Delegado Ricardo Saadi

Os delegados da Polícia Federal avaliam que o presidente Jair Bolsonaro age com ‘desrespeito’ e ‘atenta’ contra a autonomia da corporação. Nesta quinta, 15, ele anunciou que vai exonerar o superintendente da PF no Riodelegado Ricardo Saadi.

Bolsonaro alegou ‘questões de produtividade’ e ‘um sentimento’ para tirar Saadi do comando da PF. O presidente disse que vai substituir Saadi pelo delegado Carlos Henrique Oliveira Sousa, superintendente da PF em Pernambuco.

O presidente falou sobre sua decisão ao comentar mudanças na Receita Federal. Segundo ele, todos os ministérios podem passar por alterações. Afirmou que vai mudar o chefe da PF no Rio.

Reconhecido entre seus pares como um especialista em investigações sobre crimes financeiros e recuperação de ativos da corrupção estocados no exterior, Saadi comanda a PF no Rio desde abril de 2018.

Sob condução de Saadi, a PF deflagrou nesse período operações emblemáticas no âmbito da Lava Jato e desdobramentos contra empresários, doleiros e políticos.

Em ‘nota de repúdio‘, o Sindicato dos Delegados de Polícia Federal em São Paulo – Estado onde Saadi atuou por vários anos, antes de assumir a direção do Departamento de Recuperação de Ativos no Ministério da Justiça – assinalou que ‘a escolha de superintendentes compete ao Diretor-Geral da Polícia Federal e a fala do presidente, mais que desrespeitosa, atenta contra a autonomia da Polícia Federal’.

“A Polícia Federal é uma instituição de Estado e deve ter autonomia para se manter independente e livre de quaisquer ingerências políticas”, diz o texto.

A entidade que representa os delegados da PF em São Paulo voltou a defender a aprovação da PEC 412, em curso há 10 anos no Congresso, ‘para garantir a autonomia da instituição’.

LEIA A NOTA DE REPÚDIO DO SINDICATO DOS DELEGADOS ÀS DECLARAÇÕES DE BOLSONARO

Nota de Repúdio às declarações do presidente sobre a exoneração do superintendente da PF*

O Sindicato dos Delegados de Polícia Federal no Estado de São Paulo (SINDPF-SP) manifesta seu repúdio às declarações dadas pelo presidente da República acerca da exoneração do superintendente regional da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Evocando um “sentimento” e alegando motivo de “produtividade”, Bolsonaro anunciou sua decisão durante entrevista a jornalistas no Palácio da Alvorada, em Brasília.

A escolha de superintendentes compete ao Diretor-Geral da Polícia Federal e a fala do presidente, mais que desrespeitosa, atenta contra a autonomia da Polícia Federal.

A PF é uma instituição de Estado e deve ter autonomia para se manter independente e livre de quaisquer ingerências políticas. Por isso é tão urgente que se aprove a PEC 412, que tramita há 10 anos no Congresso Nacional para garantir a autonomia da instituição.

 Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Deixe seu comentário
Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!