O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), disse não ter se surpreendido com a manifestação contrária do TCE as três contas do ex-prefeito Alexandre Arraes (PSB), relativas, por ordem, a 2014, 2015 e 2016.

“A corte cumpriu o seu papel. Não se pode aprovar contas de quem deu um calote de mais de R$ 25 milhões nos cofres públicos do município durante o seu mandato”, afirmou.

Esse prejuízo aos pobres mortais de Araripina ocorreu, segundo ele, entre os anos de 2012 e 2016, conforme dados constantes nos relatórios do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco nos pareceres prévios de rejeição de contas.

De posse de uma robusta documentação levantada em auditorias internas e pelo TCE, o prefeito informa que somente no fundo de Previdência dos servidores públicos, o ArariPrev, o ex-prefeito recolheu dos servidores e não repassou ao fundo a quantia de R$ 13,5 milhões.

“Além deste milionário débito previdenciário, o ex-prefeito também deu um calote na Caixa Econômica Federal e Santander, na Celpe e Compesa e nos salários dos professores dos meses de novembro e dezembro/2016 e dos servidores e dos aposentados do mês de dezembro/2016. Isso sem falar dos débitos junto à Celpe e Compesa”, disse Pimentel.

Veja os comprovantes

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!