http://i2.wp.com/carlosbritto.ne10.uol.com.br/wp-content/uploads/2016/04/13062857_708036866005676_2099605528_o.jpg?resize=300%2C213

O Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) abriu nesta quarta-feira (20) as inscrições do processo seletivo que visa à contratação temporária de tutores e professores para os cursos técnicos em Manutenção e Suporte em Informática, Agente Comunitário de Saúde, Segurança do Trabalho, Serviços Públicos e Logística. As oportunidades são para as cidades de Custódia, São José do Egito, Serra Talhada, Sertânia, Salgueiro, Floresta, Ouricuri, São José do Belmonte, Afrânio, Lagoa Grande, Cabrobó, Santa Maria da Boa Vista e Petrolina.

Conforme a assessoria, as inscrições são gratuitas e podem ser feitas até a próxima segunda-feira (25) exclusivamente via e-mail, por meio do endereço eletrônico ceadifsertao@gmail.com. De acordo com o edital, os interessados precisam enviar toda a documentação e, no assunto do e-mail, escrever o nome do(s) curso(s) em que optou realizar a inscrição e o nome completo do candidato.

O processo seletivo será realizado em uma única etapa: análise da documentação enviada (Experiência e Titulação), de acordo com a tabela de pontuação constante no anexo IV do edital. Os interessados devem observar a formação e a experiência exigida para cada função. As bolsas variam de R$ 765 a R$ 1.300. O resultado final está previsto para ser divulgado no dia 10 de maio. Mais informações pela página eletrônica http://www.ifsertao-pe.edu.br

 

 

Capa da revista Economist tem Cristo Redentor pedindo socorro

 

76e088ef63148ca22997f1335e6d303c

Estadão Conteúdo

Após a mais famosa estátua do Rio de Janeiro simbolizar a decolagem e depois a derrocada do Brasil, agora é a vez de o Cristo Redentor pedir socorro na capa da nova edição da revista The Economist. A publicação britânica traz a imagem do Cristo segurando um cartaz com a inscrição “SOS”. Em editorial, a revista diz que a presidente Dilma Rousseff tem responsabilidade sobre o fracasso econômico, mas que os que trabalham para tirá-la do cargo “são, em muitos aspectos, piores” e cita Eduardo Cunha como exemplo. “No curto prazo, o impeachment não vai resolver isso”. Por isso, a revista defende novas eleições gerais.

O editorial diz que “Dilma Rousseff levou o País para baixo, mas toda a classe política também”. “O fracasso não foi feito apenas pela senhora Rousseff. Toda a classe política tem levado o País para baixo através de uma combinação de negligência e corrupção. Os líderes do Brasil não ganharão o respeito de volta de seus cidadãos ou superarão os problemas econômicos a não ser que haja uma limpeza completa”.

A revista diz que Dilma tem responsabilidade sobre a situação porque houve incompetência do atual governo na condução da economia, o Partido dos Trabalhadores se envolveu no esquema de corrupção da Petrobras e a presidente tentou proteger p ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva das investigações. As acusações contra a presidente, porém, são relativizadas quando comparadas com as existentes contra os nomes que lideram o processo de impeachment.

“O que é alarmante é que aqueles que estão trabalhando para o seu afastamento são, em muitos aspectos, piores”, cita o editorial que lembra que o vice-presidente Michel Temer é filiado ao PMDB. “O PMDB também está perdidamente comprometido. Um dos seus líderes é o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que presidiu o espetáculo do impeachment de seis horas no domingo. Ele é acusado pelo Tribunal Superior Federal de aceitar suborno da Petrobras”, diz a revista.

Para a Economist, “não há maneiras rápidas” de resolver a situação. As raízes dos problemas políticos viriam, segundo a revista, da economia baseada no trabalho escravo do século XIX, a ditadura do século XX e o sistema eleitoral em vigor. “No curto prazo, impeachment não vai consertar isso”, diz a revista.

O editorial diz que a acusação da manipulação contábil de Dilma parece “tão pequena que apenas um punhado de deputados se preocupou em mencionar isso em seus dez segundos” na votação. A revista avalia que, se Dilma for deposta por uma razão técnica, “o senhor Temer vai lutar para ser visto como um presidente legítimo pela grande maioria dos brasileiros que ainda apoiam a senhora Rousseff”.

Por isso, a revista defende que uma maneira de contornar a situação seria a realização de novas eleições que elegeriam um presidente com apoio popular para executar reformas. “Os eleitores também merecem uma chance de se livrar de todo o Congresso infestado de corrupção. Apenas novos líderes e novos legisladores podem realizar as reformas fundamentais que o Brasil necessita”, diz a revista.

A revista reconhece, porém, que o caminho para novas eleições não é fácil no Congresso. “Assim, há uma boa chance de que o Brasil ser condenado à confusão sob a atual geração de políticos desacreditados. Os eleitores não devem se esquecer deste momento Porque, no fim, eles terão a chance de ir às urnas – e devem usá-la para votar em algo melhor”

 

Senado sem fechamento de questão, e ainda faz piadas sobre o impeachment

 

http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/files/2013/02/c%C3%A2mara.jpg

Diferente da Câmara, onde partidos fecharam questão sobre o impeachment para pressionar parlamentares, ameaçando-os de expulsão, caso votassem em desconformidade com a sigla, tal estratégia não deve ser usada no Senado.

Senadores lembram que, por ser um cargo majoritário, ninguém correrá o risco de perder o mandato caso seja expulso de sua sigla, simplesmente migrará para outra que queira receber o dissidente.

Piadas

Para completar, uma piada que circula entre alguns senadores fala sobre uma dificuldade que o governo enfrentará no Senado e que não enfrentou na Câmara durante as negociações de votos para o impeachment.

Diz um senador:

– O problema para o governo é que aqui no Senado a maioria já é milionária.

Aposta de Cabrobó leva sozinha prêmio de R$ 92 milhões da Mega-Sena

 

blogqspcabrobo-Foto-Farnésio-Silva-3

Todos querem saber de quem é a aposta premiada.

Uma aposta de Cabrobó, município do Sertão do São Francisco  com 33 mil habitantes  ganhou sozinha na Mega-Sena e vai embolsar prêmio de R$ 92.303.225,84. O prêmio principal da Mega estava acumulado havia nove sorteios.

As seis dezenas do concurso 1.810 foram sorteadas na noite desta quarta-feira (20), em Umuarama (PR): 01 – 10 – 25 – 43 – 50 – 56.  Claro, não se fala em outra coisa na cidade. Todos querem saber de quem é a aposta premiada.

A quina (cinco números acertados) da Mega saiu para 266 apostas, que vão receber, cada uma, prêmio de R$ 22.369,76.

Para a quadra (quatro números acertados) da Mega foram 14.324 apostas ganhadoras, com prêmio de R$ 593,44 para cada uma.

O próximo concurso da Mega será realizado no sábado (23), com prêmio estimado pela Caixa Econômica Federal em R$ 2.500.000,00.

 

Dupla assalta Sicoob de Itapetim

 

13012748_10206402262118877_5428717066788349046_n

Pelo menos dois homens armados assaltaram a Agência do Banco Sicoob de Itapetim no final da manhã desta quarta-feira (20). Segundo  informações do colaborador Marcelo Patriota, a dupla que chegou a agência em uma motocicleta. Os dois criminosos conseguiram fugir levando cerca de R$ 20 mil e a arma de um dos seguranças.

Durante a ação, pelo menos oito pessoas entre clientes e funcionários foram feitas reféns pelos assaltantes, que ameaçaram explodir uma bomba caso a polícia fosse acionada. Chamou atenção o fato de que os assaltantes estavam sem mascara, de cara limpa.

As polícias Militar e Civil estão realizando diligências no intuito de identificar e prender os acusados, porém até o momento sem êxito.

 

 

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!