O governador Paulo Câmara entregou, na manhã de hoje, no Palácio do Campo das Princesas, nove tratores agrícolas de pneus que beneficiarão municípios da Zona da Mata, Agreste e Sertão

SEI / Foto: divulgação

Reforçando o compromisso do Governo de Pernambuco com um dos setores mais importantes e produtivos do Estado, a agricultura, o governador Paulo Câmara entregou, na manhã de hoje, no Palácio do Campo das Princesas, nove tratores agrícolas de pneus que beneficiarão municípios da Zona da Mata, Agreste e Sertão. Com investimento de R$ 1,2 milhão, através de emenda parlamentar do deputado federal Danilo Cabral, os equipamentos atenderão cerca de 240 mil habitantes, direta e indiretamente, das cidades contempladas. Outros quatro municípios também serão beneficiados com a iniciativa até o final do ano, totalizando 13 veículos agrícolas.

 

“A gente acredita que os municípios precisam estar cada vez mais preparados para os desafios da tecnologia, da aração da terra, da busca realmente da presença do Estado. E com a ajuda do deputado Danilo Cabral, a partir de emenda parlamentar, a gente está conseguindo, hoje, ofertar 13 tratores que serão distribuídos ao longo desse ano para os municípios, tanto para o litoral da Mata Sul, como também para o Agreste pernambucano e para o Sertão. Assim, estamos abrangendo todas as regiões de Pernambuco na busca realmente de oferecer condições às pessoas que atuam no campo, para que elas possam trabalhar, tirar o seu sustento, e, cada vez mais, criar seus filhos com qualidade no nosso Estado”, destacou o governador.

Os novos veículos vão contribuir na qualificação, verticalização e promoção da produção de alimentos, além de proporcionar, também, o aumento da produtividade e geração de renda nas regiões. Dessa forma, irá potencializar também o crescimento da agricultura familiar, responsável por cerca de 70% da produção dos alimentos que chegam na mesa dos pernambucanos. Os tratores serão destinados aos municípios de Bezerros (Agreste Central), Carnaíba e Flores (Sertão do Pajeú), Machados (Agreste Setentrional), Saloá (Agreste Meridional), Santa Maria do Cambucá (Agreste Setentrional), Sirinhaém, Tamandaré e Rio Formoso (Mata Sul).

 

A entrega faz parte de um projeto territorial do Governo de Pernambuco, que tem foco no incentivo e desenvolvimento do pequeno e médio agricultor, dando oportunidades para que os cultivadores tenham a produção rural em condições adequadas.  “Nós estamos no início de um período de chuvas. E a gente sabe, para o agricultor, o quanto isso é importante. Não só apara a aração, mas também para o programa que nós temos de sementes. A Secretaria de Agricultura já iniciou a distribuição das sementes de milho e sorgo, e os tratores chegam na hora certa para atender essa reivindicação do homem do campo, que quer plantar, produzir e que necessita desses equipamentos para ter uma produção maior”, declarou o secretário de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), Wellington Batista.

 

Para o deputado Danilo Cabral, autor da emenda parlamentar que subsidiou a compra dos veículos, a ação em parceria com o Governo de Pernambuco vai incentivar também a geração de renda no Estado. “São veículos que vão chegar aos municípios e ajudar ainda mais na estruturação da economia, sobretudo daqueles que trabalham com agricultura familiar. Nossa expectativa é que nesse ano de 2018, o nosso Estado tenha uma chuva mais regular. Então, nesse momento, é importante que a gente melhore as condições do agricultor para que ele possa plantar, produzir, colher e gerar renda para Pernambuco”, disse.

 

O prefeito Anchieta Patriota, de Carnaíba, avaliou os benefícios que a ação vai gerar nas várias etapas do plantio. “Esses tratores vão agilizar o processo de plantio da agricultura familiar, uma vez que nós usávamos, há décadas, o arado manual e com auxílio de animais. Então, o que era feito em um dia, agora será feito em uma hora. Nós sabemos que o período do plantio é muito curto no Sertão nordestino, então o trabalho será agilizado. E após o período do plantio, o transporte da produção também será facilitado”, pontuou.

Participaram da entrega também os prefeitos, Anchieta Marconi Santana (Flores), Argemiro Pimentel (Machados), Isabel Hacker (Rio Formoso), Ricardo (Saloá), Robevan de Seu Nim (Santa Maria do Cumbucá), France Hacker (Sirinhaém) e Sergio Hacker (Tamandaré).

 

 

Wagner levou R$ 82 milhões da Fonte Nova em propina, diz PF

 

 
A delegada da Polícia Federal (PF) Luciana Matutino Caires, responsável pela Operação Cartão Vermelho, deflagrada nesta segunda-feira, 26, afirmou que o ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT) recebeu “boa parte” do valor desviado do superfaturamento do estádio Arena Fonte Nova, em Salvador. O petista teria levado R$ 82 milhões em propina e caixa 2, segundo a investigação.
 
Jaques Wagner governou o Estado entre 2007 e 2014. Ele foi alvo de mandado de busca e apreensão da Cartão Vermelho nesta segunda.
 

 

A investigação mira irregularidades na contratação dos serviços de demolição, reconstrução e gestão do estádio da Copa 2014. A Polícia Federal identificou que “a licitação que culminou com a Parceria Público Privada nº 02/2010 foi direcionada para beneficiar o consórcio Fonte Nova Participações – FNP, formado pelas empresas Odebrecht e OAS”.
 
“Em razão das delações da Odebrecht e de material apreendido na OAS, nós verificamos que de fato o então governador recebeu uma boa parte do valor desviado do superfaturamento para pagamento de campanha eleitoral e de propina. Havia dois intermediários, seja pela OAS seja pela Odebrecht que também foram alvo de busca nesta data. Um destes intermediários é o atual secretário da Casal Civil do Governo do Estado da Bahia e outro é o empresário muito próximo do então governador e também foi alvo de busca nesta data”, afirmou a delegada.
 
A Cartão Vermelho cumpriu sete mandados de busca e apreensão em Salvador. A PF vasculhou o gabinete de Jaques Wagner na Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Governo do Estado, pasta comandada pelo petista. O chefe da Casal Civil do Governo da Bahia Bruno Dauster também foi alvo de buscas.
 
Em nota, a PF informou que “dentre as irregularidades já evidenciadas no inquérito policial estão fraude a licitação, superfaturamento, desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro”.
 
“A obra, segundo laudo pericial, foi superfaturada em valores que, corrigidos, podem chegar a mais de R$ 450 milhões, sendo grande parte desviado para o pagamento de propina e o financiamento de campanhas eleitorais.”
 
Os mandados – expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região – estão sendo cumpridos em órgãos públicos, empresas e endereços residenciais dos envolvidos no esquema criminoso, e têm por objetivo possibilitar a localização e a apreensão de provas complementares dos desvios nas contratações públicas, do pagamento de propinas e da lavagem de dinheiro.
 
Defesas: A reportagem fez contato com a defesa do ex-governador Jaques Wagner e com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, mas não havia recebido resposta até a publicação desta matéria. O espaço está aberto para as manifestações. (Via: Estadão)

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!