O presidente em exercício, Rodrigo Maia, disse nesta sexta-feira (02) que o ministro Ricardo Lewandowski fez, ao permitir o fatiamento do impeachment de Dilma e a manutenção de seus direitos políticos, o que Eduardo Cunha “sempre quis”. O presidente da Câmara afirmou que vai analisar na segunda-feira com a assessoria jurídica da Câmara qual é o impacto que a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) tem sobre o caso Cunha, cuja cassação está marcada para o próximo dia 12.

Maia, que está desde ontem despachando do terceiro andar do Palácio do Planalto no lugar do presidente Michel Temer, que está em viagem a China, disse que, por ele, tem “chance zero” de a cassação de Cunha não ser votada nessa data.

— Não li a decisão do Lewandowski, sei que ele vocalizou na linha do que o Cunha sempre quis. Na segunda-feira vou analisar, com a assessoria jurídica da Casa, o que pode ser feito. Só vou decidir sobre isso no dia 12, dia da votação, no plenário. Estamos analisando juridicamente se há impacto da decisão tomada no caso Dilma sobre o Eduardo Cunha, afirmou, brincando que só quer voltar a falar desse assunto no dia 7, quando deixa de ser presidente: “estou de férias desse assunto”.

Maia disse acreditar que o STF não irá reverter o impeachment de Dilma. Para ele, a única questão que ainda pode ser revista é o fatiamento.

— Acho difícil a decisão de o impedimento ser revista. A única coisa que pode ser revista é o fatiamento. O presidente do STF participou da posse. Não vejo como reverter essa decisão — disse, completando em seguida: — Agora a política vai tratar da política. Não dá mais para ficar tratando desse assunto. Dilma já passou. Deixa ela para lá. O Congresso tem que olhar para frente. Deixa o Judiciário tratar disso (questionamentos sobre a votação do impeachment).

O presidente da Câmara, que chegou a ser cogitado por Temer para ser o líder do governo na Câmara, reconheceu que causou mal-estar o acordo costurado pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), com aliados de Dilma para manter os direitos políticos da petista, mas disse que foi um problema pontual. Ele defendeu Renan e disse que o DEM não vai criar atritos com o governo.

— As coisas vão se ajustar. O DEM é governo. Não vamos cair na pegadinha de ficar criando atrito com o governo. Essa página está virada. Não foi confortável, mas está feito. O Renan foi pra China com o presidente. Ele tem uma experiência enorme, vai ajudar muito o governo. Não tem porque achar que um episódio pontual vai atrapalhar o papel dele no Legislativo, disse.

 

 

Em Petrolina, Ministério Público e a Policia Militar começam a fiscalizar carros de som, paredões e minitrios dos candidatos a partir deste sábado(03)

 

imagem

NOTA DE UTILIDADE PÚBICA

 

Em decorrência de inúmeras denúncias realizadas pela imprensa local e populares sobre o uso sonoro de carros de som, especialmente mini trios e paredões, o município de Petrolina, através da Secretaria Municipal de Ordem Pública e a Polícia Militar realizam, a partir desse sábado (03), uma operação de fiscalização conjunta para o combate efetivo à poluição sonora emitida por partidos, candidatos e coligações durante o período eleitoral.

 

O Ministério Público do Estado do Pernambuco, através da Promotora de Justiça Eleitoral informa que até o dia 09 de setembro as coligações deverão adquirir quatro decibelímetros que eleitoral nas ações de fiscalização e combate à poluição sonora provocada pelo serão utilizados pela Ordem Pública e pela Polícia Militar durante a campanha uso abusivo dos equipamentos sonoros. No entanto, até esta data, todas as operações serão realizadas utilizando o decibelímetro da Ordem Pública.

 

Todos os flagrantes de emissão de ruído acima do permitido por lei (80 dB), terão seus equipamentos sonoros apreendidos mediante lavratura de termo de apreensão. Estes serão levados ao prédio da Guarda Municipal e, posteriormente, encaminhados à Justiça Eleitoral.Ascom

 

 

 

Afogados com força máxima para estreia na Série A-2 diante do Timbaúba

Por: Aldo Vidal
Após um longo período de preparação o Afogados da Ingazeira Futebol Clube está pronto para a estreia na Série A-2 do campeonato pernambucano neste sábado às 20:00 contra o Timbaúba fora de casa.
Para esta partida o técnico Pedro Manta poderá contar com praticamente todos os jogadores, exceção do zagueiro Moisés que precisará cumprir suspensão automática. Vale ressaltar o esforço da diretoria que correu para colocar os atletas a disposição do treinador, uma vez que as taxas da FPF e CBF subiram demasiadamente.
Na tarde de ontem foi paga a taxa de regularização do zagueiro Márcio e o clube aguarda a publicação do seu nome no BID da CBF para fazer sua estreia na partida deste sábado
 
 

Justiça Federal suspende multa por farol desligado nas rodovias do país

 

 

A Justiça Federal em Brasília suspendeu, nesta sexta-feira (02), a cobrança de multa para motoristas que andarem nas rodovias de todo o país com farol desligado. A sentença é provisória e determina que a punição só pode ser aplicada quando as estradas tiverem sido sinalizadas. A decisão já está valendo.

 

A Advocacia-Geral da União (AGU) foi notificada nesta sexta, e vai informar os órgãos de fiscalização sobre a mudança. A União também estuda quais são os recursos cabíveis. Até que o caso volte a ser discutido pela Justiça, novas multas não poderão ser emitidas por esse tipo de infração.

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!