Monthly Archives: maio 2020

Depois, desceu e caminhou para cumprimentar seus apoiadores que estavam em frente ao Planalto.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) requisitou um helicóptero oficial para sobrevoar a Esplanada dos Ministérios neste domingo (31) e prestigiar mais uma manifestação a favor de seu governo e contra o STF (Supremo Tribunal Federal) e o Congresso.

Depois, desceu e caminhou para cumprimentar seus apoiadores que estavam em frente ao Planalto. Ele não utilizava máscara, obrigatória no Distrito Federal como medida de combate à Covid-19. Em seguida, andou a cavalo diante de manifestantes. o presidente não deu declarações.

Na domingo passado (24), o presidente também havia utilizado um helicóptero para sobrevoar a área.

Neste domingo, uma carreata e pessoas à pé se dirigiram à Praça dos Três Poderes, onde um grupo se aglomerou à espera do presidente da República.

O helicóptero, em um passeio de 40 minutos, deu pelo menos seis voltas na Esplanada e pousou por volta das 12h no Palácio do Planalto. Após cumprimentar apoiadores, o presidente retornou ao Alvorada de helicóptero.

Como tem ocorrido constantemente, o STF foi o principal alvo das palavras de ordem e das placas carregadas por manifestantes.

Placas afirmavam: “Supremo é o povo” e “Abaixo a ditadura do STF”. Faixas faziam ataques ao Supremo e pediam intervenção militar. Congressistas foram chamados de corruptos.

Manifestantes demonstraram ainda apoio aos ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Abraham Weintraub (Educação). “Fake news não é crime”, dizia uma faixa. O número de manifestantes deste domingo era um pouco maior do que o da semana passada.

Neste sábado (30), sem compromissos oficiais previstos, Bolsonaro também usou um helicóptero, desta vez para visitar cidades de Goiás que ficam próximas a Brasília.
De acordo com imagens publicadas por apoiadores nas redes sociais, sem usar máscara, o presidente causou aglomeração em uma lanchonete no município de Abadiânia, contrariando orientações sanitárias e repetindo cenas provocadas por ele durante a pandemia do coronavírús.

No início da madrugada deste domingo, um grupo de pessoas mascaradas carregando tochas protestou em frente ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Os manifestantes eram liderados por Sara Winter, investigada no inquérito contra fake news que tramita no STF.

Ela é um dos líderes do chamado movimento “Os 300 do Brasil”, grupo armado de extrema direita formado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que acampam em Brasília.

Com máscaras, roupas pretas e tochas, o grupo, formado por poucas dezenas de pessoas, desceu a Esplanada e, segundo imagens divulgadas por eles nas redes, se posicionou em frente ao Supremo.

Mais cedo, Bolsonaro voltou a fazer ataques à imprensa em publicação em redes sociais.

“O maior dos FAKE NEWS é o ‘gabinete do ódio’ inventado pela imprensa”, afirmou, em referência ao grupo alvo de investigação no inquérito das fake news.

“Até o momento a Folha, Globo, Estadão… não apontaram uma só fake news produzida pelo tal ‘gabinete'”, afirmou.

Depois, Bolsonaro falou em “mídia podre” e citou ações do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sobre disparos de mensagens em massa de WhatsApp na campanha eleitoral.
“Será que, se eu chamar essa imprensa e negociar com ela alguns BILHÕES DE REAIS em propaganda, tudo isso se acaba?”, afirmou.

 

Veja os dados sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (31), segundo levantamento exclusivo do G1 junto às secretarias estaduais de saúde. Foram registradas 29.013 mortes provocadas pela Covid-19 e 505.487 casos confirmados da doença em todo o país.

Desde 22 de maio, o Brasil é o segundo país com mais casos confirmados de Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, que registravam mais de 1,7 milhão de casos neste domingo, segundo balanço global feito pela universidade norte-americana Johns Hopkins.

Os EUA atingiram a marca de 500 mil casos em 10 de abril, data em que havia 18.693 mortos pela doença no país. A primeira morte entre os norte-americanos ocorreu em 6 de fevereiro. O Brasil registrou a primeira morte por Covid-19 em 16 de março.

Neste sábado (30), o Brasil passou a França em número de mortes por Covid-19, quando o país europeu, um dos mais afetados pela pandemia, tinha 27.121 mortos no balanço da Johns Hopkins. O balanço do Ministério da Saúde informou 28.834 mortos e 498.440 casos. Somos agora o quarto país em número de mortos pela doença, atrás de EUA, Reino Unido e Itália.

Mesmo com a grande quantidade de casos, estudos estimam que os números reais sejam ainda maiores no Brasil devido às subnotificações. Uma pesquisa coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) indica que o país tem sete vezes mais casos de coronavírus do que apontam as estatísticas oficiais.

Tabira tem mais 2 casos positivos de covid-19 e chega a 24 confirmados no total

A Secretaria Municipal de Saúde, após mapeamento e Bloqueio Epidemiológico, informa a confirmação de mais um caso de COVID-19.

 
– Paciente do sexo feminino, 70 anos, residente no povoado do Brejinho, realizou exame em laboratório privado com resultado POSITIVO hoje, dia 31/05/2020. Encontra-se estável, em isolamento domiciliar.
– Paciente do sexo masculino, 80 anos, residente no Povoado do Brejinho, deu entrada na Emergência Respiratória hoje, dia 31/05/2020, apresentando sintomatologia típica, sendo submetido à teste-rápido com resultado POSITIVO. O mesmo segue internado na Emergência Respiratória e seu estado de saúde é estável.
Os contatos de ambos já estão sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde e Unidade Básica de Saúde.

Brasil tem manifestações a favor e contra Bolsonaro

Em Brasília, como tem ocorrido com frequência nos últimos domingos, centenas de pessoas, a maioria vestida de verde e amarelo, fizeram ato a favor do presidente.

Torcidas organizadas caminham pela Avenida Paulista com faixa “somos pela democracia” (Foto: Reprodução)

O governo Jair Bolsonaro foi alvo neste domingo, 31, de manifestações de apoio e de protesto. Em Brasília, como tem ocorrido com frequência nos últimos domingos, centenas de pessoas, a maioria vestida de verde e amarelo, fizeram ato a favor do presidente. Em São Paulo, houve um protesto liderado por torcidas organizadas de times de futebol contra Bolsonaro. No Rio de Janeiro, houve manifestações contra e a favor simultaneamente e no mesmo local, em Copacabana.

Em Brasília, o presidente, mais uma vez, participou do ato, sem máscara – em meio à pandemia do coronavírus – e cumprimentou manifestantes com acenos e apertos de mão. Antes, sobrevoou o local de helicóptero do governo, como já havia feito no domingo anterior. Depois, pediu para montar um cavalo da Polícia Militar que fazia a segurança do evento e cavalgou por um trecho, ovacionado pelos manifestantes.

Como em outros atos desse tipo na capital federal, as principais faixas traziam críticas ao Supremo Tribunal Federal, que conduz um inquérito sobre fake news que chegou a vários políticos, ativistas e empresários ligados ao bolsonarismo. Também havia ataques ao Congresso e pedidos de intervenção militar.

Em São Paulo, centenas de manifestantes – a maioria ligada à torcidas organizadas do Corinthians – fizeram um ato na Avenida Paulista, vestidos de pretos, com gritos pela democracia e contra a ditadura e o fascismo. O Corinthians tem uma ligação história com a democracia, em razão do movimento liderado na década de 1980 por jogadores como Sócrates e Casagrande durante a ditadura militar e que foi lembrado no ato.

Ao contrário de outras manifestações realizadas recentemente na avenida, houve confusão com a Polícia Miitar, que chegou a jogar ao menos uma bomba de gás contra os manifestantes no início da tarde, no ponto próximo ao Museu de Arte de São Paulo, onde o grupo protestava. Os manifestantes responderam atirando pedras e garrafas. Os participantes do ato, além de pedir democracia e rechaçar a ditadura e o fascismo, defendiam o impeachment de Bolsonaro.

No Rio de Janeiro, de manhã, grupos pró e contra Bolsonaro ficaram frente a frente na praia de Copacabana. Os manifestantes bolsonaristas criticavam o STF e o Congresso e pediam o impeachment do governador Wilson Witzel (PSC), desafeto de Bolsonaro.

O grupo de oposição a Bolsonaro se apresentava como antifascista – assim como os manifestantes de São Paulo – , gesto que repetia algo que já havia ocorrido em Porto Alegre, há duas semanas, quando militantes enfrentaram uma manifestação bolsonarista.

Mulher é encontrada morta dentro de casa em Araripina

Foto: reprodução

Uma mulher identificada como Helma, de 41 anos, foi encontrada morta dentro da sua casa na tarde deste sábado (30), em Araripina, no Sertão de Pernambuco. O caso aconteceu na Rua 11 de Setembro, área central da cidade.

De acordo com a 9ª CIPM, policiais militares estiveram no local para recolher informações e realizaram o isolamento ate a chegada do Instituto de Criminalística (IC).

Ainda segundo a PM,  familiares informaram que não conseguiam se comunicar com a vítima e foram ate sua residência, encontrando-a sem vida. O BO foi entregue na DP local.

Datafolha: 72% discordam da frase de Bolsonaro sobre dar armas para população
Publicado em Notícias por André Luis em 31 de maio de 2020

Levantamento ouviu, por telefone, 2.069 pessoas nos dias 25 e 26 de maio. Margem de erro é de dois pontos percentuais.

G1

Pesquisa do Instituto Datafolha publicada no site do jornal “Folha de S.Paulo” no final da noite deste sábado (30) mostra os seguintes percentuais de avaliação da frase de Bolsonaro sobre dar armas para população:

Datafolha: Opinião sobre frase de Bolsonaro dita na reunião ministerial, de que “quer todo mundo armado, pois o povo armado não é escravizado”: Discorda: 72%; Concorda: 24%; Não concorda, nem discorda: 2% e Não sabe: 2%.

O levantamento ouviu 2.069 pessoas nos dias 25 e 26 de maio. As entrevistas foram feitas por telefone. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

Resultados da pesquisa por segmento

Entre homens: Discorda: 62%; Concorda: 34%.

Entre mulheres: Discorda: 80%; Concorda: 16%

Por renda mensal

Até 2 salários mínimos: Discorda: 77%; Concorda: 19%.

De 2 a 5 salários mínimos: Discorda: 69%; Concorda: 29%.

De 5 a 10 salários mínimos: Discorda: 62%; Concorda: 34%.

Mais de 10 salários mínimos: Discorda: 60%; Concorda: 38%.

Por escolaridade

Fundamental: Discorda: 74%; Concorda: 20%.

Médio: Discorda: 71%; Concorda: 26%.

Superior: Discorda: 69%; Concorda: 29%.

Entre empresários: Discorda: 50%; Concorda: 46%.

Na região Sul: Discorda: 66%; Concorda: 27%.

Avaliação do governo Bolsonaro

Ótimo/bom: Discorda: 40%; Concorda: 54%.

Regular: Discorda: 78%; Concorda: 18%.

Ruim/péssimo: Discorda: 92%; Concorda: 6%.

Celso de Mello compara Brasil à Alemanha de Hitler e diz que bolsonaristas querem ‘abjeta ditadura’

Magistrado diz que é preciso resistir à ‘destruição da ordem democrática’

Por Mônica Bergamo

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), enviou mensagem a ministros da corte alertando que a “intervenção militar, como pretendida por bolsonaristas e outras lideranças autocráticas que desprezam a liberdade e odeiam a democracia”, nada mais é “senão a instauração, no Brasil, de uma desprezível e abjeta ditadura militar!!!!”.

O magistrado, que é o decano da corte, compara o momento vivido pelo Brasil com o da Alemanha sob Adolf Hitler.

“Guardadas as devidas proporções, o ‘ovo da serpente’, à semelhança do que ocorreu na República de Weimar (1919-1933) parece estar prestes a eclodir no Brasil”, diz ele. “É preciso resistir à destruição da ordem democrática, para evitar o que ocorreu na República de Weimar quando Hitler, após eleito pelo voto popular e posteriormente nomeado pelo presidente Paul von Hindenburg como chanceler da Alemanha, não hesitou em romper e em nulificar a progressista, democrática e inovadora Constituição de Weimar, impondo ao país um sistema totalitário de Poder”, diz Celso de Mello.

Na semana passada, Bolsonaro compartilhou o vídeo de uma entrevista em que o jurista Ives Gandra Martins defende que as Forças Armadas podem agir como poder moderador, de forma pontual, quando houver impasse entre os demais poderes.

Segundo ele, a hipótese estaria prevista no artigo 142 da Constituição, que trata do papel institucional dos militares no país.

O título do vídeo retuitado por Bolsonaro era “A politização no STF e a aplicação pontual da 142”. As falas de Ives Granda têm sido invocadas por defensores de uma intervenção dos militares nos outros poderes.

Juristas de outras correntes dizem, no entanto, que a ideia defendida por Ives Gandra e Bolsonaro é descabida.

O presidente e seus seguidores passaram a levantar a hipótese depois que foram contrariados por decisões do STF, que apura a tentativa de Bolsonaro de influir politicamente na Polícia Federal.

Num outro inquérito, militantes e parlamentares que apoiam o presidente são investigados por disseminar fake news e ameaças contra autoridades _entre elas, os próprios ministros do STF.

Celso de Mello relata o inquérito que investiga as acusações de Sergio Moro contra Bolsonaro sobre tentativas do presidente de interferir politicamente na PF.

Leia, abaixo, a cópia da mensagem:

“GUARDADAS as devidas proporções, O “OVO DA SERPENTE”, à semelhança do que ocorreu na República de Weimar (1919-1933) , PARECE estar prestes a eclodir NO BRASIL ! É PRECISO RESISTIR À DESTRUIÇÃO DA ORDEM DEMOCRÁTICA, PARA EVITAR O QUE OCORREU NA REPÚBLICA DE WEIMAR QUANDO HITLER, após eleito por voto popular e posteriormente nomeado pelo Presidente Paul von Hindenburg , em 30/01/1933 , COMO CHANCELER (Primeiro Ministro) DA ALEMANHA (“REICHSKANZLER”), NÃO HESITOU EM ROMPER E EM NULIFICAR A PROGRESSISTA , DEMOCRÁTICA E INOVADORA CONSTITUIÇÃO DE WEIMAR, de 11/08/1919 , impondo ao País um sistema totalitário de poder viabilizado pela edição , em março de 1933 , da LEI (nazista) DE CONCESSÃO DE PLENOS PODERES (ou LEI HABILITANTE) que lhe permitiu legislar SEM a intervenção do Parlamento germânico!!!! “INTERVENÇÃO MILITAR”, como pretendida por bolsonaristas e outras lideranças autocráticas que desprezam a liberdade e odeiam a democracia, NADA MAIS SIGNIFICA, na NOVILÍNGUA bolsonarista, SENÃO A INSTAURAÇÃO, no Brasil, DE UMA DESPREZÍVEL E ABJETA DITADURA MILITAR !!!!”

As estatísticas de emprego formal divulgadas pelo Caged, nesta quinta-feira (28), mostram que houve perda de 860.503 empregos formais no Brasil, no mês de abril, sendo 24.965 em Pernambuco. Estes números revelam o saldo total entre desligamentos e admissões de trabalhadores com carteira assinada. Tanto para o País como para o Estado, este foi o pior mês de abril desde o início da série histórica do Caged.

A comparação de um ano para o outro apresenta o impacto do coronavírus no País e nos estados. Em Pernambuco, por exemplo, em abril de 2019, foram gerados 425 postos de trabalho, o que naquele período era uma reação positiva porque interrompia o padrão de sazonalidade da economia. Em abril do ano passado, o Estado teve um saldo positivo na geração de empregos mesmo na entressafra da cana-de-açúcar.

No acumulado de 2020, de janeiro a abril, o Brasil perdeu 763.232 empregos, enquanto no mesmo período do ano passado, houve um saldo positivo de 129.601 postos de trabalho. O levantamento expressa, ainda, que nos primeiros meses deste ano, Pernambuco teve um saldo negativo 53.550 postos de trabalho.

No mesmo período, em 2019, o Estado teve um acumulado negativo de 25.698, mas este dado não é revelado na pesquisa deste ano, é baseado em arquivos passados.

Esta é a primeira divulgação do Caged após o preenchimento de informações da base de dados passar para o Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial). Até então, as unidades da federação estavam sem dados oficiais do número de empregos formais.

No Brasil, o setor que enfrentou mais desligamentos em abril foi o de serviços, com 362.378 demissões, seguido do comércio, com um total de 230.209 desligamentos, e da indústria geral (-195.968 empregos). Porém, nesta quinta-feira, o Caged ainda não divulgou os dados detalhados por setor dos estados brasileiros. Ao contrário de anos anteriores, os números de Pernambuco não foram detalhados por municípios.

Segundo dados do Caged, entre abril e maio, 8.154.997 tiveram os trabalhos preservados no Brasil pelo Programa Emergencial de Preservação do Emprego e Renda. Em Pernambuco, neste mesmo intervalo de tempo, houve a preservação de 247.007 postos de emprego por acordo – seja suspensão, redução de salários (de 25% a 70%) ou intermitente.

É o primeiro lançamento tripulado dos EUA em nove anos. Nave Dragon Crew levará tripulantes da Nasa à Estação Espacial Internacional (ISS).

A Terra vista do espaço sideral (Foto: Reprodução/SpaceX)

O foguete da SpaceX partiu neste sábado (30) do Cabo Canaveral, na Flórida, com dois astronautas da Nasa a bordo. É o primeiro lançamento tripulado dos Estados Unidos em nove anos.

Inicialmente previsto para quarta-feira, a viagem da nave Dragon Crew foi adiada para este sábado devido ao mau tempo. Novamente, as condições meteorológicas poderiam atrapalhar a missão nesta segunda tentativa, afirmou o dono da SpaceX, Elon Musk. Porém, o lançamento foi confirmado momentos antes da partida.

O presidente dos EUA, Donald Trump, acompanhou o lançamento ao lado do vice, Mike Pence.

Às 16h35 (de Brasília), a espaçonave Dragon Crew se desacoplou do foguete para seguir viagem rumo à estação espacial.

Os astronautas Douglas Hurley e Robert Behnken foram os escolhidos para tripular a missão e viajar até a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

Behnken e Hurley são astronautas da Nasa desde 2000 e já foram ao espaço duas vezes em ônibus espaciais. Estão entre os membros mais experientes da equipe da agência, segundo a BBC, e foram treinados como pilotos de testes (o que tem sido crucial para preparar a nova aeronave).

Hurley, de 53 anos, já passou 28 dias e 11 horas no espaço, e Behnken, de 49, acumula 29 dias e 12 horas, incluindo 37 horas de caminhada espacial (fora do veículo ou da estação).

Ambos têm esposas astronautas: Behnken é casado com a oceanógrafa e engenheira aeroespacial Megan McArthur, que tem quase 13 dias de missões no espaço, segundo a Nasa. Já Hurley é casado com a ex-astronauta da agência Karen Nyberg, engenheira com 180 dias de missões espaciais.

Os astronautas da NASA Douglas Hurley e Robert Behnken posam para foto durante ensaio para o lançamento no Kennedy Space Center no Cabo Canaveral, na Flórida, EUA, neste sábado (23) — Kim Shiflett/NASA/Divulgação via Reuters

Manifestante e policial morrem durante protestos nos EUA 

protestos nos EUA

Um jovem de 19 anos morreu após ser baleado por uma pessoa que passava de carro atirando contra os manifestantes. Um oficial do Serviço de Proteção Federal também morreu após ser baleado em Oakland, na Califórnia.

 Outros dois homens morreram na noite de sexta-feira (29), que marca a quarta noite consecutiva de manifestações contra a morte de George Floyd, um homem negro de 46 anos sufocado em Minnesota por um policial branco. Além das vítimas, um manifestante e um policial, aconteceram também centenas de prisões nos EUA. 

O manifestante que morreu era um jovem de 19 anos, atingido por uma pessoa que passou atirando de dentro de um carro contra a multidão que protestava no centro de Detroit, no Michigan, acrescenta a reportagem.

Um oficial do Serviço de Proteção Federal também morreu após ser baleado durante as manifestações em Oakland, na Califórnia. De acordo com as autoridades, cerca de 7,5 mil pessoas participaram das manifestações na cidade.

A partir da segunda-feira 1º de junho, algumas atividades comerciais de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, estarão autorizadas a reabrirem e funcionarão com 50% da capacidade dos serviços em meio a pandemia do novo Coronavírus. Estão nesse grupo, o comércio, shopping, serviços públicos, parques públicos e templos religiosos.

Segundo a prefeitura, para saber o quantitativo de pessoas que será permitido dentro de cada estabelecimento é necessário observar a indicação da metragem no alvará de funcionamento. A partir daí, calcula-se o número, mantendo o distanciamento de 2 metros entre cada cidadão, incluindo trabalhadores e clientes.

O distanciamento de dois metros é uma recomendação do Ministério da Saúde. A gestão Novo Tempo ressalta a importância do respeito a essa orientação, já que o coronavírus é transmitido pelo contato com gotículas expelidas por um indivíduo contaminado.

Covid-19: Brasil tem quase 500 mil casos confirmados e 28.834 mortes

O Brasil registrou 956 novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 28.834. O resultado representou um aumento de 3,4% em relação a ontem (29), quando foram contabilizados 27.878 óbitos provocados pela doença. Os números foram divulgados, no início da noite de hoje (30), no balanço do Ministério da Saúde.

Foram incluídas nas estatísticas 33.274 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 498.440 casos confirmados. O resultado marcou um acréscimo de 7,2% em relação a ontem, quando o número de pessoas infectadas estava em 465.166.

Do total de casos confirmados, 268.714 (53,9%) estão em acompanhamento e 200.892 (40,3%) pacientes se recuperaram. Há ainda 3.862 óbitos sendo analisados.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de mortes (7.532). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (5.277), Ceará (2.956), Pará (2.900) e Pernambuco (2.740).

Além disso, foram registradas mortes no Amazonas (2.047), Maranhão (932), Bahia (638), Espírito Santo (583), Alagoas (424), Paraíba (347), Rio Grande do Norte (305), Minas Gerais (263), Rio Grande do Sul (218), Amapá (215), Paraná (181), Piauí (157), Rondônia (151), Distrito Federal (162), Santa Catarina (136), Sergipe (149), Acre (142), Goiás (122), Roraima (110), Tocantins (71), Mato Grosso (57) e Mato Grosso do Sul (19).

Já em número de casos confirmados, aparecem nas primeiras posições do ranking São Paulo (107.642), Rio de Janeiro (52.420), Ceará (46.056), Amazonas (40.560) e Pará (37.296). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Permambuco (33.427), Maranhão (32.620), Bahia (17.626), Espírito Santo (13.437) e Paraíba (12.862).

Agência Brasil

 

 

Pernambuco confirma mais 1.172 casos da Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, neste sábado (30/05), 1.172 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Destes, 321 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 851 como leves. Agora, Pernambuco totaliza 33.427 casos já confirmados, sendo 14.100 graves e 19.327 leves.
⠀⠀⠀
Além disso, foram confirmados 71 óbitos. Com isso, o Estado totaliza 2.740 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

 

 

Brasil tem mais de 100 crianças e jovens até 19 anos mortos pela Covid-19

Foram ao menos 42 vítimas menores de um ano, de acordo com boletim do ministério da Saúde.

Coronavírus mata crianças e jovens, diz diretor-geral da OMS

O Brasil tem 141 crianças e jovens até 19 anos mortos por conta do coronavírus, de acordo com o último boletim do Ministério da Saúde. Foram ao menos 42 vítimas menores de um ano. 

As regiões Norte e Nordeste registram a maior parte dos casos de jovens mortos pela doença. O estado de Pernambuco teve o maior número de vítimas abaixo de 19 anos. São 22 casos.

De acordo com a plataforma Worldometers, que disponibiliza o ranking mundial de confirmações da Covid-19, o Brasil está na segunda posição, com tem 468,3 mil casos. Tem, ainda, o quinto maior número de mortes (quase 30 mil). G1

 

A Band orientou suas emissoras de rádio e TV a não transmitirem mais declarações ao vivo feitas por Bolsonaro. De acordo com informações de colunista Mônica Bergamo, os palavrões ditos pelo presidente motivaram a decisão.

Ainda segundo a colunista, o Grupo Bandeirantes considera ofensa e desrespeito ao público o ato de proferir palavrões, mas garante que a cobertura das esquipes continuará a ser feita normalmente, sem prejuízo da informação.

A decisão da Band acontece após algumas declarações com palavreado pejorativo que Bolsonaro fez nesta semana, a exemplo do “Acabou, porra!” que ele disse na última quinta-feira enquanto comentava as operações da Polícia Federal determinadas pelo STF no inquérito das fake news.

País continua dividido sobre renúncia e impeachment, indica pesquisa

As possibilidades de impeachment e de renúncia do presidente Jair Bolsonaro continuam dividindo a população praticamente ao meio, de acordo com a mais recente pesquisa Datafolha.

Opiniões favoráveis ao presidente, porém, estão numericamente um pouco à frente em relação a essas duas hipóteses.

Quanto ao afastamento via Congresso, os números tiveram pequena oscilação em relação aos levantados em pesquisa anterior do instituto, no fim de abril.

Disseram que o Congresso não deve abrir processo para afastar o presidente 50% dos entrevistados, dois pontos percentuais acima da taxa obtida na pesquisa de abril. Para 46%, o Legislativo deveria dar início ao processo –eram 45% há um mês.

Essas variações estão dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Datafolha ouviu 2.069 pessoas em todos os estados do país na segunda (25) e terça-feira (26).

Em relação à renúncia, 50% acreditam que o presidente não deve renunciar, mesmo índice da pesquisa anterior.

A taxa de quem defende a renúncia de Bolsonaro atingiu agora seu índice mais alto na sequência de pesquisas –48%–, mas variou dentro da margem de erro. No fim de abril, eram 46%, e há dois meses, 37%.

As discussões sobre o afastamento do presidente via processo no Congresso ou renúncia cresceram nos últimos meses com a crise política impulsionada pelo novo coronavírus.

Grupos políticos que até então hesitavam em pedir a saída de Bolsonaro, como o PT, passaram a aderir a esses pedidos.

Estimularam esse debate fatores como as declarações do presidente minimizando a pandemia e sua presença em manifestações pedindo golpe militar.

Segundo o Datafolha, tanto no questionamento sobre impeachment quanto no relacionado à renúncia, recortes mostram que a rejeição a Bolsonaro cresce entre mulheres, entrevistados com ensino superior e jovens de 16 a 24 anos.

Esses segmentos da população também tendem a desaprovar mais a gestão de Bolsonaro na Presidência. Entre a população em geral, 43% consideram seu governo ruim ou péssimo, 33% acham ótimo ou bom e outros 22% o classificam como regular.

Entrevistados que defendem o “lockdown” (fechamento total das cidades para evitar a propagação do novo coronavírus), o apoio à renúncia vai a 61%.
No recorte regional, a taxa favorável à abertura do impeachment sobe para 54% no Nordeste e cai para 38% no Sul.

Entre os grupos que mais se opõem à saída de Bolsonaro do cargo estão entrevistados do sexo masculino e aposentados, no qual o apoio ao processo de impeachment é de 36%.

Os contrários ao “lockdown” somam rejeição de 75% à abertura do processo no Congresso. Entre eleitores que declaram ter votado em Bolsonaro no 2º turno em 2018, só 21% apoiam o processo de afastamento e 22% a renúncia.

 

Sede da PGR em Brasília é pichada como ‘Procuradoria-Geral do Bolsonaro’

Bolsonaro afirmou que Aras, hoje responsável por investigações com potencial de atingir o presidente, é um nome forte a ser indicado por ele para uma possível terceira vaga ao STF.

Na placa de identificação do edifício, era possível ler “Procuradoria-Geral do Bolsonaro”. O sobrenome do presidente Jair Bolsonaro foi escrito acima da palavra “República” no letreiro. A pichação foi apagada pela manhã. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Em protesto contra o o chefe da PGR (Procuradoria-Geral da República), Augusto Aras, a sede do órgão foi alvo de pichação na madrugada deste sábado (30).

Na placa de identificação do edifício, era possível ler “Procuradoria-Geral do Bolsonaro”. O sobrenome do presidente Jair Bolsonaro foi escrito acima da palavra “República” no letreiro. A pichação foi apagada pela manhã.

“A Procuradoria-Geral da República repudia o ato de vandalismo contra sua sede, que já se encontra em investigação para responsabilização civil e criminal quanto ao ato que danificou patrimônio público”, afirmou a PGR em nota.

“As medidas de reforço na segurança das unidades de todo o país serão tomadas com a maior rapidez possível; bem como as demais medidas administrativas que se fizerem necessárias”, completou.

Na quinta-feira (28), Bolsonaro afirmou que Aras, hoje responsável por investigações com potencial de atingir o presidente, é um nome forte a ser indicado por ele para uma possível terceira vaga ao STF (Supremo Tribunal Federal).

O chefe da PGR tem recebido críticas por uma atuação alinhada ao governo Bolsonaro.

Os ministros Celso de Mello e Marco Aurélio terão aposentadoria compulsória na corte no atual mandato de Bolsonaro (2019-2022) e devem ser substituídos por nomes indicados pelo atual presidente –em novembro deste ano e em 2021, respectivamente.

Uma terceira vaga para indicação de Bolsonaro surgiria no caso de reeleição dele, de saída não programada de algum integrante da corte ou de morte, por exemplo. Bolsonaro descartou a indicação de Aras para uma das duas primeiras vagas, mas acenou para ele como uma possibilidade futura.

Ainda na quinta, cerca de 600 integrantes do Ministério Público Federal pediram que o Congresso encaminhe uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que obrigue o presidente da República a escolher para a chefia da Procuradoria um nome a partir de uma lista tríplice escolhida em votação pela categoria.

No ano passado, Bolsonaro escolheu Aras para o cargo de procurador-geral. O nome dele não estava na lista tríplice enviada pela ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República).

Nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB), a lista enviada pela ANPR foi respeitada.

O ato contra a PGR ocorre em um momento em que a relação de Aras e Bolsonaro é contestada.

O presidente é investigado por suspeita de ter tentado interferir indevidamente na Polícia Federal, acusação feita pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Em meio ao avanço das investigações, o presidente fez uma visita surpresa ao chefe da Procuradoria, o que foi visto como um ato de pressão sobre Aras.

Aras se manifestou na quinta-feira contra a apreensão do celular do presidente solicitada por partidos de oposição neste inquérito.

Último sorteio de maio da Mega Sena pagará R$ 38 milhões 

Mega-Sena_ABr

Para quem sonha em ficar milionário, essa será a última oportunidade do mês para apostar na sorte grande. A Mega Sena realiza hoje, por volta de 20h, o último concurso de maio. O prêmio não é nada modesto: a aposta que conseguir acertar as 6 dezenas sorteadas levará cerca de R$ 38 milhões.

As apostas poderão ser feitas até as 19h (horário de Brasília) em qualquer casa lotérica ou pela internet, através do serviço de internet banking da Caixa.

O sorteio das dezenas premiadas será efetuado no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo, situado no terminal rodoviário do Tietê. Para quem quiser acompanhar ao vivo, a Caixa transmitirá a rolagem das bolinhas em suas redes sociais.

Concurso anterior

Confira as dezenas que foram sorteadas no concurso anterior, que não teve ganhadores:

14 – 20 – 23 – 39 – 46 – 50

Chance

Para quem sonha em ganhar gastando pouco, cada bilhete com 6 dezenas custa R$ 4,50. É possível fazer jogos de até 15 dezenas, o que aumenta exponencialmente a chance de vencer, mas o preço é salgado: um jogo de 15 dezenas custa R$ 17.517,50.

Para quem quer jogar na sorte sem escolher números, a Caixa disponibiliza a possibilidade de aposta randômicas, sorteadas por computador. A chance de vencer é a mesma: para cada bilhete de 6 dezenas, a probabilidade de acerto é de uma em 50,06 milhões.

 

Cai número de pessoas internadas em Patos por conta da covid-19, e há queda também no número de infectados nas últimas 24h

A cidade de Patos, até este sábado, dia 30 de Maio de 2020, contabilizou 617 casos do novo Coronavírus (COVID-19).

Desses números, 395 estão em isolamento domiciliar, 19 em internamento hospitalar, 181 estão recuperados e 22 óbitos. OBSERVAÇÃO: Como a Vigilância Epidemiológica já INFORMOU durante toda a semana, o Mapa Setorial e o Relatório detalhado só serão liberados de segunda a sexta-feira, e aos sábados e domingos será emitido apenas o Boletim Geral.

Todos os dados veiculados tanto no Boletim quanto no Relatório, são fornecidos pela Vigilância Epidemiológica do Município.

Rádio Globo encerra, hoje, as suas atividades em São Paulo

Rádio Globo encerra as atividades na cidade de São Paulo e ...

Neste domingo, após 68 anos de transmissões, chega ao fim uma das maiores marcas do rádio brasileiro: a rádio Globo vai sair do ar em São Paulo. E será uma despedida com direito a homenagem.

A live “Amigos da Rádio Globo”, iniciativa do Anderson Cheni, estará no ar a partir das 12h, reunindo alguns dos nomes que fizeram sua história.

São os casos de Heródoto Barbeiro, Eduardo Savoia, Oswaldo Maciel, Eli Corrêa e Leão Lobo, além de outros.

E, no encerramento, uma homenagem a Hélio Ribeiro.

Por comunicado, a explicação do Grupo Globo:

“No próximo dia 31 de maio, a Rádio Globo encerra a sua operação em São Paulo no FM 94.1 e fecha o ciclo de desmobilização da rede de transmissão para todo o Brasil.

Com foco no Rio de Janeiro desde julho do ano passado, com a programação voltada ao público jovem popular, a Rádio Globo teve um crescimento expressivo de audiência não só na capital, como na Baixada Fluminense e Região Metropolitana. Para seguir avançando, a Rádio Globo entende que é fundamental fortalecer a sua grade local e apoiar a vibração da cultura carioca para a evolução do atual modelo de negócios.

A partir de 1° de junho, a Rádio Globo passa a reproduzir totalmente o compartilhamento dos jovens do Rio na frequência 98.1 FM, e fortalece a identificação já criada com o público carioca. Entre uma música e outra, o jornalismo cumpre a missão de apresentar informações relevantes ao vivo diariamente, e o esporte continua levando emoção aos apaixonados com a equipe do Futebol Globo CBN, mesmo com todas as competições adiadas”.

Trump anuncia adiamento da reunião do G7 para setembro

O encontro entre os países mais industrializados estava marcado para acontecer em junho. Para Trump, o atual formato do G7 é um grupo de países muito ultrapassado.

A declaração do presidente dos Estados Unidos aconteceu durante a volta de Trump da cerimônia de lançamento do SpaceX no Cabo Canaveral, na Flórida, que aconteceu neste sábado (30). (Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Durante uma viagem dentro do Air Force One -avião presidencial americano-, Donald Trump disse, em conversa com repórteres, que vai adiar para setembro a reunião do G7.

O encontro entre os países mais industrializados estava marcado para acontecer em junho. Além dos principais chefes de estado da Alemanha, França, Estados Unidos, Canadá, Itália, Japão e Reino Unido, Trump também afirmou que gostaria de convidar Austrália, Rússia, Coreia do Sul e Índia.

Para Trump, o atual formato do G7 é um grupo de países muito ultrapassado.

A declaração do presidente dos Estados Unidos aconteceu durante a volta de Trump da cerimônia de lançamento do SpaceX no Cabo Canaveral, na Flórida, que aconteceu neste sábado (30).

Os beneficiários do Auxílio Emergencial poderão fazer compras na modalidade de débito em maquininhas de cartão, sem a necessidade de cartão físico, a partir da sua conta poupança social da Caixa. Até então, o Caixa Tem só permitia compras online. Agora, os beneficiários poderão usá-lo também em lojas físicas, Supermercado Brotas.

O pagamento das compras será feito por leitura de QR Code, código de barras gerado pelas maquininhas dos estabelecimentos, que é escaneado pela maioria dos telefones celulares com câmera.

O uso do Caixa Tem na hora da compra não irá consumir a internet do beneficiário, assim como qualquer operação feita no aplicativo. “A navegação no app é gratuita pela internet, patrocinada por operadora de celular. Porém, para ter acesso, o cliente precisa estar com os dados móveis habilitados no celular”, esclarece a Caixa.

Segundo a Caixa, as compras no débito serão permitidas em mais de 3 milhões de estabelecimentos, como supermercados, farmácias, atacadistas, pequenos comércios, entre outros. Somente o valor da compra é descontado na conta.

Passo a passo para compras em maquininhas de cartão:

1. Abra o aplicativo Caixa Tem e selecione a opção “Pagar na Maquininha”

Passo 1 - Maquininha de Cartão Caixa — Foto: Divulgação/Caixa

Passo 1 – Maquininha de Cartão Caixa — Foto: Divulgação/Caixa

2. A câmera do cartão irá abrir de forma automática. Aponte a câmera para o quadrado que aparece na maquininha

Não há necessidade de digitar senha, porque a câmera do seu celular irá escanear, ou seja, fazer uma leitura do QR Code (código de barras) da maquininha e, assim, fazer o pagamento de forma automática. O QR Code são as imagens em formato de quadrado abaixo.

Assim que a leitura do código for efetuada, o recibo da compra já sairá da maquininha e o beneficiário poderá também conferir o comprovante no extrato da sua conta digital no Caixa Tem.

Passo 2 - Maquininha de cartão Caixa — Foto: Divulgação/Caixa

Passo 2 – Maquininha de cartão Caixa — Foto: Divulgação/Caixa

Mais informações sobre Auxílio

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Depósito em poupança digital e restrição para saque e transferências

Para os beneficiários que receberam a segunda segunda parcela e não fazem parte do Bolsa Família, os pagamentos trouxeram mais restrições: todos receberam por meio de conta poupança digital da Caixa – mesmo quem recebeu a primeira parcela em outra conta.

Além disso, a poupança digital não permite transferências inicialmente – apenas pagamento de contas, de boletos e compras por meio do cartão de débito virtual. Transferências para outras contas e saques só serão liberados a partir de 30 de maio (veja o calendário ao final da reportagem).

Primeira parcela para novos aprovados

A primeira parcela para esse novo grupo será creditada na conta escolhida pelo beneficiário, da forma como receberam os primeiros beneficiários: nas contas da Caixa, na Poupança Social Digital ou em contas de outros bancos. Esses beneficiários também poderão fazer o saque em espécie do auxílio na data da liberação.

Veja como ficou o calendário de pagamento da 1ª parcela para novos aprovados:

  • 19 de maio (terça): nascidos em janeiro
  • 20 de maio (quarta): nascidos em fevereiro
  • 21 de maio (quinta): nascidos em março
  • 22 de maio (sexta): nascidos em abril
  • 23 de maio (sábado): nascidos em maio, junho ou julho
  • 25 de maio (segunda): nascidos em agosto
  • 26 de maio (terça): nascidos em setembro
  • 27 de maio (quarta): nascidos em outubro
  • 28 de maio (quinta): nascidos em novembro
  • 29 de maio (sexta): nascidos em dezembro

Calendário da 2ª parcela

O calendário do pagamento da 2ª parcela doAuxílio Emergencial começou no último dia 18 e seguirá até 13 de junho. O calendário da terceira parcela, que estava prevista para maio, continua sem definição.

O calendário da segunda parcela vale apenas para quem recebeu a primeira parcela até 30 de abril. A segunda parcela deve ser paga cerca de um mês após o recebimento da primeira.

São 3 calendários:

  1. um para recebimento em poupança social
  2. um para saque em espécie para beneficiários do Bolsa Família
  3. um para saque em espécie para poupança social e transferência de recursos

VEJA OS CALENDÁRIOS

1. Calendário para depósito em poupança social

 — Foto: Economia G1

 

2. Calendário para pagamento aos beneficiários do Bolsa Família

 — Foto: Economia G1

 

3. Calendário para saque e transferência da poupança social

Auxílio Emergencial segunda parcela - saque e transferência da poupança social — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial segunda parcela – saque e transferência da poupança social — Foto: Economia G1

Balanço

Até a quarta-feira, a Caixa Econômica Federal (CEF) já havia pagado R$ 72,7 bilhões em Auxílio Emergencial, para 57,3 milhões de beneficiários. Ao todo, foram 103,3 milhões de pagamentos, uma vez que muitos beneficiários já começaram a receber a segunda parcela de R$ 600.

Ainda segundo a Caixa, foram processados pela Dataprev até as 11h de terça-feira 101,2 milhões de cadastros, dos quais 59 milhões foram considerados elegíveis – destes, 19,2 milhões de beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões do Cadastro Único e 29,3 milhões de trabalhadores que se inscreveram por meio do site e do aplicativo do programa.

Fonte: G1

A mãe menor de idade precisa cadastrar pelo menos dois membros da família (ela própria mais um filho, no mínimo). (Foto: Reprodução)

A partir de hoje (30), as mães com menos de 18 anos podem pedir o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras). A novidade está disponível na 16ª versão do aplicativo Caixa Auxílio Emergencial, que está sendo liberada hoje pela Caixa Econômica Federal.

Incluída pelo Congresso durante a tramitação da medida provisória que instituiu o benefício, a extensão do auxílio emergencial para mães menores de idade havia sido sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 15. O cadastro no auxílio emergencial pode ser pedido até 3 de junho.

A vice-presidente de Tecnologia da Caixa, Tatiana Thomé, explicou como funcionará a novidade em entrevista coletiva hoje à tarde. A mãe menor de idade precisa cadastrar pelo menos dois membros da família (ela própria mais um filho, no mínimo). Caso a adolescente pertença a uma família maior, com algum membro que tenha se cadastrado no auxílio emergencial, precisará fazer o cadastro compatível com o do outro membro da família.

Mães grávidas não poderão fazer o cadastro porque o aplicativo pedirá o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do filho. O processo se dará de forma igual ao dos demais cadastramentos. Ao entrar no aplicativo, a mãe digitará nome completo, número do CPF, nome da mãe e data de nascimento, conforme constam nos cadastros da Receita Federal. O aplicativo oferece a opção “mãe desconhecida”, caso a requerente não conheça a mãe.

Finalizado o cadastro, os dados serão enviados à Dataprev, empresa estatal de tecnologia, que comparará as informações prestadas com as 17 bases de dados disponíveis para ver se o requerente cumpre as condições da lei para receber o auxílio emergencial. A usuária poderá acompanhar, no próprio aplicativo, se o benefício foi aprovado, negado ou se o cadastro foi considerado inconclusivo (quando as informações prestadas não conferem com os bancos de dados do governo).

A Prefeitura de Serra Talhada, através da Secretaria de Saúde, informa que foram confirmados mais 06 casos positivos para Covid-19 no município neste sábado (30/05), totalizando 115 casos, sendo 65 pacientes do sexo feminino e 50 do sexo masculino. 

Os seis novos casos se tratam de três mulheres de 33, 45 e 49 anos e três homens de 24, 27 e 88 anos, moradores dos bairros Bom Jesus, Borborema, AABB e Centro. 
Entre os 115 casos positivos, 50 pessoas estão em isolamento domiciliar e 03 permanecem em leitos de isolamento. O número de recuperados permanece 59. 42 testes foram realizados no Lacen-PE, 67 no Laboratório Municipal e 06 particulares. 
 
Portanto, Serra Talhada contabiliza 115 casos confirmados, 19 em investigação, 597 descartados, 59 recuperados e 03 óbitos.

Arcoverde registra quatro novos casos de Covid-19 neste sábado (30)

Neste sábado, 30 de maio, a Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, até às 17h, foram confirmados quatro (04) novos casos de Covid-19. O boletim diário, portanto, fica com dezesseis (16) suspeitos, cento e sessenta (160) descartados, noventa e seis (96) confirmados, treze (13) óbitos e vinte e oito (28) recuperados.

Vale lembrar que dentro dos 96 confirmados, estão contabilizados os 13 óbitos e 28 curados. Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 493 carros de fora. Em Pernambuco, foram confirmados 1.174 novos casos e 71 mortes, totalizando 33.427 positivos, 2.740 mortes.
O isolamento social é a recomendação da Organização Mundial da Saúde – OMS para evitar o contágio. Cada um precisa fazer sua parte. Quem puder ficar em casa, fique. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas, denúncias ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

Afogados tem mais três casos suspeitos de coronavírus

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que há mais três casos em investigação no Município.
 
Um profissional de segurança, do sexo masculino, 30 anos, foi atendido no Hospital Regional Emília Câmara com sintomas característicos da COVID – 19. Foi realizada a coleta de Swab e a amostra foi enviada ao LACEN. O profissional está em isolamento domiciliar.
O segundo caso é o de profissional de saúde, do sexo feminino, 29 anos, puérpera, que apresentou sintomas sugestivos de COVID -19 e ao ser atendida pelo Hospital Regional Emília Câmara foi coletado SWAB, o qual foi enviado para o LACEN. A profissional também está em isolamento domiciliar.
 
O terceiro caso é o de uma paciente de 25 anos, puérpera, internada no Hospital Barão de Lucena, em Recife. Apresentou sintomas sugestivos para COVID – 19 e teve a coleta de swab realizada pelo referido hospital. A paciente se encontra internada em leito de isolamento e tem indicação de alta hospitalar para amanhã, quando retorna para Afogados da Ingazeira e passará a ser acompanhada e monitorada pela equipe de Saúde do município.

 

São 851​ novos casos de Covid-19 e 19 mortes confirmadas desde a última atualização.

A Paraíba registrou até a tarde deste sábado(30) um total de 12.862 infectados com a covid-19. Os números divulgados também incluem o total de 10.524 casos descartados, 346 mortes confirmadas e 2.472 casos de pessoas recuperadas. São 851 novos casos de Covid-19 e 19 mortes confirmadas desde a última atualização. 

  • Casos Confirmados: 12.862
  • Casos Descartados: 10.524
  • Óbitos confirmados: 346
  • Casos recuperados: 2.472
  • Total de municípios: 193

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 77%. Se fizermos um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, 93% estão ocupados. Em Campina Grande, estão ocupados 91% de leitos de UTI adulto e, no sertão, 57% dos leitos de UTI estão ocupados. 

O isolamento social caiu mais uma vez e apenas 40% da população seguiu a recomendação de ficar em casa.

Os casos confirmados estão em 193 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (2); Aguiar (1); Alagoa Grande (76); Alagoa Nova (32); Alagoinha (103); Alcantil (1) Alhandra (135); Amparo (12); Aparecida (6); Araçagi (27); Arara (13); Araruna (2); Areia (54); Areia de Baraúnas (1); Areial (9); Aroeiras (23); Assunção (6); Baia da Traição (44); Bananeiras (22); Baraúna (11) Barra de Santa Rosa (5); Barra de Santana (15); Barra de São Miguel (2); Bayeux (304); Belém (34); Belém do Brejo do Cruz (1); Boa Ventura (1);  Boa Vista (29); Bom Jesus (1); Bonito de Santa Fé (1); Boqueirão (17); Borborema (1);  Brejo do Cruz (4); Caaporã (337); Cabaceiras (1); Cabedelo (731); Cachoeira dos Índios (6); Cacimba de Areia (1); Cacimba de Dentro (24); Cacimbas (2); Caiçara (23); Cajazeiras (86); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (15); Campina Grande (1483); Capim (38);  Carrapateira (1); Casserengue (8); Catingueira (4), Catolé do Rocha (40); Caturité (11); Conceição (3);  Condado (38);  Conde (95); Congo (11); Coremas (15); Coxixola (4); Cruz do Espírito Santo (100); Cubati (1); Cuité (10);  Cuité de Mamanguape (5); Cuitegí (44); Curral de Cima (10); Damião (1); Desterro (6); Dona Inês (2); Duas Estradas (17); Emas (1); Esperança (55); Fagundes (7); Gado Bravo (23);  Guarabira (557); Gurinhém (31); Gurjão (10); Ibiara (4); Igaracy (2); Imaculada (9); Ingá (58); Itabaiana (182); Itaporanga (3); Itapororoca (30); Itatuba (47); Jacaraú (7); Jericó (2);  João Pessoa (3902); Joca Claudino (1); Juarez Távora (22); Juazeirinho (51);  Junco do Seridó (9); Juripiranga (86); Juru (4); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (7); Lagoa Seca (74); Lastro (1); Logradouro (11); Lucena (54); Mãe d’Água (2); Malta (11); Mamanguape (145); Manaíra (2); Marcação (7);  Mari (106); Marizópolis (3); Massaranduba (22); Mataraca (24); Matinhas (14); Mato Grosso (3); Matureia (10); Mogeiro (4);  Montadas (6); Monteiro (22); Mulungu (16); Natuba (7); Nova Floresta (1), Nova Olinda (2); Nova Palmeira (2), Olho D´Água (9); Olivedos (2);  Ouro Velho (1); Passagem (4); Patos (555); Paulista (17); Pedras de Fogo (245); Pedro Régis (1); Piancó (15); Picuí (10); Pilar (38); Pilões (10); Pilõezinhos (51); Pirpirituba (18); Pitimbu (67); Pocinhos (6);  Pombal (60); Princesa Isabel (8); Puxinanã (29);  Queimadas (95); Quixaba (4); Remígio (42); Riachão do Bacamarte (77);  Riachão do Poço (1); Riacho de Santo Antônio (3); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (55); Salgadinho (5); Salgado de São Felix (25); Santa Cecília (3); Santa Helena (1); Santa Inês (1);  Santa Luzia (43); Santa Rita (569); Santa Terezinha (13); Santana dos Garrotes (1); São Bentinho (9); São Bento (117); São Francisco (2);  São João do Cariri (1); São João do Rio do Peixe (8); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (13); São José de Caiana (10); São José de Espinharas (3); São José de Piranhas (5); São José do Bonfim (11); São José do Sabugi (61); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (10); São Mamede (12); São Miguel de Taipu (17);  São Sebastião de Lagoa de Roça (4); São Sebastião do Umbuzeiro (1); São Vicente do Seridó (12); Sapé (189); Serra Branca (2); Serra da Raíz (10); Serra Redonda (36); Serraria (11); Sertãozinho (14); Sobrado (21); Solânea (63); Soledade (9); Sousa (176); Sumé (20); Tacima (14); Taperoá (32); Tavares (6); Teixeira (17); Tenório (1); Uiraúna (4); Umbuzeiro (16); Várzea (1); Vieirópolis (2); Vista Serrana (1).

*Dados Oficiais preliminares (fonte e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 30/05 sujeitos a revisão.

19 óbitos foram confirmados neste sábado:

  1. Mulher, 47 anos, cardiopata, diabética, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 05/05, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento dia 07/05.
  2. Mulher, 56 anos, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 01/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 13/05.
  3. Homem, 64 anos, diabético, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 30/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 10/05.
  4. Homem, 71 anos, sem informação de comorbidade, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 13/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 21/05.
  5. Homem, idoso 85 anos, hipertenso, diabético, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 16/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 28/05.
  6. Mulher, 83 anos, sem informação de comorbidade, residente em Santa Rita. Início dos sintomas 19/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 28/05.
  7. Homem, 76 anos, sem informação de comorbidade, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 16/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 29/05.
  8. Mulher, 71 anos, hipertensa, residente em Patos. Início dos sintomas 16/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 30/05.
  9. Homem, 74 anos, hipertenso, residente em Gurjão. Início dos sintomas 20/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 19/05.
  10. Homem, 57 anos, diabético, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 07/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 08/05.
  11. Mulher, 75 anos, portadora de doença renal e neurológica, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 28/04, interna em hospital público, veio a óbito no dia 18/05.
  12. Mulher, 63 anos, cardiopata, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 09/05, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia 14/05.
  13. Homem, 81 anos, diabético, residente em Cabedelo. Início dos sintomas 06/05, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia 09/05.
  14. Homem, 43 anos, cardiopata, hipertenso, diabético, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 30/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 23/05.
  15. Mulher, 86 anos sem informação de comorbidade, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 01/04, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia 14/04.
  16. Homem, 72 anos, diabético, residente em Santa Rita. Início dos sintomas 28/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 22/05.
  17. Homem, 34 anos, sem informação de comorbidade, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 15/05, veio a óbito na Unidade Pronto Atendimento no dia 24/05.
  18. Mulher, 63 anos, cardiopata, diabética, residente Santa Rita. Início dos sintomas 01/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 18/05.
  19. Mulher, 55 anos, diabética, residente Santa Rita. Início dos sintomas 15/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 24/05.

O fato aconteceu neste sábado (30,) o jovem pedreiro de 27 anos, Marciano Guerreiro, conhecido por Guerreiro Pedreiro ou Guerreiro do Sobreira, faleceu após  sofrer uma descarga elétrica enquanto trabalhava em uma casa no bairro São Cristóvão em Afogados da Ingazeira. Ele ainda foi socorrido e levado para o hospital Regional mas não resistiu e morreu na unidade hospitalar.

Guerreiro era um batalhador deixa esposa, e uma filha.
Blog: Nossos sentimentos a todos familiares 

Afogados: Jovem sofre grave acidente de moto 

Na noite deste sábado (30) ocorreu um grave acidente na Rua 15 de Novembro. em Afogados

Segundo informações um rapaz identificado por Guilherme Henrique, idade não informada, filho de Teteu que trabalha no Posto Brasilino vinha de moto na referida rua, próximo ao Corujão 24 horas, quando bateu em um reboque. Guilherme sofreu uma pancada muito forte na cabeça e foi levado ao Hospital Regional depois transferido para a cidade de Recife

Sulfato de Hidroxicloroquina.

Procuradores de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Sergipe enviaram recomendações e ofícios ao Ministério da Saúde, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ao Tribunal de Contas da União (TCU) e ao Conselho Federal de Medicina contra nota informativa do governo Jair Bolsonaro que adotou o uso da cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com Covid-19. A procuradoria também aponta a falta de testes para o novo coronavírus no país.

De acordo com o Ministério Público Federal, o Ministério da Saúde não respeitou o processo legal de registro de medicamentos estabelecido pela Anvisa e de incorporação de tecnologia no Sistema Único de Saúde. A recomendação do governo federal estendeu o uso das drogas para pacientes que estejam com casos leves e moderados de Covid-19 -anteriormente, as duas substâncias ganharam aval da agência somente para pacientes graves.

Os procuradores apontam que a nova abordagem do governo federal não atende aos critérios mínimos de segurança, eficácia e monitoramento de pacientes durante o uso, contrariando a resolução da agência. A procuradoria também aponta que a incorporação da cloroquina e da hidroxicloroquina de forma célere pode ser feita pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias do SUS, mas é preciso comprovar a eficácia, segurança e custo-efetividade do tratamento.

Riscos

Estudo publicado pela revista “Lancet” conduzido com mais de 96 mil pacientes internados apontou que o uso da cloroquina ou da hidroxicloroquina em pacientes com o novo coronavírus, mesmo quando associado a outros antibióticos, aumentou do risco de morte e de arritmia cardíaca dos infectados pela Covid-19. A pesquisa é a maior já realizada até o momento sobre os efeitos da droga.

“Nós fomos incapazes de confirmar qualquer benefício da cloroquina ou da hidroxicloroquina em resultados de internação pela Covid-19. Ambas as drogas foram associadas à diminuição de sobrevivência dos pacientes internados e a um aumento da frequência de arritmia ventricular quando usadas no tratamento da Covid-19”, conclui o estudo liderado pelo professor Mandeep Mehra, da Escola de Medicina de Harvard

Alunos podem assistir aulas pelo Facebook. Horários foram antecipados e divididos em aulas de 25 minutos, ao invés de 50 minutos corridos

Por G1 PE

A volta às aulas da rede estadual na segunda-feira (1º) vai acontecer com mudança nos horários e ampliação dos canais de transmissão, conforme divulgado pela Secretaria de Educação e Esportes nesta sexta-feira (29). As aulas, que voltam após o recesso escolar do mês de julho antecipado, continuam em formato não presencial por causa da pandemia do novo coronavírus.

Os alunos das escolas públicas do estado já estavam sem aulas presenciais desde o dia 18 de março. Desde o dia 6 de abril, aulas passaram a ser transmitidas pela televisão (no canal TV Pernambuco), para estudantes do ensino médio, e na internet, através da plataforma Educa-PE, para os alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. Para a retomada, a secretaria incluiu o Facebook do Educa-PE como mais um canal de transmissão.

“Estamos trabalhando com a TV Pernambuco, do Governo do Estado, com a TV Alepe, da Assembleia Legislativa, com a TV Nova, que inclusive está no horário ao vivo e alternativo, e também num horário alternativo com a TV Universitária”, afirmou o secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amâncio.

Em relação à mudança de horários, as aulas do 9º ano do Ensino Fundamental Anos Finais passam a ser exibidas a partir das 13h e, em seguida, entram no ar as aulas do Ensino Médio.

Ao invés de 50 minutos corridos de duração, as aulas serão divididas em duas partes de 25 minutos cada. Segundo Fred Amâncio, a mudança foi “para dar mais dinâmica, a pedido dos estudantes”.

Por meio de nota, a secretaria explicou que os alunos devem acessar o portal Educa-PE antes das aulas. Além de permitir o acesso aos links das aulas, a plataforma vai disponibilizar atividades complementares aliadas aos conteúdos propostos pelos professores.

Para os professores, a mudança é também na oferta de cursos remotos de formação. No mês de junho serão oferecidos 15 modalidades, como “Diante da câmera: videoaulas caseiras descomplicadas”, “Ferramentas Google”, “Liveboard: seu quadro branco interativo” e “Gravação de videoaulas em casa: utilização de ferramentas mais avançadas”.

Para participar, o profissional deve entrar no portal do Educa-PE com login e senha, conferir o calendário dos cursos e realizar a inscrição.

Carga horária

De acordo com Fred Amâncio, ainda não existe uma definição a respeito de carga horária das aulas não presenciais. Mas está nos planejamentos para todas as escolas reposição de aula e reforço escolar, de acordo com avaliações .

“A gente entende que é uma coisa nova e que precisa ser avaliada. Na retomada vamos fazer uma avaliação diagnóstica, que não tem nada a ver com nota, para ver como foi a aprendizagem de todos os estudantes. A partir dessa avaliação vamos verificar o que podemos contar como carga horária”, finalizou o secretário de Educação.

Nota oficial
O Governo de Pernambuco esclarece que não liberou o comércio ou qualquer outra atividade em municípios do interior ou da Região Metropolitana do Recife.
O governo ressalta que tem um plano de retomada da economia, mas os detalhes só serão apresentados na próxima segunda-feira

Os outros quatro países com mais mortes são EUA (102 mil), Reino Unido (38,2 mil), Itália (33,2 mil) e França (28,7 mil).

Também foram registrados 26.928 novos casos no Brasil em um dia, um recorde, segundo dados do Ministério da Saúde. O total é de 465.166. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O Brasil registrou 1.124 novas mortes por coronavírus em 24 horas e, com um total de 27.878 óbitos desde o início da pandemia, agora é o quinto país com mais mortes ao superar a Espanha.

O país europeu anotou um total de 27.121 mortes. O país foi um dos mais afetados pela crise da Covid-19. O governo decretou um confinamento estrito durante mais de dois meses, que, com a desaceleração de casos e óbitos, começou a ser suavizado há duas semanas.

Os outros quatro países com mais mortes são EUA (102 mil), Reino Unido (38,2 mil), Itália (33,2 mil) e França (28,7 mil).

Também foram registrados 26.928 novos casos no Brasil em um dia, um recorde, segundo dados do Ministério da Saúde. O total é de 465.166.

Em número de casos, o Brasil é o segundo país mais afetado, de acordo com a Universidade Johns Hopkins (EUA). Em números absolutos, fica atrás apenas dos Estados Unidos, que têm 1,7 milhão de casos.

O Ministério da Saúde, no entanto, admite que o número real de casos no Brasil tende a ser maior, já que ainda há testes represados em alguns locais e possibilidade de subnotificação.

O aumento de casos nos últimos dias é resultado da ampliação da capacidade de testagem e diagnóstico da população. Já foram realizados 42.170 exames.

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 75%. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou até a tarde desta sexta-feira (29) um total de 12.011 infectados com a covid-19. Os números divulgados também incluem o total de casos descartados, com 9.495 até o momento, e 327 mortes confirmadas. São 879 novos casos de Covid-19 e 20 mortes confirmadas desde a ultima atualização. 

  • Casos Confirmados:  12.011
  • Casos Descartados: 9.495
  • Óbitos confirmados: 327
  • Casos recuperados: 2.435
  • Total de municípios: 191

O aumento de casos nos últimos dias é resultado da ampliação da capacidade de testagem e diagnóstico da população. Já foram realizados 42.170 exames. 

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 75%. Se fizermos um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, 89% estão ocupados. Em Campina Grande, estão ocupados 91% de leitos de UTI adulto. No sertão, 51% dos leitos de UTI estão ocupados. Apenas, 42% da população seguiu a recomendação de Isolamento Social. 

Os casos confirmados estão em 191 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (2); Aguiar (1); Alagoa Grande (74); Alagoa Nova (21); Alagoinha (98); Alcantil (1) Alhandra (126); Amparo (12); Aparecida (4); Araçagi (27); Arara (13); Araruna (2); Areia (50); Areia de Baraúnas (1); Areial (8); Aroeiras (22); Assunção (5); Baia da Traição (42); Bananeiras (17); Baraúna (7) Barra de Santa Rosa (4); Barra de Santana (13); Barra de São Miguel (2); Bayeux (291); Belém (29); Belém do Brejo do Cruz (1);Boa Ventura (1);  Boa Vista (26); Bom Jesus (1); Boqueirão (13); Borborema (1);  Brejo do Cruz (4); Caaporã (323); Cabaceiras (1); Cabedelo (691); Cachoeira dos Índios (5); Cacimba de Areia (1); Cacimba de Dentro (24); Cacimbas (2); Caiçara (22); Cajazeiras (77); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (15); Campina Grande (1288); Capim (34);  Carrapateira (1); Casserengue (7); Catingueira (3), Catolé do Rocha (38); Caturité (11); Conceição (4);  Condado (38);  Conde (90); Congo (11); Coremas (15); Coxixola (4); Cruz do Espírito Santo (100); Cubati (1); Cuité (10);  Cuité de Mamanguape (5); Cuitegí (40); Curral de Cima (7); Damião (1); Desterro (6); Dona Inês (2); Duas Estradas (17); Emas (1); Esperança (55); Fagundes (7); Gado Bravo (23);  Guarabira (545); Gurinhém (31); Gurjão (3); Ibiara (4); Igaracy (2); Imaculada (9); Ingá (39); Itabaiana (175); Itaporanga (3); Itapororoca (30); Itatuba (43); Jacaraú (7); Jericó (2);  João Pessoa (3685); Joca Claudino (1); Juarez Távora (22); Juazeirinho (46);  Junco do Seridó (8); Juripiranga (86); Juru (4); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (7); Lagoa Seca (71); Lastro (1); Livramento (1); Logradouro (11); Lucena (54); Mãe d’Água (2); Malta (11); Mamanguape (129); Manaíra (2); Marcação (5);  Mari (97); Marizópolis (3); Massaranduba (18); Mataraca (24); Matinhas (12); Mato Grosso (3); Matureia (10); Mogeiro (4);  Montadas (4); Monteiro (22); Mulungu (16); Natuba (6); Nova Floresta (1), Nova Olinda (2); Olho D´Água (9); Olivedos (1);  Ouro Velho (1); Passagem (4); Patos (527); Paulista (16); Pedras de Fogo (241); Pedro Régis (1); Piancó (15); Picuí (9); Pilar (37); Pilões (11); Pilõezinhos (51); Pirpirituba (16); Pitimbu (68); Pocinhos (6);  Pombal (50); Princesa Isabel (8); Puxinanã (27);  Queimadas (67); Quixaba (4); Remígio (40); Riachão do Bacamarte (64);  Riachão do Poço (1); Riacho de Santo Antônio (3); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (51); Salgadinho (5); Salgado de São Felix (24); Santa Cecília (3); Santa Helena (1); Santa Inês (1);  Santa Luzia (39); Santa Rita (553); Santa Terezinha (13); Santana dos Garrotes (1); São Bentinho (9); São Bento (94); São Francisco (2);  São João do Cariri (1); São João do Rio do Peixe (7); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (13); São José de Caiana (10); São José de Espinharas (3); São José de Piranhas (5); São José do Bonfim (10); São José do Sabugi (61); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (9); São Mamede (12); São Miguel de Taipu (17);  São Sebastião de Lagoa de Roça (4); São Sebastião do Umbuzeiro (1); São Vicente do Seridó (11); Sapé (186); Serra Branca (2); Serra da Raíz (10); Serra Redonda (29); Serraria (10); Sertãozinho (11); Sobrado (18); Solânea (60); Soledade (8); Sousa (163); Sumé (13); Tacima (14); Taperoá (34); Tavares (6); Teixeira (15); Tenório (1); Uiraúna (4); Umbuzeiro (16); Várzea (1); Vieirópolis (2); Vista Serrana (1).

*Dados Oficiais preliminares (fonte e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 29/05 sujeitos a revisão.

Mais 9 óbitos foram confirmados 

Mulher, 40 anos, sem informação de comorbidade, residente em Rio Tinto. Início dos sintomas 18/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 27/05.

Homem, 76 anos, portador de doença cardiovascular crônica, residente em Mamanguape. Início dos sintomas 22/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 27/05.

Homem, 50 anos, portador de doença hepática e neurológica, diabetes, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 20/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 06/05.

Mulher, 89 anos, cardiopata, residente em Santa Rita. Início dos sintomas 07/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 08/05.

Homem, 82 anos, cardiopata, residente em Mari. Início dos sintomas 09/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 23/05.

Homem, 72 anos, diabético, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 16/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 26/05.

Mulher, 89 anos, portadora de doença cardiovascular, hipertensão e diabetes, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 21/04, interna em hospital público, veio a óbito no dia 13/05.

Mulher, 65 anos, diabética, imunodeprimida, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 03/04, interna em hospital público, veio a óbito no dia 23/05.

Homem, 60 anos, diabético, hipertenso, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 29/04, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia 01/05.

 

A cidade de Patos, até esta sexta-feira, dia 29 de Maio de 2020, contabilizou 606 casos do novo Coronavírus (COVID-19). Desses números, 394 estão em isolamento domiciliar, 23 em internamento hospitalar, 168 estão recuperados e 21 óbitos.
Na sequência, você pode conferir o Mapa Setorial que traz a soma dos casos detectados nos bairros que compreendem as cinco regiões no perímetro urbano do município.
De acordo com os números de hoje, a região com o maior índice de casos confirmados para o Covid-19 em Patos é a Zona Norte, com 167 casos. Na separação por bairros, o Jatobá lidera com o registro de 72 casos. Confira a relação completa dos bairros na 3ª imagem.
Para fechar os 606 casos registrados nesta sexta-feira, 29, o Presídio Romero Nóbrega tem o registro de 19 casos, a Zona Rural tem 04 casos, e o Distrito de Santa Gertrudes 03 casos.
A maioria dos casos registrados é do sexo masculino. E a faixa etária predominante é entre 20 e 40 anos.
OBSERVAÇÃO: A Vigilância Epidemiológica COMUNICA que o Mapa Setorial e o Relatório detalhado só serão liberados de segunda a sexta-feira, e aos sábados e domingos será emitido apenas o Boletim Geral.
Todos os dados veiculados tanto no Boletim quanto no Relatório, são fornecidos pela Vigilância Epidemiológica do Município.
 

Prefeitura de Monteiro antecipa feriados, prorroga isolamento por 15 dias e diz que pode cassar alvarás de empresas que descumpram quarentena

Esses feriados serão antecipados para os dias 1º, 2 e 3 de junho, respectivamente. O decreto também prorrogou o isolamento social por 15 dias no município.

O Decreto Municipal n° 1.165 renova as medidas difundidas para o distanciamento social, como normas de higienização, uso obrigatório de máscaras, e recolhimento às 21h. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Monteiro)

A Prefeitura de Monteiro emitiu novo decreto em que antecipa os feriados de Corpus Christi (11 de junho), São João (24 de junho) e Dia de Fundação da Paraíba (5 de agosto). Esses feriados serão antecipados para os dias 1º, 2 e 3 de junho, respectivamente. O decreto também prorrogou o isolamento social por 15 dias no município.

A decisão de antecipar os feriados foi tomada nessa quinta-feira (28) pela prefeita Anna Lorena. Ela atendeu recomendação do Ministério Público da Paraíba que orientou a antecipação dessas datas para aumentar o nível de distanciamento e combater, assim, a transmissão do novo coronavírus.

Além disso, a Prefeitura de Monteiro alertou que pode revogar alvarás de funcionamento de empresas e instituições religiosas em caso de descumprimento do isolamento social. A administração explica que estão permitidos os cultos religiosos transmitidos por lives na internet, para que se evite a aglomeração presencial de pessoas nas celebrações.

A Prefeitura de Monteiro apontou que fará fiscalizações para averiguar se os serviços não essenciais estão desobedecendo a quarentena. A gestão també fará a identificação de pessoas que promovam aglomerações, como festas, para que o MPPB possa apresentar ação penal pública.

“Ainda conforme às recomendações do Ministério Público da Paraíba, através da Promotoria de Justiça de Monteiro, após o esgotamento das medidas administrativas, é recomendado que a Prefeitura de Monteiro, por meio de seus profissionais, solicite a intervenção das polícias Militar e Civil para fazer cumprir suas determinações e decretos, priorizando o combate à propagação da doença”, alertou a prefeitura.

O Decreto Municipal n° 1.165 renova as medidas difundidas para o distanciamento social, como normas de higienização, uso obrigatório de máscaras,  recolhimento às 21h, e outras que podem ser encontrado no site oficial da Prefeitura de Monteiro.

Na noite desta sexta-feira (29), em mais uma live do gabinete de crise, a Secretaria de Saúde de Serra Talhada, atualizou as informações do boletim epidemiológico.
Infelizmente, foram registrados mais 4 casos do novo Coronavírus (Covid-19), somando 109 casos confirmados no município.
Os novos casos confirmados são: duas mulheres de 40 anos e 28 anos, respectivamente, um homem de 40 anos e outro de 28 anos. Outras 25 pessoas estão esperando o resultado. O número de casos descartados subiu para 593 – distribuídos entre 62 mulheres e 47 homens.
O Prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, pediu para que a população não ficasse amedrontada com os números, pois a meta seria fazer a testagem em 10 mil pessoas, e por isso estão comprando mais testes e consequentemente os números subirão de forma mais rápida.
Márcia Conrado disse que na próxima semana haverá testes para os trabalhadores dos serviços essenciais.

Arcoverde registra sete novos casos do Covid-19 e se aproxima de 100 contaminados

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, nesta sexta-feira, 29 de maio, foram confirmados mais sete (07) casos do Covid-19, um (01) curado e vinte e nove descartados. O boletim diário, portanto, fica com dezesseis (16) suspeitos, cento e sessenta (160) descartados, 92 (noventa e dois) confirmados, treze (13) óbitos e vinte e oito (28) recuperados.
De acordo com o balanço, realizado pela Vigilância em Saúde do município até 17h de hoje, Arcoverde tinha 267 notificações do Coronavírus, o que significa o total de pessoas suspeitas, desde a investigação até o descarte ou confirmação. Destes dados, 47% são do gênero feminino e 53% do masculino.
Dentro do mapeamento pelos bairros da cidade, dos 92 casos confirmados, trinta e três (33) estão no São Cristóvão, oito (08) no Centro, um (01) Cardeal, seis (06) no São Geraldo, seis (06) na Boa Vista, três (03) no Sucupira, cinco (05) no Boa Esperança, quinze (15) no São Miguel, um (01) Novo Arcoverde, dois (02) Cohab II, um (01) Vila do Presídio, um (01) Pôr do Sol, dois (02) Cidade Jardim, um (01) Residencial Maria de Fátima Freire, um (01) no JK e seis (06) na Zona Rural.
Dos treze (13) óbitos, sete (07) são do São Cristóvão, um (01) Centro, dois (02) do São Miguel, um (01) Boa Esperança, um (01) Boa Vista e um (01) da Zona Rural. Entre as idades, um (01) tinha 0 a 09 anos; dois (02) entre 30 e 39 anos; dois (02) tinham entre 60 e 69 anos, cinco (05) tinham entre 70 e 79 anos e três (03) tinham 80 anos.
Vale lembrar que dentro dos 92 confirmados, estão contabilizados os 13 óbitos e 28 curados. No Hospital de Campanha há cinco (05) pacientes internados. No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, a UTI do Covid-19 está trabalhando com a capacidade completa de oito leitos, sendo que quatro (04) pacientes são de Arcoverde, dois (02) confirmados e dois (02) aguardando resultado do exame.
No Hospital Memorial (Arcoverde) tem um (01) paciente na UTI e outro no Hospital Santa Joana (Recife). Ao todo, Arcoverde tem seis (06) pacientes em UTI e 30 em isolamento domiciliar.
Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 1.055 carros de fora. Em Pernambuco, só hoje foram confirmados 1.542 novos casos confirmados e 103 mortes, totalizando 32.255 e 2.699 mortes.
Quem puder ficar em casa, fique. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas, denúncias ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

Afogados da Ingazeira tem novo caso em investigação para a Covid-19

A Secretaria de Saúde de Afogados da Ingazeira, informou através do boletim epidemiológico desta sexta-feira (29), que um paciente do sexo masculino, de 39 anos, apresentou sintomas sugestivos para Covid – 19.

Segundo o boletim, a vigilância em saúde realizou avaliação e coletou amostra através de swab. O caso entra em investigação até a liberação do resultado pelo LACEN – PE. O paciente e sua família encontram-se isolados e monitorados pela Atenção Básica.

O boletim ainda informa, que hoje dois profissionais de segurança pública tiveram seus testes rápidos negativados para covid-19.

O município continua com 6 casos confirmados, 5 recuperados, 2 em investigação e 58 descartado

Triunfo tem mais dois casos positivos de covid-19, agora soma 21

A Secretaria Municipal de Saúde no seu propósito de estreitar a parceira com a população, e primar pela transparência nestes tempos de pandemia da Covid-19, vem informar que segue realizando testes rápidos e hoje foram realizados vários testes tanto pelo município quanto por laboratórios privados e tivemos mais 02 (dois) resultados positivos, os pacientes positivados estão clinicamente estáveis, em isolamento domiciliar e sendo acompanhados e monitorados pela nossa equipe de Vigilância em Saúde.
 
Informamos ainda que fizemos algumas mudanças no nosso boletim diário, a partir de hoje não serão mais divulgados os dados nacionais e estaduais pois estão chegando com atraso, o que tem dificultado nossas publicações.
 
Por fim reiteramos nosso apelo para que todos fiquem em casa, pois o número de casos aumenta e a nossa melhor arma é o isolamento domiciliar e bons hábitos de higiene.
 
Sua casa é o lugar mais seguro neste momento.
 

Carnaíba confirma mais 2 casos de covid-19 sobe para  14 casos confirmados

 

A Secretaria de Saúde de Carnaíba, informou no boletim desta sexta-feira (29), a confirmação de mais 2 casos de Covid-19 no município.

Ainda segundo o o boletim: ambos os casos tratam de pessoas do sexo feminino, sendo que uma apresenta sintomas leves, e está em tratamento domiciliar; já a outra, apresenta um quadro mais grave e está em internamento fora do município.

De acordo com o boletim desta sexta-feira, Carnaíba agora conta com 14 casos confirmados, 2 recuperados, 2 em investigação, 29 descartados e 4 óbitos. Veja abaixo o boletim que foi divulgado no Instagram da Prefeitura.

Tuparetama confirma mais dois casos convid-19  sobe para  7 

A Secretaria Municipal de Saúde de Itapetim, atualizou nesta sexta-feira (29), o boletim epidemiológico da Covid-19 no município, com aumento de 2 casos confirmados para Covid-19.

A cidade contabiliza, portanto: 85 casos em monitoramento domiciliar, 67 casos em monitoramento domiciliar concluído, 07 casos em investigação, 07 

Araripina registra mais 04 casos do novo coronavírus nas últimas 24h  Agora são 52 os infectados 

O boletim oficial da Secretaria de Saúde de Araripina, no Sertão de Pernambuco, registrou mais 04 novos casos do novocoronavírus nas últimas 24h, subindo para 52 o número de infectados.

Nesta sexta-feira (27), o município contabiliza 25 casos recuperados, 09 em investigação e 190 descartados.

No Sertão do Araripe já foram registradas 11 mortes, sendo 04 em Trindade, 03 em Ipubi, 03 em Araripina e 01 em Ouricuri.

 

Radar/Veja

A ação ordenada pelo Supremo Tribunal Federal contra o bando das fake news vai roer lentamente os integrantes do “gabinete do ódio” bolsonarista.

Nesta semana, a Polícia Federal bateu à porta dos aloprados que fazem parte dos núcleos “financeiro e operacional” do esquema.

Ambos — empresários e militantes — têm farta ligação com os filhos de Bolsonaro, em especial com Eduardo, Carlos e Flávio — nessa ordem mesmo — e com deputados bolsonaristas que replicam mensagens e estratégias.

Depois de analisar tudo que foi apreendido — e não foi pouca coisa –, os investigadores da PF, aqueles que Bolsonaro não conseguiu demitir, irão para cima do núcleo “político” do esquema.

Trata-se do mesmo roteiro usado no mensalão. A bancada da fake news tem oito figuras, mas outros nomes conhecidos ainda entrarão na lista.

Em mais um gesto de aproximação com os partidos de centro no Congresso Nacional, o governo entregou ao PSD a presidência da Fundação Nacional de Saúde, a Funasa. A sigla comandada pelo ex-ministro Gilberto Kassab (foto), emplacou o comandante da Polícia Militar de Minas Geras, Giovanne Gomes da Silva, no controle do órgão com orçamento estimado em R$ 3 bilhões. 

Outros cargos dentro do Ministério da Saúde também estão em negociação com os políticos, incluindo a Secretaria Nacional de Vigilância em Saúde, posto ocupado anteriormente por Wanderson de Oliveira. Segundo fontes que acompanham de perto as conversas, o cargo foi oferecido ao PL, de Valdemar Costa Neto, condenado no esquema do mensalão. O partido já emplacou duas diretorias no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, o FNDE. 

O interesse do governo pela formação de uma base de apoio no Legislativo vem no momento em que o presidente Jair Bolsonaro é investigado sobre a suposta interferência política na Polícia Federal, segundo acusações do ex-ministro Sérgio Moro, e a oposição se movimenta por uma CPI e pressiona pela abertura de um pedido de impeachment. 

O Progressistas e o Republicanos já emplacaram, respectivamente, aliados no Departamento Nacional de Obras Contra Secas, o Dnocs, e na Secretaria de Mobilidade Urbana do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Protocolo prevê uma retomada gradativa e planejada da economia, que deve levar 11 semanas para ser totalmente implantada

Nos últimos dois meses, o Governo de Pernambuco vem realizando uma série de reuniões com representantes de vários setores produtivos para estabelecer os parâmetros de um plano de convivência das atividades econômicas com a pandemia da Covid-19. O estudo foi conduzido pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico, Planejamento e Gestão, da Fazenda, do Trabalho e Qualificação e de Desenvolvimento Urbano. O estudo prevê uma retomada gradativa, respeitando as orientações sanitárias e com um período de 11 semanas para ser totalmente posto em prática.

A data de início da estratégia dependerá de um conjunto de indicadores definidos pelas autoridades sanitárias e científicas que fazem parte do Gabinete de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, do governo estadual. O plano também inclui a análise da quantidade de trabalhadores por setor e de que maneira o retorno de cada atividade influenciará em pontos complementares, como o transporte público. A ideia é que os setores adotem horários diferentes de expediente para não saturar o sistema nos horários de pico.

“Sem vacina ou medicamento comprovadamente eficaz contra o novo coronavírus, todos teremos que conviver com a doença. Nosso plano pesa quais atividades têm menos impacto nas curvas de contaminação e a relevância econômica de cada setor para definir o cronograma de liberação”, detalhou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

A epidemia da Covid-19 atingiu de maneira direta a economia mundial, e no Brasil não foi diferente. A estimativa da Secretaria da Fazenda é de que a paralisação das atividades econômicas, por conta das medidas de isolamento social, tenha um reflexo negativo na arrecadação da ordem de 20%, no comparativo com 2019. “A ajuda aos Estados, sancionada nesta quinta-feira pelo Governo Federal, é insuficiente para repor as perdas impostas pela epidemia do novo coronavírus”, destacou o secretário da Fazenda, Décio Padilha.

O recorde anterior havia sido na última sexta (22), com 20.803 novos casos. Com isso, o total de casos chegou a 438.238.

O país registrou em 1.156 novas mortes, o 3º maior número de confirmações em 24h desde o início da pandemia. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Com 26.417 novos casos de Covid-19, o Brasil bateu nesta quinta (28) o recorde de novas infecções registradas em um único dia. O recorde anterior havia sido na última sexta (22), com 20.803 novos casos. Com isso, o total de casos chegou a 438.238.

O país registrou em 1.156 novas mortes, o 3º maior número de confirmações em 24h desde o início da pandemia. O Brasil soma 26.754 mortos pela Covid-19.

Na quarta o país registrou 1.086 novas mortes por coronavírus e 20.599 novos casos , segundo dados do Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde não comentou os novos dados. Desde a gestão do ex-ministro Nelson Teich, a pasta tem reduzido o número de coletivas de imprensa ou divulgado dados atualizados apenas após o fim desses encontros.

Representantes da pasta, porém, têm frisado que o Brasil ainda segue com tendência de aumento de casos.

Apontam ainda que o número real tende a ser maior, já que ainda há testes represados em alguns locais e possibilidade de subnotificação.

Um exemplo disso é que o país soma, atualmente, 4.211 mortes ainda em investigação.
Das 1.156 novas mortes confirmadas nesta quinta, 539 ocorreram nos últimos três dias. As demais são de datas anteriores. O balanço completo não foi divulgado.
O estado de São Paulo tem o maior número de casos, com 95.865 já confirmados.
Em seguida, está o Rio de Janeiro (44.886), Ceará (37.821) e Amazonas (36.146).
A classificação muda, porém, quando observado o total de mortes. Nesse caso, o maior número de registros ocorre em São Paulo (6.980), Rio de Janeiro (4.856), Ceará (2.733), Pará (2.704) e Pernambuco (2.566).

Também há mudanças quando observada a lista por incidência – parâmetro que considera o total de casos pela população.

Atualmente, as regiões com maior incidência são Norte e Nordeste, seguido do Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

A situação é mais grave no Amapá e Amazonas, estados cujas capitais apresentam sinais de colapso. O primeiro tem 963,9 casos por 100 mil habitantes. O segundo, 872,1 casos por 100 mil habitantes.

Para comparação, a média nacional é de 208,5 casos por 100 mil habitantes.
O avanço da epidemia também aparece em dados da ocupação da rede de saúde.
Balanço publicado pela Folha nesta quarta (27) mostra que a maioria dos estados já registra uma ocupação maior que 70% dos leitos públicos de UTI para tratamento da Covid-19.

Em três deles – Ceará, Amapá e Pernambuco – a ocupação está acima de 90%.

Dólar é cotado a R$ 5,3812 nesta manhã de sexta-feira

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 5,96 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,2562.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. (Foto: Reprodução)

O valor do dólar na manhã desta sexta-feira (29), está cotado no valor de R$ 5,3812. Já o valor do dólar para o turismo está sendo cotado a R$ 5,5531.

Enquanto isso, o Euro comercial está sendo vendido a R$ 5,96 e o Euro para o turismo é cotado por R$ 6,2562.

O dólar americano é a moeda dos Estados Unidos e tem sua emissão controlada pela Reserva Federal daquele país. O dólar é usado tanto em reservas internacionais como em livre circulação.

Araripina: 3ª morte registrada por covid-19 era de criança com 1 ano e 5 meses

Foto: reprodução

Por Valdiney Passos / Foto: reprodução

O boletim divulgado na quinta-feira (28) pela Prefeitura de Araripina, no Sertão de Pernambuco, confirmou a terceira morte pela covid-19. A vítima era uma criança de apenas 1 ano e cinco meses que fazia tratamento médico na capital Recife.

Ela estava em tratamento de leucemia quando contraiu o vírus. O óbito foi registrado no dia 18 de maio, mas apenas confirmado ontem através de exame feito no LACEN. Por se tratar de uma moradora de Araripina, a morte fica registrada na cidade.

“Externamos nossas sinceras condolências aos familiares e reforçamos a necessidade da manutenção das medidas de isolamento social”, disse a secretária de Saúde de Araripina, Roberta Falcão.

Ao todo, o benefício será pago a 2,5 milhões de trabalhadores, segundo o banco.

Auxílio será pago a trabalhadores nesta sexta (Foto: Reprodução)

A Caixa Econômica Federal (CEF) credita nesta sexta-feira (29) os últimos lotes do Auxílio Emergencial tanto da primeira parcela, para novos aprovados, quanto da segunda, para beneficiários do Bolsa Família. Ao todo, o benefício será pago a 2,5 milhões de trabalhadores, segundo o banco.

Na terça, a Caixa concluiu os pagamentos da segunda parcela para os beneficiários que receberam a primeira parcela até 30 de abril e que não fazem parte do programa Bolsa Família. Até quinta-feira (28), no entanto, ainda haviam 10,4 milhões de pedidos de Auxílio Emergencial aguardando análise, segundo a Caixa. Não há previsão de quando essas pessoas irão receber o benefício.

Para os novos aprovados, que receberem o primeiro pagamento a partir de 1º de maio, a segunda parcela deve ser creditada em um mês, segundo o presidente da Caixa.

A partir de sábado (30), a Caixa começa a liberar os saques em dinheiro e as transferências para os trabalhadores que receberam a segunda parcela do auxílio por meio de poupança digital do banco (veja o calendário

Veja quem recebe nesta sexta:

  1. Primeira parcela: 600 mil trabalhadores do novo lote de aprovados do benefício, nascidos em dezembro
  2. Segunda parcela: 1,9 milhão de trabalhadores beneficiários do Bolsa Família, cujo NIS termina em 0

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Depósito em poupança digital e restrição para saque e transferências

Para os beneficiários que receberam a segunda segunda parcela e não fazem parte do Bolsa Família, os pagamentos trouxeram mais restrições: todos receberam por meio de conta poupança digital da Caixa – mesmo quem recebeu a primeira parcela em outra conta.

Além disso, a poupança digital não permite transferências inicialmente – apenas pagamento de contas, de boletos e compras por meio do cartão de débito virtual. Transferências para outras contas e saques só serão liberados a partir de 30 de maio.

Primeira parcela para novos aprovados

A primeira parcela para esse novo grupo será creditada na conta escolhida pelo beneficiário, da forma como receberam os primeiros beneficiários: nas contas da Caixa, na Poupança Social Digital ou em contas de outros bancos. Esses beneficiários também poderão fazer o saque em espécie do auxílio na data da liberação.

Veja como ficou o calendário de pagamento da 1ª parcela para novos aprovados:

  • 19 de maio (terça): nascidos em janeiro
  • 20 de maio (quarta): nascidos em fevereiro
  • 21 de maio (quinta): nascidos em março
  • 22 de maio (sexta): nascidos em abril
  • 23 de maio (sábado): nascidos em maio, junho ou julho
  • 25 de maio (segunda): nascidos em agosto
  • 26 de maio (terça): nascidos em setembro
  • 27 de maio (quarta): nascidos em outubro
  • 28 de maio (quinta): nascidos em novembro
  • 29 de maio (sexta): nascidos em dezembro

Calendário da 2ª parcela

O calendário do pagamento da 2ª parcela do Auxílio Emergencial começou no último dia 18 e seguirá até 13 de junho. O calendário da terceira parcela, que estava prevista para maio, continua sem definição.

O calendário da segunda parcela vale apenas para quem recebeu a primeira parcela até 30 de abril. A segunda parcela deve ser paga cerca de um mês após o recebimento da primeira.

São 3 calendários:

  1. um para recebimento em poupança social
  2. um para saque em espécie para beneficiários do Bolsa Família
  3. um para saque em espécie para poupança social e transferência de recursos

O texto-base foi aprovado em votação simbólica. Agora, os deputados vão apreciar sugestões de mudança no projeto.

O texto aumenta para 40% o limite do consignado -hoje, é de 30%-, e mantém o 5% de margem consignável no cartão de crédito. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (28) o texto-base da medida provisória que prevê a suspensão de contratos de trabalho e também o corte de jornada e salário de trabalhadores para socorrer empresas e evitar demissões.

O texto-base foi aprovado em votação simbólica. Agora, os deputados vão apreciar sugestões de mudança no projeto. A seguir, a proposta vai ao Senado. Se houver alterações, volta para a Câmara, antes de seguir para sanção ou veto presidencial.

O relator do texto, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), amenizou trechos do projeto para diminuir a resistência e conseguir aprovar a proposta. Também deu ao Executivo o poder de prorrogar os prazos dos acordos trabalhistas enquanto durar o estado de calamidade pública -inicialmente previsto para terminar em 31 de dezembro.

O corte na jornada é acompanhado de uma diminuição proporcional de salário, que pode ser de 25%, 50% ou 70%, por até três meses. É permitida também a suspensão de contratos por até dois meses.

Uma das principais mudanças feitas pelo relator, o aumento da base de cálculo na compensação foi retirado por um destaque do PP, partido de Arthur Lira, que passou a compor recentemente a base do governo.

O trabalhador afetado por corte de jornada ou suspensão de contrato recebe um auxílio do governo para amenizar a queda na renda da família.

No texto original do governo, o valor do benefício toma como base o seguro-desemprego, que tem como teto R$ 1.813. Se o salário fosse até esse valor, a União compensaria toda a perda salarial durante o período do corte de jornada ou de suspensão de contrato.

Orlando Silva havia elevado esse limite para três salários mínimos (R$ 3.135), o que ampliaria a faixa salarial com compensação integral a ser paga pelo governo.

Com apoio do centrão, os deputados votaram para retornar a base de cálculo proposta pelo governo, que considera o teto do seguro-desemprego. O destaque foi aprovado por 315 votos a favor e recebeu 155 contrários.

Nas contas do líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), o impacto estimado da mudança proposta pelo relator aos cofres públicos seria de R$ 22 bilhões.

O relator também ampliou o número de trabalhadores submetidos a negociações coletivas. A MP previa a possibilidade de acordo individual para quem tem salário igual ou menor a R$ 3.135 ou acima de R$ 12,2 mil.

O relator reduziu o piso a R$ 2.090 para aqueles que trabalharem em empresas com receita superior a R$ 4,8 milhões. Se o faturamento da companhia for menor que isso, o piso é mantido em R$ 3.135.

O texto permite, no entanto, acordo individual para trabalhadores que ganham entre o piso (R$ 2.090 ou R$ 3.135) e R$ 12,2 mil se a redução proporcional de jornada e salário for de 25%.

Orlando Silva definiu que o salário-maternidade deverá considerar a remuneração integral.

O projeto prevê um auxílio de R$ 600 pago durante três meses a trabalhadores intermitentes.

O texto também traz um alívio para funcionários que têm empréstimo consignado (descontado direto do contracheque) e que tiveram a jornada e salário reduzidos ou o contrato suspenso. Eles poderão renegociar o crédito e diminuir as prestações na mesma proporção do corte salarial. Também terão carência de 90 dias para pagar.

Os funcionários demitidos até 31 de dezembro de 2020 e que tiverem contratado consignado ou outros financiamento poderão repactuar a dívida em um empréstimo pessoal com o mesmo saldo devedor e juros iguais. Também terão carência de 120 dias para pagar.

O texto aumenta para 40% o limite do consignado -hoje, é de 30%-, e mantém o 5% de margem consignável no cartão de crédito.

Orlando Silva também incluiu no projeto uma prorrogação da desoneração da folha de pagamento como forma de alívio a empresas após a pandemia do novo coronavírus.
Atualmente, a desoneração abrange empresas de 17 setores, entre elas as que atuam no ramo da informática, com desenvolvimento de sistemas, processamento de dados e criação de jogos eletrônicos, além de call center e empresas de comunicação (mídia).

Também beneficia companhias que atuam no transporte rodoviário coletivo de passageiros e empresas de construção civil e de obras de infraestrutura.

A desoneração, prevista em lei de 2011, permite que empresas desses setores possam contribuir com um percentual que varia de 1% a 4,5% sobre o faturamento bruto, em vez de 20% de contribuição sobre a folha de pagamento para a Previdência Social.

O benefício está previsto para terminar em 31 de dezembro de 2020. Orlando Silva prorrogou inicialmente para 31 de dezembro de 2022, mas, diante da pressão do governo, decidiu estender o prazo para 31 de dezembro de 2021.

O Ministério da Economia estima que essa medida representará uma renúncia fiscal de R$ 10,2 bilhões – dinheiro que deixa de entrar nos cofres públicos.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira está ampliando a vacinação contra a Influenza para outros públicos. Até o próximo dia 05 de junho, serão vacinados professores da redes, pública e privada, e pessoas entre 55 e 59 anos de idade.  

Para se imunizar contra a Influenza, basta procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa, de segunda à sexta-feira, no horário das 7h30 às 17h. A vacinação também está aberta para todas as pessoas que integram os outros públicos prioritários e que ainda não se vacinaram, como pessoas a partir dos sessenta anos, crianças até seis anos incompletos e pessoas com comorbidades, como diabetes e hipertensão arterial.  

Apesar de não imunizar contra o coronavírus, a vacinação para Influenza é importante, pois diminui o número de pacientes com síndrome gripal, facilitando uma posterior identificação de casos de Covid-19. 

 

 

Com o avanço do coronavírus e o endurecimento das medidas de isolamento social, todos os segmentos da economia tem sofrido seriamente. Com a agricultura familiar não seria diferente. Para minimizar os impactos nesse importante segmento, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira, em parceria com o Governo Federal, vem mantendo os investimentos no Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA). 

Apenas no período de 11 de abril a 25 de maio, pouco mais um mês, a Prefeitura já adquiriu 1,6 tonelada de alimentos produzidos pelos agricultores do município. Mais de R$ 8 mil reais investidos, injetando recurso para movimentar a economia local. Dentre os itens adquiridos nesse período estão, carne bovina, milho verde, abóbora, feijão verde, mamão, goiaba, batata doce, banana, macaxeira, tomate cereja, coentro, pimentão, couve e alface.  

O PAA tem inscritas em Afogados da Ingazeira 67 famílias. Destas, 40% são chefiadas por mulheres. “Esta é uma ação importante pois gera renda para os nossos agricultores familiares, nesse período de graves restrições e garante a segurança alimentar das famílias assistidas pelos diversos programas da nossa rede socioassistencial,” afirmou o prefeito José Patriota.  

Para fortalecer essa produção, sobretudo aproveitando esse período do bom inverno, a Prefeitura distribuiu kits de irrigação com as famílias e capacitou os agricultores para o seu uso correto. Além disso, a Prefeitura contratou um engenheiro agrônomo para dar assistência técnica e acompanhamento no processo produtivo.

 

Tabira tem 4 novos casos positivos de covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde, após mapeamento e bloqueio epidemiológico, informa a confirmação de 04 casos de COVID-19. O primeiro caso, com idade de 17 anos, residente no Sítio Baixa da Ovelha, e os outros três, com idades de 07, 29 e 37 anos, residentes no Povoado do Brejinho, apresentavam sintomatologia típica, e após atendimento na Emergência Respiratória, testaram POSITIVO.

Informamos, ainda, que todos os contatos domiciliares estão sendo acompanhados e devem seguir o protocolo afastamento de atividades laborativas, isolamento domiciliar e diagnóstico da Secretaria Estadual de Saúde.

Arcoverde confirma dois novos casos de Covid-19, dois óbitos e mais três curados

Nesta quinta-feira, 28 de maio, a Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, até às 17h, foram confirmados dois (02) novos suspeitos de Covid-19, dois (02) óbitos e mais três (03) curados.

O boletim diário, portanto, fica com dezesseis (16) suspeitos, cento e trinta e um (131) descartados, oitenta e cinco (85) confirmados, treze (13) óbitos e vinte e sete (27) recuperados.
Vale lembrar que dentro dos 85 confirmados, estão contabilizados os 13 óbitos e 27 curados. Em recuperação existem 45 pessoas, na sua maioria, em isolamento domiciliar. No Hospital de Campanha há quatro (04) pacientes internados.
Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 1004 carros de fora. Em Pernambuco, foram confirmados 794 novos casos e 98 mortes, totalizando 30.713 positivos, 2.566 mortes.
Não há cura ou mesmo vacina para o Coronavírus até o momento. O Isolamento social é a recomendação da Organização Mundial da Saúde – OMS para evitar o contágio. Cada um precisa fazer sua parte. Quem puder ficar em casa, fique. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas, denúncias ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082

 Salgueiro confima oitava morte por Covid-19

Prefeito Clebel Cordeiro anuncia casos de Covid 19 / Foto: reprodução

O município apresenta nesta quarta-feira (27), três novos casos positivos para o Coronavírus. Tratam-se de dois pacientes do sexo masculino e uma do sexo feminino testados através do teste rápido municipal e do LACEN/PE.

Um dos homens positivados hoje, faleceu na cidade de Petrolina/PE, onde tratava de outra comorbidade, ele tinha 53 anos e foi a óbito ontem (26). Após o falecimento foi realizado o teste através do método SWAB que confirmou a infecção pelo vírus. Por se tratar de cidadão salgueirense, o óbito é acrescentado no boletim municipal.

Os outros confirmados encontram-se estáveis e em isolamento domiciliar supervisionado pelas Unidades de Saúde e Central de Monitoramento da Covid-19.

Dois pacientes confirmados também foram considerados recuperados após mais de 7 dias de ausência total dos sintomas, ambos receberam alta como casos recuperados.

Araripina registra terceira morte provocada pelo novo coronavírus

Agora são 48 os infectados pela covid-19 no município

O boletim oficial da Secretaria de Saúde de Araripina, no Sertão de Pernambuco, registrou mais uma morte pelo novo coronavírus. Agora são 03 óbitos no município.

Também foram registrados mais 04 novos casos da Covid-19 nas últimas 24h, subindo para 48 o número de infectados.

Nesta quinta-feira (28), o município soma 23 casos recuperados, 09 em investigação e 158 já foram descartados.

No Sertão do Araripe já foram registradas 11 mortes. Foram 04 em Trindade, 03 em Ipubi, 03 em Araripina e 01 em Ouricuri.

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 77%. Se fizermos um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, 89% estão ocupados. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou até a tarde desta quinta-feira (28) um total de 11.132 infectados com a covid-19. Os números divulgados também incluem o total de casos descartados, com 8.495 até o momento, e 318 mortes confirmadas. São 923 novos casos de Covid-19 e 20 mortes confirmadas desde a ultima atualização. 

  • Casos Confirmados:  11.132
  • Casos Descartados: 8495
  • Óbitos confirmados: 318
  • Casos recuperados: 2430
  • Total de municípios: 189

O aumento de casos nos últimos dias é resultado da ampliação da capacidade de testagem e diagnóstico da população. 

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 77%. Se fizermos um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, 89% estão ocupados. Chama atenção a ocupação de leitos adultos para Covid-19 em Campina Grande, onde estão ocupados 95% de leitos de UTI e 82% das enfermarias. No sertão, 51% dos leitos de UTI estão ocupados. Apenas, 42% da população seguiu a recomendação de Isolamento Social. 

Os casos confirmados estão em 189 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (2); Aguiar (1); Alagoa Grande (68); Alagoa Nova (19); Alagoinha (89); Alcantil (1) Alhandra (113); Amparo (11); Aparecida (4); Araçagi (24); Arara (8); Araruna (2); Areia (43); Areia de Baraúnas (1); Areial (8); Aroeiras (20); Assunção (3); Baia da Traição (42); Bananeiras (16); Barra de Santa Rosa (3); Barra de Santana (13); Barra de São Miguel (2); Bayeux (263); Belém (25); Belém do Brejo do Cruz (1);Boa Ventura (1);  Boa Vista (23); Bom Jesus (1); Boqueirão (12); Borborema (1);  Brejo do Cruz (4); Caaporã (296); Cabaceiras (1); Cabedelo (644); Cachoeira dos Índios (4); Cacimba de Dentro (23); Cacimbas (2); Caiçara (21); Cajazeiras (72); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (14); Campina Grande (1180); Capim (34);  Carrapateira (1); Casserengue (7); Catingueira (3), Catolé do Rocha (32); Caturité (11); Conceição (4);  Condado (37);  Conde (79); Congo (11); Coremas (13); Coxixola (4); Cruz do Espírito Santo (96); Cuité (10);  Cuité de Mamanguape (3); Cuitegí (43); Curral de Cima (7); Damião (1); Desterro (4); Dona Inês (2); Duas Estradas (15); Emas (1); Esperança (50); Fagundes (6); Gado Bravo (21);  Guarabira (493); Gurinhém (31); Gurjão (3); Ibiara (4); Igaracy (2); Imaculada (5); Ingá (32); Itabaiana (143); Itaporanga (3); Itapororoca (28); Itatuba (43); Jacaraú (7); Jericó (1);  João Pessoa (3472); Joca Claudino (1); Juarez Távora (17); Juazeirinho (46);  Junco do Seridó (8); Juripiranga (74); Juru (4); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (7); Lagoa Seca (52); Lastro (1); Livramento (1); Logradouro (10); Lucena (54); Mãe d’Água (2); Malta (9); Mamanguape (108); Manaíra (2); Marcação (1);  Mari (91); Marizópolis (3); Massaranduba (17); Mataraca (23); Matinhas (11); Mato Grosso (3); Matureia (10); Mogeiro (3);  Montadas (4); Monteiro (19); Mulungu (15); Natuba (6); Nova Floresta (1), Nova Olinda (2); Olho D´Água (7); Olivedos (1);  Ouro Velho (1); Passagem (4); Patos (568); Paulista (14); Pedras de Fogo (189); Pedro Régis (1); Piancó (14); Picuí (8); Pilar (37); Pilões (8); Pilõezinhos (51); Pirpirituba (16); Pitimbu (68); Pocinhos (6);  Pombal (39); Princesa Isabel (7); Puxinanã (24);  Queimadas (64); Quixaba (4); Remígio (39); Riachão do Bacamarte (64);  Riachão do Poço (1); Riacho de Santo Antônio (3); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (43); Salgadinho (5); Salgado de São Felix (25); Santa Cecília (3); Santa Helena (1); Santa Inês (1);  Santa Luzia (37); Santa Rita (581); Santa Terezinha (12); Santana dos Garrotes (1); São Bentinho (9); São Bento (88); São Francisco (2);  São João do Cariri (1); São João do Rio do Peixe (7); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (13); São José de Caiana (10); São José de Espinharas (3); São José de Piranhas (4); São José do Bonfim (10); São José do Sabugi (53); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (9); São Mamede (12); São Miguel de Taipu (17);  São Sebastião de Lagoa de Roça (4); São Sebastião do Umbuzeiro (1); São Vicente do Seridó (11); Sapé (184); Serra Branca (2); Serra da Raíz (9); Serra Redonda (26); Serraria (10); Sertãozinho (9); Sobrado (17); Solânea (49); Soledade (7); Sousa (152); Sumé (10); Tacima (9); Taperoá (34); Tavares (6); Teixeira (13); Tenório (1); Uiraúna (4); Umbuzeiro (16); Várzea (1); Vieirópolis (2); Vista Serrana (1).

*Dados Oficiais preliminares (fonte e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 28/05 sujeitos a revisão.

20 óbitos foram confirmados:

Mulher, 82 anos, hipertensa, obesa, residente em Pitimbu. Início dos sintomas 15/05, veio a óbito na sua residência no dia 19/05.

Homem, 56 anos, diabético, hipertenso, obeso, residente em Sapé. Início dos sintomas 10/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 15/05.

Mulher, 36 anos, sem informação de comorbidade, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 10/05, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia 16/05.

Homem, 54 anos, hipertenso, cardiopata, etilista, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 15/05, veio a óbito na sua residência no dia 19/05.

Homem, 83 anos, portador de doença pulmonar obstrutiva crônica, insuficiência respiratória, residente em Bayeux. Início dos sintomas 17/05, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia 18/05.

Mulher, 97 anos, portadora de doença cardiovascular, residente em Campina Grande. Início dos sintomas 12/05, interna em hospital privado veio a óbito no dia 18/05.

Mulher, 71 anos, sem informação de comorbidade, residente em João Pessoa.Início dos sintomas 07/05, veio na Unidade de Pronto Atendimento no dia 15/05.

Mulher, 60 anos, hipertensa, diabética, residente em Santa Rita. Início dos sintomas 13/05, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia 18/05.

Homem, 56 anos, sem informação de comorbidade, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 11/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia no dia 24/05.

Homem, idoso 73 anos, hipertenso, tabagista, etilista, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 13/05, veio a óbito na sua residência no dia no dia 19/05.

Homem, 53 anos, hipertenso, asmático, diabético, residente em Santa Rita. Início dos sintomas 06/05, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia 19/05.

Homem, idoso 80 anos, com comorbidade, diabético, residente em Itabaiana.Início dos sintomas 15/05, interno em hospital público veio a óbito no dia no dia 26/05.

Homem, idoso 78 anos, com comorbidade, diabético, residente em Juripiranga.Início dos sintomas 15/05, veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento no dia no dia 27/05.

Mulher, 43 anos, portadora de doença de Crohn e condição síndrome de Down, residente em João Pessoa.Início dos sintomas 23/05, interna em hospital público veio a óbito no dia no dia 27/05.

Homem, idoso 77 anos, com comorbidade, asma, residente em João Pessoa.Início dos sintomas 18/05, interno em hospital público veio a óbito no dia no 26/05.

Homem, 89 anos, sem informação de comorbidade, residente em Campina Grande. Início dos sintomas 08/05, interna em hospital público veio a óbito no dia no 13/05.

Homem, 89 anos,  cardiopata, pneumopata, diabético, portador de problemas neurológicos, residente em Campina Grande. Início dos sintomas 23/05, interno em hospital público veio a óbito no dia no 24/05.

Homem, 50 anos, diabético, residente em Campina Grande. Início dos sintomas 21/05, interno em hospital público veio a óbito no dia no 25/05.

Mulher, 58 anos, diabética, hipertensa, residente em Patos. Início dos sintomas 18/05, interno em hospital público veio a óbito no dia no 21/05.

Homem, idoso 73 anos, portador de hipertireoidismo, hipertenso, residente em Patos. Início dos sintomas 18/05, interno em hospital público veio a óbito no dia no 21/05.

Novo decreto de enfrentamento à covid-19 na Paraíba apresentará plano de reabertura do comércio, indústria e serviços

A informação consta na nota conjunta emitida nesta quinta-feira (28) pelo governador João Azevêdo e prefeitos da região metropolitana de João Pessoa.

Ainda conforme a nota, “a flexibilização gradual da atividade econômica será adotada de acordo com a evolução do quadro em cada Município, em datas que serão oportunamente anunciadas.” (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

O novo decreto estadual de combate ao novo coronavírus terá a primeira versão do plano de retomada gradual do comércio, indústria e serviços na Paraíba. A informação consta na nota conjunta emitida nesta quinta-feira (28) pelo governador João Azevêdo e prefeitos da região metropolitana de João Pessoa. Assinaram a nota João Azevêdo, Luciano Cartaxo, Jefferson Kita, Emerson Panta, Márcia Lucena e Vitor Hugo.

De acordo com a nota, “durante a reunião, os gestores também decidiram que o novo decreto estadual de enfrentamento à pandemia apresentará a primeira versão do plano de retomada gradual, estágio seguinte a ser implementado, que será apresentado pelo governador e prefeitos.”

Ainda conforme a nota, “a flexibilização gradual da atividade econômica será adotada de acordo com a evolução do quadro em cada Município, em datas que serão oportunamente anunciadas. As prefeituras terão autonomia para fazer essa flexibilização, observando todas as recomendações apontadas em cada fase do plano estadual de retomada, assim como os seus respectivos impactos sobre o controle da crise de saúde, assegurando a progressiva superação da mesma.”

Veja a nota na íntegra

NOTA CONJUNTA

Em reunião realizada por videoconferência, nesta quinta-feira (28), entre o Governador do Estado e os prefeitos das cidades de João Pessoa, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo e Conde, após a avaliação do cenário epidemiológico relativo à Covid-19, com o aumento significativo no número de casos e óbitos, ficou decidido pela necessidade de medidas conjuntas mais rígidas para conter a evolução da contaminação, além de assegurar o atendimento integral à população na rede de saúde.

As ações integradas serão decididas pelo corpo técnico do governo estadual, da Capital e dos demais municípios da Grande João Pessoa envolvidos na iniciativa, elaborando-se um planejamento conjunto de trabalho.

Durante a reunião, os gestores também decidiram que o novo decreto estadual de enfrentamento à pandemia apresentará a primeira versão do plano de retomada gradual, estágio seguinte a ser implementado, que será apresentado pelo governador e prefeitos. A flexibilização gradual da atividade econômica será adotada de acordo com a evolução do quadro em cada Município, em datas que serão oportunamente anunciadas. As prefeituras terão autonomia para fazer essa flexibilização, observando todas as recomendações apontadas em cada fase do plano estadual de retomada, assim como os seus respectivos impactos sobre o controle da crise de saúde, assegurando a progressiva superação da mesma.

JOÃO AZEVÊDO LINS FILHO

Governador do Estado da Paraíba

LUCIANO CARTAXO PIRES DE SÁ

Prefeito de João Pessoa

JEFFERSON LUIZ DANTAS DA SILVA

Prefeito de Bayeux

EMERSON FERNANDES ALVINO PANTA

Prefeito de Santa Rita

VITOR HUGO PEIXOTO CASTELLIANO

Prefeito de Cabedelo

MÁRCIA DE FIGUEIREDO LUCENA LIRA

Prefeita do Conde

Pernambuco ultrapassa 30 mil casos e 2,5 mil mortes por Covid-19

Mais 794 casos e 98 óbitos devido à Covid-19 foram confirmados em Pernambuco nesta quinta-feira (28). Com isso, o estado passou a ter 30.713 confirmações e 2.566 mortes por essa doença causada pelo novo coronavírus . Esses números são contabilizados desde o início da pandemia, em março.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), dos 794 novos registros da Covid-19 em Pernambuco, 268 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 526 como leves. No acumulado, o estado totalizou 13.354 casos graves da doença e 17.359 leves.

Os detalhes epidemiológicos das novas confirmações de casos e mortes por Covid-19 em Pernambuco, como os municípios onde ocorreram e as faixas etárias e comorbidades das vítimas, serão repassados à noite pela Secretaria Estadual de Saúde.

Maia defende prorrogação do auxílio emergencial

Eu acho que seria muito ruim no quarto ou no quinto mês qualquer mudança no valor de R$ 600, mas compreendo a preocupação do governo”, disse Rodrigo Maia (Foto: Reprodução)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a permanência por mais tempo do pagamento do auxílio emergencial, no atual valor, por causa da paralisação de atividades econômicas no país em razão das medidas de distanciamento social para evitar maior propagação do novo coronavírus.

O pagamento do auxílio, iniciado em abril, está previsto em três parcelas mensais de R$ 600. No caso de mães chefes de família, o benefício é dobrado, no valor de R$ 1,2 mil. A Caixa Econômica Federal começou a pagar a segunda parcela no dia 18 de maio. O dinheiro é do Tesouro Nacional. O governo avalia prorrogar o pagamento do auxílio em valor menor: R$ 200, que resultaria em custo mensal de R$ 17 bilhões, conforme previsões da Secretaria Especial de Fazenda.

“Eu acho que seria muito ruim no quarto ou no quinto mês qualquer mudança no valor de R$ 600, mas compreendo a preocupação do governo”, disse Rodrigo Maia em entrevista coletiva antes de iniciar sessão deliberativa virtual da Câmara dos Deputados que vota parecer sobre a Medida Provisória nº 936/2020, que permite a redução de salários e jornada de trabalho ou suspensão do contrato trabalhista durante o estado de calamidade pública.

Maia ponderou que é preciso encontrar “soluções para que pelo menos no curto prazo a gente possa manter o valor e depois fazer uma escadinha reduzindo esse valor.” Em sua avaliação, uma alternativa seria compor orçamento novo para a medida e utilizar recursos de “uma parte de programas que estão mal alocados.” O arranjo proposto seria provisório. “Talvez esse somatório nos dê as condições de a gente manter por mais algum período os R$ 600 e depois tentar criar um programa oficial permanente de renda mínima com esses programas que já existem no governo”, sugeriu.

Institucionalidade

Indagado pela imprensa sobre o posicionamento do presidente da República a respeito do inquérito do Supremo Tribunal Federal que apura uso de fake news e ameaças a ministros da Corte nas redes sociais, Rodrigo Maia voltou a defender a institucionalidade e o cuidado contra a covid-19.

“As decisões dos outros poderes precisam ser respeitadas. A gente não pode no sistema democrático entender que só aquilo que nos interessa, que nos agrada, é correto quando outro Poder toma decisão. Nós divergimos, mas nós precisamos acatar. Tem o direito da crítica e tem direito do recurso. Tem trâmites legais.”

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro criticou o STF e disse na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial, que a ação contra fake news é para censurar mídias sociais. Na avaliação de Rodrigo Maia, as declarações vão “exatamente no caminho contrário de tudo que a gente começou a construir, os Poderes juntos, desde a semana passada.”

Ele salientou que, apesar dessas declarações, o governo age com institucionalidade na Corte em outro episódio. “Ao mesmo tempo, há um discurso e há uma decisão prática. Decisão prática é que o ministro [da Justiça, André Mendonça,] recorreu da decisão pedindo um HC [habeas corpus] para o ministro da Educação [Abraham Weintraub].” Ontem (27), o ministro Alexandre Moraes (STF) determinou que a Polícia Federal colha depoimento a respeito de suas declarações sobre a Corte durante reunião ministerial no dia 22 de abril.

“Isso significa que se respeitou a decisão do ministro Alexandre Moraes quando se recorre pelos caminhos legais”, avaliou Maia. “O que a gente precisa entender é que essas divergências de comportamento entre o que faz oficialmente o governo e o que faz o presidente em relação a decisões de outro Poder precisam ter convergência e sinalizar para a sociedade, principalmente neste momento que vivemos de crise sanitária, de crise econômica e social, que nós estaremos focados, preocupados e avançando no caminho de salvar vidas, empregos e renda.”

Ainda sem data, Enem recebe 6,2 milhões de inscrições

O número definitivo de inscritos ainda será fechado após o fim do prazo para compensação bancária dos pagamentos da taxa de inscrição.

No ano passado, 5.095.308 pessoas se inscreveram para as provas. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O Enem recebeu 6.222.463 inscrições. Do total, 101.100 se inscreveram para a prova digital e o restante, para a aplicação tradicional em papel.

O número definitivo de inscritos ainda será fechado após o fim do prazo para compensação bancária dos pagamentos da taxa de inscrição. No ano passado, 5.095.308 pessoas se inscreveram para as provas.

O Enem 2020 ainda não tem data para ocorrer. As provas, marcadas para novembro, foram adiadas e o governo Bolsonaro só vai definir os dias após consulta pública aos alunos.

O ministro Abraham Weintraub (Educação) insistia na manutenção do Enem nas datas previstas apesar da interrupção de aulas e do pedido de secretários neste sentido. Só mudou de ideia com uma iminente derrota no Congresso sobre o tema.

O período para participar do Enem terminou na quarta-feira (27), após cinco dias de prorrogação. Secretários de Educação haviam solicitado a extensão do prazo porque haviam identificado baixa participação de alunos da rede pública.

Entre os inscritos, 1.149.759 são alunos matriculados em escolas públicas, o que representa um avanço de 11,2% do que foi registrado na edição anterior, segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), órgão do MEC (Ministério da Educação).

A maioria (87%) do inscritos para a prova impressa recebeu isenção da taxa de pagamento. Nesta edição, quem se enquadrou nos critérios de isenção, como ser aluno de escola pública, foi contemplado automaticamente na isenção. Essa foi uma medida tomada pelo governo por causa da pandemia.

Para os demais, a cobrança é de R$ 85, mesmo valor do ano passado.
O Inep inaugura neste ano uma aplicação em computador, no formato piloto. As aplicações serão em dias diferentes das provas em papel.

 

A cidade de Patos, até esta quinta-feira, dia 28 de Maio de 2020, contabilizou 568 casos do novo Coronavírus (COVID-19). Desses números, 377 estão em isolamento domiciliar, 18 em internamento hospitalar, 152 estão recuperados e 21 óbitos.

Na sequência, você pode conferir o Mapa Setorial que traz a soma dos casos detectados nos bairros que compreendem as cinco regiões no perímetro urbano do município.
De acordo com os números de hoje, a região com o maior índice de casos confirmados para o Covid-19 em Patos é a Zona Norte, com 163 casos. Na separação por bairros, o Jatobá lidera com o registro de 72 casos. Confira a relação completa dos bairros na 3ª imagem.
Para fechar os 568 casos registrados nesta quinta-feira, 28, o Presídio Romero Nóbrega tem 19 reeducandos confirmados para Covid-19; na Zona Rural tem 04 casos, e o Distrito de Santa Gertrudes 03 casos.
A maioria dos casos registrados é do sexo masculino. E a faixa etária predominante é entre 20 e 40 anos.
OBSERVAÇÃO: A Vigilância Epidemiológica COMUNICA que o Mapa Setorial e o Relatório detalhado só serão liberados de segunda a sexta-feira, e aos sábados e domingos será emitido apenas o Boletim Geral.
Todos os dados veiculados tanto no Boletim quanto no Relatório, são fornecidos pela Vigilância Epidemiológica do Município.

Prefeitura de Serra Talhada divulga relação de casos confirmados de Covid-19 por bairro

A Prefeitura de Serra Talhada, através da Secretaria de Saúde, informa a distribuição dos casos confirmados de Cocid-19 no município, de acordo com dados consolidados até esta quarta-feira (27/05), divulgados no último boletim epidemiológico.

Dos 92 casos confirmados da doença, a maior incidência é registrada na área da AABB/Várzea, com vinte e seis casos. Em seguida vêm o centro da cidade com quatorze casos, o IPSEP com onze, São Cristóvão/Tancredo Neves com nove, Alto Bom Jesus com sete, Alto da Conceição com cinco, Cohab com três, Vila Bela com dois e Caxixola, Nossa S. da Penha e Universitário com um caso cada. A zona rural contabiliza 13 casos confirmados. 
Todos os casos suspeitos e confirmados são acompanhados e monitorados pela Secretaria de Saúde, que vem reforçando as medidas de prevenção contra o novo coronavírus. 
Confira a relação de casos por bairro: 
01 – AABB/VÁRZEA – 26
02 – CENTRO – 14
03 – IPSEP – 11
04 – SÃO CRISTÓVÃO/TANCREDO NEVES – 9
05 – ALTO BOM JESUS – 7
06 – ALTO CONCEIÇÃO – 5
07 – COHAB – 3
08 – VILA BELA – 2
09 – CAXIXOLA – 1
10 – UNIVERSITÁRIO – 1
11 – BORBOREMA – 0
12- CAGEP – 0
13 – JOSÉ T. DE SOUZA – 0
14 – MALHADA CORTADA/BAIXA RENDA – 0
15 – MUTIRÃO – 0
* ZONA RURAL – 13
O ministro Edson Fachin, durante sessão do STF que retoma julgamento sobre o compartilhamento de dados bancários e fiscais.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin enviou hoje (28) para julgamento no plenário da Corte o pedido feito pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, para suspender o inquérito que apura a divulgação de notícias falsas e ameaças contra integrantes da Corte.

No despacho, Fachin pediu à presidência do tribunal preferência no julgamento. O ministro é relator uma ação da Rede Sustentabilidade, protocolada no ano passado para contestar a forma de abertura da investigação.

Com base nas investigações desse processo foram cumpridos ontem (27)  mandados de busca e apreensão contra empresários e acusados de financiar, difamar e ameaçar os integrantes do tribunal nas redes sociais.

Ao pedir a suspensão, Aras disse cabe ao Ministério Público dirigir a investigação criminal e definir quais provas são relevantes.  Além disso, o procurador destacou que se manifestou contra as medidas de busca e apreensão realizadas, que, segundo ele, foram sugeridas pelo juiz instrutor do gabinete do ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, após receber relatório de investigação da Policia Federal (PF).

A abertura do inquérito foi feita em março de 2019. Na época, o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, defendeu a medida como forma de combater à veiculação de notícias que atingem a honorabilidade e a segurança do STF, de seus membros e parentes. Segundo o presidente, que nomeou Alexandre de Moraes como relator do caso, a decisão pela abertura está amparada no regimento interno da Corte.

Na ocasião, a tramitação também foi questionada pela ex-procuradora-geral da República Raquel Dodge que chegou a arquivar o inquérito pela parte da PGR, no entanto, Moraes não aceitou o arquivamento.

Agência Brasil

Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal “Folha de S.Paulo” nesta quinta-feira (28) mostra os seguintes percentuais de aprovação e reprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido):

Ótimo/bom: 33%
Regular: 22%
Ruim/péssimo: 43%
Não sabe/não respondeu: 2%
O levantamento ouviu 2.069 pessoas maiores de idade na segunda-feira (25) e na terça-feira (26). As entrevistas foram feitas por telefone. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.
No levantamento anterior, divulgado no dia 27 de abril, os resultados foram, segundo a “Folha de S.Paulo”:
Ótimo/bom: 33%
Regular: 26%
Ruim/péssimo: 38%
Não sabe/não respondeu: 2%
 
(*) Fonte: G1

Arcoverde tem 85 casos de Covid-19. Mortos chegam a treze

Nesta quinta-feira, 28 de maio, a Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, até às 17h, foram confirmados dois novos casos de Covid-19, dois  óbitos e mais três curados.

São 85 casos confirmados,  dezesseis suspeitos, cento e trinta e um descartados, treze óbitos e vinte e sete recuperados.

Vale lembrar que dentro dos 85 confirmados, estão contabilizados os 13 óbitos e 27 curados. Em recuperação existem 45 pessoas, na sua maioria, em isolamento domiciliar. No Hospital de Campanha há quatro (04) pacientes internados.

Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 1004 carros de fora. Em Pernambuco, foram confirmados 794 novos casos e 98 mortes, totalizando 30.713 positivos, 2.566 mortes.

Foi pulicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (28) o projeto que prevê ajuda financeira de R$ 60 bilhões a Estados e municípios.

O texto, aprovado pelo Congresso para ajudar os entes federativos a enfrentarem os efeitos econômicos causados pela pandemia do coronavírus, foi sancionado com vetos pelo presidente 

Bolsonaro vetou dois trechos da proposta: o que abria exceções em relação ao congelamento dos salários do funcionalismo – com isso, não haverá reajustes para servidores até o final de 2021 – e outro que permitia a Estados e municípios suspenderem o pagamento das dívidas com bancos e organismos internacionais.

O governo federal vai transferir R$ 60 bilhões para Estados e municípios, em quatro parcelas. São R$ 50 bilhões em compensação pela queda de arrecadação (R$ 30 bilhões para Estados e R$ 20 bilhões para municípios) e R$ 10 bilhões para ações de saúde e assistência social (R$ 7 bilhões para Estados e R$ 3 bilhões para municípios).

Para Pernambuco são R$ 866.169.427,16 liberados para os municípios nessa etapa. 

Veja quanto cada cidade Pernambucana vai receber de acordo com a Agência Senado:

Abreu e Lima R$ 9.062.220,11
Afogados da Ingazeira R$ 3.376.830,27
Afrânio R$ 1.779.544,87
Agrestina R$ 2.255.359,01
Água Preta R$ 3.332.602,22
Águas Belas R$ 3.937.294,01
Alagoinha R$ 1.326.479,18
Aliança R$ 3.478.971,71
Altinho R$ 2.081.981,40
Amaraji R$ 2.069.021,13
Angelim R$ 1.010.538,60
Araçoiaba R$ 1.860.116,07
Araripina R$ 7.650.910,06
Arcoverde R$ 6.737.346,92
Barra de Guabiraba R$ 1.303.730,74
Barreiros R$ 3.866.239,10
Belém de Maria R$ 1.094.191,25
Belém do São Francisco R$ 1.878.695,48
Belo Jardim R$ 6.927.763,21
Betânia R$ 1.152.739,05
Bezerros R$ 5.510.199,60
Bodocó R$ 3.457.220,21
Bom Conselho R$ 4.400.510,40
Bom Jardim R$ 3.551.295,46
Bonito R$ 3.456.132,63
Brejão R$ 815.046,96
Brejinho R$ 678.556,28
Brejo da Madre de Deus R$ 4.598.811,61
Buenos Aires R$ 1.192.254,28
Buíque R$ 5.290.871,94
Cabo de Sto Agostinho R$ 18.765.022,00
Cabrobó R$ 3.101.492,49
Cachoeirinha R$ 1.847.065,17
Caetés R$ 2.604.651,90
Calçado R$ 1.001.747,36
Calumbi R$ 521.129,77
Camaragibe R$ 14.304.151,17
Camocim de São Félix R$ 1.700.695,67
Camutanga R$ 774.987,94
Canhotinho R$ 2.248.017,88
Capoeiras R$ 1.816.975,59
Carnaíba R$ 1.771.931,85
Carnaubeira da Penha R$ 1.172.043,51
Carpina R$ 7.580.489,57
Caruaru R$ 32.728.580,88
Casinhas R$ 1.299.742,96
Catende R$ 3.887.356,19
Cedro R$ 1.070.083,34
Chã de Alegria R$ 1.225.153,43
Chã Grande R$ 1.966.517,17
Condado R$ 2.394.568,63
Correntes R$ 1.650.123,43
Cortês R$ 1.139.960,04
Cumaru R$ 988.424,57
Cupira R$ 2.184.847,89
Custódia R$ 3.363.416,85
Dormentes R$ 1.713.655,94
Escada R$ 6.242.228,32
Exu R$ 2.884.339,98
Feira Nova R$ 2.005.760,51
Fernando de Noronha R$ 277.422,30
Ferreiros R$ 1.098.722,82
Flores R$ 2.050.441,72
Floresta R$ 2.979.321,55
Frei Miguelinho R$ 1.400.887,45
Gameleira R$ 2.814.282,02
Garanhuns R$ 12.669.163,17
Glória do Goitá R$ 2.773.679,21
Goiana R$ 7.228.568,37
Granito R$ 678.465,64
Gravatá R$ 7.619.732,91
Iati R$ 1.739.848,38
Ibimirim R$ 2.649.605,01
Ibirajuba R$ 703.479,87
Igarassu R$ 10.605.579,91
Iguaracy R$ 1.108.239,10
Ilha de Itamaracá R$ 2.379.795,74
Inajá R$ 2.106.905,00
Ingazeira R$ 412.190,99
Ipojuca R$ 8.719.090,14
Ipubi R$ 2.796.337,03
Itacuruba R$ 445.724,56
Itaíba R$ 2.388.043,18
Itambé R$ 3.303.237,69
Itapetim R$ 1.234.035,29
Itapissuma R$ 2.415.413,82
Itaquitinga R$ 1.536.653,09
Jaboatão R$ 63.650.155,61
Jaqueira R$ 1.056.398,02
Jataúba R$ 1.554.326,18
Jatobá R$ 1.340.980,19
João Alfredo R$ 3.065.330,62
Joaquim Nabuco R$ 1.452.184,75
Jucati R$ 1.035.371,56
Jupi R$ 1.344.605,44
Jurema R$ 1.393.727,58
Lagoa de Itaenga R$ 1.942.137,36
Lagoa do Carro R$ 1.637.797,58
Lagoa do Ouro R$ 1.191.347,97
Lagoa dos Gatos R$ 1.476.383,29
Lagoa Grande R$ 2.320.251,00
Lajedo R$ 3.651.352,37
Limoeiro R$ 5.098.008,61
Macaparana R$ 2.299.858,96
Machados R$ 1.458.075,78
Manari R$ 1.942.590,52
Maraial R$ 1.028.211,69
Mirandiba R$ 1.394.815,16
Moreilândia R$ 1.021.414,35
Moreno R$ 5.690.193,29
Nazaré da Mata R$ 2.942.887,78
Olinda R$ 35.571.139,85
Orobó R$ 2.164.637,12
Orocó R$ 1.358.653,28
Ouricuri R$ 6.295.156,98
Palmares R$ 5.732.427,46
Palmeirina R$ 697.226,32
Panelas R$ 2.399.372,09
Paranatama R$ 1.044.344,06
Parnamirim R$ 1.994.794,13
Passira R$ 2.622.234,37
Paudalho R$ 5.121.210,22
Paulista R$ 30.069.097,06
Pedra R$ 2.049.807,30
Pesqueira R$ 6.108.094,05
Petrolândia R$ 3.312.391,45
Petrolina R$ 31.643.452,75
Poção R$ 1.024.314,55
Pombos R$ 2.455.291,58
Primavera R$ 1.356.387,50
Quipapá R$ 2.359.766,23
Quixaba R$ 617.470,80
Recife R$ 149.154.318,60
Riacho das Almas R$ 1.862.109,96
Ribeirão R$ 4.297.281,39
Rio Formoso R$ 2.133.006,80
Sairé R$ 900.149,72
Salgadinho R$ 989.602,77
Salgueiro R$ 5.522.162,93
Saloá R$ 1.435.871,12
Sanharó R$ 2.398.284,51
Santa Cruz R$ 1.395.540,21
Sta Cruz da B. Verde R$ 1.141.228,88
Santa Cruz do Capibaribe R$ 9.782.466,77
Santa Filomena R$ 1.312.068,81
Santa Maria da Boa Vista R$ 3.800.259,54
Santa Maria do Cambucá R$ 1.281.254,18
Santa Terezinha R$ 1.070.808,39
São Benedito do Sul R$ 1.440.583,95
São Bento do Una R$ 5.392.922,75
São Caitano R$ 3.375.561,44
São João R$ 2.065.758,41
São Joaquim do Monte R$ 1.935.521,28
São José da Coroa Grande R$ 1.930.264,67
São José do Belmonte R$ 3.077.747,10
São José do Egito R$ 3.077.022,05
São Lourenço da Mata R$ 10.262.178,05
São Vicente Ferrer R$ 1.632.994,12
Serra Talhada R$ 7.826.009,67
Serrita R$ 1.736.948,18
Sertânia R$ 3.254.296,81
Sirinhaém R$ 4.156.802,93
Solidão R$ 544.422,00
Surubim R$ 5.899.098,36
Tabira R$ 2.586.072,49
Tacaimbó R$ 1.166.786,90
Tacaratu R$ 2.335.114,52
Tamandaré R$ 2.119.684,01
Taquaritinga do Norte R$ 2.607.914,63
Terezinha R$ 649.735,53
Terra Nova R$ 915.013,24
Timbaúba R$ 4.805.450,89
Toritama R$ 4.098.255,14
Tracunhaém R$ 1.247.901,88
Trindade R$ 2.766.156,82
Triunfo R$ 1.382.489,30
Tupanatinga R$ 2.474.596,04
Tuparetama R$ 743.357,63
Venturosa R$ 1.675.047,03
Verdejante R$ 864.078,47
Vertente do Lério R$ 690.428,97
Vertentes R$ 1.878.876,74
Vicência R$ 2.958.476,36
Vitória R$ 12.575.722,33
Xexéu R$ 1.334.545,37

Bebê de três meses, de Serra Talhada, deixa hospital no Recife curado da Covid-19

Um dia de comemoração no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), em Santo Amaro, na área central do Recife.

Heitor, de 3 meses, deixou a unidade, nesta quarta-feira (27), e a equipe médica atestou que ele está curado da Covid-19.

Sob aplausos de médicos e enfermeiros, o bebê saiu nos braços da mãe, Maria José, de 17 anos. A equipe fez questão de participar dos festejos que marcaram a alta.

No dia 16 de maio, Heitor superou uma etapa importante do tratamento para a doença, quando deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Huoc. Ele ficou lá durante 37 dias. Na ocasião, a mãe declarou que Deus havia dado o menino a ela duas vezes.

Natural de Serra Talhada, o bebê chegou ao hospital no fim de março. Ele ficou em estado grave. No dia da saída da UTI, a comemoração também foi grande.

Desde que deixou a unidade de terapia intensiva, Heitor passou pela segunda fase da recuperação, em uma enfermaria, que durou 12 dias.

O prefeito de Araripina, no Sertão de Pernambuco, testou positivo para o novo coronavírus (Covid-19). 

“Pessoal, desde segunda-feira à tarde, quando um dos secretários da Prefeitura apresentou um teste positivo para a COVID-19, estou em isolamento domiciliar por precaução. Hoje, dia 28, fiz o teste rápido e o resultado foi positivo. Quero tranquilizar a todos que estou bem, assintomático e que cumprirei o prazo da quarentena em casa. Com a proteção de Deus logo estarei recuperado.

Peço que continuem com as medidas de isolamento social, pois é a única maneira de evitar o contágio do novo coronavírus. Vou ficar aqui de olho nas nossas obras e interagindo com vocês pelas redes sociais. Um grande abraço e cuidem-se!”

Na tarde de hoje (28), policiais civis da 167ª, coordenados pelo delegado Ubiratan Rocha  receberam informações de que uma carga extraviada estava escondida num galpão situado nas proximidades da subestação de energia em Afogados, no Bairro Manoela Valadares.

Ciente das informações, os policiais se deslocaram até o local onde e encontraram uma carga avaliada em aproximadamente R$ 47 mil. A carga tinha  240 caixas de porcelanato, 17 latas de massa acrílica, 5 latas de selador, 7 latas de tinta acrílica,  145 latas de massa corrida interiores, 64 latas de tinta acrílica  e 8 pacotes de lixas.

Segundo informações preliminares, tais objetos foram desviados de depósitos da cidade de Petrolina, no dia 26 de maio. Pessoas compravam mediante uso de cartões de crédito e depois cancelavam a transação, trazendo enormes prejuízos para os comerciantes.

Investigações ainda estão sendo realizadas com o intuito em desbravar todo o desenvolvimento criminoso, circunstância que impede maiores informações. Participaram da ação os policiais Paulo Maychrovicz, Inário Rafael, Isabela Guedes, Antonio Gleidson (Toninho), Marcos Capoeira e Franklyn Gonçalves com efetivo do 23º Batalhão da PM./ BlogMarcosMontinelly  via Nill Jr.

Segundo VEJA, a decisão faz parte de uma política de cortes de gastos, e a emissora deve fazer outros cortes nos próximos dias.

Zeca Camargo na cozinha do ‘É de Casa’, matinal de sábado da TV Globo. (Foto: Renato Rocha Miranda/TV Globo)

A Globo divulgou nesta quarta-feira (27) que Zeca Camargo não faz mais parte do quadro de funcionários da emissora. Em nota a empresa falou sobre o desligamento do jornalista, que deixa a empresa após 24 anos de contrato.

Segundo VEJA, a decisão faz parte de uma política de cortes de gastos, e a emissora deve fazer outros cortes nos próximos dias. Zeca apresentou programas como o Fantástico, o extinto Vídeo Show e também entrevistou celebridades como Paul MacCartney e Mick Jagger. Sua última atuação foi no É de Casa.

Confira a nota da Globo sobre a decisão:

Após 24 anos de uma trajetória conjunta, marcada por uma parceria de muito respeito e sucesso, o apresentador Zeca Camargo se despede da Globo.

Profissional multitalentoso, Zeca chegou à emissora em 1996 como apresentador e coordenador de projetos e novos formatos do Fantástico. No programa, foi responsável pela criação de diversas séries e comandou entrevistas com grandes artistas internacionais como Paul McCartney, Mick Jagger, Madonna e Lady Gaga. Levou sua paixão por viajar para o dominical nas centenas de viagens que fez através das séries ‘Aqui se Fala Português’ (1998), ‘A Fantástica Volta ao Mundo’ (2004), entre outras. Coube a Zeca também a apresentação do primeiro reality do país, ‘No Limite’, lançado em 2000. No gênero, ele comandou ainda ‘O Jogo’ e ‘Hipertensão’. Em 2013, Zeca deixou o Fantástico e partiu de vez para o entretenimento, quando assumiu a apresentação da nova fase do ‘Vídeo Show’. E em 2015 se juntou ao time de apresentadores do ‘É de Casa’, matinal que apresentou até o começo de maio, antes de sair de férias.

Aras pede a Fachin para suspender tramitação do inquérito das fake news

O pedido foi feito nesta quarta-feira (27), após a divulgação da operação da Polícia Federal que mira um suposto esquema criminoso que divulga fake news.

Aras disse que a Procuradoria-Geral da República foi “surpreendida” com as ações realizadas hoje “sem a participação, supervisão ou anuência prévia do órgão de persecução penal”. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Arquivo)

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), a suspensão do inquérito da fake news.

O pedido foi feito nesta quarta-feira (27), após a divulgação da operação da Polícia Federal que mira um suposto esquema criminoso que divulga fake news.

Aras disse que a Procuradoria-Geral da República foi “surpreendida” com as ações realizadas hoje “sem a participação, supervisão ou anuência prévia do órgão de persecução penal” e disse que isso “reforça a necessidade de se conferir segurança jurídica” ao inquérito, “com a preservação das prerrogativas institucionais do Ministério Público de garantias fundamentais, evitando-se diligências desnecessárias, que possam eventualmente trazer constrangimentos desproporcionais”.

Segundo o blog apurou, Aras fez o pedido em uma ação do partido Rede que questiona o inquérito. O ministro Fachin é o relator dessa ação.

No pedido, o procurador cita uma manifestação feita por ele mesmo no inquérito, no último dia 19, ao ser informado sobre a possibilidade das ações autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes e realizadas hoje. E argumenta não ver crime nos posts em redes sociais dos alvos da operação, considerando “desproporcionais” as medidas de bloqueio das contas em redes sociais.

“A leitura dessas manifestações demonstra, a despeito de seu conteúdo incisivo em alguns casos, serem inconfundíveis com a prática de calúnias, injúrias ou difamações contra os membros do STF. Em realidade, representam a divulgação de opiniões e visões de mundo, protegidas pela liberdade de expressão”, diz Aras.

“Na medida em que as manifestações feitas em redes sociais atribuídas aos investigados inserem-se na categoria de crítica legítima – conquanto dura –, ao ver deste órgão ministerial são desproporcionais as medidas de bloqueio das contas vinculadas aos investigados nas redes sociais.”

Inquérito das fake news

Em março de 2019, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, abriu inquérito criminal para investigar “notícias fraudulentas”, ofensas e ameaças que “atingem a honorabilidade e a segurança” da Corte, os ministros e seus familiares. O ministro Alexandre de Moraes foi nomeado relator do caso.

Em meio a questionamentos sobre a abertura do inquérito, com críticas que partiram inclusive da então procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e de membros do próprio STF, as investigações já duram mais de um ano.

Na ocasião, em outubro de 2019, Augusto Aras disse não ver ilegalidade no caso e defendeu que a procuradoria deve participar das investigações.

Nesta quarta-feira (27), a Polícia Federal (PF) cumpriu 29 mandados de busca e apreensão como parte do inquérito. Entre os alvos, há nomes ligados ao presidente Jair Bolsonaro, incluindo políticos, empresários e blogueiros.

O aumento de casos nos últimos dias é resultado da ampliação da capacidade de testagem e diagnóstico da população.

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 72%. (Foto: Reprodução)

A Paraíba registrou até a tarde desta quarta-feira (27) um total de 10.209 infectados com a covid-19. Os números divulgados também incluem o total de casos descartados, com 7.995 até o momento, e 298 mortes confirmadas. São 1.290 novos casos de Covid-19 e 12 óbitos confirmados desde a ultima atualização. 

  • Casos Confirmados:  10.209
  • Casos Descartados: 7.995
  • Óbitos confirmados: 298
  • Casos recuperados: 2.232
  • Total de municípios: 185

O aumento de casos nos últimos dias é resultado da ampliação da capacidade de testagem e diagnóstico da população. Até o momento, já foram realizados 35.566 testes para diagnosticar a população em todos os municípios do estado.   

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 72%. Se fizermos um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, 85% estão ocupados. Chama atenção a ocupação de leitos adultos para Covid-19 em Campina Grande, onde estão ocupados 80% de leitos de UTI e 85% das enfermarias. No sertão, 49% dos leitos de UTI estão ocupados. Apenas, 43% da população seguiu a recomendação de Isolamento Social. 

Os casos confirmados estão em 185 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (2); Aguiar (1); Alagoa Grande (48); Alagoa Nova (16); Alagoinha (92); Alcantil (1) Alhandra (124); Amparo (15); Aparecida (2); Araçagi (29); Arara (8); Araruna (2); Areia (43); Areia de Baraúnas (1); Areial (8); Aroeiras (16); Assunção (2); Baia da Traição (43); Bananeiras (16); Barra de Santa Rosa (4); Barra de Santana (12); Barra de São Miguel (2); Bayeux (196); Belém (27); Belém do Brejo do Cruz (1);Boa Ventura (1);  Boa Vista (20); Bom Jesus (1); Boqueirão (10); Borborema (1);  Brejo do Cruz (4); Caaporã (278); Cabaceiras (4); Cabedelo (517); Cachoeira dos Índios (3); Cacimba de Dentro (14); Cacimbas (2); Caiçara (19); Cajazeiras (60); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (11); Campina Grande (1025); Capim (33);  Carrapateira (1); Casserengue (4); Catingueira (5), Catolé do Rocha (31); Caturité (12); Conceição (4);  Condado (39);  Conde (92); Congo (11); Coremas (13); Coxixola (4); Cruz do Espírito Santo (101); Cuité (9);  Cuité de Mamanguape (3); Cuitegí (50); Curral de Cima (7); Damião (1); Desterro (4); Dona Inês (2); Duas Estradas (15); Emas (1); Esperança (46); Fagundes (5); Gado Bravo (22);  Guarabira (466); Gurinhém (25); Gurjão (3); Ibiara (9); Igaracy (6); Imaculada (5); Ingá (31); Itabaiana (122); Itaporanga (4); Itapororoca (31); Itatuba (39); Jacaraú (7); Jericó (1);  João Pessoa (3232); Joca Claudino (1); Juarez Távora (15); Juazeirinho (50);  Junco do Seridó (6); Juripiranga (61); Juru (8); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (6); Lagoa Seca (32); Lastro (1); Logradouro (8); Lucena (52); Mãe d’Água (2); Malta (9); Mamanguape (84); Manaíra (2); Mari (81); Marizópolis (4); Massaranduba (16); Mataraca (24); Matinhas (8); Mato Grosso (3); Matureia (7); Mogeiro (1);  Montadas (4); Monteiro (27); Mulungu (14); Natuba (7); Nova Floresta (1), Nova Olinda (3); Olho D´Água (6); Olivedos (1);  Ouro Velho (1); Passagem (4); Patos (469); Paulista (15); Pedras de Fogo (171); Pedro Régis (1); Piancó (15); Picuí (10); Pilar (39); Pilões (6); Pilõezinhos (43); Pirpirituba (14); Pitimbu (67); Pocinhos (4);  Pombal (30); Princesa Isabel (5); Puxinanã (18);  Queimadas (54); Quixaba (5); Remígio (32); Riachão do Bacamarte (53);  Riachão do Poço (1); Riacho de Santo Antônio (3); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (42); Salgadinho (7); Salgado de São Felix (23); Santa Cecília (3); Santa Helena (1); Santa Luzia (45); Santa Rita (552); Santa Terezinha (10); Santana dos Garrotes (1); São Bentinho (8); São Bento (92); São Francisco (2);  São João do Cariri (1); São João do Rio do Peixe (7); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (13); São José de Caiana (22); São José de Espinharas (3); São José de Piranhas (4); São José do Bonfim (10); São José do Sabugi (54); São José dos Cordeiros (4); São José dos Ramos (5); São Mamede (11); São Miguel de Taipu (16);  São Sebastião de Lagoa de Roça (9); São Vicente do Seridó (16); Sapé (163); Serra Branca (2); Serra da Raíz (6); Serra Redonda (23); Serraria (8); Sertãozinho (8); Sobrado (12); Solânea (31); Soledade (6); Sousa (100); Sumé (10); Tacima (9); Taperoá (36); Tavares (6); Teixeira (13); Tenório (1); Uiraúna (4); Umbuzeiro (18); Várzea (1); Vieirópolis (2); Vista Serrana (1).

*Dados Oficiais (fonte e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 27/05

Mais 12 óbitos foram confirmados: 

Homem, 57 anos, sem comorbidade, residente em Serraria. Início dos sintomas 10/05, veio a óbito na unidade de pronto atendimento no dia 12/05.

Mulher, 24 anos, sem informação de comorbidade, residente em Mamanguape. Início dos sintomas 07/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 26/05.

Mulher, 60 anos, hipertensa, diabética, residente em Santa Rita. Início dos sintomas 05/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Homem, 61 anos, portador de insuficiência renal aguda, diabético, residente em Bayeux. Início dos sintomas 29/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 26/05.

Homem, 78 anos, hipertenso, diabético, residente em São Bento. Início dos sintomas 08/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 23/05.

Homem, 87 anos, portador de neoplasia de pulmão, residente em Catolé do Rocha. Início dos sintomas 10/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Homem, 85 anos, sequelado de AVC, cardiopata, hipertenso, residente em Catolé do Rocha. Início dos sintomas 14/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Homem, 76 anos,com comorbidade, sequelado de AVC, hipertenso, residente em Lucena. Início dos sintomas 10/05, veio a óbito na unidade de pronto atendimentono dia 14/05.

Homem, 61 anos, sequelado de AVC, diabético, hipertenso, cardiopata, residente em Barra de São Miguel. Início dos sintomas 04/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 20/05.

Mulher, 59 anos, sem comorbidade, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 28/04, interna em hospital público, veio a óbito no dia 26/05.

Homem, 34 anos, diabético, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 05/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 26/05.

Mulher, 95 anos, cardiopata e hipertensa, residente em Remígio. Início dos sintomas 02/05, interno em hospital privado, veio a óbito no dia 26/05.

A Polícia Federal realizou buscas e apreensões nesta quarta-feira (27) no âmbito do inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que apura produção de notícias falsas e ameaças à Corte. Entre os alvos estão o ex-deputado federal Roberto Jefferson, o empresário Luciano Hang, os blogueiros Allan dos Santos e Winston Lima e empresário. Eles são aliados do presidente Jair Bolsonaro.

Alguns dos alvos dos mandados são:

  • Luciano Hang, empresário (SC)
  • Roberto Jefferson, ex-deputado federal (RJ)
  • Allan dos Santos, blogueiro (DF)
  • Sara Winter, blogueira (DF)
  • Winston Lima, blogueiro (DF)
  • Edgard Corona, empresário (SP)
  • Edson Pires Salomão (SP)
  • Enzo Leonardo Suzi (SP)
  • Marcos Belizzia (SP)
  • Otavio Fakhouri (SP)
  • Rafael Moreno (SP)
  • Rodrigo Barbosa Ribeiro (SP)

Deputados que serão ouvidos

O ministro Moraes determinou ainda que deputados deverão ser ouvidos no inquérito nos próximos dias. Eles não foram alvos de mandados nesta quarta. São eles:

Deputados federais

  • Bia Kicis
  • Carla Zambelli
  • Daniel Lúcio
  • Filipe Barros
  • Geraldo Junio
  • Luiz Phillipe de Orleans e Bragança

Deputados estaduais

  • Douglas Garcia
  • Gildevânio Ilso

Buscas e apreensões

As buscas com relação a Jefferson e Hang foram realizadas nas casas deles, no Rio de Janeiro e em Santa Catarina, respectivamente.

As buscas sobre Allan dos Santos ocorreram na casa dele, em uma área nobre de Brasília.

Ao todo, a operação tem 29 mandados de busca e apreensão. As ordens foram expedidas pelo ministro do STF Alexandre de Moraes, relator do inquérito.

Além de Rio de Janeiro e Brasília, há mandados para ser cumpridos também nos estados de São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.

Investigações

Ao longo das investigações, laudos técnicos que demonstraram que um grupo produz e dissemina as notícias falsas, sempre com o mesmo padrão. Foram identificados pelo menos quatro financiadores desse grupo.

As investigação já identificaram ao menos 12 perfis em redes sociais que atuam na disseminação de informações, de forma padronizada, contra ministros do tribunal.

Isso significa, por exemplo, que esses perfis encaminham o mesmo tipo de mensagem, da mesma forma, na mesma periodicidade. Técnicos cruzam informações para tentar localizar financiadores desses perfis.

Manifestações dos investigados

Luciano Hang

  • Em nota, Luciano Hang disse que tem a consciência tranquila de que jamais atentou contra os ministros do STF ou contra a instituição. “Nada tenho a esconder, uma vez que tudo o que falo está nas minhas redes sociais e é de conhecimento público.”

Roberto Jefferson

  • G1 ligou para o celular de Roberto Jefferson por volta das 8h50, mas o telefone estava desligado. A reportagem deixou uma mensagem.

G1 busca contato com os demais alvos da operação.

Delegados mantidos

Em 24 de abril, dois dias depois de Bolsonaro trocar o diretor-geral da PF, Moraes determinou que os delegados responsáveis pelo inquérito fossem mantidos, mesmo com as mudanças na chefia da corporação.

Na prática, a decisão de Moraes tinha o objetivo de blindar as investigações contra interferências.

O inquérito foi aberto em março de 2019 e terminaria em junho deste ano, mas pode ser prorrogado.

O cantor forrozeiro, Targino Gondim, passou por um grande susto nesta terça-feira (26) quando sofreu um acidente, no Km 169 da BA-099, mais conhecida como Linha Verde. De acordo com informações, havia muita água na pista no momento do acidente, o que fez o veículo deslizar e em seguida capotar.

O veículo tem placas de Belo Horizonte (MG). Segundo a assessoria de imprensa do cantor, o acidente aconteceu no sentido Salvador. O músico não teve ferimentos e se recupera do susto.

 

Araripina registra mais 3 casos do Covid-19 e chega a 40 casos confirmados

Em dia de carreata pela cidade, organizada por empresários, onde a pauta era a reabertura do comércio, Araripina chega a 40 casos confirmados do Covid-19 (coronavírus).

O boletim desta terça-feira (26/05), foi divulgado pela secretaria de saúde do município e mostra o aumento de três novos casos

 

 

PF cumpre mandados de busca e apreensão em inquérito do STF contra fake news

Foto: divulgação

Os mandatos acontecem no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Mato Grosso, no Paraná e em Santa Catarina, além do Distrito Federal

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta quarta-feira (27), 29 mandados de busca e apreensão em 5 estados e no Distrito Federal. A ordem faz parte do inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre fake news, ameaças e ofensas à Corte. O procedimento é presidido pelo ministro Alexandre de Moraes.

O deputado estadual Douglas Garcia, Luciano Hang, o dono das lojas Havan, Roberto Jefferson e o  blogueiro Allan dos Santos, aliados do presidente Jair Bolsonaro, são alvos da operação. Os mandatos acontecem no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Mato Grosso, no Paraná e em Santa Catarina, além do Distrito Federal.

As investigações correm em sigilo e apuram informações levantadas sobre suspeitos de atacarem a honra ou ameaçado ministros da Corte.

Entenda

O inquérito criminal foi aberto em março, pelo presidente da Corte, Dias Toffoli, para apurar “notícias fraudulentas”, ofensas e ameaças que “atingem a honorabilidade e a segurança do Supremo Tribunal Federal, de seus membros e familiares”.

Na época, as medidas geraram questionamentos no meio jurídico e no MPF. Um dos pontos criticados é que os suspeitos não tem foro privilegiado no Supremo, mas sim as vítimas — que são os ministros.

A ex-PGR Raquel Dodge chegou a pedir o arquivamento do inquérito, mas o pedido foi negado. Legendas políticas, parlamentares e associações de procuradores também foram contra a abertura do procedimento.

De acordo com o STF, o regimento interno permita a abertura das investigações para apurar crimes cometidos dentro da própria instituição.

O inquérito deveria ter terminado em janeiro de 2020, mas foi prorrogado por seis meses

Por unanimidade, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça avalia não haver justificativa para a proibição que vigorava desde 201

O advogado Pierpaolo Bottini, que representa Batista, disse que a decisão tem efeito imediato. (Foto: Reprodução)

A Sexta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu nesta terça-feira (26), por unanimidade, liberar os empresários Wesley e Joesley Batista a ocupar funções executivas nas empresas do grupo J&F, controlador da JBS.

O colegiado acompanhou o voto do relator Rogério Schietti, segundo o qual não se justificava manter a proibição — que vigorava desde 2017 — da participação dele diretamente ou, por interposta pessoa, de ocupar cargos no conglomerado empresarial.

O advogado Pierpaolo Bottini, que representa Batista, disse que a decisão tem efeito imediato. “Corrigiu-se uma injustiça que perdurou por dois anos e meio. O tribunal reconheceu a ilegalidade da situação, evitando a continuidade de uma cautelar desarrazoada”, disse o advogado.

O relator do STJ disse que a decisão de liberar Joesley e Wesley se embasou em três fatos principais: o cumprimento de regras de compliance, a colaboração com a Justiça e o acordo de leniência no valor de R$ 10,3 bilhões da J&F. O magistrado disse que cumprir esse valor não é fácil e exige um “empenho máximo” das empresas para produzir esse capital.

Em março, Rogério Schietti já havia autorizado ambos os empresários a participarem de reuniões da diretoria e dos demais órgãos administrativos das empresas do grupo J&F, mas sem direito a voto.

Moraes manda Weintraub prestar depoimento à PF em 5 dias por defender prisão de ministros do STF

Moraes afirmou que a afirmação de Weintraub pode ser enquadrada nos artigos do Código Penal que tratam de injúria e difamação. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), mandou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, prestar depoimento em cinco dias à Polícia Federal por ter afirmado na reunião ministerial de 22 de abril que, por ele, botaria todos na prisão, “começando pelo STF”.

Moraes classificou a manifestação de Weintraub como “gravíssima” por não atingir apenas a honra dos magistrados, mas por também constituir “ameaça ilegal à segurança dos ministros do STF”.

Além disso, a declaração, segundo o ministro, “reveste-se de claro intuito de lesar a independência do Poder Judiciário e a manutenção do Estado de Direito”.
A decisão foi dada no âmbito do inquérito aberto pela corte em 14 de março de 2019, sem pedido da Procuradoria-Geral da República, para apurar a disseminação de fake news contra o Supremo.

O ministro é o relator das investigações, que correm sob sigilo.

Moraes afirmou que a afirmação de Weintraub pode ser enquadrada nos artigos do Código Penal que tratam de injúria e difamação.

A reunião foi tornada pública por decisão do ministro Celso de Mello, que foi criticada pelo presidente Jair Bolsonaro.

O encontro foi citado por Sergio Moro em depoimento à Polícia Federal no inquérito aberto após o ex-ministro pedir demissão do Ministério da Justiça com graves acusações ao chefe do Executivo.

Moro diz saiu do governo devido à tentativa do presidente de violar a autonomia da Polícia Federal.

A reunião foi citada pelo ex-juiz da Lava Jato como um dos episódios em que foi pressionado por Bolsonaro para trocar, sem motivo, o diretor-geral da PF e o superintendente da corporação no Rio de Janeiro.

Com a divulgação do vídeo, além dos fatos relacionados ao inquérito, vieram à tona as declarações de Weintraub sobre o Supremo.

O ministro da Educação fez uma crítica ampla aos poderes em Brasília antes de dizer que, por ele, colocaria todos na prisão, começando pelo Supremo.

“Eu tinha uma visão extremamente negativa de Brasília. Brasília é muito pior do que eu podia imaginar. As pessoas aqui perdem a percepção, a empatia, a relação com o povo. Se sentem inexpugnáveis”, disse.

Aos 80 anos, Aracy Balabanian é internada em CTI de hospital do Rio após sentir falta de ar

A atriz se submeteu a um exame para saber se estaria com Covid-19, e o resultado deu negativo. (Foto: João Miguel Júnior/TV Globo)

A atriz Aracy Balabanian, de 80 anos, está internada no CTI (Centro de Terarpia Intensiva) da clínica São José, na Zona Sul do Rio. Ela deu entrada na unidade na noite da última segunda-feira com uma crise de insuficiência respiratória.

A atriz se submeteu a um exame para saber se estaria com Covid-19, e o resultado deu negativo. O estado de saúde dela é delicado e inspira cuidados. Aracy passará por novos exames, e ainda não há previsão de alta para ela.

Nesta terça-feira (26), a Rede Globo divulgou nota de repúdio a uma campanha de intimidação ao jornalista William Bonner, apresentador do Jornal Nacional. No texto, a emissora aponta não apenas o caso envolvendo Vinícius, filho de Bonner, como cita mais uma coação.

Segundo a emissora, o profissional e uma de suas filhas receberam mensagens pelo WhatsApp feitas de um número com prefixo 61, do Distrito Federal, com dados fiscais sigilosos dele e da família. Na semana passada, Bonner foi até o Twitter denunciar o uso de informações de Vinícius em uma fraude envolvendo o auxílio emergencial de R$ 600 dado pelo governo federal a cidadãos em risco por conta da pandemia do novo coronavírus.

No texto, a empresa declara apoio ao jornalista “para que os autores dessa divulgação de seus dados fiscais, protegidos pela Constituição, sejam encontrados e punidos”, bem como frisa que Bonner “conta com o apoio integral da Globo e de seus colegas e está amparado pela Constituição e leis desse país”.

Confira a nota emitida pela Globo

A Globo repudia a campanha de intimidação que vem sofrendo o jornalista William Bonner e se solidariza com ele de forma irrestrita. Há dias, um fraudador usou de forma indevida o CPF do filho do jornalista para inscrever o jovem no programa de ajuda emergencial do governo para os mais vulneráveis da pandemia, para isso se aproveitando de falhas no sistema, que não checa na Receita Federal se pessoas sem renda são dependentes de alguém com renda, fato denunciado publicamente pelo próprio jornalista que apresentou notícia crime junto ao Ministério Público Federal no Rio de Janeiro.

Agora, tanto o jornalista quando a sua filha receberam por WhatsApp em seus telefones pessoais mensagem vinda de um número de Brasília com uma lista de endereços relacionados a ele e os números de CPFs dele, de sua mulher, seus filhos, pai, mãe e irmãos, o que abre a porta para toda sorte de fraudes.

A Globo o apoiará para que os autores dessa divulgação de seus dados fiscais, protegidos pela Constituição, sejam encontrados e punidos. William Bonner é um dos mais respeitados jornalistas brasileiros e nenhuma campanha de intimidação o impedirá de continuar a fazer o seu trabalho correto e isento. Ele conta com o apoio integral da Globo e de seus colegas e está amparado pela Constituição e leis desse país.

A Paraíba registrou até a tarde desta terça-feira (26) 8.919 infectados com a covid-19, 7.845 pessoas que já se recuperaram e 286 mortes. São 903 novos casos de Covid-19 e 7 óbitos confirmados desde a ultima atualização desta segunda-feira.

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 73%. Se fizermos um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, 87% estão ocupados. Apenas, 43,9% da população seguiu a recomendação de Isolamento Social. 

Os casos confirmados estão em  181 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (1); Aguiar (1); Alagoa Grande (41); Alagoa Nova (12); Alagoinha (71); Alhandra (97); Amparo (11); Aparecida (2); Araçagi (29); Arara (8); Araruna (3); Areia (40); Areia de Baraúnas (1); Areial (8); Aroeiras (15); Assunção (1); Baia da Traição (35); Bananeiras (16); Barra de Santa Rosa (4); Barra de Santana (12); Barra de São Miguel (2); Bayeux (191); Belém (15); Belém do Brejo do Cruz (1); Boa Vista (17); Bom Jesus (1); Boqueirão (9); Borborema (1);  Brejo do Cruz (4); Caaporã (255); Cabaceiras (3); Cabedelo (301); Cachoeira dos Índios (3); Cacimba de Dentro (14); Cacimbas (2); Caiçara (19); Cajazeiras (52); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (11); Campina Grande (936); Capim (23);  Carrapateira (1); Casserengue (2); Catingueira (2), Catolé do Rocha (23); Caturité (10); Conceição (4);  Condado (32);  Conde (85); Congo (11); Coremas (13); Coxixola (4); Cruz do Espírito Santo (93); Cuité (9);  Cuité de Mamanguape (3); Cuitegí (49); Curral de Cima (5); Damião (1); Desterro (2); Dona Inês (2); Duas Estradas (14); Emas (1); Esperança (46); Fagundes (5); Gado Bravo (14);  Guarabira (409); Gurinhém (24); Gurjão (3); Ibiara (3); Igaracy (4); Imaculada (5); Ingá (29); Itabaiana (107); Itaporanga (4); Itapororoca (26); Itatuba (32); Jacaraú (7); Jericó (1);  João Pessoa (2945); Joca Claudino (1); Juarez Távora (15); Juazeirinho (42);  Junco do Seridó (5); Juripiranga (46); Juru (2); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (5); Lagoa Seca (28); Lastro (1); Logradouro (8); Lucena (51); Mãe d’Água (2); Malta (7); Mamanguape (81); Manaíra (1); Mari (68); Marizópolis (4); Massaranduba (15); Mataraca (20); Matinhas (5); Mato Grosso (3); Matureia (7); Mogeiro (1);  Montadas (4); Monteiro (19); Mulungu (14); Natuba (7); Nova Floresta (1), Nova Olinda (1); Olho D´Água (3); Ouro Velho (1); Passagem (3); Patos (403); Paulista (8); Pedras de Fogo (137); Piancó (15); Picuí (7); Pilar (35); Pilões (6); Pilõezinhos (36); Pirpirituba (14); Pitimbu (67); Pocinhos (4);  Pombal (25); Princesa Isabel (5); Puxinanã (15);  Queimadas (45); Quixaba (5); Remígio (30); Riachão do Bacamarte (53);  Riachão do Poço (1); Riacho de Santo Antônio (3); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (36); Salgadinho (1); Salgado de São Felix (23); Santa Cecília (3); Santa Helena (1); Santa Luzia (30); Santa Rita (463); Santa Terezinha (6); Santana dos Garrotes (1); São Bentinho (7); São Bento (79); São Francisco (2);  São João do Cariri (1); São João do Rio do Peixe (7); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (13); São José de Caiana (9); São José de Espinharas (2); São José de Piranhas (4); São José do Bonfim (10); São José do Sabugi (49); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (5); São Mamede (9); São Miguel de Taipu (15);  São Sebastião de Lagoa de Roça (9); São Vicente do Seridó (8); Sapé (162); Serra Branca (2); Serra da Raíz (6); Serra Redonda (16); Serraria (6); Sertãozinho (7); Sobrado (12); Solânea (30); Soledade (4); Sousa (100); Sumé (7); Tacima (9); Taperoá (27); Tavares (6); Teixeira (13); Tenório (1); Uiraúna (4); Umbuzeiro (17); Várzea (1); Vieirópolis (2); Vista Serrana (1).

*Dados Oficiais (fonte e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 26/05

7 óbitos foram registrados:

Homem, 81 anos, sem comorbidade, residente em Mari. Início dos sintomas 10/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 23/05.

Homem, 82 anos, sem informação de comorbidade, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 07/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 23/05.

Homem, 68 anos, hipertenso, residente em Bayeux. Início dos sintomas 06/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Homem, 80 anos, portador de insuficiência renal, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 29/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Mulher,  80 anos, portadora de hipertensão e doença respiratória, residente em Cabedelo. Início dos sintomas 08/05, interna em hospital público, veio a óbito no dia 23/05.

Mulher, 72 anos, hipertensa, residente em Patos. Início dos sintomas 26/04, interna em hospital público, veio a óbito no dia 25/05.

Homem, 27 anos, sem comorbidade, residente em Santa Rita. Início dos sintomas 22/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 24/05.

A cidade de Patos, até esta terça-feira, dia 26 de Maio de 2020, contabilizou 505 casos do novo Coronavírus (COVID-19). Desses números, 342 estão em isolamento domiciliar, 25 em internamento hospitalar, 119 estão recuperados e 19 óbitos.

Na sequência, você pode conferir o Mapa Setorial que traz a soma dos casos detectados nos bairros que compreendem as cinco regiões no perímetro urbano do município.
De acordo com os números de hoje, a região com o maior índice de casos confirmados para o Covid-19 em Patos é a Zona Norte, com 147 casos. Na separação por bairros, o Jatobá lidera com o registro de 65 casos. Confira a relação completa dos bairros na 3ª imagem.
Para fechar os 505 casos registrados nesta terça-feira, 26, o Presídio Romero Nóbrega tem 19 apenados confirmados para Covid-19; na Zona Rural tem 02 casos, e o Distrito de Santa Gertrudes 02 casos.
A maioria dos casos registrados é do sexo masculino. E a faixa etária predominante é entre 20 e 40 anos.
OBSERVAÇÃO: A Vigilância Epidemiológica COMUNICA que o Mapa Setorial e o Relatório detalhado só serão liberados de segunda a sexta-feira, e aos sábados e domingos será emitido apenas o Boletim Geral.
Todos os dados veiculados tanto no Boletim quanto no Relatório, são fornecidos pela Vigilância Epidemiológica do Município. (Patos Online)

 

A Prefeitura de Serra Talhada, através da Secretaria de Saúde, informa que o número de casos confirmados de Covid-19 subiu para 87 no município, de acordo com os dados consolidados nesta terça-feira (26/05).

Os novos casos se tratam de dois profissionais de saúde do sexo masculino, de 26 e 32 anos; duas mulheres de 27 e 28 anos; um homem de 33 anos; uma adolescente de 17 anos; e uma criança do sexo masculino, de 08 anos.
O número de casos em investigação caiu para 22 e o número de casos descartados subiu para 425. 
Portanto, a cidade contabiliza 87 casos confirmados, 22 casos em investigação, 425 casos descartados, 46 pessoas recuperadas e 03 óbitos. No momento são 35 pacientes em isolamento domiciliar e 03 pacientes em internamento hospitalar.

Arcoverde confirma seis novos casos chega a 83 de Covid-19

Nesta terça-feira, 26 de maio, a Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, até às 17h, foram confirmados seis novos casos de Covid-19. O boletim diário, portanto, fica com onze (11) suspeitos, cento e trinta e um (131) descartados, oitenta e três (83) confirmados, onze (11) óbitos e vinte e quatro (24) recuperados.

Vale lembrar que dentro dos 83 confirmados, estão contabilizados os 11 óbitos e 24 curados. Em recuperação existem 48 pessoas, na sua maioria, em isolamento domiciliar. No Hospital de Campanha há cinco (05) pacientes internados.
Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 881 carros de fora. Em Pernambuco, só hoje, foram confirmados 488 novos casos e 80 mortes, totalizando 28.854 positivos, 2.328 mortes.
Sem a vacina, o isolamento social é o melhor caminho. Cada um precisa fazer sua parte. Quem puder ficar em casa, fique. Caso precise sair, use a proteção. Para dúvidas, denúncias ou sugestões ligue para o Disk Coronavírus do município: 0800-281-55-89 e 3821-0082.

São José do Egito registra 21º caso positivo de covid-19

Hoje a secretaria de saúde descartou mais 2 casos suspeitos de COVID 19 e recebeu a confirmação de mais um caso. O paciente esta internado em outro município, e segue sob cuidados médicos e de enfermagem, seu estado de saúde é estável até o momento. Noticiamos também que temos mais 6 casos curados, o que nos remete a 13 pacientes curados da COVID 19.

Sertânia: mais onze casos de Covid-19

A Secretaria de Saúde de Sertânia informa, nesta terça-feira (26), que mais onze casos foram confirmados para Covid-19 no município.

Nove desses casos realizaram testes rápidos. Outros dois pacientes, que estavam em investigação e foram a óbito, testaram no LACEN-PE.

Mais oito casos foram descartados com realização de testes rápidos. Um desses casos descartados estava em investigação.

O boletim traz, ainda, a entrada de mais dois casos em investigação.

“Reforçamos que os resultados de testes rápidos podem ser informados diretamente sem a necessidade de passar pela situação de Investigado, tendo em vista que esses resultados são obtidos em um curto espaço de tempo, cerca de 15 minutos”, conclui a nota.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que o teste rápido de uma criança menor de um ano detectou IGG positivo, indicando que o mesmo teve Covid-19, devido à presença de anticorpos, mas não tem mais. Por orientação clínica será realizada uma contraprova. A família segue orientada e monitorada pela atenção básica. Como a mãe apresentou os sintomas depois, estamos aguardando o prazo estipulado pelo Ministério da Saúde para poder testá-la com maior eficácia.
O resultado do exame da profissional de segurança que estava sob investigação deu negativo para Covid-19.
 
Hoje também foram testados quatro profissionais de saúde. Todos deram negativo para covid-19.

Araripina registra mais 03  casos totalizando 40 infectados pelo  novo coronavírus 

 

Agora são 40 os infectados pela covid-19 no município

O boletim oficial da Secretaria de Saúde de Araripina, no Sertão de Pernambuco, registrou mais 03 novos casos do novocoronavírus nas últimas 24h, subindo para 40 o número de infectados.

Nesta terça-feira (26), o município tem 23 casos recuperados, 09 estão em investigação e 118 foram descartados.

No Sertão do Araripe já foram registradas 10 mortes. Foram 04 em Trindade, 03 em Ipubi, 02 em Araripina e 01 em Ouricuri.

Ipubi registra terceira morte por Covid-19

Secretária de Saúde de Ipubi Silvanete Andrade / Foto: reprodução

O município de Ipubi (PE) registou mais uma morte pela covid-19. De acordo com boletim, um homem de 31 anos foi a terceira vítima do novo coronavírus na cidade.  Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o paciente veio a óbito nesta segunda-feira (25) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Maria em Araripina, onde estava internado. Ele tinha registro de obesidade.

Além deste caso, o município registrou mais dois casos da doença. Tratam-se de homens, de idade entre 30 e 56 anos. Um encontra-se na enfermaria do Hospital Municipal Marcelino da Silva Mudo em Ipubi; O outro está internado no Hospital Santa Maria em Araripina. Ipubi tem 21 casos confirmados, 12 recuperados e 3 óbitos. (Blog do Britto)

Salgueiro confirma a sétima morte causada pela Covid-19 no município

Prefeito Clebel Cordeiro anuncia casos de Covid 19 / Foto: reprodução

O município apresenta nesta segunda-feira (25), dois novos casos positivos para o Coronavírus. Tratam-se de pacientes do sexo masculino positivados através de testes rápidos no município. Um encontra-se em isolamento no Hospital de Campanha e o outro em isolamento domiciliar supervisionado pelas Unidades de Saúde e Central de Monitoramento da Covid-19.

Infelizmente, mais um óbito também é acrescentado ao boletim diário. Trata-se de uma mulher, de 53 anos, com histórico de comorbidades já positivada anteriormente através do método Swab pelo LACEN/PE. Apesar dos esforços da equipe médica, o paciente veio a óbito.

Dois pacientes confirmados também foram considerados recuperados após mais de 7 dias de ausência total dos sintomas, ambos receberam alta como casos recuperados.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!