Segundo a Associação de Cabos e Soldados, a Marcha busca por respeito e dignidade e é contra o descaso, perseguições e intransigência do Governo de Pernambuco.

Diário de Pernambuco / Foto: reprodução

Esposas e maridos de policiais e bombeiros militares fazem um ato público, na tarde de hoje, na região central do Recife, por melhores condições de trabalho e remuneração. A mobilização começou às 14h, na Praça do Derby, e deveria seguir em direção ao Palácio Campo das Princesas, sede do Governo de Pernambuco. No entanto, os manifestantes mudaram o destino ao saber que o Estado pediu a prisão dos dirigentes da Associação de Cabos e Solados, o presidente Alberisson Carlos e o vice-presidente Nadelson Leite. Aos gritos de “Fora Gioia” (secretário de Defesa Social de Pernambuco), a manifestação segue para o Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, em Joana Bezerra, para tentar pedir a revogação do pedido de prisão das lideranças. A passeata teve início por volta das 15h40.

Segundo a Associação de Cabos e Soldados, a II Marcha da Família Policial e Bombeiro Militar busca por respeito e dignidade e é contra o descaso, perseguições e intransigência do Governo de Pernambuco. Em nota, a ACS acrescenta que o ato é uma resposta das famílias que querem denunciar à sociedade que os militares estão estressados e doentes. Elas pedem ainda a revogação da atual proposta de valorização profissional e a reabertura da mesa de negociação incluindo as associações.

A I Marcha da Família foi realizada no dia três de janeiro de 2017, reunindo mais de quatro mil esposas, maridos, amigos e familiares dos policiais. Na oportunidade, as reivindicações foram entregues ao Chefe da Casa Militar, coronel Eduardo Pereira, representante do Governo.

 

 

Indicado por Temer Alexandre de Moraes é o novo ministro do STF

 

Resultado de imagem para alexandre moraes no stf

O plenário do Senado aprovou por 55 votos a 13 a indicação de Alexandre de Moraes para a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal. Com a morte de Teori Zavascki no acidente de avião em Paraty, Rio de Janeiro, no início do ano, o jurista e político brasileiro, que atuava como Ministro da Justiça, foi indicado pelo Presidente da República Michel Temer para assumir a cadeira do antigo ministro.

Como ministro da Justiça, Moraes enfrentava uma crise na segurança pública do país, marcada por rebeliões, massacres e paralisações de policiais. Assumindo a cadeira vaga no STF, o político será o novo responsável por revisar 7,5 mil processos comandados por Teori, contudo, não será o relator da Lava-Jato, sendo esta vaga já ocupada por Edson Fachin.

Ainda ontem Moraes foi submetido a uma sabatina da Comissão de Constituições e Justiça da Casa, onde foi aprovado com 19 votos favoráveis e 7 contrários.

 

 

Paulo Câmara anunciou novo decreto instituindo uma jornada especial extraordinária nas Corporações Militares

Paulo Câmara

Ao apresentar o esquema de segurança para o Carnaval deste ano, o governo também anunciou ontem (21), um novo decreto do governador Paulo Câmara que institui uma jornada especial extraordinária nas Corporações Militares e, na prática, obrigaria os policiais militares a atuarem durante o período das festividades. O efetivo de 18,7 mil homens da PM era reforçado pelo Programa de Jornadas Especiais (PJEs), que permitiam aos policiais trabalharem nas folgas. Central na estratégia de policiamento ostensivo, os PJEs passaram a ser rejeitados pelos PMs no fim do ano passado, quando o movimento dos militares começou a adotar “operação-padrão” como forma de pressionar o governo após as associações de militares serem impedidas de deliberar sobre greves ou paralisações.

A promessa de representantes da categoria é judicializar o decreto. “Vou me reunir com a minha assessoria jurídica, a gente vai avaliar esse decreto e como podemos tomar providência contra essa decisão da Secretaria de Defesa Social. O policial não pode ser obrigado a trabalhar em suas folgas”, anunciou ontem o deputado Joel da Harpa.

Para ele, a justificativa de necessidade do serviço para os policiais militares só pode ser aplicada em casos guerra ou calamidade pública, não em um evento como o Carnaval, que é previsível.

O presidente da Associação de Cabos e Soldados (ACS), Albérisson Carlos, o decreto é uma “excrescência jurídica” que não tem base legal. Ele também estuda judicialização.

“Queria saber como o policial vai dar conta sem o devido descanso. O que vai acontecer é que podemos ter incidentes e possíveis erros de policiais que não estarão em condições de servir à sociedade.”

De acordo com o decreto do governador, a jornada especial extraordinária pode ser invocada para atender eventos de grande porte com considerável volume de pessoas nos quais o efetivo das escalas ordinárias de plantão “se mostre insuficiente para garantir a segurança dos participantes”, movimentos grevistas “que possam comprometer a paz social”, formaturas e solenidades das corporações militares ou desfiles cívicos, situações de emergência ou calamidade pública, e aumento das ocorrências que demandes reforço de efetivo, como o incremento de números de homicídios.

 

Com dois gols de Caxito, Afogados vence o América por 2 a 1

 

Jogando no estádio Vianão, o Afogados recebeu a equipe do América na tarde desta quarta-feira. O tricolor buscava a vitória para assumir a liderança provisoria do hexagonal da permanência.
 
O artilheiro Caxito marcou duas vezes para a Coruja do Sertão e garantiu a vitória do Afogados por 2 a 1. O gol do América foi marcado pelo jogador Bagagem. Todos os gols saíram na primeira etapa do jogo.
 
Com 12 pontos marcados, o Afogados assumiu a liderança do estadual temporariamente e aguarda o complemento da rodada para saber se permanece no topo. A Coruja só volta a campo após o carnaval, contra o Atlético, em Carpina, na quarta-feira de cinzas. (Fotos: Romário Silva/Ascom Afogados FC)
 

 
 

Padres Miguel Nunes e Daniel Gomes assumem Paróquia de Carnaíba

 

 

Tomaram posse na noite desta segunda (20) na Paróquia de Santo Antônio e São João Maria Vianey, em Carnaíba, os padres Miguel Nunes (pároco) e Daniel Gomes (Vigário Paroquial). A acolhida aconteceu na Escola de Música Maestro Israel Gomes e logo em seguida, saíram em procissão até a Matriz onde aconteceu a missa de posse presidida pelo bispo dom Egidio Bisol.

Durante a apresentação dos padres a comunidade de Carnaíba, dom Egidio ressaltou que as transferências de padres vêm se tornando uma coisa com frequência nas dioceses. O bispo disse que os padres quando deixam uma determinada paróquia, não estão abandonando “a família”, mas sim, buscando aumentar ainda mais o convívio familiar, já que o padre conhecerá novas pessoas, novas pastorais e que com isso, criará um laço de amizade.

 

No início de seu discurso, o padre Miguel Nunes, disse que dava graças a Deus porque o Senhor é bom e eterna é a Sua misericórdia e que foi confiando nisso que disse o “sim” quando foi escolhido pelo bispo para essa missão. Padre Miguel disse que ficou feliz em saber que a sua provisão canônica foi feita e assinada pelo bispo no dia da Solenidade da Mãe de Deus e que a Ela sempre estará à frente deles na condução dos trabalhos na Paróquia de Carnaíba. “Vocês de Mirandiba e Serra Talhada sabem o quanto eu sou devoto Dela. Já vejo isso como um grande sinal que Ela vai continuar caminhando comigo e com o padre Daniel a frente dos nossos trabalhos. Então diante da Virgem de Aparecida, entrego também nossa missão”, disse.

De acordo com a provisão lida pelo Chanceler da Cúria diocesana, padre Juacir Delmiro, o novo pároco da cidade de Carnaíba permanecerá por oito anos a frente da paróquia.

 

www.dioceseafogadosdaingazeira.com.br

 

No dia da visita do ministro da Integração, trabalhadores da Transposição paralisam obras

Movimento acontece no Eixo Leste, em Sertânia

Da Folha de Pernambuco

Trabalhadores do Eixo Leste da Transposição do rio São Francisco, no trecho que corresponde a Sertânia, no Sertão pernambucano, cruzaram os braços depois que a empresa S.A Paulista não cumpriu a convenção coletiva de seus 550 funcionários.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem de Pernambuco (Sintepav-PE), a empresa não cumpre com os deveres sob a justificativa de que a obra está quase concluída. O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, vistoriaram hoje duas estações de bombeamento localizadas nesse trecho, fator que pode pressionar a empreiteira.

“Não estão pagando o reajuste da cesta básica e nem a participação nos lucros. Recebemos também a informação de que eles não estão comunicando ao Sindicato sobre os acidentes que acontecem no canteiro das obras, assim como estão permitindo que trabalhadores operem na obra sem carteira assinada”, detalhou o secretário do Sintepav-PE, Rogério Rocha. A ideia, segundo ele, é mobilizar a empresa até que a mesma cumpra com os compromissos.

O Ministério da Integração Nacional informou que não procede a informação de paralisação em nenhum trecho do Eixo Leste, responsável pela segurança hídrica da população da Paraíba e de Pernambuco, destacando que todas as obras físicas necessárias para a passagem da água no trecho foram concluídas em dezembro de 2016. A expectativa é que a água chegue à Paraíba já no próximo mês.

Ministro Edson Fachin nega pedidos de Lula e Aécio para ter acesso a delações da Lava Jato

 

https://blogdotarso.files.wordpress.com/2015/05/img_3639.jpg

O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), negou ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acesso aos depoimentos prestados por colaboradores da operação.

Lula havia pedido acesso à delação premiada do ex-deputado e ex-presidente do PP Pedro Corrêa, na qual é citado como envolvido no esquema de corrupção na Petrobras.

No despacho em que negou a solicitação, Fachin ressaltou que os depoimentos de Corrêa ainda não foram homologados pelo STF, motivo pelo qual não poderiam ser disponibilizados.

Aécio Neves, por sua vez, havia pedido para ter acesso à delação premiada dos ex-executivos da Odebrecht Benedicto Júnior e Sergio Neves.

Para justificar a solicitação, a defesa do senador citou uma reportagem do site Buzzfeed, segundo a qual as referidas delações trariam menções a Aécio, por suposto envolvimento em irregularidades na construção da Cidade Administrativa, sede do governo de Minas Gerais.

Ao negar o pedido de Aécio, Fachin destacou que, mesmo que tenha sido citado, não consta que o senador tenha se tornado um investigado em decorrência dos depoimentos, motivo pelo qual não haveria justificativa para que tivesse acesso às delações.

Todos os depoimentos a que a os advogados de Lula e de Aécio pediram acesso estão sob segredo de Justiça.

 

“Faltam apenas 4% para conclusão das obras do Projeto São Francisco”; Diz Helder

 

 
Após sobrevoar e vistoriar trechos do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco, o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, assegurou que faltam apenas 4% de execução física das estruturas para a conclusão das obras necessárias à passagem da água no maior empreendimento hídrico do País. “A água chegará ao estado da Paraíba até o início de março. Nós conseguimos em dez meses estabelecer um prazo e estamos cumprindo. 
 
Estamos com 96% de conclusão, falta muito pouco”, destacou. Acompanhado do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o ministro verificou nesta quarta-feira (22) o funcionamento de estruturas em Floresta, Custódia e Sertânia, em Pernambuco, e das bombas flutuantes cedidas pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), responsáveis pela antecipação da chegada da água à região em aproximadamente 45 dias.
 

 

De acordo com Helder Barbalho, a previsão é de que já no dia 6 de março seja realizada a entrega da água no açude Poções, permitindo que o ‘Velho Chico’ chegue ao estado paraibano. “Em seguida, a água segue para o açude Camalaú, pelo rio Paraíba,  abastecendo toda a região, em especial a área metropolitana de Campina Grande. Essa parceria com o governo de São Paulo garantiu o enchimento do reservatório de Braúnas, antecipando o prazo de passagem da água. E agora, mais uma vez, as bombas estão sendo fundamentais para que não tenhamos que esperar o reservatório de Copiti estar todo cheio e prosseguir com a integração do São Francisco”, ressaltou o ministro.
 
Os quatro conjuntos de motobombas estão operando neste momento no reservatório de Copiti, em Custódia, e têm acelerado o enchimento das estruturas. Segundo o governador Geraldo Alckmin, as bombas – cedidas em dezembro do ano passado – foram utilizadas em 2014, durante a seca prolongada que atingiu a região metropolitana de São Paulo, no Sistema Cantareira. “São superbombas, potentes. Permitem que a água chegue com mais celeridade a quem necessita. Estou vendo aqui o funcionamento das bombas agora servindo a Pernambuco, a Paraíba, no Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco”, ressaltou.
 
A comitiva também vistoriou três estações de bombeamento (EBV-3, 5 e 6), estruturas responsáveis por elevar a água do rio São Francisco de um terreno baixo para outro mais elevado. Com 217 quilômetros, o Eixo Leste vai beneficiar os estados de Pernambuco e da Paraíba. São seis estações de bombeamento – quatro delas já em operação -, além de cinco aquedutos, um túnel, uma adutora e 12 reservatórios, dos quais sete estão cheios.
 
A água do ‘Velho Chico’ avançou por mais de 117 quilômetros nos canais deste eixo. “A água chega, já amanhã, à quinta estação de bombeamento, que está pronta e testada. Em seguida, segue pela estação número 6, que é a última do eixo, e continua o curso até o Túnel Giancarlo, já na divisa com estado da Paraíba”, detalhou Helder Barbalho.
 
Eixo Norte – Com 94,5% de obras físicas executadas, o Eixo Norte está previsto para ser concluído no segundo semestre deste ano, após finalização de serviços necessários à passagem da água do rio. As etapas 2N e 3N desse Eixo estão em ritmo final de construção. 
 
O edital de licitação da primeira etapa (1N), referente à contratação de uma nova empresa para dar continuidade às obras não executadas pela Mendes Júnior, foi publicado em janeiro deste ano. Atualmente, o Ministério da Integração Nacional analisa as propostas e a documentação da construtora que ofertou o menor preço. A previsão é de que o contrato para as obras seja assinado até o mês de março.
Leia mais sobre a matéria clicando no LINK
Para garantir o abastecimento de água a outras regiões da Paraíba, que serão atendidas pelo Eixo Norte do Projeto São Francisco, o ministro Helder Barbalho assegurou que o Governo Federal destinará recursos da Defesa Civil para a implantação de adutoras de engate rápido, enquanto prosseguem as obras naquele trecho. “Receberemos da companhia de saneamento do estado da Paraíba o projeto para uma adutora de engate rápido do reservatório Corema Mãe D’agua até Patos e, assim, minimizar os efeitos da seca na região, beneficiando o mais rápido possível cerca de 100 mil paraibanos”, acrescentou.

 

Garantia de água – Quando totalmente finalizado, o Projeto São Francisco irá beneficiar mais de 12 milhões de pessoas em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. A obra contemplará 390 municípios nestes Estados que, após atender a prioridade de abastecimento, poderá impulsionar o desenvolvimento socioeconômico com a geração de renda das famílias por meio do aproveitamento da água dos reservatórios locais.

 

 
 
 
 

 

 

 

 

Deixe uma resposta