Casal morre após veículo colidir em bloco de concreto na BR-232, em Gravatá
 
Motorista perdeu o controle do carro, capotou e colidiu no bloco de concreto. Homem e mulher morreram no local; caso ocorreu em Gravatá, no Agreste.
 
Um casal morreu em um acidente na BR-232 na madrugada deste domingo (27) em Gravatá, Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do carro perdeu o controle do veículo, capotou e bateu em blocos de concretos que estavam próximos a um posto de combustíveis. Ainda segundo a PRF, o homem e a mulher morreram no local do acidente – ocorrido no quilômetro 77 da rodovia. As vítimas seguiam no sentido Gravatá – Recife. Os corpos foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

Acidente de moto deixa um morto e um ferido na BR-232, em Serra Talhada

 
Um grave acidente deixou um homem morto e outro ferido, na BR-232, próximo ao distrito de Varzinha, zona rural do município de Serra Talhada, Sertão do Pajeú.
 
O acidente aconteceu na tarde deste domingo (27), por volta das 14h00, deixando como vítima fatal um homem identificado como Alex, 25 anos e seu irmão, de nome não revelado, o qual quebrou a perna e teve várias escoriações pelo corpo, o qual foi socorrido para o Hospital Regional Agamenon Magalhães (HOSPAM), em Serra Talhada.
 
Testemunhas relataram que as vítimas são residentes do Sítio Mel e seguiam para um a partida de futebol na localidade Saco da Roça, na zona rural de Serra Talhada, quando, em uma ultrapassagem, bateram na lateral de uma carreta e caíram na pista, tendo Alex morrido no local e seu irmão foi socorrido por populares para o hospital.
 
Alex deixa esposa e dois filhos.
(*) Fonte: Nayn Neto

Tronco de eucalipto destrói carro no Sertão pernambucanohttp://www.alvinhopatriota.com.br/wp-content/uploads/2016/03/0arvore-em-carro.jpg

 

O proprietário de um veiculo, da marca VW Gol, teve um grande prejuízo nesse fim de semana em São José do Belmonte, Sertão pernambucano, mas, por sorte, o seu bem maior não foi atingido: A vida. Segundo informações do blog do Silva Lima, o incidente aconteceu no último sábado (26), na Avenida Euclides de Carvalho, no bairro Cacimba Nova.

Ainda de acordo com Silva Lima, as árvores de eucaliptos que estão ao longo da Avenida Euclides de Carvalho representam um perigo constante para os pedestres e condutores de veículos que trafegam pelo local. O risco de acidente é iminente, porém, no período de chuvas essa possibilidade aumenta e as providencias de uma tragédia anunciada não são tomadas.

Amupe distribui cartilha didática com prefeitos

http://www.amupe.org/wp-content/uploads/2016/03/Alex-Brassan-29.jpg

Fogo Cruzado

O prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente da Amupe, José Patriota (PSB), encomendou uma cartilha sobre as eleições municipais e já começou a distribuí-las com os associados. A cartilha esclarece, didaticamente, prazo para desincompatibilização, para a realização das convenções e para o registro de candidaturas, início da propaganda eleitoral, financiamento de campanha, limite de gastos com propaganda, etc.

Auditor da Receita terá aumento e até bônus

Na contramão do discurso de ajuste fiscal propagado pela equipe econômica para reduzir as despesas obrigatórias e reequilibrar as contas públicas, o governo aceitou dar um reajuste diferenciado para os auditores fiscais da Receita Federal que inclui um “bônus” de eficiência atrelado à meta de arrecadação de impostos e contribuições federais. O acordo foi assinado na última quinta-feira.

Com remuneração variável, o bônus vai beneficiar até mesmo servidores aposentados e já causa preocupação de enfraquecer o discurso do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, que apresentou um projeto de limitar o crescimento das despesas do governo para diminuir o endividamento público.

Os termos do acordo, que foi negociado pelo Ministério do Planejamento, a qual o Broadcast – serviço de notícias em tempo real da Agência Estado – teve acesso, prevê inicialmente um bônus fixo mensal de R$ 3 mil entre agosto e dezembro deste ano. A partir de janeiro de 2017, o benefício salarial passará a ser vinculado as desempenho e metas da produtividade global da Receita. O nível em razão do tempo de sua permanência no acordo. O acordo também prevê um reajuste da remuneração básica de 21,3% em quatro anos.

Pesou na decisão a pressão feita pelos servidores que intensificaram, nos últimos meses, operação de redução das atividades diárias, o que tem afetado o esforço de arrecadação nesse momento de forte queda do recolhimento dos tributos. A categoria não quis assinar o acordo salarial feito com os demais servidores, no final do ano passado, e insistiu na operação padrão.

Refém

Para uma fonte da área econômica, o governo ficou “refém” dos auditores e acabaram recebendo um adicional para “fazer o que é dever deles”. “Até aposentados estão no pacote. Se o bônus é de eficiência por que aposentados?”, disse uma fonte que teme que a medida dispare insatisfação geral em outras categorias do serviço público, que não ficaram satisfeitas com os reajustes recebidos.

O presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais (Sindifisco), Claudio Damasceno, discorda e defende os termos do acordo pela importância do órgão para o funcionamento do serviço público e do ajuste fiscal, já que é responsável pela arrecadação. A parcela do bônus para os servidores inativos diminui à medida que o tempo da sua aposentadoria aumenta. Segundo o dirigente sindical, merecem o bônus porque muitos autos de infração demoram anos para serem finalizados e como também os seus efeitos na arrecadação.

A Receita informou que o bônus é um modelo adotado em vários Estados e também já existiu, no passado, no Fisco com outros nomes. Ele terá como fonte os valores arrecadados em multas e leilões de mercadorias, que fazem parte do Fundo Especial de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento das Atividades de Fiscalização (Fundaf). A Receita admitiu que o movimento dos auditores-fiscais pode, também, ter contribuído para a queda da arrecadação dos meses recentes. Mas informou não há como mensurar esta contribuição.

Procurado, o Ministério do Planejamento defendeu o acordo e avaliou que não há contradição com o ajuste fiscal. Segundo o Planejamento, o objetivo é incentivar os servidores a melhorarem a produtividade e, consequentemente, a arrecadação. Não foi informado o custo para as contas públicas do reajuste aprovado.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!