Na manhã desta terça-feira dia (20), elementos armados assaltaram uma Casa Lotérica no centro da cidade de Flores, no Sertão do Pajeú.
Segundo informações do nosso parceiro do Portal NN, eles estavam em uma motocicleta Honda CG 125 Fan, placa 6069/Quixaba-PE, quando adentraram no estabelecimento de posse de arma de fogo e anunciaram o assalto, subtraindo um valor não revelado. 
 
Após a prática do assalto, os bandidos se evadiram pela PE-320, sentido Carnaíba-PE. Policiais estão realizando diligências, no intuito de capturar os ladrões, porém, até o fechamento dessa matéria não obtiveram êxito.
Vídeo:
 
 

De novo: Farmácia é assaltada pela quarta vez em Serra Talhada; Assista o vídeo

 

Na manhã desta segunda-feira dia (19), por volta das 08:00, um homem não identificado, de posse de uma arma de fogo, praticou um assalto na Farmácia da Economia, na Rua Antonio Alves da Silveira, no Bairro São Cristóvão, na cidade de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú.
Segundo informações do nosso parceiro do Portal NN, o homem adentrou no estabelecimento, levantou a camisa, mostrou uma arma de fogo e anunciou o assalto, subtraindo o celular de uma das vítimas e todo o apurado do caixa, valor não revelado, fugindo em seguida tomando destino ignorado.

 

O proprietário da Farmácia da Economia, em contato com o Portal NN disse que já pensou até em fechar o estabelecimento pois esse é o quarto assalto que já foi vítima e não aguenta mais trabalhar para dar dinheiro a ladrão.

Vídeo:

 

 
 

Mais de 80% dos benefícios de auxílio-doença pagos pelo INSS apresentam indícios de irregularidades, aponta governo

 

 
Mais de 80% dos benefícios de auxílio-doença previdenciário e auxílio-doença acidentário concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em maio de 2015, nas áreas rural e urbana do país, apresentam indícios de pagamento indevido. O levantamento foi feito pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e constatou que, de 1,6 milhão de pessoas beneficiadas, 721 mil tinham o benefício mantido por mais de dois anos; 2,6 mil foram diagnosticados com doenças que não geram incapacidade; e que a situação de 77 mil segurados, por lei, previa o retorno ao serviço em menos de 15 dias.
 
Além disso, cerca de 500 mil benefícios não passaram por revisão há mais dois anos ou foram concedidos sem perícia. Esses últimos casos, segundo a CGU, podem ser explicados pela demora no serviço de perícia. De acordo com o levantamento, o segurado espera, em média, 24 dias para o atendimento médico pericial, enquanto o ideal seriam cinco dias.

 

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!