A primeira manifestação de caráter nacional contra o governo do presidente em exercício Michel Temer foi realizada ontem em pelo menos 24 Estados e no Distrito Federal pelas frentes Brasil Popular e Povo sem Medo.

Em São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou do protesto concentrado na Avenida Paulista, onde quatro quarteirões foram fechados nos dois sentidos e foram tomadas pelos manifestantes. Em seu discurso, Lula, com voz muito rouca, mandou recados para Temer. “Temer, você é um constitucionalista, sabe que não agiu correto assumindo a Presidência interinamente. Permita que o povo retome o poder e participe das eleições em 2018”, declarou. Os organizadores estimaram um público de 100 mil pessoas. A Polícia Militar não havia informado o número aproximado de manifestantes até a conclusão desta edição. Além dos movimentos sociais, participaram também representantes dos estudantes e da classe artística.

As mensagens em faixas e cartazes pediam o retorno da presidente afastada Dilma Rousseff, a saída de Temer e também do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Já sobre a proposta de consulta popular para convocar novas eleições caso o Senado não aprove o impeachment de Dilma, o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, afirmou que o coletivo não fechou questão sobre o tema. “O MTST está discutindo isso internamente. Ainda não tomamos decisão”, disse. Anteontem, Dilma defendeu a iniciativa em entrevista veiculada na TV Brasil. “A consulta popular é o único meio de lavar e enxaguar essa lambança que está sendo o governo Temer”, declarou a petista.

Além de Lula, estiveram presentes o presidente nacional do PT, Rui Falcão, o presidente estadual do PT-SP, Emídio de Souza, o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), o presidente da CUT, Vagner Freitas, o coordenador nacional da Central de Movimentos Populares (CMP), Raimundo Bonfim, e o coordenador do MST, Gilmar Mauro. “Não elegemos um governo para fazer reforma da Previdência”, disse Boulos. O presidente da CUT acrescentou que pode haver greve geral caso reforma seja aprovada. “Se passar a pauta conservadora e a reforma da Previdência e trabalhista, vamos organizar a maior greve geral que esse País já viu”, ressaltou Freitas.

No Rio de Janeiro, os manifestantes se reuniram ao redor da Igreja da Candelária, no centro. Além de Temer, foram alvo do protesto Cunha e o deputado Pedro Paulo Carvalho Teixeira (PMDB-RJ), pré-candidato a prefeito do Rio e que, no ano passado, admitiu ter agredido a ex-mulher. A Polícia Militar acompanhou o ato pacífico. A instituição não estimou o número de participantes. Organizadores calcularam em 800 o número de pessoas presentes.

No Sul, o frio de 9º C não impediu que cerca de mil manifestantes, segundo a Brigada Militar, protestassem contra o governo interino no centro de Porto Alegre. No Nordeste, o ex-ministro de Dilma Jaques Wagner (Casa Civil) e o ex-presidente da Petrobrás José Sérgio Gabrielli participaram do ato que terminou na Praça Castro Alves. Em Teresina, os manifestantes se misturaram às pessoas que acompanhavam a tocha olímpica, tentando apagá-la, sob o grito de “Fora Temer” e “Por novas eleições”.

Acidente  BR-116 próximo ao Ibó-BA envolvendo uma carreta do Grupo Limarques

 

Acidente agora a pouco na BR-116 próximo ao Ibó-BA envolvendo uma carreta do Grupo Limarques

 

Por volta das 7:00 horas da manhã de hoje na BR-116, proximidades do Distrito do Ibó Bahia, aconteceu um acidente envolvendo uma das carretas que transporta combustível para os postos do Grupo Limarques.

 

Conversamos por telefone com Públio Ramalho, Diretor Geral do Grupo Limarques, o mesmo ainda não sabe detalhes do acidente nem o que teria o ocasionado, de acordo com as primeiras informações os motoristas dos caminhões envolvidos no acidente não sofreram nenhum tipo de ferimento.

 

 
 

 

 

Temer completa 30 dias com avaliações negativas

 

 

 
O governo do presidente interino Michel Temer completará 30 dias neste domingo (12). Enquanto gestões eleitas pelo voto direto em processos democráticos normalmente são avaliadas em seu centésimo dia, Temer poderá não chegar a esta marca. Antes disso, com previsão para agosto, o Senado irá decidir se as acusações que levaram à abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff constituem ou não em crime de responsabilidade, o que poderá levar a presidenta eleita de volta a suas atividades normais.
 
Talvez por isso, Temer tem pressa, e rapidamente desconfigura políticas sociais em andamento, tomando medidas que já garantem a ele um legado que, na avaliação de especialistas ouvidos pelo Brasil de Fato, é negativo para a população mais pobre, mas também para a classe média e o setor produtivo.
 

 

Ao mesmo tempo, a saída para esse período será pelas mobilizações de rua e pela articulação dos movimentos populares e todos que se opõem ao governo interino, afirmam analistas. “Tudo que o Temer fez pode ser desfeito. As coisas não se consolidaram. Eles sabem disso, estão preocupados. E o movimento popular deve apostar nessa possibilidade de reverter o golpe”, afirma o cientista político Armando Boito

 

 

Morre o segurança Falcão, que residia em Tuparetama e trabalhava em São José do Egito

 

Faleceu na tarde de ontem (10) o segurança Emanuel Procópio (FALCÃO). O mesmo era alagoano, mas a muitos anos residia em Tuparetama e trabalhava em São José do Egito.
 
Não se sabe ainda o motivo oficial da morte.

Ameaça: A equipe ROCAM foi solicitada pela Central de Operações informando de uma ocorrência de ameaça no bairro São Braz. Ao chegarem no local se depararam com a vítima onde a mesma informou que o seu companheiro teria lhe ameaçado dizendo que se a mesma fosse para casa não amanheceria viva. O policiamento foi até a residência da vítima onde localizou o imputado. As partes foram conduzidas a DP local para que sejam adotadas as medidas cabíveis, ao chegar à delegacia a vítima não quis representar contra seu companheiro.
 
 
Turbação de propriedade particular: A equipe da Patrulha do Bairro foi acionada para atender uma solicitação da vítima na zona rural da cidade. Chegando ao local a mesma informou que havia dois trabalhadores removendo as pedras do meio fio, turbando assim a propriedade da mesma, as testemunhas já haviam quebrado cerca de 60 metros, os mesmos informaram que lá estavam a mando do ex-marido da vítima. De imediato encerraram as atividades por determinação da senhora, que apresentou certidão de aquisição do imóvel via separação judicial de bens. A vítima informou que apesar do imputado ter ficado com 78 dos 82 hectares do terreno, o mesmo não se contentou e fica constantemente lhe causando transtorno. A ocorrência foi repassada a DP local para adoção das medidas cabíveis.
 
Dirigir sem documentação: A ROCAM ao fazer rondas na Av. Manoel Borba, flagrou um adolescente conduzindo uma motocicleta e ao ser perguntado se portava documentação pessoal e CRLV do veículo, o mesmo respondeu que não tinha. E ao ser perguntado quem seria o dono respondeu ser de sua genitora, e acrescentou ter pegado a referida motocicleta sem autorização da mãe. Diante do exposto foi acionada a genitora do adolescente a qual se fez presente no local, bem como, acompanhou o envolvido a DP local para adoção das medidas cabíveis. O veículo foi entregue a sua genitora, haja vista a mesma possui CNH e o veículo se encontrar em situação regular junto ao órgão de trânsito.

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!