Layout de atualização falsa de Whatsapp (Reprodução)
 
Uma mensagem que promete permitir acesso às conversas dos seus amigos no Whatsapp, ou às listas de contatos deles, tornou-se o golpe mais popular contra quem usa o aplicativo no Brasil. Desde dezembro, mais de 1,5 milhão de pessoas já clicaram no link – e perderam dinheiro.
 
O esquema funciona assim: o usuário recebe uma mensagem, como se fosse de um de seus amigos, que diz: “Clique aqui e saiba tudo o que seus amigos estão falando sobre você no Whatsapp”. Quando a pessoa clica, aparece uma mensagem que solicita o acesso à sua lista de contatos – ao autorizar isso, ele não só repassa o link para toda a sua lista de contatos (multiplicando o alcance do golpe) como assina automaticamente um pacote que envia mensagens de texto – os temas do serviço podem ir de novelas a esporte. O desfalque é de 2,40 reais por clique. Ou seja, em tese, os criminosos já lucraram 3,6 milhões de reais.
 

 

Um levantamento feito pela ESET Brasil, uma empresa de segurança cibernética, revela que esse foi o golpe mais popular pelo Whatsapp, de uma lista de mais de trinta que foram monitorados nos últimos três meses. “Estou para ver algo tão grande quanto este golpe”, afirma Cassius Puodzius, pesquisador da empresa. A companhia orienta quem tiver caído no golpe a ligar para sua operadora de telefonia e pedir o cancelamento do tal serviço de assinatura feito pelo golpe – o que pode limitar o estrago, mas não traz de volta o prejuízo

 

Bahia: “O crime organizado tá é lá dentro, meu irmão”, diz Kannário sobre CMS

 

 
Um dos vereadores mais votados na eleição de 2016, Igor Kannário teceu críticas ferrenhas a seus colegas de trabalho. Durante sua apresentação no bairro da Liberdade, na noite deste domingo (26), o cantor afirmou que “dentro da favela tem mais homem do que lá dentro”, se referindo aos vereadores da Câmara Municipal de Salvador (CMS).

 

Segundo o Site Bocão News, Kannário ainda insinuou que dentro da Casa do povo existe crime organizado. “Não agravando a todos, porque existem alguns nobres colegas que são honestos, que são puros, mas que, infelizmente, não têm como fazer nada, porque o bagulho lá dentro já é tudo organizado. O crime organizado tá é lá dentro, meu irmão, não é aqui fora não”, comentou.

Ivete faz desfile vibrante e dita grito de guerra da Grande Rio

 

 
Homenageada da noite da Acadêmicos do Grande Rio, a cantora Ivete Sangalo assumiu a comissão de frente da escola e ditou o grito de guerra do grupo logo no início do desfile. “Ei, psiu, Ivete é Grande Rio”.
 
A Grande Rio cantou a biografia de Ivete Sangalo, com o enredo “Ivete de rio a Rio”. A musa baiana começou o desfile vestida de lavadeira e representando as águas do Rio São Francisco e também lembrando sua infância em Juazeiro.
 

 

Entre trocas de figurino, a cantora reviveu, junto com o marido e o filho, momentos do início da sua carreira em Salvador, a passagem pela banda Eva até chegar à consolidada carreira solo.
 
Ao final do desfile, bastante emocionada, Ivete agradeceu ao carnavalesco Fábio Ricardo. “Ele entendeu minha história de uma forma tão especial. Nós ficamos seis horas conversando, quando a gente se conheceu. E ele compreendeu minha história de uma forma tão linda, de um prisma tão poético, tão especial, que toda vez que a gente conversava eu descobria dentro da história coisas muito íntimas minhas”. (Via: G1)

 

Acidente grave deixa 20 feridos no desfile das Escolas de samba do Rio de Janeiro

 

Vinte pessoas ficaram feridas ao serem atingidas por um carro alegórico no desfile da Paraíso Tuiuti, na noite deste domingo (26) , na Marquês de Sapucaí, no Rio. Um dos carros da escola perdeu o controle e prensou pessoas na grade que separa a pista da arquibancada. Alguns feridos ficaram presos nas ferragens e bombeiros tiveram que serrar a grade. Duas pessoas foram levadas para o Hospital Souza Aguiar com ferimentos graves, segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde do Rio. Outras seis vítimas foram levadas para o hospital Miguel Couto.
 
Estão entre os feridos Bárbara Campello, repórter; Lucia, fotógrafa, que teve fratura exposta na perna esquerda e traumatismo craniano leve; Liza, da Rádio Ação FM; Severino Silva, do jornal “O Dia”; Maria de Lurdes de Moura, de 58 anos, que teve fratura exposta nas duas pernas, traumatismo craniano e traumatismo de face e está em estado grave; e Elisabeth Joffre, que quebrou o fêmur.
 
Um advogado da Riotur informou que carro da Tuiuti não sairia da dispersão enquanto não acontecesse a perícia, mas a Liesa alegou que isso prejudicaria os outros desfiles e o carro seria levado para uma área mais ao fundo. Policiais da 6ª DP já estavam na dispersão para a realização da investigação.
 

 

Enquanto isso… Uma morte ronda a Lava-Jato

 

 
Por Lauro Jardim
 
Foi encontrado morto ontem em Punta del Este, no Uruguai, Carlos Diaz. No Brasil, quase ninguém sabe de quem se trata, mas Diaz era um elo fundamental para se desvendar crimes que estão sendo investigados pela Lava-Jato.
 
Diaz era desde 2010 o diligente diretor da Secretaria Nacional de Luta contra a Lavagem de Dinheiro do Uruguai. Até agora, suspeita-se de que tenha sofrido um infarto, mas hoje será realizada uma perícia para confirmar a causa da sua morte.
 
Na quinta-feira passada, uma reportagem assinada por Chico Otávio, no GLOBO, revelou que o MPF do Brasil e o Uruguai estavam em vias de fechar uma parceria inédita para investigar a lavanderia de dinheiro sujo procedente do Brasil.
 

 

O ponto de partida era a atuação do advogado uruguaio Oscar Algorta, que auxiliou Sérgio Cabral, Nestor Cerveró e outros a lavarem dinheiro de propina.

 

Ao GLOBO, Diaz disse que cederia instalações e o acervo da secretaria que comandava para que os procuradores brasileiros pudesem aprofundar suas investigações.
 

COM IRREVERÊNCIA E ANIMAÇÃO, VIRGENS LEVAM MULTIDÃO AO BAIRRO SOBREIRA

 

Afogados da Ingazeira assistiu, mais uma vez, o desfile alegre e sempre irreverente das Virgens do bairro Sobreira. Uma multidão foi ao bairro conferir a já tradicional partida de futebol disputada por “elas” no campo do bairro, o Cohabão

.

Quem foi pode dançar ao som da banda metrópole, com muito frevo de qualidade para animar os foliões do bairro e os que vieram de outros lugares de Afogados para curtir o show das “meninas”. Nem Marconi Edson, do carro de som, conseguiu escapar da simpatia e da “hospitalidade” das virgens do sobreira

.

Além das brincadeiras e do futebol animado, o grupo participou do concurso de Virgem mais feia e de virgem mais bela. As premiações foram entregues pelo Vice-Prefeito, Alessandro Palmeira, e pelo Secretário de Cultura, Edygar Santos.

 

“Ainda estamos na metade da folia, mas o que vivemos até aqui tem nos dado a certeza de estarmos vivendo um dos mais animados e tranquilos carnavais da história de Afogados. É sempre gratificante poder compartilhar da alegria e da receptividade dos nossos foliões, e poder organizar essa festa que gera alegria, mas também gera renda e oportunidade para o nosso povo”, destacou Alessandro Palmeira.

 

EM AFOGADOS DA INGAZEIRA, O CARNAVAL TAMBÉM HOMENAGEIA O FUTEBOL

 

 

A folia de momo em Afogados da Ingazeira combina duas das maiores paixões do povo brasileiro: carnaval e futebol.

Domingo foi dia do desfile do já tradicional bloco rubro-negro, o cazá-cazá, que reuniu uma multidão de torcedores foliões. Embalados pela paixão, pelo frevo, e por um time ainda invicto este ano, os rubro-negros desfilaram animados e mostraram que vieram para ficar no carnaval de Afogados

.

Outro bloco que misturou as paixões foi o bloco da Coruja, do Afogados da Ingazeira Futebol Clube. Saindo pela primeira vez no carnaval afogadense, a coruja fez bonito e mostrou que este será o primeiro dos muitos carnavais que virão pela frente

.

Na próxima terça (28) será a vez do maior bloco de torcedores do interior do Estado: o já consagrado “A cobra vai subir”. Os tricolores concentram a partir das duas da tarde, no bar do bode assado, ao som de Josimar Show. A saída está prevista para às 17h, com desfile em direção à Avenida Rio Branco. A animação ficará por conta da Banda Vizzu, que tocará em cima do Trio “A tradição dos tabaqueiros”.

 

 

Deixe uma resposta