Resultado de imagem para imagem de chuva em afogados

 

 
O fenômeno climático La Niña já começa a se configurar no Pacífico, e a partir do início da próxima primavera deve ser tão prejudicial para a agricultura quanto seu predecessor, El Niño (2015/16). É o que dizem os meteorologistas da Climatempo, apontando que haverá secas no Sul e aumento das chuvas no Norte e Nordeste, por conta de mudanças significativas nos padrões de precipitação e temperatura ao redor da Terra.
 
“La Niña é a fase fria de um fenômeno atmosférico-oceânico. Ela é caracterizada pelo esfriamento anormal das águas superficiais do Oceano Pacífico Tropical”, explica a meteorologista Bianca Lobo. Segundo ela, este fenômeno altera toda circulação de umidade e calor ao redor do globo, alterando ou potencializando características normais das estações do ano. 
 
A alternativa para os produtores rurais é planejar melhor seus períodos de plantio: “As regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem ter temperaturas de normal a ligeiramente acima da média, ou seja, bem mais ameno do que nos últimos dois anos. Já o Norte e Nordeste devem estar mais quentes, mas em relação ao ano anterior será mais ameno também”, pontua o meteorologista da Climatempo, Alexandre Nascimento.
 
O especialista projeta que La Niña já esteja presente no Brasil a partir do próximo mês de outubro, permanecendo ao longo de 2017. “Pode haver seca no Sul, mas só no período de inverno/primavera”, destaca Nascimento. Com isso, a região pode sofrer grandes prejuízos no trigo, soja e arroz – suas culturas exponenciais.
 
Já nas regiões Norte e Nordeste as chuvas acima da normalidade devem prejudicar a cana-de-açúcar, principal produto da região, além da soja, algodão, caju, uvas finas, manga, melão e acerola, mandioca, milho e arroz

 

Afogados FC vence Centro em Limoeiro e assume liderança

 

No estádio Varedão, em Limoeiro, o Centro Limoeirense recebeu o Afogados FC e foi surpreendido pelos visitantes no Campeonato Pernambucano da Serie A2. De virada, a Coruja venceu o jogo por 2 a 1, e voltou a liderança da competição. Os gols foram marcados por Jonatas, para o Dragão, e Silva e Evandro, para o time do técnico Pedro Manta. Com o resultado o Afogados FC assumiu a liderança isolada com 16 pontos ganhos. O 2º lugar é do Vera Cruz com 15, em 3º Barreiros com 14, Flamengo tem 14 – Timbaúba 13 pontos – Centro 6 – Cabense 5 – Ferroviário do Cabo com 4 e Íbis na lanterna com 2 pontos. No sábado 29 de outubro o Afogados defenderá a liderança jogando no estádio Vianão contra o Ferroviário do Cabo.

 

Seca atinge 125 cidades em Pernambuco

 

seca

Um total de 125 municípios de Pernambuco estão atualmente em estado de emergência graças à estiagem, de acordo com informações da Secretaria da Casa Militar. Apesar de gravíssima, a situação até o final de 2016 deverá ser menos grave que a registrada no último trimestre de 2015, considerando que, até o momento, há a ausência dos efeitos do fenômeno El Niño, que gera aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico. “Neste mesmo período do ano, em 2015, já eram sentido efeitos do El Niño. Por conta disso, em 2016, mesmo com chuvas dentro do esperado, a gravidade da seca tende a ser menos severa que a do ano que passou”, afirma a meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), Zilurdes Lopes.

Segundo a APAC, até dezembro de 2016 as chuvas devem ficar dentro do normal esperado para a época. Para o Sertão, são aguardadas chuvas isoladas, apesar do último trimestre de cada ano ser o período no qual são registradas as maiores temperaturas da região. A umidade relativa do ar sertanejo não deve ultrapassar os 20% no mesmo período.

Em setembro de 2016, dados da agência apontam que a condição de seca foi agravada, com variação entre os níveis moderada, grave e extrema. O efeito foi sentido sobretudo no Agreste, onde a quantidade de municípios atingidos foi aumentada. Na região central de Pernambuco, a situação foi ainda mais grave, com aumento da situação de “seca excepcional”, gerada principalmente por temperaturas até 6°C acima do aguardado para o mês.

Quanto à questão hídrica, 87 reservatórios em Pernambuco são monitorados pela APAC, responsáveis por 90% da capacidade de acumular água no estado. No Sertão, o maior reservatório, o de Poço da Cruz (localizado em Ibimirim), está com apenas 3,72% da sua capacidade, segundo números atualizados até agosto de 2016. Somando todos os reservatórios da região, o acúmulo de água atinge apenas 1% da capacidade. No Agreste, a situação é menos caótica, mas, ainda assim, gravíssima. Somando todos os reservatórios desta região, a água ocupa apenas 7% da capacidade total. Jucazinho, maior reservatório da região, está praticamente em colapso, contando com apenas 0,2% de sua capacidade até setembro.

De acordo com Zilurdes Lopes, ainda não há previsão de comportamento pluviométrico durante o verão 2016/2017. O boletim meteorológico quanto serão divulgadas pela APAC em dezembro, baseado nas condições climáticas impostas pelos oceanos Atlântico e Pacífico. Em Petrolina o alerta á para estado de emergência em algumas áreas do interior devido a falta de chuva.

Tony e Raquel aparecem empatados em Caruaru

 

antonio-raquel

Faltando apenas sete dias para as eleições de segundo turno na corrida pela Prefeitura de Caruaru, o cenário é de empate entre os candidatos do PMDB, Tony Gel, e do PSDB, Raquel Lyra. Numericamente, Tony aparece com menos de dois pontos à frente, quadro de empate técnico. Se as eleições fossem hoje, o peemedebista teria 43,2% dos votos e a tucana 42,6%. Brancos e nulos somam 8,4% e indecisos 5,8%.

Na espontânea, modelo pelo qual o entrevistado é obrigado a lembrar do nome do seu candidato sem o auxílio do disco com os dois nomes, o quadro é praticamente o mesmo, com leve aumento de vantagem, de pouco mais de dois pontos percentuais, para Tony. O candidato do PMDB aparece com 41,6% e a adversária tucana com 39,4%. Brancos e nulos representam 7,4% e indecisos sobem para 11,6%.

Mas quando se trata de expectativa de vitória, 55% acham que Tony será eleito e 25% acreditam na vitória de Raquel. Esse dado, tecnicamente, gera controvérsias. É como se os eleitores que, na estimulada, optaram pelo voto na tucana não acreditassem na capacidade dela de derrotar seu adversário. De qualquer forma, o levantamento bate com o do 6sigma, também da Paraíba, divulgado sexta-feira passada.

Da mesma forma, o 6sigma apontou disparate entre os números da estimulada e os de expectativa de vitória, em favor de Tony Gel. No quesito rejeição, Tony tem maior percentual. Entre os entrevistados, 37% disseram que não votariam de jeito nenhum no peemedebista, enquanto 32% afirmaram não votar na tucana. Ainda entre os entrevistados, 5,8% disseram que rejeitam ambos e 25,2% afirmaram que não rejeitam nenhum dos candidatos.

O Instituto aplicou 500 questionários entre os dias 19 e 20 últimos na Agamenon Magalhães, Alto do Moura, Boa Vista I e II, Cachoeira Seca, Caiucá, Cedro, Centenário, Cidade Alta, Cidade Jardim, Divinópolis, Indianópolis, Inocoop, Jardim Panorama, João Mota, José Carlos de Oliveira, José Liberato, Juá, Kennedy, Lajes, Luiz Gonzaga, Maria Auxiliadora, Maurício de Nassau, Monte Bom Jesus, Murici, Nossa Senhora das Dores, Nova Caruaru, Petrópolis, Rafael, Rendeiras, Riachão, Salgado, Santa Rosa, São Francisco, São João da Escócia, Terra Vermelha, Universitário, Vassoural e Vila Padre Inácio.

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares. A pesquisa está registrada sob o protocolo PE-08754/2016.

Estratificando o levantamento, Tony Gel aparece melhor situado entre os eleitores com grau de instrução até a 5ª série (58,3%), entre os eleitores com renda familiar até dois salários (50,5%) e entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (54,2%). Suas menores taxas aparecem entre os eleitores com grau de instrução superior (29,5%), entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (33,3%) e entre os eleitores jovens, na faixa etária de 16 a 24 anos (37%). Por sexo, 44,4% dos seus eleitores são homens e 42,2% são mulheres.

Já Raquel Lyra aparece melhor situada entre os eleitores com grau de instrução superior (60,7%), entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (54%) e entre os eleitores jovens, na faixa etária de 16 a 24 anos (54,3%). Suas menores indicações de voto aparecem entre os eleitores com grau de instrução até a 5ª série (28,7%), entre os eleitores com renda familiar até dois salários (36,6%) e entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (34,7%). Por sexo, 43,5% dos seus eleitores são homens e 41,9% são mulheres

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!