Sem título

A formação ministerial do governo do presidente em exercício Michel Temer deverá alterar o cenário político em Pernambuco. A ida de quatro pernambucanos para a Esplanada – apelidado de “pernambuquério” – acendeu a luz de alerta no PSB, hoje praticamente hegemônico no Estado e mais especialmente na Região Metropolitana do Recife (RMR) e ameça a Frente Popular, formada por diversos partidos.

A ida dos pernambucanos Mendonça Filho (DEM), Raul Jungmann (PPS), Bruno Araújo (PSDB) e Fernando Filho (PSB), para as pastas de Educação e Cultura, Defesa, Cidades e Minas e Energia, fortalece o desejo dos partidos – que até o momento integram a base aliada do PSB em Pernambuco e na RMR de lançarem projetos próprios para as próximas eleições.

Nesta linha, a o primeiro sinal de debandada começou há poucos dias, quando o PSDB e o DEM entregaram os cargos que ocupavam na administração estadual, quando as especulações sobre quem ocuparia os ministérios ainda estavam sendo travadas. No Recife, a situação também preocupa o prefeito Geraldo Julio (PSB), que tenta a reeleição.

Dentro do PSDB o deputado federal Daniel Coelho vem tentando viabilizar sua candidatura em oposição ao socialista. No DEM, a deputada estadual Priscila Krause é quem vem se movimentando para pavimentar a sua candidatura.

Dentro do PSB a situação também é considerada desconfortável. Fernando Filho foi alçado à condição de ministro sem a anuência do governador Paulo Câmara (PSB) e de Geral Julio. Cãmara, que é vice-presidente nacional da legenda chegou a divulgar uma nota na manhã desta quinta-feira afirmando que o PSB não iria chancelar ou indicar nomes para o ministério de Michel temer. À tarde, porém Fernando Filho foi confirmado na pasta de Minas e Energia. Pouco depois a bancada do PSB na Câmara Federal emitiu uma nota dando “apoio incondicional” ao novo ministro.

“Desconforto cria. Punição cabe à Executiva Nacional se pronunciar. Evidentemente que, como filiado ao partido, eu tenho que respeitar as decisões do partido. È importante que todos os filiados respeitem”, disse o goverbnador. Um outro entrave está junto ao senador Fernando Bezerra Coelho, pai do novo ministro. FBC, que possui uma forte presença e influência no Sertão do Estado, já havia demonstrado fortes sinais de irritação quando a legenda anunciou que não iria participar diretamente do novo governo.

Câmeras flagram a ação de assassinos em Serra Talhada

 
 

 

Câmeras flagram a ação de assassinos em ST; ajude a polícia a identificar os suspeitos
 
O FAROL faz um apelo à população de Serra Talhada para quem possa identificar e encontrar pistas dos suspeitos de terem assassinado a tiros o motorista Ângelo Vieira Luckwu, 26 anos, nessa sexta-feira (13). Recebemos imagens de câmeras de segurança do momento em que os criminosos abordaram o jovem na Avenida Afonso Magalhães, por volta das 6h30. Em contato com o FAROL, a Polícia Civil reconheceu a veracidade das imagens.
 
O registro evidencia a ousadia dos bandidos, em plena luz do dia, apontando um revólver para a vítima, que ainda teria tentado argumentar diante os assaltantes. A cena mostra os bandidos agindo de capacetes e com uma moto sem placa. Ângelo saiu de casa com cerca de R$ 10 mil. O dinheiro era o apurado do dia anterior de trabalho, entregando água e gás em Serra Talhada e cidades vizinhas.
 
Na manhã da sexta, ele iria prestar contas à empresa em que trabalhava, mas foi interceptado pelos assaltantes repentinamente. A Polícia Civil não descarta que ele possa ter sido vítima de um crime premeditado, tendo como alvo o apurado da empresa. Para denúncias anônimas acionar os números (87) 3831-9223 (delegacia) ou (87) 3831-9200 (Batalhão).

 

GOLPE DESMORALIZA O BRASIL DIANTE DO MUNDO

 

imagem

A imagem do Brasil no mundo vive hoje seu ponto mais baixo em muitas décadas. O Brasil não é mais o país que eliminou drasticamente a pobreza e se consolidava como uma das democracias mais sólidas do mundo, elegendo um presidente operário e, em seguida, a primeira mulher para o comando da República.

Agora, o Brasil é, aos olhos do mundo, uma república bananeira, onde um Congresso corrupto, liderado por um presidente afastado, com milhões escondidos na Suíça, se uniu para afastar uma presidente honesta.

Esse é o tom dos editoriais dos principais jornais do mundo. A reação ao golpe parlamentar no Brasil foi praticamente consensual – e negativa

 

“Não tem renúncia”, diz Waldir Maranhão sobre deixar a presidência da Câmara

 

imagem

O presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), disse hoje (13) que não pretende renunciar ao cargo que ocupa desde que o então presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi afastado pelo Supremo Tribunal Federal. “Sem renúncia. Não tem renúncia. Vamos administrar o país”, disse ele rapidamente ao chegar à Câmara dos Deputados.

A especulação sobre uma possível renúncia de Maranhão teve início quando ele tentou, por meio de um ato, anular a sessão que encaminhou ao Senado a análise sobre o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Posteriormente, integrantes de partidos e da Mesa pediram sua renúncia.

Um dos deputados com quem Maranhão tem conversado sobre a forma como conduzirá os trabalhos da Casa é o primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP). Ele também diz não ver motivos para a renúncia de Maranhão

Ex-prefeita de Salgueiro é 1ª mulher do Sertão Central a chegar à Câmara

 

cleuza20100309_200c

Quinta suplente de deputado federal, ex-prefeita de Salgueiro, no Sertão Central pernambucano, Cleusa Pereira (foto), vai assumir o mandato em Brasília, devido à composição ministerial do presidente interino Michel Temer.

Ex-prefeita de Salgueiro por três mandatos, Cleusa Pereira do Nascimento, nas eleições passadas, obteve cerca de 25 mil votos como candidata a deputada federal pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), ficando na 5ª suplência da coligação.

O governador Paulo Câmara convocou alguns deputados eleitos para assumir algumas secretarias no governo do estado, e agora com a nova composição do ministério do presidente interino Michel Temer, onde foi convocado outros deputados pernambucanos para assumir os ministérios da Educação, Cidades, Defesa e Minas e Energia, chegou à vez de Dona Cleusa, como é conhecida, ocupar a vaga na Câmara dos Deputados em Brasília.

A nova deputada, primeira do Sertão Central, dedicou sua vida a religiosidade e a educação, onde ela mesma relata que sua melhor experiência como professora, foi no Distrito de Umãs.

Natural de Salgueiro, filiada ao PSB, próximo de completar 80 anos de idade, ela deve assumir o mandato na semana que vem.Além de Dona Cleusa, ocuparão vagas na Câmara, Severino Ninho, ex-prefeito de Igarassu (PSB), e Guilherme Coelho, ex-prefeito de Petrolina (PSDB) e Roberto Teixeira (PP).

Afastada da Presidência, Dilma dedica fim de semana à família em Porto Alegre

Foto: Roberto Stuckert Filho/ PR

A presidente da República afastada, Dilma Rousseff, está na capital gaúcha para descansar ao lado da família. Ela chegou na noite de sexta-feira (13) à base área de Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre, e de lá seguiu de carro para seu apartamento, na zona sul da cidade. De acordo com a assessoria da Dilma, o objetivo da viagem é unicamente familiar. A petista quer aproveitar o fim de semana para ficar com a filha, Paula, e os dois netos, Gabriel, de 5 anos, e Guilherme, nascido em janeiro.

Neste sábado (14), ela andou de bicicleta na primeira hora da manhã, como costuma fazer quando está em Brasília. Dilma pedalou das 7h15 às 8 horas, na orla do Guaíba, acompanhada de seguranças. Depois, retornou para casa.

Esta é a primeira vez que Dilma sai de Brasília desde que foi afastada da Presidência. Enquanto aguarda o julgamento do processo de impeachment no Senado, sua residência oficial continuará sendo o Palácio do Alvorada. Dilma também deverá fazer um giro pelo Brasil e por alguns países do exterior para defender seu mandato. Mas tudo indica que, entre uma agenda e outra, vai intensificar as visitas a Porto Alegre.

A capital gaúcha, onde fez carreira política e constituiu família, é o destino preferido de Dilma nos feriados e fins de semana de descanso. Além de ficar ao lado da filha e dos netos – ela é uma avó coruja assumida -, quando está na cidade ela costuma visitar o ex-marido, o advogado Carlos Araújo, considerado seu “conselheiro informal”.

Embora o foco em Porto Alegre seja a família, a presidente afastada poderá aproveitar as passagens pela cidade para fortalecer os laços com os movimentos sociais e mobilizar os apoiadores. No domingo passado, quando também estava na capital gaúcha, Dilma atendeu a pedidos e desceu na portaria de seu edifício para receber flores de simpatizantes que se reuniram para lhe desejar um feliz Dia das Mães.

Ministro de Educação  Cultura  Mendoncinha se reúne com servidores e é vaiado

 

Ministro de Educação e Cultura, Mendonça Filho, é vaiado em encontro com servidores da pasta nesta sexta (13) (Foto: O Globo/Reprodução)

Ministro de Educação e Cultura, Mendonça Filho, é vaiado em encontro com servidores da pasta nesta sexta (13) (Foto: O Globo/Reprodução)

O novo ministro de Educação e Cultura, Mendonça Filho (DEM), foi alvo de protestos durante reuniões com servidores nesta sexta-feira (13), em Brasília.

Ele se encontrou separadamente com as equipes das duas pastas, que serão unificadas por decisão do presidente em exercício Michel Temer. Nesta sexta, Educação e Cultura ainda funcionavam em prédios distintos.

Pela manhã, a reunião com servidores da Educação teve manifestações pontuais, com gritos de “fora, golpista” e “fora, Temer”. À tarde, Mendonça Filho foi ao prédio onde funcionava o Ministério da Cultura para se apresentar aos funcionários, mas foi recebido com vaias e cartazes de protesto.

Em entrevista ao G1 por telefone, o ministro disse ter sido “bem recebido” nas pastas e classificou as manifestações como “vozes discordantes residuais”.

Segundo ele, os atos não  partiram de servidores dos ministérios, mas de “petistas infiltrados”.

“Eram petistas infiltrados que vieram com frases de efeito, ‘golpista’ aqui e acolá. Nada muito diferente do que estamos vendo no dia a dia. Fui desaconselhado a fazer as duas reuniões, mas avisei [à equipe] que não chegaria para trabalhar sem falar com os servidores”, declarou o ministro.

Vídeo feito pelo jornal “O Globo” mostra que os opositores exibiram cartazes com frases como “vaza, Mendonça Filho”, “cultura sim, golpe não” e “não reconhecemos governo golpista”. O grupo também gritou palavras de ordem como “cultura somos nós, nossa força, nossa voz”.

Ministro da Educação e Cultura, Mendonça Filho, discursa a servidores de ministério em vídeo divulgado por assessoria (Foto: Facebook/Reprodução)

Ministro da Educação e Cultura, Mendonça Filho, discursa a servidores de ministério em vídeo divulgado por assessoria (Foto: Facebook/Reprodução)

Na entrevista ao G1, Mendonça Filho disse que os programas sociais e os editais que vinham sendo tocados nas áreas de Educação e Cultura serão mantidos, assim como o orçamento que as áreas tinham nos respectivos ministérios. A garantia era um dos temas da reunião com os servidores.

“Nosso objetivo é preservar essas áreas e incrementar os programas mais importantes das pastas. Você pode ter duas pastas separadas e desprestigiadas, ou uma união de duas pastas entrelaçadas, simbolicamente importantes”, diz o ministro.

O anúncio do novo secretário Nacional de Cultura, previsto para esta sexta, não aconteceu. O nome, segundo o chefe do MEC, ainda será discutido com o presidente Michel Temer. Apesar disso, o ministro diz que vai garantir a autonomia de fundações e agências, a preservação do setor audiovisual e a execução da Lei Rouanet.

Perguntado sobre a ampliação de programas como Fies e Pronatec, caso haja espaço no orçamento ou fim da crise, Mendonça Filho diz que ainda é cedo para prometer algo. “Vamos avaliar um a um e ver o que pode ser ampliado, melhorado. Hoje ainda é meu primeiro dia de trabalho.”

Em Ouricuri, Dr.Anderson lança Massilon como seu pré-candidato a vice prefeito

 

 
Foi divulgado da última quinta-feira (12), juntamente com correligionários, pré-candidatos a vereadores e pré-candidato a prefeito de Ouricuri da coligação PTN e PC do B, em reunião que aconteceu no Auditório do Sindsep no centro de Ouricuri, quem é o pré-candidato a vice-prefeito na chapa de Dr. Anderson.
 
A reunião teve início por volta das 20h e teve como pauta principal apresentar aos membros do grupo uma decisão que acaba de uma vez por todas qualquer dúvida se Dr. Anderson vai até o fim, como também quem seria o seu vice.
 
Após os debates e apresentações de sugestões dos pré-candidatos a vereadores e correligionários sobre o que poderá ser feito para com ações e o bom uso do dinheiro público fazer com que uma boa gestão formada de pessoas honestas venha contribuir para melhorar a vida dos ouricurienses.
 
Na ocasião, um dos membros relatou que no momento os munícipes estão amargando os resultados de uma gestão atual que decepcionou a população e acrescentou que outras também falharam em cumprir com o dever de um bom administrador que é destinar o dinheiro público exclusivamente em benefícios para à sociedade que seria priorizar a educação, saúde e infraestrutura de um município.
 
Por esta razão, e pensando em formar um grupo sério e com o compromisso de trabalhar por Ouricuri, foi aprovado por todo o membros o nome de Massilon, símbolo de honestidade e de pessoa que faz o bom uso do dinheiro público, para ser o pré-candidato a vice na minha chapa, disse Dr.Anderson.
 
Massilon é professor de Ensino de Primeiro e Segundo Graus, gestor da escola Estadual Don Idílio e bem conceituado no quesito administrar a coisa pública.
 
Na ocasião, o pré-candidato a vice prefeito disse estar muito feliz em fazer parte do grupo de Dr. Anderson e falou como deve ser tratada a coisa pública. “A coisa pública tem que ser tratada com seriedade para que tenhamos resultado positivos”, Agora vai!!! disse o pré-candidato a vice prefeito de Ouricuri, Massilon.

 

UNK DO GERALDO: “PARA DE ROUBAR MERENDA E INVESTE NA EDUCAÇÃO”

 
 
 
FUNK DO GERALDO: “PARA DE ROUBAR MERENDA E INVESTE NA EDUCAÇÃO”
 
Depois de serem detidos sem ordem judicial pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), estudantes secundaristas cantaram um funk sobre a ocupação das escolas e a repressão policial; “Uma pedida para Geraldo: tira a tesoura da mão. Para de roubar merenda e investe em Educação”, cantavam os estudantes, que ainda aproveitaram para mandar um recado aos pais: “Mãe, pai, ‘to’ na ocupação. E só pra tu saber, eu luto pela educação. Mãe, pai, eu ‘to’ no camburão, e só pra tu saber, eu luto pela Educação”; detenção de 89 estudantes pelo governo tucano foi criticada por especialistas; OAB disse que a medida só deve “potencializar” o conflito; a bancada do PT na Alesp promete ir à Justiça contra o “autoritarismo” de Alckmin, hoje o político mais rejeitado pela juventude brasileira; assista
 
Estudantes secundaristas que foram retirados, a força e sem ordem judicial, pela Polícia Militar de escolas e três diretorias de Ensino na capital paulista regiram demonstraram em tom espirituoso que irão continuar os protestos contra a falta de merenda e as denúncias de corrupção envolvendo o governo de Geraldo Alckmin.
 
Logo após serem fichados por infrações como dano ao patrimônio público, furto e invasão, e liberados, um grupo de estudantes cantaram um funk sobre a ocupação das escolas e a repressão policial.
 
“Eu quero o fim da Polícia Militar. Com a cara de mal, com a bomba de gás de efeito moral. Não vai ter arrego, vai ter consciência, vai ter resistência, mas sem violência”, dizem os estudantes.
 
Em seguida o grupo manda uma sugestão para o governador Geral Alckmin: “Uma pedida para Geraldo: tira a tesoura da mão. Para de roubar merenda e investe em Educação”, cantavam os estudantes, que ainda aproveitaram para mandar um recado aos pais: “Mãe, pai, to na ocupação. E só pra tu saber eu luto pela educação. Mãe, pai, eu to no camburão, e só pra tu saber eu luto pela Educação”.
 
Ao todo, estudantes foram levados para delegacias pela Polícia Militar. A medida foi criticada por especialistas. O presidente da OAB São Paulo, Marcos da Costa, disse que a medida só deve “potencializar” o conflito.
 
O líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), deputado José Zico Prado, promete ir à Justiça contra o “autoritarismo” de Alckmin. “Uma flagrante afronta ao regramento jurídico e quebra dos parâmetros do Estado Democrático de Direito”, disse Prado (leia mais)
 
Na noite dessa sexta-feira, 13, cerca de 300 estudantes foram às ruas da capital paulista protestar contra a ação truculenta de desocupação do governo (leia mais). 
 
Assista ao vídeo:

Bancada do PT anunciou que irá à Justiça contra o que chamou de “atos autoritários e violentos” do governo Geraldo Alckmin (PSDB) na manhã desta sexta-feira, 13; segundo o deputado José Zico Prado, sem autorização judicial, estudantes que ocupavam escolas estaduais em protesto contra a corrupção e falta de merenda foram arrancados das escolas por policiais levados às delegacias; 34 foram detidos; ” Uma flagrante afronta ao regramento jurídico e quebra dos parâmetros do Estado Democrático de Direito”, disse Prado

 

 

 

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!