Blog confirma motivo da abstenção do voto de Sebastião Oliveira: Presidência do PR em Pernambuco
 
Ainda no sábado (17), véspera da votação do impeachment na Câmara dos Deputados, já havia sido divulgado que o deputado federal Sebastião Oliveira votaria contra o impedimento da presidente Dilma, contrariando o que havia anunciado quando da sua exoneração da Secretaria de Transportes do Estado, na oportunidade, conforme as informações, a moeda para troca de posicionamento do deputado seria a presidência do PR no Estado, que passaria das mãos do deputado federal Ângelo Ferreira para as suas.
 
A direção do PR no estado é cobiçada por Sebastião desde que o partido foi ‘tomado’ do seu primo, o ex-deputado federal Inocêncio Oliveira e entregue a Ferreira.
 
Muita gente não entendeu as razões pelas quais o secretário de Transporte de Paulo Câmara, Sebastião Oliveira, saiu de Pernambuco, foi até Brasília votar na sessão do impeachment e acabou se abstendo na hora h. Esta sua postura inclusive desagradou, e muito seu eleitorado em Serra Talhada, sertão do Estado.
 
Segundo o blog de Jamildo, nesta terça-feira, Sebastião visava ter de volta, o comando do partido no Estado.
 
Valdemar Costa Neto (‘dono’ do PR) havia chamado Anderson Ferreira e dito que ele havia prometido a Dilma fidelidade no voto na Câmara dos Deputados e que o pernambucano teria que votar com a presidente. Ferreira teria chorado, diante da pressão. Valdemar Costa Neto disse que, se ele não votasse, o comando nacional iria lhe tomar o comando do PR em Pernambuco.
 
O presidente nacional também chamou Sebastião Oliveira para uma conversa e cobrou fidelidade. No domingo, dia da votação, Sebastião Oliveira divulgou uma nota marota em que já preparava o terreno para votar alinhado com Dilma, enquanto Anderson Ferreira aparecia nas listas de votos a favor do impedimento da petista.
 
Valdemar Costa Neto deu a Anderson Ferreira e a Sebastião Oliveira a opção de votar em Dilma ou se abster. Ferreira votou sim ao impeachment e perdeu o comando do PR em Pernambuco.
 
Oliveira absteve-se e retomou o comando da legenda, que já foi dirigida no Estado pelo seu primo Inocêncio Oliveira, ex-presidente da Câmara dos Deputados.
 
Ainda segundo Jamildo, a votação terá efeito na eleição de Jaboatão e Recife. Anderson Ferreira era candidato a prefeito pelo PR em Jaboatão e já havia lançado a pré-candidatura, com o apoio de mais de 10 vereadores.
 
Já Sebastião Oliveira, ligado ao prefeito Geraldo Julio e ao governador Paulo Câmara, tem agora poderes para impedir a candidatura, em um eventual acordo que beneficiaria tanto o prefeito tucano Elias Gomes (PSDB) como o prefeito socialista Geraldo Julio (PSB).
 
“Sebastião Oliveira não vai deixar Anderson Ferreira sair candidato”, informa Jamildo que revelou uma fonte do blog.
 
Fica então confirmado os interesses pessoais do deputado com a abstenção do seu voto na noite do domingo passado, e, embora tenha atingido seus objetivos quando a conseguir a liderança do seu partido no Estado, o preço que pagará nas eleições municipais em seu principal reduto eleitoral, Serra Talhada, pode ser alto, e pode vir a sofrer mais uma derrota em solo sertanejo, já que foi derrotado em 2012 quando candidatou-se a prefeito da Capital do Xaxado.
 
Políticos locais no entanto, observam com cuidado todas as manobras de Sebastião e voltam a afirmar que alguns movimentos indicam que existe de fato algum ‘acordo secreto’, ou mesmo desejo do agora presidente do PR pernambucano, para que o prefeito Luciano Duque (PT) se reeleja, e assim o Partido dos Trabalhadores continue comandando o segundo maior colégio eleitoral do sertão.
 
Do Blog de Jamildo

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!