Menos de 24 horas depois de autorizar a abertura de um inquérito contra o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes acatou a argumentação da defesa do tucano e suspendeu a fase de colheita de provas sobre o envolvimento de Aécio no esquema de propina ligado a Furnas.
 
Segundo Gilmar, os advogados de Aécio conseguiram demonstrar que não há elementos novos que justifiquem a instauração de um inquérito, visto que os detalhes que constam na delação do ex-senador Delcídio Amaral (sem partido – MS) já eram de conhecimento da Procuradoria-Geral da República.
 
“A petição do parlamentar pode demonstrar que a retomada das investigações ocorreu sem que haja novas provas, em violação ao art. 18 do CPP e à Súmula 524 do STF”, afirma o ministro.

 

CUNHA MORREU, TEMER AGONIZA, DILMA RENASCE

“O governo sem voto que sucede a presidenta eleita não têm legitimidade alguma. Falta-lhe a credibilidade que só o voto soberano do povo pode conferir. A frente do que talvez seja o pior ministério da história da república, um conjunto mal ajambrado para recompensar golpistas, composto só de homens brancos e ricos, alguns investigados pela Justiça, o governo usurpador só conseguirá se manter com a força ilegítima da repressão contra trabalhadores, movimentos sociais e defensores da democracia golpeada. Trata-se de um governo natimorto, com breve prazo de validade”, afirma o colunista Marcelo Zero; segundo ele, “politicamente, Cunha já morreu, e Temer agoniza com sua total falta de legitimidade e credibilidade”; sobre Dilma, ele pondera que “mesmo afastada, começa a renascer como a mártir honesta da democracia golpeada”; “Sua dor de inocente injustiçada convence e inspira”, ressalta

Metroviários do Recife entram em greve e paralisam a partir de segunda-feira

 

O metrô funcionará nos horários de pico / Diego Nigro/JC Imagem

Os metroviários decidiram, em assembleia realizada na Estação Central, na noite desta quinta-feira (12), paralisar as atividades a partir da próxima segunda-feira (16). Na última terça-feira, a categoria decretou estado de greve. O movimento, que acontece a nível nacional, é motivado pela rejeição, por parte dos metroviários, da proposta de reajuste de 5,5% feita pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). 

De acordo com Diogo Morais, presidente do Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE), o índice oferecido pela CBTU está abaixo da inflação e a empresa quer cortar duas cláusulas de acordos antigos. “Nós pedimos um reajuste de 9,28% e a manutenção das cláusulas. Nós não aceitamos a redução do índice percentual. Não abrimos mão do direito. Mas continuamos articulando, tentando dialogar com a empresa e com o governo”, afirmou Diogo.

Segundo o presidente do Sindmetro-PE, as duas cláusulas que estão ameaçadas de serem retiradas são o Vale Cultura e as toalhas higienizadas que alguns funcionários recebem para retiraram a graxa antes de retornar para casa. “São coisas simples e a gente não entende porque a empresa não consegue avançar com a gente, diz que não tem condições de bancar estas cláusulas”, acrescentou.

Na última terça, os metroviários aderiram ao Dia Nacional de Paralisações, a favor da presidente afastada Dilma Rousseff e funcionou apenas nos horários de pico (das 5h às 9h e das 16h às 20h). A última greve dos metroviários por questões salariais ocorreu há três anos. Em outubro de 2014, a categoria paralisou por três dias, cobrando mais segurança.

“Estou vivendo a dor da traição e da injustiça”, diz Dilma a manifestantes

 

imagem

Em discurso a apoiadores do governo, concentrados em frente ao Palácio do Planalto, a presidenta afastada Dilma Rousseff disse que esta sendo vítima de injustiça e traição, após ter sido afastada do cargo por até 180 dias.

“Estou vivendo a dor da traição, a dor da injustiça”, disse aos manifestantes, ressaltando que são as palavras mais terríveis.

Dilma afirmou que irá resistir até o fim do processo de impeachment, que foi aberto no Senado. “Estou pronta para resistir por todos os meios legais. Lutei minha vida inteira e vou continuar lutando”, afirmou.

A presidenta afastada agradeceu o apoio de manifestantes que protestaram nos últimos meses contra o processo que, segundo Dilma, “estiveram do lado certo da história, do lado da democracia”.

Após o discurso, Dilma recebeu um buquê de flores. Ela estava acompanhada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de ex-ministros de seu governo.  (Agência Brasil)

 

Com Fernando Filho, são cinco ministros no governo Temer

 

f_55c33615-99c0-476b-a530-2a9c9761656e_bruno araujo

De Pernambuco, cinco nomes foram confirmados por Temer na formação do Ministério:

Mendonça Filho (DEM) para Educação e Cultura,  Bruno Araújo (PSDB),  para  Cidades, Raul Jungmann (PPS) para Defesa e Fernando Filho (PSB) para Minas e Energia, mesmo  sem chancela do partido.

Romero Jucá não tem base em Pernambuco mas é natural do Estado.

Depois do Golpe: FERNANDO COELHO FILHO ASSUMIRÁ MINAS E ENERGIA

 

Sem título

O deputado Fernando Coelho Filho (PE), líder do PSB na Câmara, será o novo ministro de Minas e Energia no governo do presidente interino Michel Temer. A confirmação foi feita há pouco.

Fernando Coelho Filho estava cotado inicialmente para o Ministério da Integração Nacional.

Em nota à imprensa, a bancada do PSB na Câmara declarou apoio “incondicional” à participação de Coelho Filho no governo Temer.

Leia a nota na íntegra:

“NOTA OFICIAL

A Bancada do Partido Socialista Brasileiro na Câmara dos Deputados vem por meio da presente ratificar seu incondicional apoio ao nome do seu Líder, o Deputado Federal Fernando Coelho Filho, para compor o governo do Presidente Michel Temer.

A Bancada do PSB reafirma seu compromisso com o país e sua disposição de contribuir de forma direta para que o Brasil supere este difícil momento e retome o caminho do desenvolvimento.

Liderança do PSB na Câmara dos Deputados”

 

Protesto pró-democracia fecha a avenida paulista

 

images-cms-image-000496942

Manifestantes de movimentos sociais e centrais sindicais fecharam, no início da noite desta quinta-feira (12), a Avenida Paulista, em protesto contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e a posse de Michel Temer como presidente em exercício. O ato fecha a avenida nos dois sentidos na altura do Masp, onde o grupo se concentrou desde o final da tarde.

Um carro de som acompanha o protesto. Os manifestantes pretendem caminhar em direção ao escritório à sede da Fiesp, também na Avenida Paulista.

Por volta de 18h50, a Polícia Militar fez um cordão de isolamento para impedir que os manifestantes seguissem até a Fiesp, onde se reúne um grupo favorável ao impeachment.

Os manifestantes queimaram patos de papelão que levavam durante o protesto, em uma alusão à campanha da Fiesp pela saída de Dilma.Continue lendo →

Temer divulga lista oficial de ministros

 

imagem

O presidente interino Michel Temer já escolheu sua equipe de governo. No total, serão 22 ministérios, segundo divulgou a assessoria de imprensa da Vice-Presidência. O Ministério da Cultura, por exemplo, será incorporado ao Ministério da Educação.

Abaixo, a lista dos novos ministros:

 

– Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações
– Raul Jungmann, ministro da Defesa
– Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão
– Geddel Vieira Lima, ministro-chefe da Secretaria de Governo
– Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional
– Bruno Araújo, ministro das Cidades
– Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
– Henrique Meirelles, ministro da Fazenda
– Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura
– Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil
– Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário
– Leonardo Picciani, ministro do Esporte
– Ricardo Barros, ministro da Saúde
– José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente
– Henrique Alves, ministro do Turismo
– José Serra, ministro das Relações Exteriores
– Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho
– Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e Cidadania
– Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil
– Marcos Pereira, ministério da Indústria e Comércio
– Fabiano Augusto Martins Silveira, ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU)
– Fábio Osório Medina, AGU

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!