O estádio José do Rego Maciel deve ir a leilão no dia 7 do próximo mês para saldar dívida trabalhista do Santa Cruz. A ação que determinou a venda do campo onde a equipe coral manda seus jogos foi movida em nome do espólio de Carlos Cezar Machado Batista, conhecido como Cezar Baiano. O ex-jogador atuou pelo Santa em 2007 e morreu em 2013, vítima de um infarto fulminante enquanto jogava uma “pelada” na Bahia.
 
O estádio tricolor está avaliado em R$ 220 milhões, enquanto a dívida com o Cezar Baiano é de R$ 200 mil. O lance mínimo para a arrematação do Arruda é de R$ 130 milhões. Na última quinta-feira (20), inclusive, algumas pessoas que trabalham no tricolor pernambucano fizeram uma paralisação porque não estão recebendo salários. A greve foi reconhecida pela diretoria do clube e qualificada como justa. 
 
Para tentar impedir o leilão do estádio, o conselheiro do Santa Cruz desembargador Bartolomeu Bueno pretende entrar com um embargo de terceiro.“Eu como sócio, conselheiro e proprietário de um camarote vou entrar com esse embargo para ver se evito esse leilão. E espero que a direção (do Santa Cruz) também tome alguma providência de natureza judicial”, declarou.
 
Segundo Bartolomeu Bueno, a pessoa/empresa que adquirir o Arruda não vai poder utilizar o terreno, já que a área foi uma doação do município do Recife para o clube. “Aquele terreno foi doado ao Santa Cruz, com finalidade específica para uso na prática esportiva e social. Se for destinado para qualquer outra coisa, a doação será revogada e o terreno volta a pertencer ao município do Recife. De modo que quem adquirir o estádio, seja por arrematação ou compra, não vai poder fazer uso. Vai derrubá-lo e levar somente metralha, porque o terreno pertence ao município”, afirmou.
 
Em entrevista o presidente do Santa Cruz, Alírio Moraes se mostrou muito tranquilo sobre o assunto. Ele assegurou que o Arruda não vai a leilão porque o clube irá parcelar a dívida. “Vamos fazer o parcelamento e pagar. Não é o primeiro leilão que ocorre. A legislação, contudo, nos dá a possibilidade de evitá-lo. Não há chances de o estádio ser leiloado por uma dívida de menos de R$ 300 mil”,

Novo estilo para morar bem em Afogados da Ingazeira 

 
 

Chamou de “juizeco”: Renan anuncia ação devido a operação da PF no Senado

 

downloadO presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou nesta segunda-feira (24), em coletiva de imprensa, que, nesta terça (25), ingressará com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) em razão da Operação Métis, deflagrada na sexta (21) pela Polícia Federal no Senado, na qual quatro policiais legislativos foram presos.

Ele afirmou que o objetivo da ação, uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), é definir “claramente” a competência dos poderes.

A Polícia Federal deflagrou a operação autorizada pelo juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, para quem são “gravíssimos” os indícios contra os policiais.

Eles são acusados de fazer varreduras em residências particulares de senadores para identificar eventuais escutas telefônicas instaladas com autorização judicial, de maneira a obstruir investigações da Operação Lava Jato, na qual parlamentares são investigados.

“É uma ADPF no sentido de fixarmos claramente as competências dos poderes, porque um juizeco de primeira instância não pode, a qualquer momento, atentar contra um poder. Busca no Senado só se pode fazer pelo Senado, e não por um juiz de primeira instância”, completou.

A assessoria de imprensa da 10ª Vara Federal afirmou que o juiz Vallisney Souza Oliveira não vai se manifestar em relação às declarações de Renan Calheiros.

Em nota, a Associação de Juízes Federais (Ajufe) manifestou “repúdio veemente” às declarações de Renan. “Cabem aos interessados os recursos previstos na legislação pátria, e não a ofensa lamentável perpetrada pelo presidente do Senado Federal”, acrescentou a entidade.

Para o presidente do Senado, a operação de sexta-feira aproxima o país de um estado de exceção.

“Se a cada dia um juiz de primeira instância concede uma medida excepcional, nós estaremos nos avizinhando de um estado de exceção, depois de passado pelo estado policial”, declarou.

 

DESEMBARGADOR ANTÔNIO DE MELO É O NOVO CORREGEDOR-GERAL DA JUSTIÇA DE PERNAMBUCO

 

 

O presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo, parabenizou o desembargador Antônio de Melo e Lima pelo resultado da votação

O presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo, parabenizou o desembargador Antônio de Melo e Lima pelo resultado da votação

O Pleno do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) escolheu, nesta segunda-feira (24/10), por maioria absoluta dos votos, o desembargador Antônio de Melo e Lima para o cargo de corregedor-geral da Justiça Estadual. A vacância do cargo aconteceu por conta do falecimento do desembargador Roberto Ferreira Lins, no dia 5 de outubro. A posse solene será definida posteriormente.

O presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo, parabenizou o magistrado. “Não preciso fazer elogios ao desembargador Antônio de Melo porque todos nós conhecemos a sua competência. Quero apenas ressaltar que ele tem o perfil voltado para as funções de corregedor. Desejo uma gestão profícua, uma gestão de atenda aos ditames da Justiça e de todos os jurisdicionados.”

Na oportunidade, o desembargador Antônio de Melo e Lima assinou o termo de posse, sob o aplauso de toda a Corte. “Prometo manter, defender e cumprir a Constituição da República Federativa do Brasil e a deste Estado, respeitar as leis, promover o bem coletivo e exercer o meu cargo, sob as inspirações das tradições de lealdade, bravura e patriotismo do povo pernambucano”.

Trajetória – Atualmente, o desembargador Antônio de Melo e Lima exerce a Presidência da Segunda Câmara Criminal e acumula Presidência da Primeira Câmara Extraordinária Criminal do TJPE.

O magistrado iniciou a judicatura na Comarca de Parnamirim, em 1981, atuando posteriormente na Comarca de São Bento do Una e no seu Termo, a cidade de Capoeiras. Em 1985, foi promovido para o cargo de Juiz Substituto de 2ª Entrância, onde atuou nas Comarcas de Caruaru, Jaboatão dos Guararapes, Paulista e no Termo, à época, Abreu e Lima, acumulando em todas elas, a Justiça Eleitoral. Em 1989, foi promovido à 3ª entrância (Comarca do Recife), atuando na 1ª Vara de Família, 3ª Vara de Delitos de Trânsito e 3ª Vara Criminal por Distribuição.

Em 21 de junho de 1994, foi designado como titular na 2ª Vara Criminal da Capital, onde atuou por quase 12 anos. Neste mesmo período, por seis anos consecutivos, exerceu cargo de desembargador substituto, atuando com frequência em todas as Câmaras Criminais.

A predileção pelo Direito Criminal, já observada na 2ª instância, provém da experiência de mais de 15 anos na área. O desembargador participou de vários cursos de atualização em matéria criminal, no Fórum da Capital, em outros estados da federação, inclusive no exterior.

Em 23 de maio de 2006, o Tribunal de Justiça de Pernambuco, promoveu, solenemente, Antônio de Melo e Lima a desembargador, pelo critério de antiguidade. A partir de então, atuou na 8ª Câmara Cível e na 3ª Câmara Criminal e em 05 de outubro de 2010 tornou-se presidente da 2ª Câmara Criminal.

Em novembro de 2007, foi eleito membro titular da Corte Especial do Tribunal de Justiça de Pernambuco, tendo sido reeleito em novembro de 2009, para mais um período de 02 anos. Em 2009, foi eleito desembargador substituto do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco.

Em dezembro de 2011, foi eleito membro do Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça, para o biênio 2012/2013, tendo sido reeleito em dezembro de 2013, para mais um período de 02 anos. Em junho de 2015, o Pleno do Tribunal de Justiça o elegeu, mais uma vez, desembargador substituto do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, para o biênio 2015/2017.garantiu. (JC Online)

Polícia Federal liga codinome ‘amigo’ em planilhas da Lava Jato a Lula

 

A Polícia Federal (PF) ligou os codinomes “amigo”, “amigo de meu pai” e “amigo de EO” – que aparecem em planilhas de pagamentos ilícitos apreendidas durante a Operação Lava Jato – ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ainda de acordo com o delegado federal Filipe Pace, foram repassados R$ 8 milhões para “amigo”.
 
A informação consta no indiciamento do ex-ministro Antonio Palocci, preso durante a 35ª fase da Operação Lava Jato. Palocci foi indiciado nesta segunda-feira (24) por corrupção passiva –outras cinco pessoas também foram indiciadas. O ex-ministro é suspeito de receber propina para agir em favor da Odebrecht dentro do governo federal.
 
Conforme a PF, os pagamentos a Lula começaram no fim de 2012 e se estenderam ao longo de 2013. A PF ainda diz que os pagamentos foram coordenados por Marcelo Bahia Odebrechet, ex-presidente da Odebrecht, e por Antonio Palocci.
 
De acordo com o delegado Filipe Pace, o dinheiro saiu de uma conta corrente mantida pela Odebrecht para pagamento de vantagens indevidas.
 

 

WESLEY SAFADÃO NA FESTA DO PREFEITO ELEITO DE BUÍQUE ARQUIMEDES VALENÇA

 

buique

A festa da vitória do prefeito eleito de Buíque, Arquimedes Guedes Valença (PMDB), acontecerá no próximo dia 03 de novembro, na Fazenda Prime, a partir das 18 horas. Uma grande infraestrutura está sendo montada para receber a população e as atrações: Maciel Kure, Harry Estigado, Rafael Alencar e Wesley Safadão. Entrada gratuita.

 

 

jairSubsídio dos Vereadores de Afogados da Ingazeira.

E a discussão continua, quanto deve ser o subsídios dos vereadores de Afogados da Ingazeira? R$ 7.500,00 como quer os vereadores ou R$ 2.115,00 como quer a população representada pelo Movimento Fiscaliza Afogados?

O diálogo está aberto, após a Audiência Pública que lotou o Cine São José. Não é uma queda de braços, mas sim, uma necessidade de rever o poder dos vereadores de aumentar seus próprios salários e muitas vezes de forma nada transparente. Um dado me chama a atenção, nenhum vereador de mandato ou eleito para o primeiro mandato, neste momento, abre mão dos R$ 7.500,00, por que será?

Outro questionamento, se o subsídio dos vereadores baixar para R$ 2.115,00, teremos nas próximas eleições menos compra de votos? Dizem por ai que vereadores gastam até R$ 200 mil reais para serem eleitos. Um mandato de quatro anos custará pela vontade dos vereadores R$ 360.000,00, já pela vontade da população custará apenas R$ 101.000,00, teoricamente ninguém gastaria 200 mil, para em quatro anos receber 100 mil.

Então o que está em jogo não é simplesmente o valor pago aos nossos vereadores, vai muito além, passando inclusive pela luta em defesa de eleições cada vez mais limpas e o combate a corrupção eleitoral, tão debatida nos últimos tempos a nível nacional.

Afogados dará um belo exemplo se os nossos vereadores concordarem em receber o mesmo valor que recebe um professor.

A sociedade não propõe congelamento dos subsídios, como fez Serra Talhada, nem radicaliza como fez Água Branca – PB, que definiu o subsídio igual a um salário mínimo.

Jair Almeida de Souza – Membro do Grupo Fé e Política Dom Francisco e suplente de vereador para o mandato 2017/2020.

Patriota percorreu cinco ministérios em Brasília

 

Patriota e o Ministro Bruno Araújo

Patriota e o Ministro Bruno Araújo

O Prefeito José Patriota esteve em uma semana intensa de trabalho e articulações em Brasília. Patriota teve agenda administrativa com cinco ministérios: Educação, Saúde, Cidades, Esportes e Agricultura.

Ao Ministro da Educação, Mendonça Filho, Patriota apresentou um projeto de captação de água para as unidades de ensino. “Apresentamos um projeto, uma proposta, para que nos modelos padrão de creches e escolas adotado pelo MEC, seja incorporado estruturas para captação e reservação de água. E que as unidades já construídas, possam passar por adaptações para se adequar a essa realidade de escassez hídrica,” destacou o Prefeito José Patriota.

O Ministro ficou bastante impressionado com o projeto e destacou técnicos para elaborar um estudo de viabilidade. Caso seja adotada pelo MEC, a proposta de Afogados pode ser tomada como referência para o Brasil, sobretudo nas unidades de ensino do Nordeste, que sofre com seis anos consecutivos de estiagem. Patriota também cobrou do Ministro, a urgente criação de cursos superiores no IFPE, sobretudo na área das engenharias. A reunião foi acompanhada pelo Diretor de Gestão do FNDE (Fundo Nacional de Educação), Leandro José Franco Damy.

Patriota também se reuniu com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros. Foi cobrar o repasse de mais de R$ 1 milhão de dívida que o Ministério tem com a Prefeitura de Afogados quanto ao repasse do custeio do Centro de Atenção Psicossocial, inaugurado em 08 de Maio de 2015. “Desde que inauguramos a unidade, não recebemos um centavo do custeio devido pelo Governo Federal”, informou Patriota. O custo mensal da unidade é de R$ 84.134,00. O acumulado soma R$ 1.514.412,00. “Saí bastante desanimado da saúde. Eles estão falando em cortar gastos futuros, mas não estão pagando nem as dívidas passadas. Tenho medo que isso possa prejudicar a nossa oferta de serviços e a folha de pagamento da saúde em Afogados,” alertou o Prefeito.

No Ministério das Cidades, José Patriota foi recebido por outro Ministro Pernambucano, Bruno Araújo. Os dois discutiram recursos para projetos de melhorias urbanas em Afogados e a liberação dos recursos das emendas parlamentares dos Deputados Gonzaga Patriota, Tadeu Alencar e Zeca Cavalcanti. Na Agricultura, a aquisição de máquinas para zona rural foi o tema. E no Ministério dos Esportes, Patriota levou projeto para obter recursos para o programa Esporte nos Bairros.

O Prefeito também teve audiências com os Deputados Gonzaga Patriota, André de Paula, Fernando Monteiro, Kaio Maniçoba e Tadeu Alencar, pleiteando novas emendas parlamentares para 2017

 

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!