Gafanhotos apareceram em condomínio da cidade de Carpina, Mata Norte de Pernambuco — Foto: Reprodução/TV Globo

Gafanhotos invadiram um condomínio localizado em Carpina, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, nesta sexta-feira (26). Os bichos, de acordo com moradores, tomaram conta do jardim e comeram as plantas.

Vídeos enviados para o WhatsApp da TV Globo mostram os gafanhotos no Condomínio Vale dos Tamarindos. O conjunto fica na BR-408, perto do shopping da cidade.
Dona de uma das residências, a empresária Isabel Cristina Fragoso contou que voltou para casa para almoçar e se deparou com os bichos.
“Moro há mais de oito anos aqui. E nunca vi isso. Pensei que eram folhas”, declarou. Isabel disse, ainda, que os animais invadiram o jardim e comeram plantas. “Queria saber o que fazer para evitar que eles comam o resto”, disse.
Especialista em gafanhotos, o professor aposentado Argus Vasconcelos de Almeida, que atuou no Departamento de Biologia da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), afirmou que esse tipo de animal não tem relação com a nuvem que apareceu na Argentina, esta semana.
“É uma espécie completamente diferente. Está em período de reprodução”, declarou. Segundo o professor, há diferenças entre os gafanhotos da nuvem e os encontrados em Carpina. “Aqueles gafanhotos da Argentina são migratórios. Esses são solitários”, observou.
Ainda de acordo com o especialista, o gafanhoto encontrado no condomínio pernambucano é “muito comum na nossa região”. “ É o Tropidacris, em suas formas jovens. Eles eclodem normalmente na época das chuvas”, afirmou.
Argus disse também que esse animal não forma nuvem. “Eles são conhecidos por atacar palmácias, coqueiros e outras espécies de palmeiras. Não causam grandes danos, porque são temporários”, acrescentou.
O especialista explicou que os agricultores tradicionais tem uma forma que controle, que é a catação manual.
“Em vez de aplicar pesticidas, eles removiam com um saco, queimavam e colocavam as cinzas ao redor pra eles não voltassem mais. Servia como uma espécie de repelente”, observou. (G1)
de repelente”, observou. (G1)

Defesa de Queiroz diz que rumores de delação ‘não correspondem à verdade’

Por Jovem Pan

Circularam nesta sexta-feira (26), no Rio de Janeiro, rumores sobre a possibilidade de Fabrício Queiroz firmar acordo de delação premiada com o Ministério Público que investiga o caso das rachadinhas na Alerj. Queiroz anda muito abatido e abalado desde que foi preso na ultima semana – e com receio em relação ao futuro da família. A mulher dele, Márcia Oliveira de Aguiar, segue foragida desde quando Queiroz foi preso na casa do advogado Frederick Wassef.

Em entrevista à Veja, Wassef admitiu pela primeira vez que realmente escondeu Queiroz em Atibaia e disse que fez isso porque temia pela vida do ex-assessor parlamentar – e para preservar o presidente da República, Jair Bolsonaro, de futuras acusações e falsas insinuações.

Após os rumores, o advogado de Queiroz, Paulo Catta Preta, informou que “não atua – e jamais atuou – na celebração de acordos de colaboração premiada” . No dia da prisão de Queiroz, ele já havia descartado a possibilidade de delação premiada de seu cliente no caso das “rachadinhas”, mas admitiu que o ex-assessor parlamentar teme pela vida.

“A defesa de Fabrício Queiroz esclarece que o que vem sendo noticiado a respeito de celebração de colaboração premiada não corresponde à verdade. O escritório encarregado da defesa não atua – e jamais atuou – na celebração de acordos de colaboração premiada”, diz a nota enviada à Jovem Pan.

Lembrando que o MPRJ já tinha no forno denúncias para serem apresentadas à Justiça contra Flávio Bolsonaro e Queiroz no caso das rachadinhas, mas na última quinta-feira a instância competente para investigar o caso foi alterada — deixando de ser a primeira, com o juiz Flávio Itabaiana e passando a ser a segunda, um órgão especial do TJ que é colegiado, formado por 25 desembargadores.

Estado pode ser proibido de contratar veículo de mídia que reproduz fake news

PL foi proposto pelo deputado Isaltino Nascimento (PSB) / Foto: Divulgação Alepe

Poderes e entes governamentais de Pernambuco deverão ser proibidos de contratar serviços de veículos de mídia que contenham notícias falsas, discurso de ódio ou ofensas aos direitos humanos. A determinação está prevista no Projeto de Lei (PL) nº 1205/2020, proposto pelo deputado Isaltino Nascimento (PSB) e aprovado na Comissão de Justiça no último dia (15).

Caso a medida seja acatada pelos parlamentares em Reunião Plenária, fica vedado aos órgãos públicos impulsionar ou patrocinar conteúdos institucionais nesses meios de comunicação, sejam eles empresas ou de indivíduos. A matéria também prevê que o Governo não inclua nem mantenha em programas estaduais de benefícios – fiscais, sociais ou econômicos – contratos com pessoa física ou jurídica que produz, reproduz ou patrocina conteúdo falso, com ofensa aos direitos humanos.

Na justificativa do PL, o autor destaca “que o combate a essa prática se tornou um grande desafio, principalmente porque, muitas vezes, em suas defesas, alguns investigados lançam mão de um discurso de liberdade de expressão, como se não houvesse limite ou controle sobre a responsabilidade de quem produz ou propaga as informações”. Nascimento ainda ressalta a necessidade de se preservar a atuação dos veículos de imprensa, bem como de jornalistas, blogueiros e youtubers, que trabalham de forma comprovadamente responsável. “Eles não devem ser penalizados em razão de suas atividades profissionais”, complementou.

Ao apresentar relatório ao projeto, o deputado Tony Gel (MDB) observou que a iniciativa tem o objetivo de reforçar a lei que regulamenta as licitações estaduais. “É preciso restringir ainda mais as possibilidades de o Poder Público vir a manter relações comerciais ou institucionais com empresas que manipulam notícias”, alertou o parlamentar.

Equipamentos enviados pelo Governo do Estado para Petrolina

Petrolina recebeu, na tarde deste sábado (27), seis caminhões com equipamentos para o enfrentamento do novo coronavírus. Há uma estimativa que o número de casos no Sertão pernambucano tenha um aumento expressivo durante o mês de julho. Foram enviados pelo Governo do Estado 50 respiradores, 50 monitores multiparamétricos, 31 camas hospitalares, 40 concentradores de oxigênio e 108 mil itens de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os profissionais de saúde.

Do total, 40 respiradores, 40 monitores e 45 mil unidades de EPIs foram enviados para o Hospital Universitário da Univasf. Além disso, outros 10 respiradores, 31 camas hospitalares, 10 monitores, 63 mil unidades de EPIs e os concentradores de oxigênio vão reforçar a estrutura da UPAE Petrolina. Os equipamentos irão possibilitar a abertura de novas vagas de UTI e reforçar a rede hospitalar da cidade. 

Petrolina tem, até este sábado, 765 pacientes com confirmação laboratorial de infecção pelo novo coronavírus, além de outros 344 casos suspeitos em investigação. Até agora, 188 pacientes estão recuperados, enquanto 26 não resistiram às complicações provocadas pela Covid-19.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!