Eleitoral do município foi avisada do acontecimento

.

foto do ex-prefeito

Um fato inusitado foi flagrado pela população da cidade de Betânia, no Sertão do Moxotó. Na noite desta terça-feira (27), por volta das 20h00, pessoas (nomes não revelados) ligadas à gestão atual, estavam  fazendo uma verdadeira limpa nos documentos da prefeitura de Betânia. Populares percebendo a ação, cercaram o prédio do executivo, impedindo a saída dos homens que já estavam com vários sacos cheios de documentos. Os populares ainda conseguiram reaver os sacos com os documentos. Os homens fugiram levando algumas pastas. Não se sabe o teor, nem o nível de comprometimento de tais documentos. A juíza

 

Segundo populares, durante a ação, um homem, após observar que a população havia cercado os mesmos, ainda tentou esfaquear a filha de um vereador eleito do município, sendo impedido, após luta corporal com a vítima.

 

Em Afogados, parceria garante máquinas para recicladores

 

Desde o meio do ano a Prefeitura de Afogados da Ingazeira coordena um grupo de 12 famílias que atuam na coleta seletiva e reciclagem no município. Todo o material coletado é armazenado, separado e comercializado em um galpão cedido pela Prefeitura, no bairro São Francisco.
 
Nesse período, os recicladores já coletaram 60 toneladas de material que, sem o trabalho deles, iria fatalmente parar no lixão. No final da manhã de ontem (27), esse trabalho ganhou um reforço de peso.
 
O Bispo Diocesano Dom Egídio Bisol entregou, ao lado do Prefeito José Patriota e de representantes da Diaconia, duas máquinas que irão dar mais agilidade e facilitar o trabalho da reciclagem. A Prensa irá compactar todo o papelão coletado, dando mais espaço no galpão para outros materiais. A máquina de fabrico de vassouras irá utilizar as garrafas pet recolhidas para produção de vassouras mais resistentes e duráveis.
 
As máquinas puderam ser adquiridas graças a um projeto elaborado pela diaconia e a captação de recursos junto ao fundo administrado pela campanha da fraternidade, realizada anualmente pela Igreja Católica.
 
“No começo do ano, dentro da campanha da fraternidade, tivemos a oportunidade de captarmos recursos para projetos desse tipo. E nada melhor do que poder ajudar aqueles que tiram o seu sustento daquilo que jogamos fora,” afirmou Dom Egídio. O projeto teve orçamento de R$ 19.400,00.
 
“Mais do que o valor, vale o gesto, vale a integração, a união de propósitos, em um tempo tão adverso. Essa iniciativa irá permitir ganharmos em espaço físico e os catadores a melhorarem a renda,” destacou Patriota.
 
Após a entrega, as famílias participaram de um almoço de confraternização de final de ano, oferecido pela Secretaria de Assistência Social, que coordena a iniciativa. “Esse é um momento de celebração, de conquista. Um projeto pioneiro que vem, aos poucos, despertando a consciência da sociedade para esse tema tão relevante que é o gerenciamento de nossos resíduos sólidos,” finalizou a Secretária de Assistência Social, Joana Darc.
 

Enquanto isso:

 
 
Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

Com 76 anos, “vovó da pedra” é presa suspeita de tráfico drogas em Arcoverde

 

Uma idosa de 74 anos, conhecida como “Vovó da pedra”, foi presa suspeita de tráfico de drogas na tarde desta terça-feira (27) em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, foram apreendidas pedras de crack, cartões bancários, aparelhos celulares, apetrechos para consumo do entorpecente e R$ 1.500 em espécie.

Ainda segundo a PM, ela costumava alugar um cômodo em cima da casa dela para as pessoas consumirem os produtos que compravam dela. Ela foi levada para Delegacia de Polícia Civil de Arcoverde. Ela foi interrogada, autuada e será apresentada em audiência de custódia.

Em 2017, Colégio Normal recebe nome de ex-diretora como forma de homenagem

 

A Escola Estadual Colégio Normal é uma Instituição escolar criada por Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara em 1954. Denominada na época de Escola Normal Rural Regional do Município de Afogados da Ingazeira, oficializada através do Decreto nº 253 de 25 de janeiro de 1954, com a finalidade de preparar regentes do Ensino Primário. Durante onze anos foi administrada por freiras franciscanas que constituíram as primeiras estruturas educativas no município.
 
Mais tarde virou Colégio Normal Estadual e se transformou numa das escolas mais tradicionais da região.
 
Em 2017 o Colégio Normal vai virar escola de referência, com o 1º ano do ensino médio já sendo totalmente integral, gradativamente o 2º e 3º ano também se tornarão na mesma modalidade de ensino. A escola contará também com 8º e 9º ano e 4º Normal, garantindo assim o direito dos alunos que ali estão e em 2018 acaba todo ensino regular, porém o EJA Médio e PROEJA seguirão. 
 
Outro ponto polêmico seria a mudança de nome da escola. A Assembleia legislativa de Pernambuco, aprovou o projeto de autoria do Deputado Estadual Ângelo Ferreira, a mudança do nome do Colégio Normal Estadual de Afogados da Ingazeira, que agora fica denominado Escola Normal Estadual Professora Ione de Goes Barros. A publicação no Diário Oficial foi no dia 23 de Dezembro de 2016.
 
Ione de Góes Barros era de João Cecílio de Barros e Julieta de Góes Barros. Filha de Afogados da Ingazeira, foi alfabetizada pelos próprios pais. Recebeu o diploma de professora em 1944. Lecionou na Escola Padre Cottart a partir de 1946, mas ficou marcada pela passagem como professora e Diretora do Colégio Normal Estadual – CNE, onde iniciou em 1967 por indicação do Bispo Diocesano Dom Francisco Austregésilo de Mesquita Filho. Ficou lá até 1989. “Sempre consegui levar professores do Colégio Normal, do qual fui Diretora por 22 anos, a também fazer todos os cursos que fiz”, disse orgulhosa ao historiador Fernando Pires.

 

 

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!