População apresenta tendência de crescimento negativo

Um levantamento da Fundação Seade mostrou que, ao completar 466 anos, a cidade de São Paulo tem uma população projetada de 11.869.660 habitantes. De acordo com a estimativa, em 100 anos a população crescerá seis vezes, passando de 2 milhões de pessoas, em 1950, para 12 milhões, em 2050. Segundo os dados, o maior crescimento do número de habitantes na capital paulista aconteceu na década de 1950, com 5,6% ao ano. Depois de 1980 houve declínio contínuo e a tendência para o futuro é a de que essa queda continue até que o crescimento se torne negativo entre 2040 e 2050.

Segundo o Seade, entre os 96 distritos da cidade, a maioria tem população entre 50 mil e 150 mil habitantes e está localizada na região central da cidade. O distrito menos populoso é Marsilac, com pouco mais de 8 mil habitantes, enquanto os mais populosos são Grajaú, com 390 mil, e Jardim Ângela, com 338 mil habitantes.

Mulheres

O número de mulheres na cidade é maior do que o de homens, com 110 mulheres para cada 100 homens. A faixa etária com maior concentração está entre os 30 anos e 44 anos, sendo que a população com até 15 anos representa 19% do total e os superiores a 65 anos são 11%.

A idade média dos habitantes na capital é de 36,5 anos. Os bairros da periferia têm população variando entre 34 anos e 40 anos. Em 17 bairros, a idade está abaixo de 34 anos, com destaque para Parelheiros, de 31,9 anos. Outros 17 distritos apresentam idades médias mais elevadas, acima de 41 anos, e Alto de Pinheiros, de 44,7 anos, registra a maior.

Regina Duarte aceita convite para secretaria de Cultura e já começa amanhã 

Regina Duarte aceita convite para secretaria de CulturaJair Bolsonaro e ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, em reunião com Regina Duarte (Foto: Reprodução)

Segundo a atriz, será um período de testes. “Nós vamos noivar, vou ficar noiva, vou lá conhecer onde eu vou habitar, com quem que eu vou conviver”, disse, já anunciando planos para a área. Na semana passada, ela contestou a indicação do documentário brasileiro, de Petra Costa, ao Oscar, dizendo que “Oscar nenhum vai reescrever a nossa história”.

247 – A atriz Regina Duarte aceitou o convite para comandar a Secretaria de Cultura do governo de Jair Bolsonaro e deverá começar amanhã o que segundo ela seria um período de testes. Regina se reuniu nesta segunda-feira 20 com Bolsonaro no Rio de Janeiro.

“Nós vamos noivar, vou ficar noiva, vou lá conhecer onde eu vou habitar, com quem que eu vou conviver, quais são os guarda-chuvas que abrigam a pasta, enfim, a família. Noivo, noivinho”, afirmou a atriz à coluna da jornalista Mônica Bergamo.

Mas já anunciou seus planos para a pasta: “Quero que seja uma gestão para pacificar a relação da classe com o governo. Sou apoiadora deste governo desde sempre e defendo a classe artística desde os 14 anos”.

Já a colunista Cristiana Lôbo, da Globo, publicou em seu blog no G1: “A atriz Regina Duarte aceitou o convite feito pelo presidente Jair Bolsonaro para a Secretaria de Cultura do governo federal. A decisão foi confirmada ao blog por membros da classe artística”.

Na semana passada, a atriz contestou a indicação do documentário brasileiro ‘Democracia em Vertigem’, de Petra Costa, ao Oscar, dizendo que “Oscar nenhum vai reescrever a nossa História”.

Em outra postagem, uma imagem trazia a seguinte frase, ainda em crítica à indicação do filme de Petra, que narra o golpe que tirou a ex-presidente Dilma Rousseff do poder. “A verdadeira história sobre o impeachment foi feita por milhões de brasileiros nas ruas e Oscar nenhum vai reescrever nossa história”.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!