A Polícia Federal em Salgueiro, procedeu a autuação em flagrante na manhã desta última quarta-feira (05), dos suspeitos NELSON MANOEL DA SILVA NETO, de 26 anos, costureiro e microempresário no ramo de confecções em Santa Cruz do Capibaribe onde reside atualmente-(possui antecedentes criminais-já foi preso por receptação e furto ficando preso por aproximadamente 4 meses). SEVERINO DE ALMEIDA FEITOSA, de 32 anos, vendedor ambulante, natural de Caruaru e residente em Santa Cruz do Capibaribe (possui antecedentes criminais, já foi preso por assalto, tráfico, porte de arma e uso de documento falso. Atualmente estava cumprindo pena em regime semi aberto no presídio de Canhotinho, de onde estava foragido e ETIENE SHIRLEY BELO DA SILVA, de 36 anos, vendedora ambulante, natural de Flores, no Sertão do Pajeú, e residente em Santa Cruz do Capibaribe.(não possui antecedentes criminais).

As prisões foram realizadas por policiais militares lotados na 1ª CIPM de Belém de São Francisco quando realizavam rondas de rotina na Zona Rural de Carnaubeira da Penha. Os militares ao pararem um veículo Onix branco, de placas PGX 8183 de Recife, com três ocupantes, por acharem estranho a sua movimentação por aquela área resolveram abordá-lo e ao ser procedida uma busca minuciosa em seu interior encontraram no porta luvas R$ 9.950 (nove mil novecentos e cinquenta) reais em notas falsas de R$ 100, R$ 50 e R$ 20 reais. Ao ser perguntado aos ocupantes do veículo acerca da procedência do dinheiro, ETIENE informou que era oriundo da venda de um carro e dentro de sua bolsa foi encontrado também a quantia de R$ 500 reais em notas aparentemente verdadeiras. Também verificou-se que o veículo estava com o número do chassi adulterado e constava como roubado. SEVERINO no momento da ação policial se apresentou como JOSÉ LEONARDO PAES DA SILVA, sendo descoberto, pelos policiais que estava usando um documento de identificação falso.

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido arrecadados, o veículo, as notas falsas e verdadeiras e 03 (três) aparelhos celulares, os presos foram levados para a Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro, onde após terem sidos informados dos seus direitos e garantias constitucionais acabaram sendo autuados em flagrante pelo crime contido nos artigos 180 e 289 § 1º do Código Penal  (Receptação e por Moeda Falsa) e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 3 a 16 anos de reclusão, além de multa! Um dos suspeitos por ter se apresentado com um documento falso, também foi autuado em flagrante por Falsa Identidade, crime que prevê uma pena de 3 meses a 1 ano de detenção. Após a autuação, os presos realizaram Exame de Corpo de Delito no IML – Instituto de Medicina Legal, foram encaminhados para a audiência de custódia, ONDE FOI CONFIRMADA A PRISÃO PREVENTIVA de SEVERINO ALMEIDA FEITOSA, sendo encaminhado para o PSAL-Presídio de Salgueiro. Já os outros dois presos tiveram contra si, a aplicação de medidas cautelares e vão responder ao processo em liberdade.

Em seus interrogatórios NELSON disse que apenas estava dirigindo o veículo a pedido de SEVERINO porque ele não sabia dirigir e negou qualquer participação no crime das notas falsas, não sabendo que o carro era roubado. SHIRLEY informou que entrou no carro porque NELSON disse que ia se deslocar para a cidade dela e resolveu pegar uma carona. Nas últimas eleições/2016 a presa ficou como suplente de vereadora ao obter 125 votos no município de Flores/PE pelo PSB! Já SEVERINO assumiu que as notas falsas eram suas e negou a participação dos dois ocupantes do veículo com o crime. Por fim disse que as notas falsas lhe foram entregues por uma pessoa (não deu detalhes) em função de uma dívida em dinheiro.

ESTATÍSTICAS EM PERNAMBUCO

EM 2018 REGISTRAMOS OS SEGUINTES RESULTADOS:

04 (quatro) apreensões significativas;

R$ 33.500,00 (trinta e três mil e quinhentos reais); 06 (seis) presos;

EM 2019 REGISTRAMOS OS SEGUINTES RESULTADOS:

03 (três) apreensões significativas;

R$ 11.200,00 (onze mil e duzentos reais); 05 (cinco) presos;

A maior apreensão realizada pela Polícia Federal no Estado de Pernambuco aconteceu no dia 14.09.2009 através da “Operação Contenção” realizada nas cidades de Canhotinho, Agrestina e Caruaru, quando foram presas 04(quatro) pessoas e apreendidas R$ 44.900,00 (quarenta e quatro mil e novecentos) reais em notas falsas.