Um piloto da companhia Myanmar Airlines fez um pouso de emergência espetacular na manhã deste domingo (noite de sábado em Brasília) com um jato E-190 da Embraer, após uma pane no trem de pouso. Os 89 passageiros e tripulantes a bordo passam bem.

A proeza do piloto foi elogiada por especialistas da Aviação Civil birmanesa. O voo UB-103 da Myanmar Airlines pousou no Aeroporto Internacional de Mandalay apenas com o auxílio dos pneus traseiros.

O vice-diretor do Departamento de Aviação Civil da Birmânia, Ye Htut Aung, disse que o piloto da aeronave tentou várias vezes baixar o trem de pouso, inicialmente por meio do computador de bordo e depois manualmente.

“Eles sobrevoaram o aeroporto duas vezes perguntando à torre de controle se as rodas estavam abaixadas, dizendo que havia um problema técnico”, relatou Aung. Depois,”eles tiveram que pousar com as rodas traseiras”, contou, “mas o piloto foi capaz de fazer isso com talento porque não houve vítimas”.

O passageiro Soe Moe disse à agência AFP que viu fumaça saindo do aparelho no momento da aterrissagem, mas que “todos os passageiros estavam bem”. Uma investigação foi aberta para determinar as causas da pane.

Este foi o segundo incidente envolvendo voos comerciais em Mianmar em cinco dias. Na última quarta-feira, um avião da Biman Bangladesh Airlines realizou uma aterrissagem de emergência no aeroporto de Yangun. O aparelho saiu da pista, ferindo 11 passageiros.

Em 2017, um avião militar caiu no mar de Andaman com 122 pessoas a bordo, um dos maiores desastres aéreos do país.

A imagem pode conter: 1 pessoa, a sorrir

Cortes na educação mobilizam estudantes contra BolsonaroOs cortes na Educação e o ataque às universidades federais ameaçam produzir um efeito bumerangue para o governo. Depois de quatro meses, Jair Bolsonaro enfrentou o primeiro protesto de peso. Os estudantes prometem um segundo round na quarta-feira. Foram convocadas manifestações em diversas capitais.

Na segunda passada, alunos do Pedro II iniciaram o movimento nas ruas da Tijuca. Caminharam até o portão do Colégio Militar, onde o presidente participava de mais uma solenidade fardada. A Polícia do Exército cercou os jovens, mas não impediu que os gritos abafassem a cerimônia. Armados de livros e cadernos, os estudantes mostraram que a “balbúrdia” tem potencial para incomodar.

O país já passou por outros arrochos, mas os governos simulavam constrangimento ao tirar verbas da Educação. Agora vive-se uma era de apologia da ignorância. Os cortes são festejados pelas autoridades, em tom de vingança contra o conhecimento. Cada bolsas de estudos a menos vira uma vitória sobre o “marxismo cultural”.

O ministro Abraham Weintraub bloqueou R$ 2 bilhões das universidades sob a alegação de que elas promoveriam “bagunça” e “evento ridículo”. O adjetivo descreve bem sua performance nos últimos dias. Ele confundiu Franz Kafka com quitute árabe e usou “chocolatinhos” para justificar os cortes. No meio da demonstração, o chefe comeu um dos bombons.

Carlos Bolsonaro, chefe da milícia virtual do pai, tentou difamar o Pedro II como “polo formador de militantes políticos”. Chegou atrasado. A instituição tem 181 anos e ajudou a formar cinco presidentes da República, nenhum deles de esquerda. Estão na lista de ex-alunos os marechais Floriano Peixoto e Hermes da Fonseca. Os tuítes do vereador, que misturam ideias confusas e mau português, são uma prova de que o país precisa investir mais no Ensino Básico.

A tesourada do MEC também ameaça despertar a oposição do sono profundo. Na noite de sexta, Fernando Haddad reapareceu na Cinelândia. O palanque reunia mais partidos do que a coligação eleitoral que o levou ao segundo turno. Faltou o PDT, onde Ciro Gomes tem perdido protagonismo para uma deputada de 25 anos.

“Tira as patas da Educação, Bolsonaro. Devolva o dinheiro dos nossos meninos”, cobrou o petista. Ele disse que Bolsonaro vive “num mundo paralelo ao Brasil” e que o país é governado à distância por “aquele astrólogo de Richmond”. Há ministros com gabinete no Planalto que concordariam com a avaliação.

Os discursos inflaram as expectativas pelos atos de quarta-feira. O deputado Marcelo Freixo prometeu um “dia histórico” e disse que alunos e professores vão se unir para “derrubar o governo”. Haddad foi mais comedido, mas garantiu que Bolsonaro vai levar “um grande susto”. A ver.

Série D: Salgueiro vence a primeira e cola no líder do Grupo A8

O Salgueiro fez jus ao fator casa para conquistar a sua primeira vitória na Série D do Campeonato Brasileiro. Na noite do sábado (11), o time pernambucano recebeu e venceu o Coruripe-AL pelo placar de 2 a 1, no Estádio Cornélio de Barros, pela segunda rodada do Grupo A8.

Com o resultado, o Salgueiro chega aos quatro pontos e assume a vice-liderança do chave, empatado em número de pontos com o primeiro colocado Sergipe, mas que fica na frente por conta dos critérios de desempate. Já o Coruripe segue zerado na lanterna.

Os dois times voltarão a campo no próximo final de semana para a disputa da terceira rodada da fase de grupos da Série D. No sábado (18), o Salgueiro recebe o Sergipe, às 20h, no Estádio Cornélio de Barros. Já no domingo (19), o Coruripe encara o Flu de Feira, no Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA), às 16h. (Com informações da Agência Futebol Interior)

http://www.wetterlt.com.br/images/projetos/2017/projeto-de-integracao-do-rio-sao-francisco-com-bacias-hidrograficas-eixo-norte-trecho-iii/projeto-de-integracao-do-rio-sao-francisco-com-bacias-hidrograficas-eixo-norte-trecho-iii-03.jpg

Dessa vez a seca que castiga o Nordeste não é o único problema. Cerca de 17 mil moradores dos municípios de Cabrobó e Terra Nova, em Pernambuco, tinham água para plantar, desde que um dos trechos do eixo norte da transposição do Rio São Francisco foi inaugurado, há 3 anos. Mas, de repente, tudo acabou.

A água vinha dos canais e dos reservatórios da transposição do Rio São Francisco. O de Serra do Livramento é um deles. Tem capacidade para armazenar até 19 bilhões de litros. Mas nenhuma gota tem entrado ou saído de lá. O abastecimento foi interrompido.

Há seis meses, o então Ministério da Integração Nacional, hoje Ministério do Desenvolvimento Regional, mandou fechar as comportas de três barragens. Desde então, a água está parada nos canais. Ninguém foi avisado oficialmente sobre a suspensão.

“Os agricultores estão aí sem nenhuma informação sobre se essas águas vão sair novamente ou não para poder dar transportabilidade, porque a preocupação é muito grande. Porque o pessoal plantou acreditando nessas águas da transposição”, explica Marco Antônio Vasconcelos Cavalcanti, presidente do sindicato dos trabalhadores rurais de Cabrobó.

Em nota, o Ministério do Desenvolvimento Regional informou que a Barragem de Negreiros, que fica em Salgueiro, precisou ser esvaziada para realização de reparos preventivos. E que, por isso, o bombeamento nas estações de Cabrobó e Terra Nova não foi restabelecido. A conclusão dos trabalhos está prevista para o fim do primeiro semestre.

Em Terra Nova, quase 200 famílias tiveram que abandonar as terras. “Devido à insegurança hídrica que a não liberação da água da transposição ocasionou. Com isso, tiveram que deixar as suas terras por outras propriedades no município, e em municípios vizinhos aqui de Terra Nova”, diz João Bosco Ferreira, diretor de cadastro rural da Prefeitura de Terra Nova.

Em agosto de 2018, o Jornal Nacional mostrou dois problemas neste mesmo trecho da transposição. Um dos canais se rompeu, causando um grande desperdício de água. Uma semana depois, houve um vazamento no reservatório de Negreiros, em Salgueiro.

Trinta e cinco famílias tiveram que ser retiradas de casa às pressas por causa do risco de rompimento. Os reparos ainda não foram concluídos. “Nós esperamos ansiosamente pelo resultado dessa água, que alguém tome uma providência, porque nós não aguentamos mais o sofrimento nesse lugar, de tanta perda em nossas lavouras”, diz o agricultor José Ivan Ribeiro

Imagem relacionada

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!