O protesto é nacional e mobiliza principalmente a categoria da educação. Professores das universidades federais da Paraíba aderiram à paralisação. Estudantes também participaram das atividades que serão realizadas durante todo o dia.

Atividade segue agenda nacional de protestos. (Foto: Reprodução)

Nesta terça-feira, (12) haverá em todo o país manifestações contra os cortes na educação, feitos pelo governo Bolsonaro (PSL). Na Paraíba haverá protesto marcado para às 14h com concentração no Lyceu Paraibano. A iniciativa foi aprovada pelos professores da UFPB – Campus I em assembléia geral na manhã desta segunda-feira (12), onde decidiram pela paralisação das aulas. O protesto terá uma caminhada saindo da escola Liceu Paraibano até o ponto de Cem Réis, passando pela Lagoa, e depois segue no sentido da Diogo velho, sobe até a Praça dos Três Poderes e depois vai até o Ponto de Cem Réis. 

Segundo Fernando Cunha, vice-presidente da Adufp, a comunidade irá colocar uma faixa preta ao redor da Universidade com frases relacionada ao Projeto Future-se para alertar sobre a destruição da Universidade. Já à tarde, o comando de greve decidiu por dividir em três alas: a ala de abertura que é relacionada com a defesa da educação e contra o Future-se; a segunda ala que é a defesa das aposentadorias, contra a PEC da reforma da Previdência; e a terceira ala contra os cortes na educação de um modo geral, no ensino superior, técnico, tecnológico, e na educação básica. 

Bolsonaro cancelou R$ 130 milhões de recursos para obras de barragem e Porto de Cabedelo disse Governador da PB

Para a barragem, estavam disponíveis R$ 80 milhões, enquanto que, para o Porto de Cabedelo, seriam R$ 50 milhões (Foto: Walla Santos)

O governador João Azevêdo revelou em entrevista nesta segunda-feira (12) que a Paraíba não conta mais com recursos no valor de R$ 130 milhões, que seriam destinados para a construção de uma barragem e de obras no Porto de Cabedelo. Para a barragem, estavam disponíveis R$ 80 milhões, enquanto que, para o Porto de Cabedelo, seriam R$ 50 milhões.

“Estavam disponíveis no ano passado e esse ano não estão mais. Isso foi repassado para mim por dois ministros”, declarou o governador, que foi questionado pela reportagem do ClickPB durante entrevista coletiva.

João Azevêdo ainda evitou comentar as novas declarações dadas pelo presidente Jair Bolsonaro. “Na verdade, eu acho que cada um tem que fazer o seu dever de casa. A Paraíba tem buscado ir exatamente na direção contrária desse tipo de declaração, desse tipo de atitude do governo”, afirmou o governador da Paraíba.

Ele ainda ressaltou que “eu não tenho a preocupação de ficar dando resposta a nada disso. O que quero buscar, é manter a Paraíba nesse ritmo que a gente se acostumou”.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!