O Programa Universidade para Todos (ProUni) vai abrir inscrições para bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior no dia 11 de junho.

O prazo para participar da seleção vai até 14 de junho. A inscrição deverá ser feita pela internet, no site do Prouni.

As bolsas de estudo ofertadas são parciais, de 50% do valor da mensalidade, e integrais, de 100%, e são para o segundo semestre deste ano.

As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo. Já as bolsas parciais contemplaram os candidatos que têm renda familiar bruta per capita de até 3 salários mínimos.

Podem se inscrever candidatos que não tenham diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018.

Além disso, cada estudante precisa ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral.

É preciso ter obtido uma nota mínima de 450 pontos na média aritmética das notas obtidas nas provas do Enem.

O cálculo é feito a partir da soma das notas das cinco provas do exame e, depois, dividindo por cinco. Outra exigência é a de que o aluno não tenha tirado zero na redação.

Também podem participar do programa estudantes com deficiência e professores da rede pública.

A divulgação do resultado da primeira chamada está prevista para 18 de junho deste ano. Já a segunda chamada será no dia 2 de julho.

O candidato pré-selecionado deverá comparecer à respectiva instituição de ensino superior para comprovação das informações no período de 18 a 28 de junho, caso tenha sido selecionado na primeira chamada e de 2 a 11 de julho na segunda.

A lista de espera, caso as vagas não sejam ocupadas, fica disponível no site para consulta pelas instituições de ensino no dia 18 de julho. (Via: Agência Brasil)

 

Your image is loading...

 

 Solidão: Após o TCE emitir parecer de Rejeição, Os vereadores aprovaram por 8×0 as contas da ex-prefeita Cida Oliveira

Na contra mão: 

Por oito votos a zero, o plenário da Câmara Municipal de Solidão aprovou as contas da ex-prefeita, Cida Oliveira, referentes ao exercício de 2016. A votação ocorreu durante sessão plenária na tarde desta quinta-feira (23).

 A Segunda Câmara do TCE, à unanimidade, emitiu Parecer Prévio recomendando à Câmara a REJEIÇÃO, mas os vereadores entenderam que, na época, foi feito o melhor para o município.Para a ex-gestora, essa decisão é um prêmio de reconhecimento.

“Os vereadores são cidadãos que moram aqui, conosco na cidade, entenderam, perfeitamente, que aquilo que nós fizemos era o que tinha que ser feito”, completou.