O número de mortos em presídios no Amazonas subiu para 55. Além dos 15 assassinados na manhã de domingo, no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), outros 40 foram registrados em outras três unidades prisionais nesta segunda-feira. Inicialmente, o governo do Amazonas havia informado que eram 42 mortos. Até agora, são 25 mortes no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat); seis na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP); cinco no Centro de Detenção Provisório de Manaus (CPDM1); e outras quatro no Compaj. O ministro da Justiça, Sergio Moro, anunciou nesta segunda-feira que enviará tropas da Força-tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) para reforçar a segurança no Compaj.

Os 40 detentos assassinados ao longo do dia  morreram por asfixia e perfurações. Os homens foram mortos dentro de suas celas, estrangulados por lençóis. Dessa vez, não havia visitantes como no massacre no domingo. Diante dos familiares que visitavam os detentos, 15 homens foram mortos também asfixiados pelas mãos de seus rivais ou por perfurações feitas com escovas de dente afiadas.

O massacre expõe a disputa de poder dentro da principal facção da Região Norte, segundo promotores que investigam e investigaram sua atuação. Parte do massacre ocorreu na mesma penitenciária onde, em 2017, 56 detentos morreram durante confronto entre esse grupo criminoso e a principal facção de São Paulo, que tentava se infiltrar no estado.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!