A cantora Claudia Leitte, uma das juradas do programa The voice Brasil, terá de devolver mais de R$ 1 milhão em recursos captados juntos à Lei Rouanet, de incentivo à cultura, relativos à produção de shows realizados no ano de 2013. A determinação foi publicada nesta sexta-feira (21) no Diário Oficial da União (DOU), que mostrou quais os projetos financiados pela lei tiveram suas prestações de contas reprovadas.

claudia-leite

Conforme a publicação, na página 15 do DOU, o projeto reprovado na avaliação do Ministério da Cultura (MinC) é o de número 12-10136. Nele, a solicitação do dinheiro foi feita pela Produtora Ciel LTDA., responsável pelos contratos da cantora, que teria captado cerca de R$ 1,2 milhão para a realização de 12 shows nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, três anos atrás. As apresentações ocorreram nas cidades de Rio Branco (AC), Macapá (AP), Belém/PA, Manaus (AM), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR), Teresina (PI), João Pessoa (PB), São Luiz (MA), Fortaleza (CE), Goiânia (GO) e Brasília (DF).

Segundo o órgão, a produtora da artista solicitou um total de R$ 6.477.700 da lei de incentivo à cultura no projeto. Desse montante, foram aprovados R$ 5.883.100, dos quais apenas R$ 1,2 milhão foi realmente captado para a realização dos eventos. O valor a ser devolvido por Claudia Leitte ao Fundo Nacional da Cultura (FNC) é de R$ 1.274.129,88.

No início deste ano, a artista recebeu autorização para captar R$ 356 mil junto à Lei Rouanet (o pedido inicial foi de R$ 340 mil) para um projeto de livro. Diante da repercussão negativa, ela desistiu da publicação.

A reportagem do Viver entrou em contato com a assessoria de comunicação da artista para obter um pronunciamento oficial de sua equipe sobre a questão. Confira, na íntegra, a nota enviada:

“Nota de Esclarecimento

Na qualidade de advogado da Produtora CIEL, informo que TODOS os eventos do projeto foram realizados e devidamente comprovados ao Ministério da Cultura. Estamos averiguando os motivos da reprovação da prestação de contas junto ao MinC e informamos ainda que entraremos com recurso, pois a CIEL está apta a comprovar a realização dos eventos, bem como a distribuição dos ingressos.Dessimoni e Blanco Advogados”

Greve da Polícia Civil acaba menos de 24 horas depois de começar

Foto: Divulgação

Os policiais civis decidiram, em assembleia realizada na noite desta sexta-feira (21), aceitar a proposta do governo de Pernambuco e acabar a greve iniciada há menos de 24 horas. O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) já havia decretado a ilegalidade da paralisação a pedido da gestão estadual antes mesmo de ela começar. Os policiais voltam ao trabalho já após a assembleia.

O governo havia apresentado nessa quinta-feira (20), antes da deflagração da greve, um plano de cargos e carreiras equiparando o teto desses profissionais ao piso dos delegados. O sindicato que representa a categoria, o Sinpol, havia afirmado que a proposta agradou, mas não foi aceita por não estabelecer prazos para a implementação do plano, da mesma forma que foi feito quando os policiais ameaçaram entrar em greve durante o Carnaval deste ano.

Em reunião com o secretário de Administração, Milton Coelho, a gestão estadual propôs iniciar o plano de forma escalonada em janeiro de 2017. O presidente do Sinpol, Áureo Cisneiros, explicou que a discussão sobre a proposta começa na próxima terça-feira (25) e o plano deve ser levado à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) até o dia 20 de novembro. Antes de vigorar, deve ser aprovado pelos deputados.

Criadores de Caprinos e Ovinos criarão associação em Afogados da Ingazeira

Criadores do município de Afogados da Ingazeira estão se unindo para criar a Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos. A entidade terá sua fundação formalizada nos próximos dias. Inicialmente, o objetivo da associação é incentivar o desenvolvimento do rebanho e buscar apoio técnico para os produtores e toda a cadeia produtiva, incluindo a venda dos produtos.

Para o secretário municipal de Agricultura, Ademar Oliveira (foto), “não há necessidade de grandes espaços na propriedade para a produção de caprinos e ovinos, mesmo com um rebanho maior. Trata-se de uma atividade típica de pequenos produtores, que pode vislumbrar a produção de pele, carne, leite, tripas e embutidos”, avalia.

Visando alavancar a atividade, como a garantia de comercialização, o grupo fundador da Associação já planeja viabilizar a feira dos caprinos e ovinos nas terças-feiras.

Falta de habilitação de ‘cinquentinha’ dará multa a partir de 1º de novembro

cinquentinhas_5

Além do aumento dos valores das multas de trânsito, começa a valer em 1º de novembro a exigência de habilitação para guiar motos “cinquentinhas”, como são conhecidos os ciclomotores, informa o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

A aplicação dessas multas foi adiada 3 vezes: a previsão inicial era começar em março passado.

O Denatran chegou a dizer que a cobrança começaria em junho último, mas depois voltou atrás e declarou que seria apenas a partir de novembro. Na época, vários estados chegaram até a emitir as multas e o órgão indicou que os usuários podiam recorrer.

Por que tinha sido adiada?
No último adiamento, o Denatran disse que a lei 13.281, que determina o aumento das multas, também inclui a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) no Código de Trânsito Brasileiro, como um dos documentos aceitos para conduzir “cinquentinhas”.

Como essa lei só começa a valer no próximo dia 1º, as multas foram adiadas até que ela vigore.

Valor da multa
Quem for pego conduzindo “cinquentinha” sem habilitação cometerá infração gravíssima com multa agravada, que é multiplicada por 3. Assim, como a penalidade para infração gravíssima subirá para R$ 293,47 em 1º de novembro, a cobrança por rodar sem habilitação chegará a R$ 880,41. O veículo também poderá ser apreendido.

Documentos que são aceitos
Para guiar “cinquentinha” é preciso ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A, para motos, ou a ACC, um documento pouco conhecido do público.

Polícia Civil confirma 38º homicídio nesta sexta-feira (21) em Serra Talhada

 

 

homicídio

 

A Polícia Civil de Serra Talhada confirmou na noite desta quinta-feira (21), o 38º homicídio, após  inquérito sobre a morte de Maria de Fátima Blandino dos Santos, de 47 anos. 

O corpo dela foi encontrado em um matagal na manhã desta sexta-feira (21) com perfurações no abdômen e a cabeça enterrada em uma vala numa região de esgoto localizado nas proximidades do Terminal Alternativo de Passageiros no Centro da Capital do Sertão do Pajeú.

 

 

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!