Ciro Gomes critica duramente Lula, PT, PSDB e PMDB

O pré-candidato à Presidência da República em 2018 pelo PDT, Ciro Gomes, deu mais uma daquelas entrevistas “sinceronas”. Ao jornal O Dia, ele criticou a nomeação do ex-presidenteLuiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil.

“Esse é o maior erro da História da República, desde que eu milito na luta política há 30 anos”, opinou.

Para Ciro, a posse de Lula denota manobra para fugir da primeira instância da Justiça, onde a Operação Lava Jato começou.

 

“Ainda que não seja, [a ida de Lula para a Casa Civil] parecerá um constrangimento absolutamente gravoso ao Supremo Tribunal Federal. Ainda que não seja, parecerá que Lula estava querendo fugir de um juiz severo entre aspas [Sérgio Moro] para, presumindo impunidade, se abrigar na jurisdição do Supremo.”

 

Apesar das críticas às últimas ações de Lula e Dilma Rousseff, o ex-ministro acredita que oimpeachment é um golpe orquestrado pelo PMDB e pelo PSDB, um “grupo de cleptocratas”, sob a batuta do “chefe da facção”, o vice-presidente Michel Temer, e seu “aliado íntimo”, Eduardo Cunha.

 

“O sindicato de ladrões agora é uma coalizão PMDB/PSDB, acertada em jantares em Brasília. Com detalhes de como vão repartir o governo, como o Michel Temer tem que assumir anunciando que não é candidato à reeleição. Como vão desarmar a bomba da Lava Jato, porque começou a sair do controle. Porque os políticos começaram a ver que pode sobrar para o lado deles. Isso é o que tá apalavrado, num jantar em Brasília, pelos cleptocratas do Brasil.”

 

Gilmar deu 14 anos de foro a ex-ministros de FHC

 

:

Advogados do ex-presidente Lula resgatam, em memorial enviado ao STF, decisão do ministro Gilmar Mendes de 2002, quando ele “deferiu liminar em Reclamação para suspender dois processos de improbidade administrativa que corriam na Justiça Federal de primeiro grau contra o já então Senador José Serra, o Ministro da Fazenda da época, Pedro Malan e, por fim, contra então Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Pedro Parente, todos ligados ao PSDB”; documento assinado pelo mestre em Direito do Estado e professor da PUC-SP Luiz Tarcisio Ferreira aponta “a incongruência decisória do Ministro Gilmar Mendes”; apenas no último dia 15, após mais de 14 anos, diz o texto, Gilmar liberou o julgamento do agravo regimental pela Primeira Turma do STF, quando se reconheceu que os processos deveriam, ao contrário da liminar, correr na Justiça Federal de primeira instância; logo em seguida, ele deferiu liminar para suspender a eficácia da nomeação de Lula para a Casa Civil

DINO A MORO: “NÃO USE A TOGA PARA FAZER POLÍTICA”

:

 

“O poder Judiciário não pode mandar carta para passeata, não cabe ao Judiciário fazer esse tipo de coisa”, disse o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), em um duro discurso crítico ao impeachment na manhã desta terça-feira 22, durante encontro da presidente Dilma Rousseff com juristas; Dino, que é advogado e ex-juiz federal, se referia à carta enviada pelo juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, à Globo no dia em que o Brasil registrou manifestações em defesa do impeachment; no texto, Moro pediu que políticos “ouçam a voz das ruas”; governador apontou “abusos” na investigação, ressaltou que o processo de impeachment é feito por uma Casa política, mas baseado em fatos jurídicos, e argumentou que não há base para a saída da presidente; “Sou a favor, sim, de novas eleições. Em outubro de 2018, que é a data marcada para as próximas eleições”, afirmou

WEBER NEGA HC CONTRA SUSPENSÃO DA POSSE DE LULA

:

Ministra Rosa Weber, do supremo Tribunal Federal, negou nesta terça-feira, 22, o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e assinado por vários juristas brasileiros contra suspensão da nomeação dele como ministro da Casa Civil do governo da presidente Dilma Rousseff; “Ante o exposto, não ultrapassando por qualquer ângulo o juízo de cognoscibilidade, a despeito da delicadeza e complexidade do tema de fundo, nego seguimento ao presente habeas corpus”, escreveu a ministra em decisão

“O QUE ESTÁ EM CURSO É UM GOLPE CONTRA A DEMOCRACIA. JAMAIS RENUNCIAREI” 

 

:

 

A presidente Dilma Rousseff faz um discurso duro contra a ruptura democrática em curso no País. “Denuncio aqui a estratégia do quanto pior, melhor, que parte das oposições assumiu desde o início do meu segundo mandato. Essa estratégia vem sendo uma ação sistemática, anti-republicana e anti-democrática, que se manifesta em pautas-boma e na busca de argumentos falsos e inconsistentes para retirar o mandato outorgado a mim pelo povo brasileiro”, afirmou.

Dilma citou Leonel Brizola e a campanha pela legalidade. “Jamais imaginei voltar ao momento em que se fizesse necessário mobilizar a sociedade em torno de uma nova campanha pela legalidade, como estamos fazendo hoje.

“Que fique claro. Me sobram energia, disposição e respeito à democracia para fazer o enfrentamento necessário à conjuração contra a estabilidade democrática”, afirmou a presidente.

Dilma disse que “todos sabemos que nossa Constituição prevê o impaechment como instrumento para afastar o presidente. “Nós estamos num regime presidencialista. E um impeachment só pode se dar por um crime de responsabilidade claramente demonstrado, com provas inquestionáveis. Na falta dessas provas, o afastamento da presidente torna-se ele próprio u crime contra a democracia.”

“Este ato demonstra o grande compromisso na defesa do estado democrático de direito, que está disseminado em todos os estado

TERROR ATACA EM BRUXELAS: PELO MENOS 13 MORTOS

 
 
TERROR ATACA EM BRUXELAS: PELO MENOS 13 MORTOS
 
Dupla explosão no Aeroporto de Zaventem, em Bruxelas, e em uma estação de metrô deixou várias pessoas mortas e muitas feridas, informou a Polícia Federal belga; imagens mostram densa nuvem de fumaça saindo também de um dos terminais do aeroporto, enquanto dezenas de passageiros correm para o exterior do prédio com suas malas; as explosões ocorreram perto de uma porta de embarque para os Estados Unidos, onde estavam muitos passageiros; Bruxelas se tornou conhecida como um dos principais centros do terror islâmico, desde os atentados ao Bataclan em Paris
 
Uma dupla explosão no Aeroporto de Zaventem, em Bruxelas, e em uma estação de metrô deixou várias pessoas mortas e muitas feridas, informou a Polícia Federal belga.
 
Fontes do Belgocontrol, o órgão que regula a navegação aérea civil na Bélgica e em Luxemburgo, informaram que o aeroporto foi fechado e a maioria dos voos desviados para outros aeroportos da região.
 
O trânsito ferroviário com ligação às instalações aeroportuárias também foi fechado. Uma fumaça preta sai da entrada da Estação de Maalbeek, situada na rua de Loi, perto das instituições europeias, segundo imagens de televisão. O serviço de metrô foi suspenso.
 
Imagens de diferentes meios de comunicação e das redes sociais mostram densa nuvem de fumaça saindo também de um dos terminais do aeroporto, enquanto dezenas de passageiros correm para o exterior do prédio com suas malas.
 
Segundo uma testemunha citada pela rádio pública RTBF, as explosões ocorreram perto de uma porta de embarque para os Estados Unidos, onde estavam muitos passageiros. A testemunha descreve “muitas pessoas ensanguentadas”.
 
Ainda são desconhecidas as causas das explosões. A imprensa belga fala em 11 mortos e cerca de 20 feridos, citando diversas fontes de informação não oficiais.
 
Pela rede social Twitter, a empresa que administra o aeroporto de Bruxelas informou que todos os voos foram cancelados e que o edifício está sendo evacuado.
 
“Não venha para a área do aeroporto”, lê-se numa das mensagens, na sequência das duas explosões em Zaventem, localizado a cerca de 15 quilômetros de Bruxelas.
 
Da Agência Lusa

 

 

Deixe uma resposta

Cidades Acessando Blog

Panificadora Samuel
Escola Monteiro Lobato
 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!

Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

Siteemonteirolobato.com.br

Dr. Jamildo Carvalho
Desfile Cívico Escola M.L

AABB

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!