Wilson Dias

Na reunião que acontece neste momento entre Michel Temer e os líderes partidários, o Palácio do Planalto receberá a mensagem de que grande parte deles apoia André Moura (foto) para a liderança de governo, segundo a coluna de Lauro Jardim em O Globo.

Será um grande diferencial para Temer.

Além de ostentar o título de deputado mais próximo de Eduardo Cunha na Câmara, Moura tem no currículo algo de que nem todos no Parlamento podem se orgulhar: é investigado no STF pela tentativa de homicídio do vigia de um adversário.

Bruno Araújo foi escolhido ministro das Cidades do governo de Michel Temer

 
 
Fotos Públicas
Segundo a pasta, decisão do ministro Bruno Araújo (PSDB) visa a análise e discussão de uma das modalidades do programa
 
Bruno Araújo foi escolhido ministro das Cidades do governo de Michel Temer
 
O novo ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), revogou nesta terça-feira (17) uma portaria que autorizava a ampliação do programa habitacional Minha Casa Minha Vida. A medida, que habilitava a contratação de unidades na modalidade entidades, foi publicada na última quarta-feira (11), um dia antes da votação no Senado do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.
 
Segundo o Ministério das Cidades, a revogação da portaria é uma medida de cautela pois as autorizações foram assinadas e publicadas nos últimos dias do governo anterior e sem os recursos necessários para o atendimento.
 
“A partir de agora, as equipes técnicas da Secretaria Nacional de Habitação do Ministério das Cidades vão analisar e discutir o modelo de habilitação na modalidade entidades”, informou o ministério.
 
De acordo com o ministério, a contratação nesta modalidade representa 1,5% de todo o programa Minha Casa Minha Vida.

Eduardo Cunha entra com recurso no STF para reverter ação que o transformou em réu na Lava Jato

http://www.jornalapagina.com/wp-content/uploads/2016/04/EDUARDO-CUNHA.jpg

A defesa do presidente da Câmara afastado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), entrou nesta terça-feira (17), com um recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar reverter à decisão dos ministros de transformá-lo em réu na Operação Lava Jato. Os chamados embargos de declaração terão que ser analisados pelo ministro relator do caso, Teori Zavascki, e serão levados posteriormente para a apreciação em plenário. Em tese, esse tipo de recurso não tem o poder de mudar uma decisão, apenas de esclarecer a possibilidade de “obscuridade, omissão ou contradição” em uma posição tomada anteriormente pela Corte.

Na peça, os advogados de Cunha argumentam que há esses três elementos na decisão tomada em março pelo Supremo de aceitar a denúncia de que o peemedebista cometeu crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, por seu suposto envolvimento no esquema de desvios na Petrobrás. No entendimento do Supremo, Cunha cometeu os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro ao usar o seu cargo de deputado para pressionar pela retomada de um esquema de propina em 2011. Esses recursos, que somariam US$ 5 milhões, seriam fruto de contratos da venda de navios-sonda para a Petrobras em 2006 e 2007.

Na peça, a defesa de Cunha questiona o fato de o Supremo ter entendido que o peemedebista teve condutas delituosas nesses dois momentos, mas não conseguiu demonstrar “um único episódio que se referisse a uma ação praticada” pelo peemedebista. Os advogados também questionam a questão temporal, uma vez que Cunha teria recebido propina em 2011, referente a “crimes consumados quatro e cinco anos antes”.

Apesar de o julgamento ter sido em março, o inteiro teor do acórdão foi publicado no último dia 12. Somente após a divulgação dessa peça é que a defesa pode entrar formalmente com recursos na Corte. O fato de Cunha ser réu na Lava Jato foi um dos argumentos usados pelos ministros do STF para determinar, no mês passado, o afastamento de Cunha do mandato e do comando da Câmara. Na avaliação dos ministros, a condição seria incompatível com o fato de estar na linha sucessória da presidência da República.

Na ocasião, os ministros também argumentaram que Cunha usava o cargo para impedir os avanços das investigações contra ele tanto na Justiça como no Conselho de Ética da Câmara. Além de réu nesta ação penal, Cunha também é alvo de outra denúncia no Supremo e responde a quatro inquéritos por suspeita de envolvimento em corrupção.

Solange
A ex-deputada federal Solange Almeida (PMDB-RJ) também entrou com recurso no Supremo. Ela foi acusada de usar o cargo de deputada em favor de Cunha ao apresentar dois requerimentos na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara para pressionar lobistas envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras a retomarem os pagamentos de propina prometidos ao presidente da Câmara e que, na época, haviam sido interrompidos.

A defesa da ex-deputada, que hoje é prefeita de Rio Bonito (RJ), afirma que não há nem na denúncia nem no acórdão publicado pelo STF qualquer indício de que ela tenha recebido “vantagem indevida” ao fazer os dois requerimentos.

 

Homem cai do teleférico em Triunfo 

 
 
Homem cai do teleférico em Triunfo e é transferido para Hospam em Serra Talhada
 
Um grave acidente ocorreu na manhã desta terça-feira (17) na cidade Triunfo. Segundo testemunhas, um funcionário do Sesc trabalhava na manutenção do teleférico localizado no centro da cidade quando caiu da base do equipamento. Jonatas Patrício Pereira Souza, de 33 anos, fazia a manutenção dos aparelhos quando despencou da altura de aproximadamente 10 metros.
 
A vítima foi prontamente socorrida para o Hospam, em Serra Talhada. O FAROL conversou com o irmão da vítima, Jeykson Fabrício Pereira Souza, de 29 anos, que não soube precisar o estado de saúde de Jonatas. “Eu estava trabalhando, não sabemos ainda ao certo se ele estava trabalhando na torre ou na base do teleférico, o hospital ainda também não nos disse qual o quadro de saúde dele”, declarou Jeykson.
 
A reportagem do FAROL também conversou com a Assistência Social do Hospam que informou que a vítima chegou na unidade consciente e sofreu diversas fraturas. “O paciente chegou consciente, mas o diagnóstico dele não está fechado. Ele foi diretamente levado para a sala de cirurgia e em seguida transferido para a Clínica São Francisco”, informou o hospital.(Via: Farol de Notícias / repórter Jamilys Nogueira)

 

Na TV, Armando Monteiro estimula candidatura do Dr. Nena em Serra Talhada

 
Na TV, Armando Monteiro estimula candidatura do Dr. Nena em Serra Talhada
 
Segundo está no blog de Magno Martins, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) voltou a tomar gosto pela política municipal.
 
Em Serra Talhada, segundo maior colégio eleitoral do Sertão, gravou depoimento para o pré-candidato a prefeito pela Frente Trabalhista, Doutor Nena Magalhães.
 
Nena enfrentará o prefeito Luciano Duque (PT), que disputa a reeleição. está na briga também o médico Fonseca Carvalho (PR), este apoiado pelo secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira, presidente da legenda no Estado.
 
Como já amplamente divulgado na Capital do Xaxado, a candidatura do Dr. Nena vem se fortalecendo, e “pelo caminhar da carruagem”, conforme comenta-se, deve polarizar a campanha com Duque, jogando para terceira via a candidatura do PR.
 
 

Após tombar, carreta incendeia na Serra de Teixeira

 

Uma carreta tombou e incendiou na manhã desta terça-feira, dia 17, por volta das 06h00, na Serra de Teixeira, na PB 110. O caso deixou a rodovia interditada nos dois sentidos e causou pânico na localidade, pois as chamas se alastraram rapidamente e se temia explosão.
 
Várias guarnições do 4º Batalhão do Bombeiro Militar (4º BBM), da cidade de Patos, se deslocaram até o local do fato e conseguiram conter as chamas. De acordo com informações das guarnições, o motorista da carreta conseguiu sair da cabine e não sofreu danos físicos.
 
A reportagem do portal Teixeira em Foco conversou com o motorista e o mesmo disse que o caminhão já vinha sem responder aos comandos dos freios, “Me vi num desespero, quando apertei e os freios não estavam respondendo, tive que jogar o caminhão na montanha, foi quando ele tombou, não sei ainda como sobrevivi”, disse o motorista ao jornalista Thercio Rocha.
 
A carreta estava carregada com sacos de batata e se deslocava com destino a cidade de Patos. A polícia militar esteve no local e relatou que não existe expectativa para liberar o trânsito. Estudantes, pacientes e trabalhadores, dentre outros que necessitam se deslocar, estão impossibilitado de locomover até a cidade de Patos.
 
Até às 08h00 desta terça-feira o veículo ainda estava interditando a PB 110 no aguardo de remoção.
 
Acidentes com caminhões e carretas na Serra de Teixeira tem sido frequentes e as autoridades de trânsito pedem cautela, pois a serra é íngreme e as curvas perigosas. (Patos On Line)
 
 

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!