A Fundação Terra realiza nesta quarta-feira (17) a distribuição de pães e peixes para famílias pobres que vivem na periferia de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco. O gesto faz parte da celebração da Semana Santa e cerca de 2 mil famílias serão beneficiadas. Os pães e peixes representam a comunhão da instituição com a comunidade em que a fundação está inserida desde a criação, em 1984, onde funcionava o antigo lixão do município, desativado desde 2006.

No total, serão distribuídos 25 mil pães e três toneladas de peixes. A programação começa com a Celebração da Palavra, às 9h, seguida pela doação para a população atendida no entorno da sede da fundação.

Em uma carta de Páscoa, o padre Airton Freire, presidente da Fundação Terra, ressalta que as dificuldades prejudicam de forma mais acentuada a população mais vulnerável. “Se não fosse o trabalho na base realizado por tantas comunidades, os pobres mais pobres já teriam sido esquecidos”, escreveu.

Onde antes estava o lixão do município, atualmente há escola, creche, biblioteca, instituição de longa permanência para idosos e várias ações sociais. Quem quiser colaborar com a Fundação Terra pode fazer uma doação de qualquer valor na conta da instituição: Associação dos Servos de Deus CNPJ: 0473.8865.0001/00 Banco do Brasil C/C: 10.346-2 Agência: 0068-x Airton Freire de Lima CPF: 138.440.404-04 Banco do Brasil C/C: 6542-0 Agência: 0068-x

Criança de 10 anos é morta a tiros em Petrolina

 Este é o 4º caso de homicídio de crianças e adolescentes no município em menos de um mês
 
Uma criança de dez anos foi morta a tiros nesta segunda-feira (15) em Petrolina, no Sertão Pernambucano. Ela foi encaminhada para o Hospital de Traumas, mas morreu à caminho.
De acordo com a Polícia Civil, Pablo César da Silva Santos estava em casa, quando um homem chegou e efetuou disparos. O padrasto da vítima, Clebson Almeida da Silva também foi atingido, mas fugiu do local. A mãe do menino estava em casa no momento do crime e foi intimada a prestar depoimento na delegacia.
Até a publicação desta matéria ninguém foi preso. O crime será investigado.
Violência
Este é o 4º caso de homicídio de crianças e adolescentes no município em menos de um mês. Dois irmãos de onze e 13 anos foram mortos a tiros no final de março. No último final de semana, o corpo de um adolescente de 14 anos foi encontrado com marcas de golpes de facão na Zona Rural de Petrolina.

Eduardo da Fonte (PP-PE) é investigado por corrupção e lavagem de dinheiro / Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, requereu ao STF (Supremo Tribunal Federal) uma ordem para que o deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) passe a ser monitorado através de uma tornozeleira eletrônica e que seja obrigado a ficar em casa após as sessões na Câmara dos Deputados. O pedido foi enviado na última segunda-feira (15) e divulgado nesta terça-feira (16) pela PGR. 

A justificativa é de que o parlamentar, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, estaria atuando mais uma vez para obstruir o trabalho judicial, oferecendo dinheiro às testemunhas para que desqualificassem as investigações.

Além do monitoramento eletrônico, no pedido enviado ao ministro Edson Fachin, relator dos processos da Operação Lava Jato no STF, a PGR requer também que Eduardo da Fonte seja proibido de manter contato com testemunhas dos fatos apurados na ação penal em andamento.

Em contato, a assessoria de imprensa de Eduardo da Fonte afirmou que aguarda resposta dos advogados do parlamentar para fazer um pronunciamento.

Argumentos da PGR

Na petição da PGR consta que, em audiência realizada na última quarta-feira (10), um perito aposentado da Polícia Federal afirmou em depoimento ser sócio-administrador de uma empresa especializada em perícias que foi contratada pelo deputado, e confessou ter tido acesso prévio às provas sobre as quais daria testemunho, algo proibido por lei.

Em relação ao depoimento ouvido, o Ministério Público Federal (MPF) afirma que, embora não seja possível afirmar que houve pagamento pelas declarações prestadas, a testemunha apresentou “respostas com conceitos prontos, ensaiadas e afirmações carregadas de certezas que, confrontadas com seus próprios exageros, acabaram em parte até retratadas”.

Na sequência da audiência, a defesa de Eduardo da Fonte desistiu do depoimento da terceira testemunha, também perito aposentado e sócio da empresa Federal Perícias e Inteligência LTDA, contratada pelo parlamentar.

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!