O ministro Admar Gonzaga tomou posse na sexta-feira (28) no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Gonzaga ficará na vaga aberta por Henrique Neves, cujo mandato terminou no dia 16 deste mês. O novo ministro foi escolhido pelo presidente Michel Temer em uma lista tríplice enviada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), na qual foi o mais votado.
 

 

Com a posse, Gonzaga poderá participar da análise da ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer. O julgamento foi suspenso no dia 4 de março e deve ser retomado no mês que vem. O TSE é formado por sete ministros: três oriundos do STF (Gilmar Mendes, Rosa Weber e Luiz Fux), dois do Superior Tribunal de Justiça (Herman Benjamin e Napoleão Nunes Maia Filho) e dois da advocacia (Admar Gonzaga e Luciana Lóssio).

 

Além da chegada de Admar, está prevista outra mudança nas cadeiras destinadas à advocacia no TSE. Na semana passada, Temer indicou o jurista Tarcísio Vieira de Carvalho para substituir a ministra Luciana Lóssio, cujo mandato termina no dia 5 de maio. A posse ainda não foi marcada. (Via: Agência Brasil – Folhapress)

 

Após críticas à reforma trabalhista, Planalto dá ultimato a Renan Calheiros

Publicado em Sábado, 29 Abril 2017 06:40

Renan e Temer

Aliados do presidente Michel Temer afirmam que ele está “indignado” com a postura do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, contra as reformas trabalhista e previdenciária. Nesta sexta-feira (28), o presidente do partido, Romero Jucá (PMDB-RR), deu um ultimato ao líder. A aliados, Jucá já avaliou que a permanência de Renan no cargo dependerá do seu “comportamento quando as reformas começarem a tramitar” na Casa.

Por meio de nota, Jucá declarou que “qualquer decisão sobre a liderança do partido no Senado cabe à bancada de senadores” e que não conversou sobre o assunto com o presidente Temer. Renan, por sua vez, disse que “não está sabendo” de nenhum tipo de movimento contra ele, nem leu a nota do presidente da legenda. “Não sei se há movimento, se não há”, respondeu. Ele destacou que a semana foi “muito tranquila e agradável”.

Renan voltou a criticar a reforma trabalhista em discurso no plenário, que começará a tramitar no Senado a partir da próxima semana, após ser aprovada na madrugada de quinta-feira (27), na Câmara. O líder da bancada defendeu que os senadores têm o dever de mudar o texto. Segundo ele, a proposta chega a “constranger” e “coagir” integrantes da base governista. 

“Não acredito que essa reforma saia da Câmara e chegue aqui, ao Senado Federal – reforma de ouvidos moucos -, sem consultar opiniões; reforma que só interessa à banca, ao sistema financeiro, rejeitada em peso e de cabo a rabo pela população; reforma tão malfeita, que chega a constranger e a coagir a base do próprio governo. Por isso ela vai e volta, de recuo em recuo”, disse Renan.

O líder da bancada atua nos bastidores para atrasar a tramitação da reforma e modificar o texto defendido pelo governo. A ideia seria fazer com que a proposta tenha que passar pelo maior número possível de comissões (pelo menos três), antes de seguir para o plenário. Já os governistas querem que o texto passe por apenas um colegiado, em caráter de urgência, podendo ser aprovado em até três semanas no plenário.  

Para o senador Eduardo Braga (PMDB-AM), o presidente do partido não deve interferir em assuntos da bancada. “Não é o presidente em exercício do PMDB que tem que falar sobre liderança da bancada. O presidente em exercício do PMDB está dando uma nota estapafúrdia”, reclamou. Jucá foi eleito vice-presidente do PMDB, mas assumiu o comando da sigla após Temer ser nomeado presidente da República, no ano passado.

Já o senador Airton Sandoval (PMDB-SP) avalia que Jucá deu um recado necessário a Renan. “O líder de uma bancada não pode assumir opiniões pessoais. Entendo que ele, para tomar qualquer decisão, assumir posições a favor ou contra do governo, não pode fazer isso em nome da bancada sem consultá-la. Renan está assumindo opiniões pessoais, atrapalhando o governo, e isso não pode continuar acontecendo”, disse.  

O senador Raimundo Lira (PMDB-PB), afirmou que desconhece algum movimento contra Renan na bancada ou interferência por parte de Temer. Ele reconheceu, entretanto, que Renan possui força para influenciar a tramitação da reforma trabalhista. “Acho que passar por três comissões seria um preciosismo e até uma forma de obstrução. Mas, se Renan permanecer com essa determinação, o que vai acabar acontecendo o que ele está querendo”, considerou.

Aliado de Renan, o senador Hélio José (PMDB-DF) afirmou que a bancada está pacificada. Ele lembrou que os peemedebistas representam 33% dos senadores da Casa. “Nosso líder tem apoio de todos nós, não teve nenhum tipo de discussão [contra Renan], nunca houve. Qualquer coisa em relação a isso é falácia”, defendeu.

 

Em Pernambuco senadores se dividem na votação das reformas de Temer

 

 

Dos três senadores pernambucanos apenas o senador Humberto Costa (PT) deverá se posicionar contra as reformas trabalhista e previdenciária do governo Michel Temer.  Já os senadores Fernando Bezerra Coelho (PSB) e Armando Monteiro (PTB)  devem votar contra os direitos trabalhistas do brasileiros. O debate deve ser intenso no senado depois da aprovação da câmara

 

 

Juiz considera “improcedente” suposto abuso de poder na campanha de Miguel Coelho

 

A ação partiu do então candidato a prefeito, Odacy Amorim (PT), que concorreu ao cargo contra o socialista.

Blog do Britto / Foto: reprodução

O processo movido contra o atual prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), em relação a um suposto abuso de poder econômico e político em relação à campanha municipal do ano passado, foi julgado ontem (27) “improcedente” pelo juiz eleitoral Sydnei Alves Daniel. A ação partiu do então candidato a prefeito, Odacy Amorim (PT), que concorreu ao cargo contra o socialista.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) chegou a encaminhar na semana passada um parecer que afirmava haver “elementos que desequilibraram o pleito eleitoral”. Além de não acatar a sugestão do MPPE, o juiz determinou que o processo seja extinto.

 

Imagens mostram “larápio” furtando no centro de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú

 

Assista o vídeo:
 
 
Está rolando nas redes sociais, imagens gravadas por uma câmera de segurança, mostrando o exato momento em que um “larápio” furta botijões de gás, no centro da cidade de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú.
 
Segundo informações do nosso parceiro do Potral NN, a imagem foi gravada na madrugada desta sexta-feira (28), na Rua Comandante Superior, no Centro da cidade. O homem, ainda não identificado, se aproxima do estabelecimento comercial, em um veículo VW Gol e em uma ação rápida e audaciosa, furta os produtos e sai do local como se nada tivesse acontecido.
 
 
As imagens estão sendo analisadas pela polícia. Caso alguém reconheça o “gatuno” e queira ajudar a botar atrás das grades mais um ladrão, é só ligar para: (87) 3831-9205;  (87) 3831-9200 e/ou (87) 99607-9339. Sua identidade será preservada.
 

Homem é assassinado a tiros durante suposto assalto em Exu

 

A vítima é exuense, mas estava morando no Rio de Janeiro e estava apenas passando alguns dias visitando a família.

Por Roberto Gonçalves / Foto: David Diniz

Lucas da Cunha Leite, foi assassinado na madrugada deste sábado (29), no Sítio Sombrio, Zona Rural do município de Exu, no Sertão de Pernambuco. Segundo a Polícia Civil, a vítima, é exuense mas estava morando no Rio de Janeiro e estava apenas passando alguns dias visitando a família.

Ainda de acordo com a PC, Lucas dirigia seu automóvel quando foi abordado por dois homens que anunciaram assalto e mesmo entregando o dinheiro, a vítima foi executada com disparos de arma de fogo. O corpo de Lucas foi encaminhado para o IML de Petrolina e a DPC local investiga o caso.

Esse foi o 16º homicídio do mês de abril no Sertão do Araripe, e o 39º do ano na região que é composta por dez municípios. Em Exu já foram registrados cinco assassinatos em 2017.

Homem é assassinado a tiros durante suposto assalto em Exu

 

A vítima é exuense, mas estava morando no Rio de Janeiro e estava apenas passando alguns dias visitando a família.

Por Roberto Gonçalves / Foto: David Diniz

Lucas da Cunha Leite, foi assassinado na madrugada deste sábado (29), no Sítio Sombrio, Zona Rural do município de Exu, no Sertão de Pernambuco. Segundo a Polícia Civil, a vítima, é exuense mas estava morando no Rio de Janeiro e estava apenas passando alguns dias visitando a família.

Ainda de acordo com a PC, Lucas dirigia seu automóvel quando foi abordado por dois homens que anunciaram assalto e mesmo entregando o dinheiro, a vítima foi executada com disparos de arma de fogo. O corpo de Lucas foi encaminhado para o IML de Petrolina e a DPC local investiga o caso.

Esse foi o 16º homicídio do mês de abril no Sertão do Araripe, e o 39º do ano na região que é composta por dez municípios. Em Exu já foram registrados cinco assassinatos em 2017.

Afogados: Postes de iluminação chegam ao estádio Vianão

 

Chegaram na manhã desta sexta-feira, três, dos seis postes que darão iluminação ao estádio Municipal Valdemar Viana “Vianão”, que é usado pelo Afogados da Ingazeira FC, em jogos do Campeonato Pernambucano da primeira divisão e, também será palco dos jogos do time no estadual Sub-20.
 
Ainda nesta sexta-feira, um poste foi anexado. A previsão é que os outros três postes cheguem na próxima segunda-feira e, que todos os seis postes sejam anexados até sábado(06).
 
De acordo com o administrador do estádio, Marcio Gustavo, a inauguração da iluminação em LED do estádio Vianão, está prevista para acontecer no dia 1º de Julho.

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!