O cenário de perdas salariais, estopim do motim de policiais militares no Espírito Santo, é comum a outros Estados do país. Levantamento da Folha em 19 unidades da federação mostra que o salário inicial da categoria aumentou nos últimos cinco anos, mas ficou abaixo da inflação em pelo menos oito delas, incluindo o Espírito Santo.
 
Mesmo onde houve um reajuste expressivo, a insatisfação dos policiais é latente, motivada pela falta de estrutura, discrepância de ganhos entre altas e baixas patentes e aumento de horas-extras. “No geral, o salário é só a ponta do iceberg”, diz Arthur Trindade Costa, professor da UnB (Universidade de Brasília) e membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

 

Uma das principais queixas são as diferenças salariais dentro da corporação: os oficiais chegam a ganhar até cinco vezes mais que os praças, que atuam no policiamento ostensivo. “O militarismo é um sistema bom para deixar muitos ganhando pouco e poucos ganhando muito”, diz Rafael Alcadipani, professor da FGV-SP.
 

 

PE: Suspeito de encomendar a morte de esposa por R$ 1,5 mil é preso em Paulista

 

 

Um homem suspeito de mandar matar a esposa foi preso na manhã deste sábado (11), em Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR). De acordo com a polícia, após ser preso, Luciano Mota do Nascimento, de 44 anos, revelou ter pago R$ 1.500 para que um homem executasse Aline Albuquerque da Silva, de 25 anos. O crime aconteceu em 21 de dezembro do ano passado, no bairro de Bodocongó, em Campina Grande, na Paraíba, na presença dos filhos da vítima quando ela chegava em casa com o marido e padrasto das crianças.

A prisão foi feita em uma ação integrada da Policia Civil de Pernambuco, coordenada pelo Delegado Salatiel Patrício, com a Polícia Civil da Paraíba, coordenada pela Delegada Ellen Maria. Luciano estava se escondendo das autoridades na Rua Presidente Vargas, 528, no bairro de Artur Lundgren 1.

 

De acordo com o delegado Salatiel Patrício, a esposa teria descoberto que ele estava envolvido em crimes patrimoniais. “Ele confessou e disse que ela descobriu o envolvimento dele nos crime e estava chantageando o marido, ameaçando revelar. Por essa razão, ele teria encomendado o assassinato”, explicou.

Como o crime ocorreu na Paraíba, o suspeito será encaminhado para o Presídio de Campina Grande, onde deve permanecer à disposição da Justiça Pública para os fins legais.

Investigações: A polícia inicialmente acreditava que tratava-se de latrocínio, devido ao depoimento de Luciano, onde constava que o atirador anunciou um assalto. Segundo o relato do suspeito, a esposa teria se assustado, largando a sacola que carregava no chão e, nesse momento, o rapaz atirou. Contudo, ao longo das investigações, os policiais encontraram evidências de que a versão de Luciano era mentira e que ele poderia ser o mandante do crime. (Via: Folha PE)

 

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!