Em meio a ofertas de carros, celulares, móveis e eletrodomésticos, membros de grupos em redes sociais oferecem notas de dinheiro falsificadas. Num grupo que leva o nome de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), um internauta anuncia: “Vendo notas falsas com marca d’água. Entrega por Correios. 2 mil de notas por 100 reais“.
 
E não demorou muito para outros internautas que fazem parte do grupo manifestar interesse. “Eu quero“, diziam vários deles. O autor da publicação responde: “Inbox“, ou seja, pedindo para as pessoas mandarem mensagem para ele, para que seja feita a negociação.
 

 

De acordo com o Artigo 289 do Código Penal, falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime. A pena varia de três a 12 anos de prisão e multa. Estará sujeito à mesma pena quem importar ou exportar, adquirir, vender, trocar, ceder, emprestar, guardar ou introduzir na circulação moeda falsa. Mesmo tendo recebido de boa-fé, comete crime, com pena prevista de seis meses a dois anos e multa, quem a recebe e a mantém em circulação, repassando a outros. Fica o alerta para às autoridades policiais. (Marcos Montinelly/ Carlos Britto)

 

STJ marca julgamento de habeas corpus de Lula para quinta-feira

 

 
A Quinta Turma Superior Tribunal de Justiça (STJ) marcou para quinta-feira, 1º de março, o julgamento do habeas corpus do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. O relator, Felix Fischer, solicitou nesta terça-feira (27) a inclusão na pauta, para a análise do mérito do pedido. Em janeiro, durante o recesso do judiciário, o vice-presidente do tribunal Humberto Martins rejeitou a liminar pedida pela defesa.
 
Lula foi condenado na 13ª Vara Federal Criminal do Paraná a pena de 9 anos e 6 meses de reclusão, em regime inicial fechado, pela prática dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex do Guarujá. Em 24 de janeiro, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região manteve a condenação e ampliou a pena para 12 anos e 1 mês de reclusão e determinou que a pena seja executada após a conclusão da tramitação no tribuna
 

R$ 5 mil: aluna terá que indenizar professor; se a moda pega

 

http://www.quatromarcosnoticias.com.br/uploads/images/2015/01/governo-sanciona-lei-que-veta-o-uso-de-celular-em-sala-de-aula-em-mt.jpg

Do Diário de Pernambuco

Uma aluna da rede estadual de ensino de Pernambuco foi condenada pela Justiça a pagar R$ 5 mil de indenização por danos morais a um professor da Escola de Referência em Ensino Médio Apolônio Sales, localizada no Ibura, Zona Sul do Recife. A família da estudante havia acionado o Conselho Tutelar e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) contra o docente porque ele havia mudado a aluna, que conversava em sala, de banca durante uma aula. A decisão, assinada pelo juiz Auziênio de Carvalho Cavalcanti, foi favorável ao professor e comemorada como uma vitória da educação pela categoria.

De acordo com a sentença, expedida no último dia 20, o professor de matemática e física Jeff Kened Barbosa, de 62 anos, sendo 25 de profissão, pediu, no dia 11 de abril de 2016, para uma aluna, que terá a identidade preservada, mudar de lugar durante uma aula. Ela estaria conversando com um grupo de colegas e atrapalhado o andamento da disciplina. No dia seguinte, a mãe da estudante procurou a gestão escolar para se queixar do professor, alegando que ele havia constrangido a adolescente. A família acionou o Conselho Tutelar e o MPPE para denunciar o professor.

O professor processou a mãe e a aluna por danos morais. A decisão judicial considerou que “o autor (Jeff) não extrapolou o exercício da autoridade que lhe é conferida em sua posição de professor”. Na defesa, a aluna alegou que sofreu danos morais e teve problemas psicológicos por causa do fato, mas o juiz ressaltou que “o constrangimento que ela alega haver sofrido encontra-se fora da órbita do dano moral, que configura a dor, vexame, sofrimento ou humilhação que, de forma anormal, interfira no comportamento psicológico do indivíduo, logo o pedido contraposto resta improcedente”.

O professor, que esperou dois anos pela decisão, contou que nunca havia passado por uma situação como essa em 25 anos de sala de aula. “A aluna estava conversando e eu simplesmente pedi para ela parar. Ela disse que estava fazendo 18 anos e que ninguém mandava nela nem poderia trocá-la de lugar ou mandá-la calar-se”, lembrou Jeff. Ele continua lecionando na Apolônio Sales. A aluna não estuda mais na escola. “Essa vitória não é apenas minha, mas de todos os professores. Recebi ligações de educadores de todos os estados brasileiros comentando o assunto”, disse. O Diário procurou a estudante, a mãe e a advogada dela, mas não conseguiu contato. Uma indenização no valor de R$ 5 mil foi arbitrada pelo juiz, mas a estudante ainda pode recorrer na segunda instância do Poder Judiciário. Para decidir em favor do docente, o juiz considerou que “o professor em sala de aula é detentor de prerrogativa de ascendência e autoridade necessárias ao exercício da elevação educacional e cultural do aluno e ajustamento desta conduta ao ambiente coletivo em que está inserido. A observação negativa sobre comportamento da aluna que desconsidera a convivência coletiva e adota conduta prejudicial ao ambiente necessário ao ensino na sala de aula insere-se no exercício regular da atividade do professor”, pontuou o juiz Auziênio de Carvalho.

 

 

Polícia Militar encontra faca, maconha e celulares em operação na Cadeia Pública de Araripina

 

Durante a operação um dos celulares tocou, um policial atendeu, e uma mulher não indentificada perguntou por um detento

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Uma operação realizada nesta terça-feira (27) por policiais da 9ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) na Cadeia Pública de Araripina, no Sertão de Pernambuco, encontrou diversos materiais proibidos no local.

A polícia recolheu 02 telefones celulares, uma faca e 96 gramas de maconha. Durante a operação um dos celulares tocou, um policial atendeu, e uma mulher não indentificada perguntava por Jonas Araújo Nascimento, vulgo gordin.

Os materiais juntamente com o detento foram apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Araripina, conforme o Boletim de Ocorrência N° 00331/2018.

 

Data Magna: Pernambuco terá feriado no dia 6 de março pela 1ª vez

 

 

O feriado acontecerá pela primeira vez no estado  entre o Carnaval e a Semana Santa

JC Online / Foto: Reprodução/Youtube

 

Os pernambucanos terão um feriado entre o Carnaval e a Semana Santa pela primeira vez. O Bicentenário da Revolução Pernambucana de 1817 foi marcado de forma especial em 2017 – ano em que o Projeto de Lei número 16.059 foi apresentado pelos deputados Isaltino Nascimento (PSB) e Teresinha Nunes e aprovado na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Considerado como o primeiro movimento pela independência do Brasil, o dia 6 de março é, a partir deste ano, Data Magna de Pernambuco.

 

A norma estabelece que o Poder Público realize na Data Magna o hasteamento solene da bandeira do Estado no Palácio do Governo e coloque flores no Monumento aos Revolucionários, localizado na praça da República, no bairro de Santo Antônio, na área central do Recife. Foi no dia 6 de março que o capitão José de Barros Lima, conhecido como “Leão Coroado”, matou o comandante português que havia lhe dado voz de prisão, além de tomar o quartal do Regimento de Artilharia, no bairro do Santo Antônio, com seus aliados.

 

Governo de Pernambuco divulga calendário de pagamento para março

 

 

O Governo do Estado divulgou o calendário de pagamento dos servidores da ativa, aposentados e pensionistas

Rádio Jornal / Foto: reprodução

O salário de fevereiro de 2018 dos aposentados e pensionistas vinculados ao Governo de Pernambuco será pago na segunda quinta-feira de março, dia 8. Na sexta-feira (9), é a vez de todos os servidores da ativa e dos funcionários de cargos comissionados.

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!