Gérson de Souza, repórter experiente da Record, está sendo acusado de assediar sexualmente 12 mulheres da emissora, a maioria colegas de redação do Domingo Espetacular. Nesta semana, sete denúncias foram feitas ao departamento de Recursos Humanos da emissora. As informações são do jornalista Daniel Castro, do Notícias da TV.

Sob orientação da Record, duas dessas mulheres registraram Boletim de Ocorrência por assédio sexual e difamação. Posteriormente, outras cinco mulheres prestaram queixa contra ele no RH.

O repórter, por sua vez, nega as acusações e afirma que são “revanchismo” de uma das mulheres. “Não houve nada, não assediei ninguém”, se defendeu Gérson.

O Notícias da TV ouviu uma das mulheres que acusa Gérson de Souza de assédio e ela contou que no último dia 8 estava sentada em sua mesa, quando foi surpreendida. “Ele chegou por trás e me beijou na boca. Ficou mostrando a língua e saiu dizendo que roubado era mais gostoso. Foi nojento”, afirmou.

A jornalista ainda afirma que essa abordagem inconveniente não é de hoje, mas diz que tomou a decisão de denuncia-lo apenas agora porque o repórter passou a difamá-la. “Ele começou a gritar na redação que eu era incompetente, que meu trabalho é uma bosta”, disse.

Ainda segundo o Notícias da TV, Gérson de Souza diz que é de uma época em que se brincava com as mulheres, mas volta a negar que tenha assediado alguém. “Isso é um grande mal-entendido”.

Após denúncias de assédio sexual TV Record afasta repórter

A TV Record decidiu afastar de sua redação de jornalismo o repórter Gerson de Souza, acusado de assédio sexual por 12 mulheres nesta semana. Até agora foram registrados três boletins de ocorrência contra ele. A direção da emissora determinou o afastamento pelo menos até o dia 10 de junho, quando ele entre de férias. Medidas mais radicais só serão tomadas quando as investigações policiais avançarem.

Na última quinta-feira, segundo o site Notícias da TV, duas mulheres foram até a delegacia denunciar o comportamento do jornalista, que é um dos mais experientes da emissora e já trabalhou em diversos canais de televisão. Após a notícia destes depoimentos, outras dez mulheres também decidiram denunciar. As mulheres disseram que eram importunadas sexualmente pelo repórter, que dizia frases grosseiras e sexistas para elas. Uma alegou inclusive que foi forçada a beijá-lo.

Gerson de Souza se pronunciou dizendo que as denúncias são motivadas por revanchismo de uma das profissionais, que teve a qualidade de seu trabalho questionada.

Tribuna do Paraná

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!