina e 01 em Ouricuri.

Construção civil e comércio atacadista serão liberados a operar em Pernambuco

Em pronunciamento divulgado hoje (1°.06), o governador Paulo Câmara avaliou os últimos dados da saúde, que indicam a estabilização dos casos da pandemia do novo coronavírus, e anunciou a retomada das atividades econômicas. Na próxima segunda-feira (08.06), a construção civil e o comércio atacadista estarão liberados a operar em todo o Estado.

Semanalmente, o comportamento da epidemia será avaliado, com critérios técnicos e sanitários, e novos setores poderão ser liberados a partir dos dados desse monitoramento. Caso ocorra uma nova onda da epidemia, ou mesmo um recuo na estabilização, o Governo poderá voltar a adotar medidas restritivas mais rígidas, além das que continuam vigentes.

Por fim, Paulo Câmara reforçou a importância de manter o isolamento social e o uso máscaras de proteção em todo o Estado para garantir a redução dos casos de Covid-19

Primeiro dia de reabertura do comércio tem movimento cauteloso em Petrolina

Por

 

Por Carlos Britto

Adormecido desde março, o comércio de Petrolina despertou novamente já nas primeiras horas desta segunda-feira, 1º de junho. Pelas principais ruas do centro da cidade, o que se viu foram vendedores ainda cautelosos, porém animados com a possibilidade de retornar às atividades e garantir a renda. Teve até mesmo lojista soltando fogos para celebrar o retorno das atividades econômicas.

O início da semana e do mês, também marca a retomada gradual das atividades econômicas em Petrolina, após suspensão, através de decreto, devido à pandemia do novo coronavírus. Com a reabertura neste início de semana, os comerciantes também apostaram em algumas estratégias de desconto numa tentativa talvez, de atrair o cliente, e ao mesmo tempo recuperar o tempo perdido.

Em decreto publicado na última semana, a prefeitura anunciou um plano com diversas medidas para evitar a disseminação do vírus durante o retorno das atividades econômicas. Entre as regras, estão uso obrigatório de máscaras, controle da quantidade de pessoas dentro de cada estabelecimento e ainda o distanciamento de 2 metros.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira recebeu, nesta segunda (01), mais 1.000 testes rápidos para covid-19.

O objetivo é ampliar a testagem com a população sintomática, respeitando os prazos preconizados pelo Ministério da Saúde, de modo a garantir maior eficácia do resultado: oito dias após o surgimento do primeiro sintoma e 72h com o paciente sem sintomas.

O município já vinha testando profissionais de saúde e de segurança pública que haviam apresentado sintomas compatíveis com a covid-19, com os 500 testes que havia recebido do Ministério da Saúde.

“Agora vamos levar essa testagem para a nossa população e assim ter uma radiografia mais atual do crescimento da pandemia em nossa cidade, com os mil testes que compramos, com recursos próprios,” destacou o Prefeito José Patriota.

Segundo o Secretário de Saúde de Afogados, Artur Amorim, é provável que a partir da ampliação da testagem, haja um aumento nos números de casos, tanto descartados quanto confirmados de covid-19 no município.

Todas as informações a respeito do gasto público com as ações de combate e prevenção da pandemia em Afogados da Ingazeira podem ser obtidas acessando o portal da transparência, no site institucional da Prefeitura: www.afogadosdaingazeira.pe.gov.br , segundo nota.

Unidade de campanha: a Prefeitura de Afogados da Ingazeira colocou em funcionamento nesta segunda, a unidade de campanha para covid-19.

Para tanto, foi isolado um bloco inteiro do Centro Especializado em Reabilitação – CER lll.

A unidade funciona de segunda à sexta, das 7h às 19h, com médico, enfermeiro e técnica de enfermagem.

“Essa será a nossa unidade de referência para pacientes com covid-19 em Afogados, inclusive realizando a testagem rápida dos casos suspeitos,” informou o Secretário de Saúde, Artur Amorim. Para uma maior eficácia dos testes, o Ministério da Saúde orienta que a testagem seja feita após o oitavo dia de surgimento do primeiro sintoma, e após 72h sem nenhum sintoma.

“É um esforço conjunto que estamos fazendo para unificar nossas ações e assim poder diminuir o fluxo de casos suspeitos nas UBS’s e assim diminuindo os riscos de contágio para os demais usuários da atenção básica em Afogados,” destacou o Prefeito José Patriota, que esteve presente, ao lado do Secretário de Saúde, nessa primeira manhã de funcionamento.

A mudança foi publicada no “Diário Oficial da União” desta segunda-feira (1º).

O governo do presidente Jair Bolsonaro nomeou o chefe de gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI), Marcelo Lopes da Ponte (Foto: Reprodução)

O governo do presidente Jair Bolsonaro nomeou o chefe de gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI), Marcelo Lopes da Ponte, para a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A mudança foi publicada no “Diário Oficial da União” desta segunda-feira (1º).

A portaria com a nomeação foi assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter de Souza Braga Netto, e publicada junto com a exoneração da antiga presidente do FNDE, Karine Silva dos Santos.

No último dia 19, constou na agenda do ministro da Educação, Abraham Weintraub, uma reunião com Marcelo Lopes da Ponte sobre o calendário do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Também estava prevista a participação de deputado Arthur Lira (PP/AL), liderança do chamado Centrão.

Nas últimas semanas, o presidente Bolsonaro passou a negociar cargos do governo com partidos da Câmara, em especial com os que fazem parte do Centrão. Órgãos como o FNDE e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) estão entre os cobiçados pelo grupo.

O Centrão reúne partidos de orientação de centro-direita, como o PP de Ciro Nogueira. Pela quantidade de deputados que possui, pode ser decisivo em votações no Congresso. Bolsonaro quer construir uma sustentação política que evite, por exemplo, a abertura de um processo de impeachment contra ele.

Programas que FNDE executa

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação é uma das autarquias do Ministério da Educação e teve orçamento de cerca de R$ 55 bilhões previstos ano passado. O fundo responde pela execução de uma série de programas de alcance nacional, como:

  • Programa Nacional do Livro e Material Didático (PNLD)
  • Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância)
  • Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)

No último dia 18, o governo havia nomeado Garigham Amarante Pinto, indicado pelo PL, para o cargo de diretor de Ações Educacionais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

16 jogadores do Vasco testam positivo para Covid-19

O clube realizou teste em todos os atletas, e o resultado fez com que houvesse mudança no planejamento.

Jogadores do Vasco testam positivo para coronavírus (Foto: Reprodução)

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O Vasco anunciou neste domingo (31) que 16 jogadores do elenco testaram positivo para o Covid-19. O clube realizou teste em todos os atletas, e o resultado fez com que houvesse mudança no planejamento.

Quem testou positivo será isolado até que esteja curado e sem possibilidade de transmitir o novo coronavírus para os demais.

De acordo com o clube, em função da pandemia do coronavírus, 250 pessoas foram submetidos a exames. Ao todo teriam sido 350 testes. O chefe do departamento médico do Vasco, Marcos Teixeira, foi quem fez o anúncio através das redes sociais do clube.

“Três atletas tiveram contato com o vírus e estão curados. Observamos 16 atletas que vieram com exames positivos. Eles estão isolados do grupo, vão continuar com contato médico e exames seriados até que tenhamos certeza que eles não poderão mais transmitir esse vírus para o restante do elenco. Isso só comprova que estamos fazendo uma grande ação de saúde, identificando o mais rapidamente possível essa infecção nos atletas, porque a gente sabe que 95% do nosso grupo são [pessoas infectadas] assintomáticas, essas que tiveram contato com o vírus. Isso faz com que a gente impeça que o vírus seja disseminado até mesmo dentro do ambiente familiar do atleta”, disse Teixeira em vídeo da Vasco TV.

Vasco e Flamengo são os dois clubes grandes do Rio que defendem o retorno das atividades esportivas no futebol carioca e contam com o apoio da Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro). Fluminense e Botafogo, por outro lado, têm uma postura diferente sobre o caso.

Os dois clubes, inclusive, fizeram uma visita ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na semana passada com o objetivo de agilizar o retorno do futebol carioca, o que gerou grande polêmica na ocasião.

Toffoli recebe alta, mas continua afastado das atividades

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, recebeu alta hospitalar, em Brasília, na noite de sábado (30), após permanecer internado durante uma semana se recuperando de uma cirurgia para retirada de um abscesso. A informação foi dada pela sua assessoria. Toffoli ainda ficará de licença médica por mais uma semana, até o próximo domingo (7).

Apesar de a cirurgia, realizada no dia 23, ter transcorrido bem, o ministro apresentou sintomas da covid-19 e ficou internado para observação. Os exames realizados pelo ministro deram negativo para o novo coronavírus.

Na ausência de Toffoli, o Supremo é comandado pelo vice-presidente, o ministro Luiz Fux.

Agência Brasil

Pajeú tem 261casos confirmados em 15 cidades

 

Serra Talhada chegou a marca de 115 casos confirmados. São José do Egito 32, Tabira 24, e Triunfo 22 casos de Covid-19  .

Juntas as 4 cidades possuem  ‘188′ casos, e elas continuam liderando a lista dos municípios do Pajeú com maior número de casos até agora.
Carnaíba 14  e Itapetim  registraram o 12 cada. Quixaba, Tuparetama e Afogados da Ingazeira foram a 7 casos cada e Iguaracy  continua com 6 casos  . Flores chegou ao  caso. Brejinho tem seus 3 primeiros casos confirmados de Covid-19. Santa Terezinha Quatro  e Santa Cruz da Baixa Verde, aparece na última posição da lista que até agora com UM caso confirmado cada. Ingazeira que estava sem nenhum caso, confirmou seu  caso de Covid-19. Agora o Pajeú tem 15 cidades atingidas oficialmente pelo vírus. O Pajeú tem 17 municípios ao todo.

\’18′ mortes já foram registradas pela covid-19 em 6 das 14 cidades que já confirmaram casos; 4 em Carnaíba, 4 em Triunfo, 3 em Serra Talhada, 3 em Quixaba, 2 em Tabira, uma em Itapetim e uma em Iguaracy.\

Os dados foram coletados dos boletins divulgados pelas Secretarias Municipais de Saúde de cada município.

Nas 15 cidades que já possuem casos confirmados no Pajeú, os números chegam a ‘261′ pessoas infectadas com o novo coronavírus.

 2 cidades do Pajeú ainda não apresentaram casos de covid-19

Apesar da grande maioria das cidades da nossa região já terem casos confirmados de coronavírus, 15 no total, outras  ainda não tem nenhum caso registrado. .

No médio Pajeú, Solidão   não teve nenhum registro até essa sábado (30). Já no baixo Pajeú, o município que pode-se dizer ser o oásis em meio a essa pandemia é  Calumbi  , que completa a seleta lista das cidades do Pajeú que ainda não tem a confirmação de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Em Pernambuco foram registradas nas últimas 24 horas

Pernambuco registrou, neste sábado (30), mais 1.172 casos confirmados do novo coronavírus, além de 71 mortes (veja vídeo acima). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), há, ao todo, 33.427 casos e 2.740 óbitos de pacientes com a Covid-19 no estado, números registrados desde 12 de março, quando houve os primeiros casos da doença.Do número de confirmações da doença no estado neste sábado (30), 321 são de pacientes que têm Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 851 são casos leves da doença. Do total de casos confirmados em Pernambuco, são 14.100 graves e 19.327 leves, segundo o governo estadual.

Brasil 

O Brasil tem sete vezes mais casos de coronavírus do que apontam as estatísticas oficiais, mostra a primeira etapa nacional de uma pesquisa coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). O levantamento foi realizado durante uma semana, entre 14 e 21 de maio, para testar a presença da doença na população.

Isso quer dizer que em um grupo de sete pessoas com o coronavírus, apenas uma sabe que está infectada.

Em nível Global O mundo alcançou a marca de 5,5 milhões de casos do novo coronavírus nesta quinta-feira (21), de acordo com o medidor Coronavirus Worldometer e deixou aproximadamente 353 MIL mortos.

|-O número de municípios com casos de coronavírus aumentou quase 12 vezes em 53 dias. De acordo com levantamento divulgado nesta terça-feira (26) pelo ministério da Saúde, 3.500 cidades tiveram ao menos um caso de Covid-19. A cifra representa 65% de todos os 5.570 municípios do Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 28 de março, o País registrava 297 municípios com pelo menos uma confirmação de coronavírus e a maior parte dos 3.906 casos estava concentrada em 97 municípios da região Sudeste

Via Marcelo Patriota

Os recursos, que haviam sido antecipados para uso digital pelo aplicativo Caixa Tem, agora serão transferidos automaticamente para as contas informadas pelos beneficiários.

Mais de 50 bancos participam da operação de pagamento do auxílio emergencial. (Foto: Reprodução)

A Caixa Econômica Federal informou neste domingo (31) que vai começar a creditar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 diretamente nas contas bancárias indicadas pelos beneficiários. Os recursos, que haviam sido antecipados para uso digital pelo aplicativo Caixa Tem, agora serão transferidos automaticamente para as contas informadas pelos beneficiários, de acordo com o calendário de saque em espécie.

A transferência dos valores não movimentados pelo Caixa Tem será realizada para quem indicou contas para recebimento de outros bancos ou poupança existente na Caixa. Com isso, esses beneficiários poderão procurar as instituições financeiras com quem tem relacionamento, caso queiram sacar, segundo orientou o banco estatal.

Mais de 50 bancos participam da operação de pagamento do auxílio emergencial. Segundo o governo, todos os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para o auxílio emergencial já receberam o crédito da segunda parcela.

“A Caixa reforça que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem nas agências durante o horário de funcionamento, das 8h às 14h, serão atendidas. Elas vão receber senhas e, mesmo com as unidades fechando às 14h, o atendimento continua até o último cliente. O banco fechou parceria com cerca de 1.200 prefeituras em todo o país para reforçar a organização das filas e manter o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas”, informou a Caixa, em nota.

PE: Parceria entre SENAI e Fiat vai devolver 134 respiradores consertados a unidades de saúde

Aparelhos são usados para tratar pacientes com covid-19; Secretaria Estadual de Saúde já recebeu de volta 12 equipamentos desse tipo

Foto: divulgação

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Pernambuco (SENAI-PE) não tem medido esforços para ajudar no combate ao novo coronavírus. Em parceria com a Fiat Chrysler Automóveis (FCA), a entidade tem acelerado o conserto e a entrega de ventiladores pulmonares, equipamentos essenciais para ajudar vítimas da covid-19. No total, já foram entregues 134 aparelhos para manutenção – 12 já foram devolvidos, prontos para uso, à Secretaria Estadual de Saúde.

Com a parceria, os equipamentos, também conhecidos como respiradores, seguem para uma unidade da Polo Jeep em Goiana para serem consertados. A ideia, segundo as instituições, é garantir a troca de conhecimentos, contribuir para aumentar a capacidade de atendimento e agilizar a aquisição das peças necessárias para o conserto.

“O objetivo final é conseguirmos ser mais ágeis e eficientes para realizar a manutenção de forma colaborativa, uma vez que o SENAI e a FCA atuaram em frentes de marcas e modelos diferentes, adquirindo conhecimento durante esse período específico”, explica o gerente de Consultoria do SENAI-PE, Oziel Alves.

A ação batizada de + Manutenção de Respiradores, idealizada pelo governo federal e pelo SENAI nacional, conta com 30 pontos de apoio em todo o país, onde as unidades recebem, desde abril, aparelhos para serem consertados.

Além de Pernambuco, a FCA está recebendo respiradores de Alagoas e Paraíba. Até agora, 21 aparelhos já foram consertados e devolvidos e outros 101 continuam em manutenção. “A troca de conhecimentos entre profissionais do SENAI e da FCA em situações-problemas já enfrentadas é fundamental para dar mais celeridade e agilidade na detecção e correção de defeitos”, avalia Alves.  

O gerente de montagem da Jeep, Mateus Marchioro, garante que a empresa tem tomado todas as medidas para frear a doença no país. “Para nós, é uma honra juntar esforços com o SENAI. Essa e outras ações continuarão sendo tomadas até que a situação se regularize”, garante.

De acordo com o médico infectologista do Hospital das Forças Armadas (HFA) Hemerson Luz, 80% dos pacientes com covid-19 apresentam quadro considerado brando, com sintomas mais leves. Outros 15% necessitarão de apoio médico e de remédios e os 5% restantes representam os casos mais graves, precisando de suporte intensivo, como leitos na UTI e aparelhos respiradores – como esses consertados pelo SENAI.

“É de suma importância que haja oferta de respiradores para pacientes que evoluem com insuficiência respiratória. Essa oferta está diretamente ligada à taxa de letalidade. Por isso, o trabalho de manutenção e de deixar esses ventiladores funcionando é um dos trabalhos mais importantes no combate a essa pandemia”, alerta o infectologista.

Segundo o gerente de montagem da Jeep, Mateus Marchioro, a empresa tem tomado todas as medidas para frear a doença no país e garante que ações como essa “continuarão sendo tomadas até que a situação se regularize”.

Reprodução

Blogueiro de estimação da família Bolsonaro e um dos alvos da operação da PF da semana passada no inquérito que investiga a propagação de fake news, Allan dos Santos resolveu partir para cima de um dos ministros mais próximos do presidente da República — o general Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo.

Em dois tuítes disparados na madrugada de domingo, escreveu:

— Se o @MinLuizRamos não repudiar isso veementemente, saibam que temos um traidor comunista dentro do Palácio do Planalto.

(junto ao post, exibiu o link de uma live com uma conversa entre Ciro Gomes e Aldo Rebelo sobre “Defesa, Forças Armadas e proteção da democracia”).

— Ramos não tem malícia (na melhor das hipóteses) para lidar com inimigos. Pensa que existe ‘boa intenção’ em quem quer destruir o país: Maia, Alcolumbre, TSE e STF.

É uma espécie de samba do governo doido: um blogueiro aliado do governo classificando um dos ministros mais fiéis a Bolsonaro de “traidor comunista”.

Horas depois, também via Twitter, o general Ramos respondeu ao ataque, mas de modo comedido: “Tenho orgulho de estar trabalhando no governo Bolsonaro. Sou seu amigo pessoal há mais de 40 anos e sei dos ataques injustos que ele sofre de todos os espectros políticos. Assim como ele, respeito às instituições e os valores democráticos. Estamos juntos, presidente!”.

Governo de Pernambuco divulga novas regras de quarentena para todo o Estado

Decreto suspende quarentena rigorosa nas cinco cidades da RMR e mantém obrigatoriedades como uso de máscaras, fechamento de escolas e espaços públicos. Atividades essenciais permanecem autorizadas a funcionar.

O governador Paulo Câmara assinou, neste domingo (31), o decreto nº 49.055/20, que sistematiza as regras de enfrentamento ao novo coronavírus após o término do período de quarentena rigorosa nas cidades do Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata.

A partir desta segunda-feira (01.06), em todo o território pernambucano, fica suspenso o rodízio de veículos de acordo com as placas (pares e ímpares), mas permanece obrigatório o uso de máscaras para quem precisar sair de casa.

Também continua vedado o acesso às faixas de praia, calçadões e parques públicos, bem como o funcionamento de shoppings, lojas e prestadores de serviço que não se enquadrem como atividades essenciais.

As aulas presenciais nas redes pública e privada continuam suspensas até 30 de junho. Permanece proibida a realização de eventos de qualquer natureza com público, assim como a concentração de mais de dez pessoas no mesmo ambiente.

O novo decreto estabelece que a retomada do funcionamento das atividades econômicas, suspensas durante o enfrentamento à pandemia, será realizada de forma setorial e gradual, considerando-se os riscos à saúde e a relevância socioeconômica de cada atividade, conforme o Plano de Convivência com a Covid-19 aprovado pelo Governo do Estado, que será apresentado nesta segunda-feira.

O novo decreto consolida as determinações contidas em decretos anteriores, e revoga parte deles, além de trazer a lista atualizada das atividades consideradas essenciais.

Podem continuar a funcionar supermercados (inclusive os localizados em shoppings, desde que com acesso independente), padarias, farmácias, bancos (inclusive as agências da Caixa Econômica Federal localizadas em shoppings, para atendimento exclusivo de beneficiários do auxílio emergencial) e casas lotéricas.

Os shoppings continuam com lojas fechadas, exceto para entregas em domicílio. Permanece suspenso o atendimento ao público em restaurantes, lanchonetes, bares e similares, sendo permitido apenas o funcionamento para entrega em domicílio e como pontos de coleta.

A regra exclui os restaurantes para caminhoneiros, desde que não haja aglomeração. Também permanece suspenso o funcionamento de salões de beleza, barbearias, cabeleireiros e similares, academias de ginástica, clubes sociais, cinemas, teatros e a realização de jogos e partidas de futebol.

Por último, o decreto determina que pessoas que tenham ou tiverem contato com pacientes diagnosticados com Covid-19 devem cumprir quarentena domiciliar de 14 dias, independentemente do aparecimento de sintomas, mantendo a rotina de trabalho remoto sempre que possível.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!